Píramo e Tisbe | Ricardo de Mattos | Digestivo Cultural

busca | avançada
24646 visitas/dia
922 mil/mês
Mais Recentes
>>> Comédia dirigida por Darson Ribeiro, Homens no Divã faz curta temporada no Teatro Alfredo Mesquita
>>> Companhia de Danças de Diadema leva projeto de dança a crianças de escolas públicas da cidade
>>> Cia. de Teatro Heliópolis encerra temporada da montagem (IN)JUSTIÇA no dia 19 de maio
>>> Um passeio imersivo pelos sebos, livrarias e cafés históricos do Rio de Janeiro
>>> Gaitista Jefferson Gonçalves se apresenta em quinteto de blues no Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A cidade e o que se espera dela
>>> De pé no chão (1978): sambando com Beth Carvalho
>>> Numa casa na rua das Frigideiras
>>> Como medir a pretensão de um livro
>>> Nenhum Mistério, poemas de Paulo Henriques Britto
>>> Nos braços de Tião e de Helena
>>> Era uma casa nada engraçada
>>> K 466
>>> 2 leituras despretensiosas de 2 livros possíveis
>>> Minimundos, exposição de Ronald Polito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jornada Escrita por Mulheres
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 3
>>> Juntos e Shallow Now
>>> Dicionário de Imprecisões
>>> Weezer & Tears for Fears
>>> Gryphus Editora
>>> Por que ler poesia?
>>> O Livro e o Mercado Editorial
>>> Mon coeur s'ouvre à ta voix
>>> Palestra e lançamento em BH
Últimos Posts
>>> Diagnóstico falho
>>> Manuscrito
>>> Expectativas
>>> Poros do devir
>>> Quites
>>> Pós-graduação
>>> Virtuosismo
>>> Evanescência
>>> Um Certo Olhar de Cinema
>>> PROCURA-SE
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Sou diabético
>>> Um olhar sobre Múcio Teixeira
>>> O Barril
>>> Como escrever bem — parte 1
>>> Quatro Mitos sobre Internet - parte 1
>>> Da capo
>>> Elesbão: escravo, enforcado, esquartejado
>>> 5ª MUMIA em BH
>>> Celebrity killer
>>> Em nome do caos
Mais Recentes
>>> Por Onde Andou Meu Coração de Maria Helena Cardoso pela Nova Fronteira/ RJ. (1984)
>>> O Brasileiro Perplexo de Rachel de Queiroz pela Edautor (1963)
>>> Se a Memória não Me Falha de Sylvia Orthof/ Ilustrações: Tato pela Nova Fronteira/ RJ. (1987)
>>> João Miguel de Rachel de Queiroz pela Siciliano/ SP. (1992)
>>> Maria Ruth de Ruth Escobar/ Prefácio: Hélio Pellegrino pela Guanabara/ RJ. (1986)
>>> voce Tem Personalidade? de Pedro Bloch pela Bloch editores (1979)
>>> voce Tem Personalidade? de Pedro Bloch pela Bloch editores (1979)
>>> O Menino Mágico de Rachel de Queiroz/ Ilustrações: Gian Calvi pela Livr. José Olympio Edit. (1987)
>>> O Menino Mágico de Rachel de Queiroz/ Ilustrações: Gian Calvi pela Livr. José Olympio Edit. (1982)
>>> Um Nome pra Matar (Prêmio Walmap) de Maria Alice Barroso/ Prefácio: Antonio Olinto pela Bloch editores (1967)
>>> Uma cidade Fora do mapa de Eliane Ganem pela Livr. José Olympio Edit. (1985)
>>> Uma cidade Fora do mapa de Eliane Ganem pela Livr. José Olympio Edit. (1987)
>>> Luana Adolescente, Lua Crescente de Sylvia Orthof: Texto e Ilustrações pela Nova Fronteira (1994)
>>> Luana Adolescente, Lua Crescente de Sylvia Orthof: Texto e Ilustrações pela Nova Fronteira (1994)
>>> Cine Odeon de Livia Garcia- Roza pela Record/ RJ. (2001)
>>> Contos de Amor Rasgados de Marina Colasanti pela Rocco/ RJ. (1986)
>>> Uma Ideia Toda Azul (Sem manuseio) de Marina Colasanti pela Global/ SP. (2013)
>>> O Verde Brilha no Poço de Marina Colasanti/ Ilustr: Rogério Borges pela Melhoramentos (1990)
>>> E Por Falar em Amor de Marina Colasanti pela Rocco (1986)
>>> E Por Falar em Amor de Marina Colasanti pela Rocco (1985)
>>> E Por Falar em Amor de Marina Colasanti pela Rocco (1985)
>>> Brava Gente Brasileira (Sem uso) de Marcio Moreira Alves pela Nova Fronteira/ RJ. (2001)
>>> O Milionario Instantaneo de Carolina Caires Coelho; Mark Fisher pela Figurati (2014)
>>> Scrum - a Arte de Fazer o Dobro na Metade do Tempo de Jeff Sutherland & J. J. Sutherland pela Leya (2014)
>>> Como Fracassar Em Quase Tudo e Ainda Ser Bem Sucedido de Scott Adams pela Figurati (2016)
>>> Contagem Regressiva de Alice Klesck; Alan Weisnan pela Leya (2014)
>>> Amamentação Um Hibrido Natureza -Cultura de João Aprigio Guerra de Almeida pela Fiocruz (1999)
>>> Mikhail Gorbachev de Anna Sproule pela Globo (1990)
>>> Heroides de Walter Vergna pela Edições Granet Lawer (1975)
>>> Mutações de Liv Ullman pela Circulo do Livro (1986)
>>> Ligação Direta Com Deus de Bobtrask pela Nova Era (1994)
>>> Betsabé de Tofgny Lindgren pela Record (1984)
>>> O livro dos sinais de Trigueirinho pela Pensamento (1997)
>>> De Carta Em Carta de Ana Maria Machado pela Salamandra (2002)
>>> Cura entre Gerações de Pe.Robert DeGrantis pela Louva Deus (1994)
>>> Letras de exortação e reflexão para homens que se atrevem a ser cristãos de Dom Antonio Duarte S.R. pela Scortecci (2019)
>>> A Ditadura Escancarada de Elio Gaspari pela Companhia das Letras (2002)
>>> Como investigar crimes com a ajuda Divina de Daniel Gomes pela Cpad (1999)
>>> O Diário de Um Mago de Paulo Coelho pela Klick (1990)
>>> Compendio de botânica de Paulo Benzzoni pela Itatiaia (1973)
>>> A Ditadura Derrotada de Elio Gaspari pela Companhia das Letras (2003)
>>> O despertar do Buda de Vicente Blasco Ibanez pela Landy (2000)
>>> Católicos Perguntam de Estevão Tavarez Bettencourt ,Osb pela Mensageiros de Santo Antonio (1998)
>>> God Is Dead de Ron Currie Jr pela Penguin Paperbacks (2008)
>>> Frankenstein de Mary Shelley pela Cia das Letras (1994)
>>> Novo Testamento de Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil pela Sbb-Rao (1969)
>>> Fogo Morto de José Lins do Rego pela Circulo do Livro (1987)
>>> Filho de ninguém: dualismo e bastardia no romance "Dois imãos", de Milton Hatoum de Vera Ceccarello pela Luminária Academia (2016)
>>> Quando se pretende falar da vida de Francisco Candido Xavier ,Roberto Muskat,David Muszkat pela Grupo Espírita Emmanuel -Sociedade Civil (1984)
>>> Eu sou o Mensageiro de Markus Zusak pela Intrínseca (2007)
COLUNAS

