Apresentação | Alexandre Soares Silva | Digestivo Cultural

busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Sesc 24 de Maio apresenta programação de mágica para toda família
>>> Videoaulas On Demand abordam as relações do Homem com a natureza e a imagem
>>> Irene Ravache & Alma Despejada na programação online do Instituto Usiminas
>>> Zé Guilherme canta Orlando Silva em show no YouTube no dia 26 de setembro
>>> Setembro Amarelo é tema de EntreMeios especial com Zé Guilherme e Leliane Moreira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pintura do caos, de Kate Manhães
>>> Nem morta!
>>> O pai tá on: um ano de paternidade
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - I
>>> Contentamento descontente: Niketche e poligamia
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> A desgraça de ser escritor
>>> Um nu “escandaloso” de Eduardo Sívori
>>> Um grande romance para leitores de... poesia
>>> Filmes de guerra, de outro jeito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> Sucharita Kodali no Fórum 2020
>>> Leitura e livros em pauta
>>> Soul Bossa Nova
>>> Andreessen Horowitz e o futuro dos Marketplaces
>>> Clair de lune, de Debussy, por Lang Lang
>>> Reid Hoffman sobre Marketplaces
>>> Frederico Trajano sobre a retomada
>>> Stock Pickers ao vivo na Expert 2020
>>> Rodrigo Gurgel entrevista Yuri Vieira
Últimos Posts
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
>>> Deu branco
>>> Entre o corpo e a alma
>>> Amuleto
>>> Caracóis me mordam
>>> Nome borrado
>>> De Corpo e alma
>>> Lamentável lamento
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O paraíso de Henry Miller
>>> Band On The Run
>>> Linguagem, Espaço, Máquina
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> É Julio mesmo, sem acento
>>> A arte como destino do ser
>>> A indigência do rock e a volta dos dinossauros
>>> 16 de Maio #digestivo10anos
>>> The greatest fairy tale never told
>>> Extraordinary Times
Mais Recentes
>>> A sombra do poder: Martinho de Melo e Castro e a administração da Capitania De Minas Gerais (1770-1795) de Virgínia Maria Trindade Valadares pela Hucitec
>>> A Revolta da Vacina de Sevcenko, Nicolau pela UNESP
>>> A quebra da mola real das sociedades: A crise política do antigo regime Português na província do Grão-Pará (1821-1825) de André Roberto Arruda Machado pela Hucitec
>>> A paz das senzalas: Famílias Escravas e Tráfico Atlântico C.1790- C.1850 de Florentino, Manolo pela UNESP
>>> A outra Independência: O Federalismo Pernambucano de 1817 a 1824 de Mello, Evaldo Cabral de pela 34
>>> A História do Brazil de Frei Vicente do Salvador. História e Política no Império Português do Século XVII de Maria Lêda Oliveira pela Versal
>>> A experiência do tempo: Conceitos e narrativas na formação nacional brasileira (1831-1845) de Araújo, Valdei Lopes de pela Hucitec
>>> A Educação Pela Noite de Antônio Candido pela Ouro sobre Azul
>>> A Diplomacia na Construção do Brasil. 1750-2016 de Rubens Ricupero pela Versal
>>> A Corte na Aldeia de Vários Autores pela Verbo
>>> A Companhia de Jesus na América por Seus Colégios e Fazendas de Márcia Amantino and Carlos Engemann pela Garamond Universitaria
>>> A carne e o sangue: A Imperatriz D. Leopoldina, D. Pedro I e Domitila, a Marquesa de Santos de Priore, Mary de pela Rocco
>>> 1889: Como um imperador cansado, um marechal vaidoso e um professor injustiçado contribuíram para o fim da Monarquia e a de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1822: Como um homem sábio, uma princesa triste e um escocês louco por dinheiro ajudaram dom Pedro a criar o Brasil - um de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 1808: Como uma rainha louca, um príncipe medroso e uma corte corrupta enganaram Napoleão e mudaram a História de Portugal de Laurentino Gomes pela Globo Livros
