Casimiro de Brito | Maria João Cantinho | Digestivo Cultural

busca | avançada
69457 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Lançamento do livro 'Pesquisa e ensino de história na Amazônia'
>>> Maurício Limeira lança coronavídeo GUERRA
>>> Mostra de Teatro traz quatro peças para assistir on-line
>>> Festival Som na Faixa apresenta edição online com atrações da música instrumental
>>> Leituras Urbanas começa novo ciclo literário
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cuba e O Direito de Amar (1)
>>> Aos nossos olhos (e aos de Ernesto)
>>> Carol Sanches, poesia na ratoeira do mundo
>>> O fim dos livros físicos?
>>> A sujeira embaixo do tapete
>>> Moro no Morumbi, mas voto em Moema
>>> É breve a rosa alvorada
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
Colunistas
Últimos Posts
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
Últimos Posts
>>> Saudade do amanhã
>>> Cata-lata
>>> A busca
>>> O poder da história
>>> Caraminholas
>>> ETC. E TAL
>>> Acalanto para a alma
>>> Desde que o mundo é mundo
>>> O velho suborno
>>> Normal!
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Defesa dos Rótulos
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Mapa da sala de aula
>>> Gostar de homem
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> O chá do imperador
>>> Papa Francisco
>>> Pequena notável
Mais Recentes
>>> Senhores de engenho. Judeus em Pernambuco colonial 1542-1654 de José Alexandre Ribemboim pela Ed 20-20 comunicação (2002)
>>> Trovão inverso de Eugene H. Peterson pela Habacuc (2005)
>>> Meninas de Calça - O terceiro Verão da Irmandade de Ann Brashares pela Rocco (2005)
>>> O Negócio do Livro de Jason Epstein pela Record (2002)
>>> Fundamentos da biologia celular de Alberts e outros pela Artmed (2008)
>>> Pedagogia da autonomia de Paulo Freire pela Paz e Terra (1996)
>>> Elogio da Mentira de Patrícia Melo pela Rocco (2010)
>>> Demian e Sidarta de Hermann Hesse pela Best Bolso (2012)
>>> Quincas Borba de Machado de Assin pela Ciranda Cultural (2017)
>>> O fim do Verão e Um encontro inesperado de Rosamunde Pilcher pela Best Bolso (2012)
>>> Criando Prosperidade e as leis espirituais do sucesso de Deepak Chopra pela Best Bolso (2012)
>>> Diários do vampiro Reunião Sombria de L.J. Smith pela Galera (2011)
>>> Diários do vampiro A fúria de L.J. Smith pela Galera (2010)
>>> Diários do vampiro O confronto de L.J. Smith pela Galera (2010)
>>> Biologia celular e molecular de Luiz C. Junqueira, José Carneiro pela Guanabara, Gen (2005)
>>> O Jogo do Anjo de Carlos Ruiz Zafón pela Suma de Letras (2017)
>>> Diários do vampiro O despertar de L.J. Smith pela Galera (2010)
>>> Os Crimes da Luz de Dante Alighieri pela Planeta (2005)
>>> A Cidade Dorme de Luiz Ruffato pela Companhia das Letras (2018)
>>> Introdução á Climatologia para os Trópicos de J.O. Ayoade pela Bertrand Brasil (1996)
>>> O pastor que Deus usa de Eugene H. Peterson pela Textus (2003)
>>> As Idéias da Álgebra de Arthur F. Coxford, Albert P. Shulte pela Atual (1995)
>>> Buso Renkin volume 2 de Nobuhiro Watsuki pela Jbc Mangás (2003)
>>> Caminhos da Justiça de John Grisham pela Rocco (2010)
>>> Fullmetal Alchemist volume 28 de Hiromu Arakawa pela Jbc Mangás (2006)
>>> Fullmetal Alchemist volume 27 de Hiromu Arakawa pela Jbc Mangás (2006)
>>> Fullmetal Alchemist volume 5 de Hiromu Arakawa pela Jbc Mangás (2002)
>>> Da reforma protestante á pentecostalidade da igreja de Bernardo Campos pela Sinodal (2002)
>>> Vampire Kisses Laços de sangue de Ellen Schreiber e Rem pela Tokyo Pop (2008)
>>> De Repente nas Profundezas do Bosque de Amóz Oz pela Seguinte (2007)
>>> Onegai Twins volume 2 de Please1 e Akikan pela Jbc Mangás (2008)
>>> Nana volume 2 de Ai Yazawa pela Jbc Mangás (2008)
>>> Regras de Cortesia de Amor Towles pela Rocco (2012)
>>> Paradise kiss volume 2 de Ai Yazawa pela Conrad (2007)
>>> Comentário de Romanos versículos por versículo de C. E. B Granfield pela Vida Nova (2005)
>>> Omega complex volume 3 de Shonen Izu pela Astral comics (2014)
>>> Tenho Tenge volume 1 de Oh Great pela Jbc Mangás (2009)
>>> Ainda Sou Eu de Jojo Moyes pela Intrínseca (2018)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca (2007)
>>> Estruturas de Dados e Algoritmo em Java de Michael T. Goodrich e Roberto Tamassia pela Bookman (2001)
>>> Pablo Escobar: Meu Pai - As Histórias que Não Deveríamos Saber de Juan Pablo Escobar pela Planeta do Brasil (2015)
>>> Dom Hélder Câmara: Entre o Poder e a Profecia de Nelson Piletti; Walter Praxedes pela Ática (1997)
>>> O Andarilho das Estrelas de Jack London pela do Conhecimento (2004)
>>> Kill la Kill volume 3 de Ryo Akizuki e Trigger/ Kazuki Nakashima pela Jbc Mangás (2015)
>>> O Homem que Comeu de tudo de Jeffrey Steingarten pela Companhia das Letras (2000)
>>> A Costureira de Dachau de Mary Chamberlain pela Agir (2015)
>>> Doos Of Chaos volume 1 de Ryoko Mitsuki pela Tokyo Pop (2008)
>>> Kanpai volume 1 de Maki Murakami pela New pop (2008)
>>> Aprender Depois dos 50 de Ivonne Assunta Cortelletti; Miriam Bonho Casara; Isabel Aurora Marrachinho Toni pela Educs (2007)
>>> Bleach volume 7 de Tite Kubo pela Panini comics (2007)
COLUNAS

