Para entender o Centro da Terra | Manoel Fernandes Neto | Digestivo Cultural

busca | avançada
41233 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COLUNAS

Quinta-feira, 19/12/2002
Para entender o Centro da Terra
Manoel Fernandes Neto

+ de 5700 Acessos

A questão se refere a um texto publicado na revista Carta Capital, assinado por Thomaz Wood Jr. Com o "sugestivo" título "Estraga o Raciocínio", o articulista tece comentários nada lisonjeiros sobre a utilização das tecnologias da informação - leia-se também Internet - na formação acadêmica de alunos a partir do curso secundário. Um desfile de ironias que não chega a lugar nenhum. Alimento para um maniqueísmo desnecessário em tempos de diversidade. Críticas vazias aos avanços que empresas e escolas estão alcançando com a adoção da comunicação em rede na formação de cidadãos mais preparados em reconhecer a diferença entre a sabedoria e a imprecisão.

Não conheço pessoalmente Thomaz Wood Jr. Desconfio também que ele não me conheça, mas talvez concorde com diversas teses colocadas nessa humilde réplica - um dos exercícios com que nos presenteia a democratização dos meios de comunicação: aprendizado certo já que o artigo tem o mérito de levantar o debate pela adoção de raciocínios estreitos e antigos que reduzem o tema a questões irrelevantes, como a adoção do "copy e paste" pelos alunos em relação à feitura de "trabalhos escolares" e a realidade que cada vez mais pessoas estão conversando "vidrados na telinha", como diz o professor. A argumentação generaliza situações e decreta de uma forma superficial a falência do uso do potencial das tecnologias da informação como instrumento de formação do "novo ser pensante" que surge com a Web. Gente mais independente, curiosa, disposta e habilitada para a transformação.

O Centro da Terra, de fato, desperta estranheza. Como conceber que cada vez mais pessoas exercitem vários tipos de relacionamentos humanos utilizando conexões instantâneas que desprezam o controle, a localização física e valores estéticos pré-estabelecidos? Na Web, gosto de você não por causa de seus "lindos olhos azuis", mas pela empatia que você desperta, pelo conhecimento que tem e divide, pela forma como você se expressa ou reage aos acontecimentos. Uma gaia viva confundindo os meios de comunicação de massa na sua função de informar o que de fato ocorre no mundo virtual. Tão distante de suas realidades em deterioração.

Essa anomalia, bem compreendida no tipo de raciocínio demonstrado no referido texto, ainda resiste em publicações da grande imprensa, que demonstram certa resistência (preconceito? temor?) com a propagação sem limite do uso do computador nas salas de aula. A propósito, Rodrigo Baggio explicou recentemente a um espantando Jô Soares como mais de 400 mil jovens estavam sendo atendidos no Brasil pelo CDI (Comitê para a Democratização da Informática) sem terem suas "mentes estragadas" - pelo contrário. Trocavam a rua pelo microcomputador em rede com um milhão de vozes explicando o significado de cidadania, ou como gostamos de chamar: a Linkania. E o nosso gordo divertido e "bem informado" ficou feliz dando uma notícia que desde de 1999 é debatida por aqui.

O Centro da Terra nos remete também a antigos seriados, da década de 70, onde o desconhecido ia sendo explorado por cientistas com seus capacetes luminosos e mapas impossíveis de serem compreendidos. Na Web, essa corrente apaixonada de neurônios pulsa e vive em milhões de comunidades criadoras de iniciativas inovadoras na busca de novos caminhos nas mais diversas áreas. Da científica à artística. De interesses esotéricos aos de cunho estratégico. Da organização ao caos. Criam-se softwares, sistemas, conceitos e pensamentos livres que instruem, divertem e politizam a humanidade do futuro. Figuras desenhadas nas paredes das "cavernas" de Blogs e um aprendizado em tempo real. Uma temeridade, jovens que pensam: outro aspecto que, pela sua ausência de discussão na argumentação de Thomaz Wood Jr., deixou o texto desatualizado implacavelmente com a rapidez desses novos tempos. A moradia do pensamento , esqueceu o articulista, é o Centro da Terra.

