Comentários de Dennis | Digestivo Cultural

busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
>>> Laura Dalmás lança Show 'Minha Essência' no YouTube
>>> A Mãe Morta
>>> BATA ANTES DE ENTRAR
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O batom
>>> Como num filme
>>> Only time will tell
>>> Política - da filosofia à neurociência.
>>> Ideologia: você quer uma pra viver? Eu, não
>>> The Flickrization of Yahoo!
>>> TechCrunch Disrupt
>>> O humor é como as marés, ora sobe ora desce
>>> Guimarães Rosa em Buenos Aires
>>> Festival de Curitiba 2010
Mais Recentes
>>> Madame Bovary - Coleção Universidade de Gustave Flaubert pela Ediouro
>>> Um Coração Singelo de Gustave Flaubert pela Rocco (2012)
>>> Coração sem Endereço de Leni Akcelrud pela Amarilys (2017)
>>> Mário, Que Mário? de Nelito Fernandes pela Record (2006)
>>> Livro - Fremosos Cantares - Antologia da Lírica Medieval Galego-portuguesa de Lênia Márcia Mongelli pela Wmf Martins Fontes (2009)
>>> Livro - O Lado Bom da Vida de Matthew Quick pela Intrínseca (2012)
>>> Eu Me Chamo Antônio de Pedro Gabriel pela Intrinseca (2013)
>>> Oradour-sur-glane: vision d'epouvante de Guy Pauchou Dr. Pierre Masfrand pela Association Nationale des Familles (2003)
>>> Aquele Estranho Dia Que Nunca Chega de Luis Fernando Verissimo pela Objetiva
>>> Livro - No Meu Peito Não Cabem Pássaros: Coleção Novíssimos de Nuno Camarneiro pela Leya (2012)
>>> Livro - O Uruguai de Basílio da Gama pela L&pm Pocket (2019)
>>> Procura-se um Namorado Ultima Chamado de Melissa Senate pela Harlequin Books
>>> Ranma 1/2 Nº 17 de Rumiko Takahashi pela Animanga (1994)
>>> Pais Brilhantes, Professores Fascinantes de Augusto Cury pela Sextante
>>> Livro - História Econômica do Brasil de Caio Prado Júnior pela Brasiliense (2012)
>>> Livro - Discurso de Metafísica - Coleção a Obra Prima de Cada Autor - Bolso de G.W. Leibniz pela Martin Claret (2009)
>>> Crianças índigo de Lee Carroll; Jan Tober pela Butterfly (2005)
>>> O Ogre e o Passarinho de Fausto Wolff pela Atica (2002)
>>> Livro - O Bebê Prematuro: Atenção e Cuidados de Ana Paula Magosso Cavaggioni pela Writers (2016)
>>> Livro - O Pequeno Zacarias Chamado Cinábrio - Bolso de E. T. A. Hoffmann pela Hedra (2009)
>>> O Livro dos Jovens de Masaharu Taniguchi pela Seicho no Ie (2009)
>>> Livro - As Crônicas de Nárnia: Volume Único de C. S. Lewis pela Martins Fontes (2005)
>>> Retalhos de Ennio Signore Tedesco pela Alternativa (2007)
>>> Livro - O Que Aprendi Com Bruna Surfistinha - Autografado de Raquel Paheco pela Panda Books (2006)
>>> Sushi de Suzanne Visser pela Ediciones B (2006)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quinta-feira, 21/11/2002
Comentários
Dennis


Auf Wiedersehen!
Digestivo Cultural, Auf Wiedersehen!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Dennis
21/11/2002 à
00h56 200.158.234.38
 
"ato falho"
Ops! Errata: "incontáveis lágrimas de emoção rolarão..." Claro, claro, nem sei como fui colocar no passado a cerimônia de coroação do messias. Sorry, deve ter sido ato falho.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Dennis
20/11/2002 às
15h22 200.204.143.186
 