Segunda-feira, 16/9/2002
Casimiro de Brito
Maria João Cantinho

+ de 2000 Acessos

A combinação e a diversidade dos registos, transcendendo em muito a linearidade de um simples diário. A inteligência da análise, conjugando-se com uma escrita intensamente poética, que se debruça com tanta atenção sobre o mais trivial facto da vida, como sobre temas metafísicos, existenciais e a literatura.

"Que espécie de consolação é essa de sabermos que em breve seremos 'pó de estrelas'? Como lutar contra o medo, a morte, o terror, a desaparição, a transformação, enfim, que tu dizes que não acaba? Resposta não tenho senão como poeta, neste ser poeta onde se derrama a vida toda, minha e dos outros. E só posso dizer o que venho dizendo há anos (...) que a morte não existe(...) no essencial, quero dizer isto, que a morte não existe mas que morrer dói." (p. 199)

Casimiro de Brito possui uma vasta obra que se reparte entre a poesia, a ficção e o ensaio e crítica. Nesta obra, procura levar a cabo uma revisão ou um balanço, efectuado, ao longo do ano 2000, em que se confronta o final de um século e se prepara uma nova era, avançando pelos acontecimentos triviais e banais do dia-a-dia, buscando a intersecção entre o quotidiano, a subjectividade da experiência e a objectividade dos factos que ocorrem. Intercala o seu diário com uma preciosa colecção de poemas da sua escolha.

O autor revela um olhar descrente e pessimista sobre a realidade humana, que nega a existência de um humanismo. Como o próprio poeta o afirma, "Sobre o que penso de um diário, deste, por exemplo, dou a palavra a Ballester, colhendo-a num dos seus livros em que mais vezes leio: «Puros fragmentos de um edifício inconcluso, arcos, colunas, abóbadas, paredes, que também podem ser ruínas. O diário de trabalho de um poeta manipula inevitavelmente a matéria poética, da qual resta, fímbrias, resíduos...» Matéria composta essencialmente por destroços do mundo e da letra que a ele, obsessivo, o homem vem colando". (p. 27).

Toda a obra nasce, portanto, desse desejo de reunião dos fragmentos, avulsos e, aparentemente desconexos, a que o autor procura devolver o sentido, inscrevendo-os numa nova ordem, reinstaurando uma unidade, por ele produzida ou (re)criada.