Ora, todo jovem estudante que utiliza a Web ou conhece ou está perto de conhecer o que são os posts, os links (e o "copy e paste"): os achados das comunidades blogueiras. Diversos corsários no oceano digital na caça dividida entre todas as embarcações.

Outra realidade sugerida pelo texto é que os professores devem se reciclar com novos conceitos, apesar do salário achatado e a falta de sensibilidade de "governos anteriores". Já não são mais os soberanos da sala de aula e estão à mercê de novos e acalorados debates em torno de seus conhecimentos, surgidos com uma simples busca do Google.

A consciência de que o saber não é mais uma exclusividade de ambientes acadêmicos seria um ótimo começo para se tornar um verdadeiro "mestre" do futuro, que deve envolver e motivar seus "discípulos" com ferramentas verdadeiras de aglutinação, até mesmo longe das salas de aula. Já existem ótimos exemplos de universidades que desenvolvem sistemas criados no open source PHP e que englobam rotinas educacionais, referências, agendas, e um contato entre aluno e professor, que podem estar em casa ou no café mais próximo, saboreando um cappucino e indicando links bibliográficos para leitura, ou também atualizando o "Blog coletivo da turma de economia", que em muitos casos pode substituir os calhamaços de papel, que muito chateiam e pouco encantam, pois jamais libertam o verdadeiro link com infinitas possibilidades de aprendizado.

O Centro da Terra pode assustar aqueles que se negam a se integrar a essa Torre de Babel de confronto franco de idéias e de mutações de ultrapassadas experiências. A plena utilização das ferramentas hoje à disposição requer ampla abertura da visão de nossos educadores, debatendo pontos da utilização da tecnologia para a ampliação do saber. Mergulhos profundos fazem bem.

Aos alunos, realidade e resistência. É falar para o professor que as atividades estão publicadas na Web, com os links de todas as fontes de pesquisa e a participação do público, opinando e reconstruindo a investigação acadêmica: com certeza uma "tarefa escolar" com audiência muito mais verdadeira e precisa.

Nota do Editor
Manoel Fernandes Neto é editor da revista Novae, onde este texto foi originalmente publicado.


Manoel Fernandes Neto
Blumenau, 19/12/2002


Quem leu este, também leu esse(s):
01. E assim se passaram dez anos... de Julio Daio Borges
02. O melhor do teatro em 2005 de Guilherme Conte
03. Uma conversa íntima de Eduardo Carvalho
04. Literatura e cinema na obra de Skármeta de Marcelo Barbão
05. Cidade de Deus, um fenômeno comercial de Lucas Rodrigues Pires


Mais Manoel Fernandes Neto
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TEATRO
ESSE TAL ALGÚEM
CAMPO DAS LETRAS
(2001)
R$ 39,88



REVISTA BRASILEIRA DE ZOOLOGIA VOL. 19 (3)
SOCIEDADE BRASILEIRA DE ZOOLOGIA
REVTA BRAS. ZOOL
(2002)
R$ 15,00



REVISTA IDE NUMERO 19
VÁRIOS AUTORES
SBPSP
(1990)
R$ 12,50



COMENTÁRIOS
PIETRO UBALDI
FUNDAPU
(1985)
R$ 8,91



O PODER LEGISLATIVO: O PROCESSO LEGISLATIVO (Nº 5)
ARTHUR DE CASTILHO NETO
FUND PETRÔNIO PORTELLA
(1981)
R$ 42,28



A MÁQUINA AUTOMOTIVA EM SUAS PARTES
GERALDO AUGUSTO PINTO
BOITEMPO
(2011)
R$ 25,00



MOLECAGEM
LUIZ CLAUDIO CARDOSO
SCIPIONE
R$ 8,00



ASPECTOS NOVOS DE VELHOS TEMAS - 1ª EDIÇÃO
EDMUNDO CARDILLO (AUTOGRAFADO)
SARAIVA
(1950)
R$ 20,00



A ARTE DE VIVER O MOMENTO
VERONIQUE VIENNE E ANN RHONEY
PUBLIFOLHA
(2003)
R$ 5,00



FRONT 10 YO NO CREO EN LOS OTROS, PERO QUE LOS HAY, LOS EYE
VÁRIOS AUTORES
VIA LETTERA
(2002)
R$ 12,00





busca | avançada
41233 visitas/dia
1,4 milhão/mês