Alice Inácio da Silva
Jorge Hernández Fonseca, cubano radicado no Brasil, escreveu um artigo interessantíssimo, publicado na seção “Tribuna Abierta”, do site “cubanuestra” (fácil de pesquisar). No primeiro parágrafo ele escreve (tradução minha): “A esquerda latinoamericana atual já não luta contra o “capitalismo explorador” como o fazia antes; a derrota do socialismo, em escala planetária - e a adoção do capitalismo de estado pela China comunista e por uma Cuba de Fidel Castro - ao deixá-los sem bandeiras, fez com que eles [todos da esquerda latinoamericana] redirecionassem seus ataques; agora materializam seus esforços contra o que eles denominam “o modelo neoliberal.” A observação de Jorge Hernández Fonseca não é novidade, mas – ainda assim - merece ser analisada com atenção. Antes, a ameaça vinha do capitalismo explorador, hoje vem do modelo neoliberal, amanhã virá das “forças ocultas”, as mesmas que foram responsáveis pela renúncia de Jânio Quadros (outro líder populista que admirava o pulso de ferro de Fidel). Curioso (ao menos para mim, que sou um pobre ignorante) é o fato de que a esquerda não sobrevive senão à sombra de um grande inimigo, e que este é sempre muito mais abstrato do que concreto, muito mais de natureza simbólica do que objetiva. O mundo só não é perfeito por culpa dos abjetos capitalistas, dos sórdidos neoliberais, do Armínio Fraga, etc... Agora teremos um governo brasileiro de esquerda, não teremos? Portanto, os esquerdistas deveriam estar imersos em tépida serenidade, vocês não acham? Afinal eles terão a chance de demonstrar sua competência, a eficácia de seus ideários socialistas. Entretanto... o pessoal de esquerda não me parece tão feliz quanto deveria estar. Por que será? Será aquele maldito cacoete, aquele sestro renitente de sempre apontar o dedo indicador para um pretenso culpado? Será que, mesmo estando na situação, no poder, eles ainda não conseguirão um só dia de paz? Helion, Irã, Marcelo e seus confrades parecem ser pessoas inteligentes, perseverantes, com um tipo de humor (ora voluntário, ora involuntário) que faz sucesso; então eu me pergunto: “Por que eles estão assim nervosos?” Por quê? Relaxem, criaturas! O Brasil é de vocês! Todinho de vocês! Aproveitem para reformar e dar uma mão de tinta látex nas suas fortalezas ideológicas! Sim, claro que Lula fará um governo honesto, progressista, justo e redentor! Claro que todos os loucos que duvidam da capacidade do PT ficarão rubros de vergonha e consumidos pelo remorso. Lula é o primeiro presidente cujo governo já está sendo considerado “ótimo” antes mesmo de iniciar. Diante disso, por favor (eu suplico), sejam mais serenos e tenham um pouco de compaixão. Apenas os loucos, os ignorantes e os cegos de espírito... ainda teimam em não acreditar na Wonderland de Alice Inácio da Silva. Tenham compaixão! Tenham grandeza d’alma! A estrela há de guiar os pastores e os reis ao lugar luminoso onde o messias será coroado. Carlinhos Brown e seus refinados músicos tocarão o hino nacional... incontáveis lágrimas de emoção rolaram... tudo é festa! Tudo é alegria! “Chegou a horaaaaa, chegou, chegooooou!” (Lembram dessa musiquinha?).

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Dennis
20/11/2002 às
14h29 200.204.143.186
 
Deliciosa crueldade de Francis
Quem sabe, quaquer dia desses, algum cervejólogo de pés inchados e bronzeados (metidos em sandálias pestilentas) resolva se inspirar em Madame Tussaud e fundar o "Museu de Cera Hugo Bidê"? Claro que haverá uma eficiente refrigeração, a fim de que não se derretam as estátuas de ipanemenses famosos (e do Baixo Leblon, claro!), todas feitas com cera dos ouvidos do pessoal de esquerda (coletadas e doadas nas praias, pois ninguém é de ferro). Não duvide, meu caro! Ah, que falta nos faz o Francis!Principalmente agora, nestes tempos da "Sagração do Populacho", onde tudo o que for autenticamente retrógrado, simplório e demagógico será louvado, e com mística reverência. Francis almoçaria, jantaria e defecaria esses imbecis. Foi ele, o Francis, o primeiro cronista que vi realizar impiedosos e deliciosos desmontes do "politicamente correto". Ele era cruel, sim, mas sua crueldade jamais foi vã. Ele mostrava que lixo é lixo, não adianta tentar disfarçar, dar banho de ouro, enfeitar com penachos de faisão. Lixo é lixo e o lugar de lixo é na lata de lixo! Viva Francis! Viva Mozart! A escuridão dará lugar à luz... basta ter paciência e manter a despensa sob controle. Alexandre, obrigado pela referência ao meu blog. Tentarei não decair, prometo! Abração!

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Dennis
15/11/2002 às
16h06 200.158.234.117
 
Quem são os chinesinhos mortos
Alexandre, meu caro, eu sei muito bem que a sua frase a respeito dos chinesinhos está com a centimetragem perfeita. Só que faltou especificar algo muito significativo. A verdade é que: "cada vez que se erra a ortografia, morre um chinesinho ANTI-MAOÍSTA no alto de um pagode." Quantas perdas irreparáveis! Quantas!