E é de uma barca que se fala neste livro. Uma metáfora ou imagem, cintilante e que concentra em si uma polissemia. De uma barca que navega entre a luz das palavras, da poesia e a poeira dos dias, nessa matéria volátil que resulta da existência, descobrindo-se na sua fragilidade. De uma barca caminhando em direcção à morte, tal como a barca egípcia, ritual, aquela que nos fascina nos túmulos dos faraós egípcios. E é da eminência da morte, do caos, das pequenas e grandes tragédias que percorrem os dias, que nos fala o autor, numa sabedoria humilde e fascinada pela leitura e pela infinita interpretação dos clássicos, pelo fértil diálogo com o pensamento e poesia orientais.

A Barca do Coração reflecte em si a vivência de alguém que pesa a justeza de cada gesto, descobrindo e celebrando o mundo na sua fragmentação, sabendo que o fragmento "é também um ir direito ao coração dos problemas, sabendo humildemente que não se chega lá." (p.144). Aquele que o celebra, conhece também a improbabilidade do gesto, do olhar da mulher que se ama, da filha que ensina a alegria, num convívio com a tristeza e o vazio dos dias que passam.

O que ressuma desta obra, em vários momentos tocante, é essa ars moriendi, que alimenta a escrita do poeta. Se entendermos a vida como um lento despojamento, então compreendemos que ela aparece, ainda, como a matéria que cria o mundo, matéria incandescente e com a qual é sempre difícil lidar: a existência.

A Barca do Coração surge, derradeira, pois o que escreve - efectuando esse gesto compulsivo de respirar os dias - é o que fica menos pobre, aliviando a poeira, transformando-a numa luz mansa que se dilui no rio, evocando a metáfora de Heráclito, a do rio acolhendo, na sua unidade, a multiplicidade das águas, a multiplicidade do tempo.

Resta-me a pergunta, após a leitura do diário: "O que pode salvar-se pela escrita, o que pode ela resgatar?". Encontro a resposta, tão breve, na p.271: "O meu tema é o efémero, o inesgotável 'agora'(...) O efémero e o inesgotável levados à sua última (e primitiva, também) essência.

Nota do Editor
Texto publicado originalmente na Revista Storm, editada por Helena Vasconcelos em Portugal. (Foi mantida intacta também a grafia original.)


Maria João Cantinho
Lisboa, 16/9/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Mamãe cata-piolho de Marta Barcellos
02. Quando escrevo, tenho dito de Ana Elisa Ribeiro
03. Eu também sou concretista de Ruy Goiaba


Mais Maria João Cantinho
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BIOLOGIA DO HOMEM
JORGE REIS SÁ
ESCRITURAS
(2005)
R$ 9,10



A ÁGUIA POUSOU
JACK HIGGINS
NOVA CULTURAL
(1986)
R$ 8,80



EDUCACION PSICOMOTRIZ Y RETRASO MENTAL
LOUIS PICQ PIERRE VAYER
CIENTIFICO-MEDICA
(1969)
R$ 12,00



VIDA E APOSTOLADO DA SERVA DE DEUS VIRGINIA CENTURIONE BRACELLI
VIRGINIA
S A
(1960)
R$ 11,90



AOS PÉS DOS MESTRES NOS HIMALAIAS
PROF. MARIA JOSÉ MARINHO
DO AUTOR
(2011)
R$ 8,00



GRANDES SUCESSOS DA PEQUENA EMPRESA HISTORIAS REAI
FRANCISCO GRACIOSO
ESPM
(1995)
R$ 7,00



TECNICA DE LABORATORIO 2ª EDIÇÃO PARA A PRATICA DIARIA
DIONISIO M. GONZALEZ TORRES
ND
(1942)
R$ 50,24



A BOLSA AMARELA
LYGIA BOJUNGA
CASA LYGIA BOJUNGA
(2011)
R$ 15,00



CIÚME O MEDO DA PERDA
EDUARDO FERREIRA-SANTOS
CLARIDADE
(2003)
R$ 17,00



MINIMANUAL COMPACTO DE FÍSICA: TEORIA E PRÁTICA
MÁRCIO PELEGRINI
RIDEEL
(1999)
R$ 7,87





busca | avançada
69457 visitas/dia
2,0 milhão/mês