Segunda-feira, 23/1/2017
Píramo e Tisbe
Ricardo de Mattos

+ de 3600 Acessos

"...o que não vê o amor?" (Ovidius)

1. A lenda de Píramo e Tisbe encontra-se no Livro IV das Metamorfoses, a grande obra em verso do poeta latino Publius Ovidius Naso (43 a.C./17 d.C.). O livro de ouro da mitologia, como ficou traduzido entre nós The age of fable, de Thomas Bulfinch, traz sua versão resumida e em prosa. Nada receie o leitor, nem se acomode: o texto original, se vertido por tradutor que tenha percebido o espírito de simplicidade dos antigos poetas, é de tranquila leitura.

2. Quem foram estes personagens? Jovens babilônicos vivendo durante o reinado da lendária Semíramis, rainha da Babilônia, da Assíria e de outros reinos. Já à época da conversaçãoem que se declina a lenda dos dois amantes, os fatos são projetados num ainda mais remoto e incerto tempo-espaço. Neste ano, percebo-o agora, completam-se dois mil anos de desencarne do próprio poeta...

3. Píramo, o rapaz, era vizinho da jovem Tisbe. Ambos de beleza física equivalente. Nenhuma barreira que lhes impedisse a aproximação e o envolvimento. Convivendo na mesma localidade, atraíram-se. Juventude, beleza física, boa saúde e disposição: eis os prováveis atributos então buscados e encontrados, formando os elos iniciais da relação. Jovens divertindo-se um à vista do outro, um avaliando o desempenho do outro com maior ou menor discrição. Haveria contato físico? Inviável saber. Que tenha havido, apenas aumentaria o vínculo entre dois corpos plenos de frescor e de vitalidade, mutuamente eleitos entre tantos outros.

4. A explicação do mundo natural, dos eventos sociais e mesmo do destino do espírito facultou a Mitologia. Mitos para a criação do mundo; mitos para a elucidação das ocorrências da sociedade; mitos tentando definir a jornada do espírito. Um panteão de deuses gregos e latinos que, conforme mostra-nos Agostinho em outro monumento literário, A cidade de Deus, precisa desdobrar-se e especializar-se para manter-se. Júpiter é o onipotente, mas em caso de aumento patológico da temperatura corporal, deve ser evocada a deusa Febre. Agostinho critica a confusão mental que envolveria o pagão na busca de socorro para uma demanda. Tendo enrolado o leitor um pouco, posso voltar ao casal.


Semíramis

5. Lamentável que a união entre Píramo e Tisbe estivesse fadada à irrealização. Não a queriam seus familiares. Ignora-se se havia de cada lado planos para eles, ou se tratava de rivalidade entre vizinhos. Caso William Shakespeare tenha realmente utilizado a lenda como base de sua peça Romeu e Julieta, preferiu a rivalidade. Mitos são registrados e reavivados adiante. São ímãs psíquicos que podem expor nosso conteúdo e, por sua vez, servem de estofo para outras obras.

6. Que fazia o casal pós o anoitecer, cada um recolhido em sua casa? Habitavam construções vizinhas, divididas por uma parede. Píramo e Tisbe encontraram uma fresta na parede, estreita o suficiete para ter sido ignorada, mas larga o bastante para deixar passar seus murmúrios de lado a lado. O laço entre eles aperta-se. O que é físico tende a saciar-se e afastar-se. De barriga cheia, quem assistirá programa de culinária? É até irritante... A paixão entre Píramo e Tisbe encontrou meio de alimentar seus sentimentos independentemente da presença física. Pela fresta comunicavam-se, trocavam recados e juras. E se não pudessem sair de casa por causa da chuva ou do frio, ou se alguém precisasse acompanhar os familiares em visitas ou trabalhos? A fresta estaria ali, constantemente conferida pelo que ficasse.

7. Lembremos que os familiares vetaram a união. Li algures que não se interfere entre o ser e seu destino, não se intromete com o indivíduo no cumprimento do sentido de sua existência. Havia mais que atração física e paixão entre eles. O Amor fez-se notado. O Amor, entidade resultante do encontro de duas individualidades, do encontro de duas singularidades, como que percebeu o terreno propício e plantou-lhes a ideia da fuga. E escolheram fugir: definiram horário e ponto de encontro.

8. Tisbe chegou primeiro. Trazia até um véu, atributo de toda noiva e aceno para a seriedade de sua atitude. Esperou por Píramo, conforme combinado, sob amoreira branca próxima a um lago. Conhecessem melhor a vida selvagem, saberiam que esta é mais ativa justamente à noite, quando a temperatura é mais amena, as presas mais lerdas e os predadores mais ativos. É uma leoa que veio ao lago beber, com a boca vermelha do sangue de sua recente refeição. Tisbe recolheu-se a uma gruta para esperar o animal afastar-se. Não percebeu a queda de seu véu. A leoa retirou-se, não sem prévia destruição do véu encontrado em seu caminho.

Tisbe, por William Waterhouse

9. Deveras, melhor deizar que cada um realize o sentido de sua existência. Que mostre quem é por meio do que faz. Na lenda de Píramo e Tisbe, a leoa ficou com o papel das intercorrências a vida, aqueles imprevistos que surgem e poluem a questão principal. Deixassem o casal em paz e não se decidiriam pela fuga. Se não acordes em fugir e não iniciado o plano, não estariam no caminho da leoa. Certas ocorrências podem ser contornáveis para uns e fatais para outros.

10. Contornável para Tisbe: viu o animal e afastou-se. Fatal para Píramo, que chegou ao local e encontrou pegadas e um véu roto e ensanguentado. "Acabou-se", pensou ele em desespero, tirando um punhal da cita e ferindo-se. Ovidius foi mais sanguinolento e comparou o sangue saído da ferida de Píramo à água que sai ruidosa de um cano de chumbo partido. O sangue, de qualquer forma, saiu com força suficiente para tingir nos galhos as amoras até então brancas. E também pentrou a terra, sendo absorvido pelas raízes da planta e originando nova variedade.

11. Triste desfecho para nosso casal. Tisbe saiu da gruta e não reconheceu a amoreira de frutos tintos. Correu ao corpo de seu amado e recebeu dele o último olhar. Suicidou-se pretendendo encontrá-lo no outro mundo. As famílias cremaram os corpos e reuniram as cinzas em túmulo único. Grande consolo.

12. Entretanto, caro leitor, permita-me considerar que na lenda de Píramo e Tisbe, pretendi identificar a atração física entre os jovens; identificar um entrosamento de afeições - poeticamente representado na conversa pela fresta - que permitisse falar em paixão ou, melhor ainda, em união psíquica entre eles; enfim, tudo coroar com a identificação do encontro espiritual que consagrou o Amor entre eles e possibilitou uma decisão, uma atitude perante o mundo. Ainda que mal sucedida, tomá-la reforçou seu valor. Permita-me, caro leitor, acreditar ter exposto neste exercício, recorrendo a personagens mitológicas, algo da teoria tridimensional do Amor elaborada por Viktor Frankl. Não creia, contudo que este humílimo seguidor esgotou o assunto.


Ricardo de Mattos
Taubaté, 23/1/2017


Quem leu este, também leu esse(s):
01. A menos-valia na poesia de André Luiz Pinto de Jardel Dias Cavalcanti
02. As palmeiras da Politécnica de Elisa Andrade Buzzo
03. O papel aceita tudo de Jardel Dias Cavalcanti
04. Dilúvio, de Gerald Thomas de Jardel Dias Cavalcanti
05. Como se me fumasse: Mirisola e a literatura do mal de Jardel Dias Cavalcanti


Mais Ricardo de Mattos
Mais Acessadas de Ricardo de Mattos
01. A Erva do Diabo, de Carlos Castaneda - 14/11/2002
02. Da Poesia Na Música de Vivaldi - 6/2/2003
03. A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón - 9/9/2004
04. O Presidente Negro, de Monteiro Lobato - 29/7/2008
05. Poesia, Crônica, Conto e Charge - 13/11/2003


* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ESTRATÉGIA, CULTURA E GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS
ALBERTO DE FREITAS
ELSEVIER
(2016)
R$ 56,00



VARIÁVEIS COMPLEXAS
MURRAY R. SPIEGEL
MCGRAW HILL DO BRASIL
(1972)
R$ 69,00



REVISTA CAPIXABA DE FILOSOFIA E TEOLOGIA - A. 6 Nº10 (681)
DIVERSOS
IFTAV/FSV
(2008)
R$ 18,00



AVALIAÇÃO E APRENDIZAGEM COM O MOODLE
ANA JÚLIA VIAMONTE
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 167,00



CULTURA E DEMOCRACIA VOLUME 2
CELSO DE RUI BEISIEGEL E OUTROS
FUNARTE
(2001)
R$ 16,28



SELEÇÕES DO READERS DIGEST ABRIL DE 1954
TITO LEITE (REDATOR CHEFE)
YPIRANGA
(1954)
R$ 10,00



SANTOS
RICARDO LUIZ DE SOUZA
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 489,00



CABEÇA DE HUGO CHAVEZ
FLAVIO BRAGA (APRESENTAÇÃO LUIZ COSTA LIMA)
ROCCO
(2011)
R$ 10,00



O EVANGELHO DE COCO CHANEL
KAREN KARBO E CHESLEY MCLAREN
SEOMAN
(2010)
R$ 20,00
+ frete grátis



GRAMÁTICA DA LÍNGUA PORTUGUÊSA - CURSO SUPERIOR
SILVEIRA BUENO
SARAIVA
(1963)
R$ 5,00





busca | avançada
24646 visitas/dia
922 mil/mês