>>> 130 Anos: Em Busca Da República de Lessa, Renato; Wehling, Arno; Franco, Gustavo; Tavares Guerreiro, José Alexa pela Editora Intrínseca
>>> Arte de Gramática da Língua Mais Usada na Costa do Brasil de José de Anchieta pela EdUFBA (2014)
>>> Inglorious Revolution de William R. Summerhill pela Yale University Press (2015)
>>> O governo das conquistas do Norte de Fabiano Vilaça dos Santos pela Annablume (2011)
>>> O sol e a sombra de Laura de Mello e Souza pela Companhia das Letras (2006)
>>> Amazon Frontier - the defeat of the Brazilian Indians de John Hemming pela Papermac (1995)
>>> International Law de Malcolm Evans (edited by) pela Oxford University Press (2014)
>>> Complete International Law: Text, Cases, and Materials de Ademola Abass pela Oxford University Press (2014)
>>> Salvador de Sá and the struggle for Brazil and Angola, 1602 - 1686 de C. R. Boxer pela University of London (1952)
>>> Instituições Políticas Brasileiras de Oliveira Vianna pela Senado Federal (2019)
>>> O populismo e sua história - debate e crítica de Jorge Ferreira (Org.) pela Civilização Brasileira (2001)
>>> Marxismo e Judaísmo - história de uma relação difícil de Arlene Clemesha pela Boitempo (1998)
>>> Trópico dos pecados de Ronaldo Vainfas pela Civilização Brasileira (2014)
>>> Brasil: formação do Estado e da Nação de István Jancsó (Org.) pela Hucitec (2011)
>>> História da Vida Privada em Portugal - 4º Volume (Os nossos dias) de José Mattoso pela Temas e Debates (2011)
>>> História de Angola - da Pré-História ao Início do Século XXI de Alberto Oliveira Pinto pela Mercado de Letras (2016)
>>> Visconde do Uruguai de José Murilo de Carvalho (Org.) pela 34 (2002)
>>> A ilusão americana de Eduardo Prado pela Alfa Omega (2001)
>>> Postmodernism or, the cultural logic of late capitalism de Fredric Jameson pela Duke University Press (1992)
>>> The Established and the Outsiders de Norbert Elias and John L. Scotson pela Sage Publications (2017)
>>> The Satanic Verses de Salman Rushdie pela Randon House (2019)
>>> Los detectives salvajes de Roberto Bolaño pela Vintage Español (2010)
>>> Voices from Chernobyl de Svetlana Alexievich pela Dalkey Archive Press (2005)
>>> O Norte Agrário e o Império, 1871 - 1889 de Evaldo Cabral de Mello pela Topbooks (2008)
>>> Worlds of Labour - further studies in the history of labour de Eric J. Hobsbawm pela Weidenfeld and Nicolson (1984)
>>> Formação da Literatura Brasileira - Momentos Decisivos de Antonio Candido pela Ouro sobre Azul (2014)
>>> História do Brasil: uma interpretação de Carlos Guilherme Mota e Adriana Lopez pela 34 (2015)
>>> História Concisa da Literatura Brasileira de Alfredo Bosi pela Cultrix (2015)
>>> A literatura portuguesa de Massaud Moisés pela Cultrix (2010)
>>> História da Literatura Brasileira Vol. I - Das origens ao Romantismo de Massaud Moisés pela Cultrix (2012)
>>> História da Literatura Brasileira Vol. II - Do Realismo à Belle Époque de Massaud Moisés pela Cultrix (2016)
>>> Bundas 12 Fernandona uma lição de cidadania de Diversos Autores pela Perere (1999)
>>> História da Literatura Brasileira Vol. III - Desvairismo e Tendências Contemporâneas de Massaud Moisés pela Cultrix (2019)
>>> Independência e Morte - Política e Emancipação do Brasil, 1821 - 1823 de Helio Franchini Neto pela Topbooks (2019)
>>> Das cores do silêncio de Hebe Mattos pela Unicamp (2015)
COLUNAS >>> Especial Apresentações

Quarta-feira, 6/11/1968
Apresentação
Alexandre Soares Silva

+ de 21300 Acessos
+ 4 Comentário(s)

Meu nome é Alexandre Soares Silva, e nasci no ano de 68. Aquele, quando estavam proibindo proibir. Não sei bem o que isso diz sobre mim; mas, como a maior parte daqueles estudantes bobos, nunca gostei das aulas, e teria botado fogo na escola com muito prazer.

Fui um bom aluno, no entanto. Não botei fogo em nada. Ao invés disso, uma vez fui ao supermercado com a minha mãe e, por impulso, pedi a ela um caderno quadriculado. Nele escrevi a história (na época, estória) de Hugue - um garoto, como eu, de sete anos.

Era assim: Hugue certo dia acorda, escolhe o seu "carro favorito" (ilustração de vários carros na garagem de Hugue), e vai visitar a avó. No caminho encontra monstros, piratas, essas coisas. (Mas não a avó). Vinte anos depois, ele volta pra casa, só para descobrir que a avó tinha estado lá o tempo todo, tomando cafezinho com a mãe na sala.

Não parece promissor, contando assim, mas as aventuras no meio eram razoavelmente legais. Pelo menos eu acho.

Depois comecei algumas centenas de livros de aventura (e de horror, e policiais) que nunca terminei. Sobre um relojoeiro suíço chamado Albrecht Asper, que resolvia crimes. Sobre um país medieval, mais fino do que o Chile, entre Portugal e Espanha. Sobre uma dupla de esgrimistas franceses, na época em que "Jamaica" se pronunciava "Xamaica".

Mas só consegui publicar o primeiro livro aos vinte e seis. É um romance de aventuras para adolescentes, que foi publicado pela Global - A Origem dos Irmãos Coyote. O segundo também é um romance de aventuras para adolescentes (pelo menos é isso que a editora diz) - Na Torre do Tombo (mesma editora). E finalmente um romance adulto que eu vinha escrevendo e reescrevendo bem devagar desde os vinte anos - A Coisa Não-Deus (Editora Beca, 2000).

Recebeu boas críticas. Outra noite dessas reli o livro, e devo dizer que adorei. O mínimo que se pode dizer dele é que é cheio de panache.

Panache é uma grande coisa.

Que mais, que mais, que mais?

Uma vez, quando estava fazendo um curso de roteiro, ouvi uma voz dizendo lá no fundo da sala: "Professora, um momento, só queria dizer uma coisa. Não sei quem aquele rapaz é, mas tive uma visão e me pediram para dizer que ele ainda vai ser muito famoso". Virei pra trás já sabendo que ele estava falando de mim. Aceitei essa previsão muito calmamente. Aquela gentil alma gay - lembro que ele estava escrevendo um romance com quarenta personagens. Espero que esteja bem.

Acredito tanto na previsão dele quanto acredito na do sapateiro de Trancoso e na do alfaiate de Setúbal. O que é sim.

Mas espera, vamos voltar atrás . Eu quando criança, na biblioteca do meu pai. Me lembro de ter apontado melodramaticamente para o nome dourado de um autor numa lombada vermelha- Stendhal, se não estou enganado- e de ter dito: "O que quer que você tenha feito, posso fazer melhor". (Eu realmente era um moleque melodramático quando estava sozinho.)

Isso talvez explique o motivo de eu ter aceitado a previsão do roteirista gay tão calmamente. Você já deve ter percebido que eu tenho a tal da "saudável auto-estima" - também conhecida como empáfia.

Que mais? Deixe ver.

Não acredito em "viver a vida intensamente". Acho tanto o conceito quanto a expressão um tanto bregas. Pra começar, sempre que se diz isso o sujeito era drogado ou bebia até o ponto de chutar bandejas das mãos de velhinhas. Não. Prefiro viver a vida suavemente, obrigado. Ser gentil e tirar soneca no meio da tarde. Ler um bocado.

Sou um recluso (quase). Meu maior prazer é poder passar um dia sem falar com absolutamente ninguém. O telefone toca, e estou há tantas horas sem falar que a mandíbula abre com dificuldade, com estalo. Mas raramente consigo passar um dia assim.

Sou preguiçoso. Acho que a ética de trabalho foi realmente criada para manter os escravos no lugar. Como não sou escravo, relaxo. (Quando posso. E frequentemente quando não posso, também). Além dos dias em que não tenho que falar com ninguém, adoro os dias em que não tenho que ir a lugar nenhum, nem fazer nada. Nem no dia seguinte. Nem na mesma semana. Ter um compromisso de manhã cedo na quinta já me estraga a segunda.

Odeio bancos. Odeio a cara amassada dos políticos. Odeio autenticar documentos. Odeio conversar com MBAs.

Acho que Tolstói é o maior escritor de todos os tempos (mas talvez eu só diga isso porque não sei grego para ler Homero). Meu filme preferido é "Gigi", de Vincent Minnelli. (Sério.)

Acredito em Deus. Acredito em reencarnação. Acredito também que Marlowe escreveu as obras de Shakespeare- pelo simples fato de que é divertido acreditar nisso. Tenho tendência a achar os ateus um pouquinho chatos.

Que mais, que mais, que mais?

Ah - só uma coisa- eu realmente vou escrever livros melhores do que os de Stendhal. Me dêem algum tempo.


Livros de Alexandre Soares Silva
Adulto - Ed.Beca:
- A Coisa Não-Deus

Infanto-juvenis - Ed.Global:
- A Origem dos Irmãos Coyote
- Na Torre do Tombo

(Clique para ler críticas do livro A Coisa Não-Deus: Jornal da Tarde, Diário do Nordeste, Revista Cult, Weblivros!, Digestivo Cultural )

Blog: Alexandre Soares Silva


Alexandre Soares Silva
São Paulo, 6/11/1968


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Super-heróis ou vilões? de Cassionei Niches Petry
02. O livro do Natal de Marta Barcellos
03. O difícil diálogo de Guilherme Conte
04. Urgente, insistente, exclamatório, exagerado de Paulo Salles


Mais Alexandre Soares Silva
Mais Acessadas de Alexandre Soares Silva
01. Polêmicas - 29/11/2002
02. Filhos de Francis - 15/11/2002
03. Defesa dos Rótulos - 30/5/2003
04. Apresentação - 6/11/1968
05. Quem Não Lê Não É Humano - 3/5/2002


Mais Especial Apresentações
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
18/3/2002
00h56min
O Livro "A Coisa Não Deus" mostra a criatividade do Alexandre. Quanto a preguiça, odios, empáfia ... Vou dar um tempo, nada além de um.
[Leia outros Comentários de Sérgio Tadeu]
19/3/2002
02h20min
A preguiça, pelo menos, eu garanto. Um abraço, Sérgio.
[Leia outros Comentários de Alexandre ]
26/11/2002
15h53min
Gosto de Gigi,mas ainda prefiro Gilda,Lola Lola de O anjo azul e Lola de Fassbinder!!!
[Leia outros Comentários de Daniel Nunes]
27/11/2005
21h21min
Puxa, e eu estava gostando tanto dos seus textos! Achando que estava lendo um velhíssimo terceira idade culto e já impotente (que os politicamente corretos me perdoem), até quase chorando sua morte, pq só tinha visto textos de 2002 e 2003, e daí descubro que nasceu em 68... Caracas... Que decepção intensa e funda.
[Leia outros Comentários de Eloisa Maranhão]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.




Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TEATRO INÉDITO 3º VOUME: UM SEGREDO DE FAMÍLIA E A EDUCANDA DE ODIVELAS
JÚLIO DINIS
CIVILIZAÇÃO
R$ 10,00



PRÁTICA FORENSE - MODELOS PRÁTICOS, COMENTÁRIOS, DOUTRINA
ALEXSANDRO MENEZES FARINELI / EDSON COSTA ROSA
MUNDO JURÍDICO
(2012)
R$ 220,00



HEIDEGGER, LE BERGER DU NÉANT-CRITIQUE DUNE PENSÉE POLITIQUE
JEAN-MARIE BROHM
HOMNISPHÈRES
(2007)
R$ 45,50



CAPITALIZAÇÃO - HISTÓRICO - CONCEITOS - PERSPECTIVAS
EDMILSON GAMA DA SILVA E OUTROS
FUNENSEG
(2006)
R$ 13,00



PRINCESA: A HISTÓRIA REAL DA VIDA DAS MULHERES ÁRABES...
JEAN SASSON
BEST SELLER
(1992)
R$ 14,90



ANALISTA DE BAGÉ
LUIS FERNANDO VERÍSSIMO
L&PM
(1981)
R$ 11,22



TEMPO E ETERNIDADE NA IDADE MÉDIA
JAN REEGEN, LUIS A. DE BONI, MARCOS R. N. COSTA
EST
(2007)
R$ 26,90



A BATALHA DE PIRGUS MALVAE - 5151
HERBIE BRENNAN
RECORD
(2004)
R$ 20,00



O AMOR COMO PARADIGMA
LUCAS GALINDO
UFPE
(2018)
R$ 25,00



LERÉIAS
VALDOMIRO SILVEIRA
WMF MARTINS FONTES
(2007)
R$ 29,00





busca | avançada
92061 visitas/dia
2,2 milhões/mês