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Dennis
28/10/2002 às
14h47 200.204.143.186
 
Grossura e refinamento
Alexandre, Alexandre, cuidado com aquela turba maluca que invadiu o Palácio Bourbon. Eles estão afiando as foices e restaurando os martelos. Seu texto mostra claramente que o refinamento é um estado d'alma, não uma coisa fantasiosa e cara, que possa ser comprada na Daslu ou no Empório Armani. Noel Coward, com ou sem trema, foi uma dessas almas refinadas, sem qualquer dúvida. Refinado em tudo e por tudo. Sim, era gay, mas só dava o rabo para quem realmente fizesse por merecer. Não é o caso de uns e outros que andaram empinando o traseiro até para o abominável Garotinho Von Trappo, ou para o fétido Paulo Maluf, tudo por uns votinhos a mais. Enfim, Alexandre, vamos à opera bufa. O libreto não ficou pronto, claro, pois as bases ainda não entraram em acordo a respeito da cor da capa. Abração, amigo.

[Sobre "Lula Já É Um Coitado"]

por Dennis
25/10/2002 às
20h51 200.158.234.253
 
Nem vem!!!
Nem vem! Eu escrevi pajem com "g" devido ao estado de intensa emoção no qual mergulhei, por obra dessa genial metáfora do leitor Feil. Não que eu seja burro, viu? Estou avisando antes que os inimigos venham com suas pedras e gritem que sou um ignorante. Eventuais erros encontrados devem ser atribuídos ao mesmo estado emocional, tá bom?

[Sobre "Maldita Ciência"]

por Dennis
30/9/2002 às
11h11 200.158.234.99
 
Desça a marreta, seu porreta!
Alexandre, a sua "Teoria da Gentinha" é tão cruel quanto realista. Claro que politicamente incorreta, o que só a dignifica ainda mais, porquanto o politicamente correto também é selecionado e vigiado por "gentinhas". O seu leitor Cristóvão Feil abominou as malvadezas que você escreveu, Alexandre. Sua impiedade, caro colunista, foi justamente puxar o tapete vermelho sobre o qual desfilam todos os crentes do "pentecostalismo universitário" e desse pentecostalismo de intelectuais à la Marilena Chauí (arghhh)! Como você foi destrutivo e desestruturalista, caro "pequeno anão vestido de pagem". Será que você realmente aspira ser um intelectual pós-moderno, como afirma seu leitor Feil? A meu ver esse texto apenas pecou pela teimosa soberba do autor, ao citar Wellek, Bóris Schnaiderman e outros famosos "de quem se trata, hã?". Alexandre, será que você pensa estar no locutório gótico da Sorbonne, seu maluco? Este é o site do Digestivo Cultural. Perdeu o pé na piscina? Tome juízo e modere o fluxo do seu saber, ó caríssimo! Mas adorei o texto todo e você sabe disso! Desconstrua mais, mais, mais... adoro contemplar desmanches. Pode descer a marreta, seu porreta!

[Sobre "Maldita Ciência"]

por Dennis
30/9/2002 às
09h22 200.158.234.99
 
Texto inteligente e saboroso
Alexandre, você nos trouxe mais um texto delicioso, que já começa bem, mencionando meu querido detetive Nero Wolfe (ele e seu altivo assistente Goodwin são personagens pra lá de tridimensionais) e vai ficando melhor a cada linha. Concordo que o realismo literário nunca seja puro, a menos que você chame de obras literárias os compêndios de medicina. Mesmo a Medicina Legal não é 100% realista. O mundo não é realista, nem precisa de realismo literário puro, a meu ver. Alexandre, concordo que essa mania de desprezar adjetivos (aquilo que chamam de "cortar o desnecessário") é puro modismo, e muito imbecil! "Um pano roto e malcheiroso, com pontas esfiapadas" não é o mesmo que "um pano", simplesmente. Cortar adjetivos é cortar nuanças, seria como obrigar um pintor a usar apenas cores básicas, nunca tons intermediários. Sem adjetivos não haveria Marcel Proust, não acha? Essa guerra contra adjetivos sempre me revoltou. Isso é coisa de quem nunca leu pra valer! Abração, parabéns por mais esse texto inteligente e saboroso. Abraços!

[Sobre "Onze pontos sobre literatura"]

por Dennis
6/9/2002 às
21h17 200.158.234.200
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Último Homem
Marco L Radice
Brasiliense
(1982)



Introdução à Filosofia da Educação
George F. Kneller
Zahar
(1964)



Imperial Woman
Pearl S. Buck
Methuen



Dicionário de Medicina Natural
Reader's Digest
Seleções Reader's Digest
(1997)



Sem olhos em Gaza
Aldous Huxley
Círculo do livro
+ frete grátis



A Recompensa dos Guerreiros
Fabio Rezende
Record
(2001)



Como Elaborar Referência Bibliográfica
André Figueiredo Rodrigues
Humanitas
(2007)



Hinos de Louvores e Suplicas a Deus - Vol 4
Congregação Cristã no Brasil
Congregação Cristã no Brasil
(1995)



Objetivo os Livros da Unicamp
Vários Autores
Objetivo



Juizado Especial Criminal, Caderno Jurídico
Diversos Autores
Esmp
(2002)





busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês