Comentários de Flavio | Digestivo Cultural

busca | avançada
57697 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Quarta-feira, 21/4/2004
Comentários
Flavio


História ainda a se escrever
Caro Heitor, É claro que ganhamos as batalhas, mas perdemos a guerra. A mesma coisa aconteceu no Chile, no Uruguai e na Argentina, sendo que neste país houve, além disso, o problema das Malvinas, que representou um complicador. Nestes quatro países dominam, hoje, regimes de esquerda. Não se entenderá o domínio das esquerdas no Brasil, após o Regime Militar, sem se estudar o que se passou com nossos vizinhos. Ainda não há uma interpretação racional sobre a coerência deste surpreendente fenômeno. Um fato que merece aprofundados estudos é a coincidência do fim dos regimes comunistas na Europa ao mesmo tempo do ressurgimento de uma ideologia de esquerda vitoriosa, supostamente transformada, aqui na América Latina, fenômeno que ocorreu sempre após Regimes Militares de direita, ou de centro-direita. O campo desses estudos está a desafiar os mais argutos cientistas políticos, mesmo que tenham de se debruçar sobre esses nossos tão historicamente desconhecidos vizinhos. Quero deixar claro que este seu artigo refaz a versão difundida pela esquerda no Poder. No meu pensar, a História não consagrará, como clássica, esta versão dos derrotados nas batalhas, embora tenham ganho a guerra. Um primeiro passo já está sendo dado com a publicação dos tomos de depoimentos dos participantes do Regime Militar, recentemente anunciada pela Biblioteca do Exército, contendo os depoimentos prestados para o Museu de História Oral do Exército Brasileiro. Esta iniciativa pretende, pela força dos depoimentos dos participantes desta fase da História Nacional, se tornar uma referência definitiva dos acontecimentos. Meus cumprimentos, Flavio Figueiredo Jorge de Souza Cel Ex ( Recife )

[Sobre "Desfazendo alguns mitos sobre 64"]

por Flavio
21/4/2004 às
10h39 200.164.253.150
 
Quanto pedantismo
Dona Adriana, Veja isto que a senhora escreveu: "... pensei no atraso de algumas pessoas e de alguns lugares." Quanta ignorância e preconceito contra esses nordestinos sofredores, no meio dos quais, por motivos desconhecidos, a senhora veio viver, vindo de seu São Paulo branquelo. Esta sociedade onde a senhora vive deve tê-la recebido muitíssimo bem, como é costume desse povo, quando, por terra, em seu Mercedes, a senhora atravessou esse Brasil e veio arrotar o seu cosmopolitismo sobre a inocência dos paraibanos. Ao menos, pela maneira correta e até humilde, como esse povo sofrido a trata e respeita, merecia ele um pouco de consideração de sua parte,até como contrapartida das atenções que a senhora recebe diariamente dos paraibanos. Tome jeito, Dona Adriana, comporte-se como uma dama, mesmo que tenha de fazer certo esforço para consegui-lo. Pelo menos, disfarce seu pedantismo. E aproveite sua permanência nas terras da Paraiba para aprimorar sua humildade, pois a senhora não é melhor do que o mais humilde dos paraibanos. Retorno ao que disse antes: não beba cachaça, pois não fica bem para uma dama. Melhore o nível de seus drinques e não beba tanto. Passe bem. Doutor Flavio

[Sobre "Reflexões na fila"]

por Doutor Flavio
29/10/2002 às
17h22 200.164.251.85
 
Dona Sue ...V. não tem jeito
Onde está a Dona Sue está sempre a mesmice e a falta do quê fazer. Daqui a pouco vão dizer que os japoneses são todos loucos. Só falta citar o Wittgenstein para parecer intelectual. E haja saco...

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Flavio
30/9/2002 às
14h52 200.164.251.197
 
Correção
Alexandre, Como V. está vendo, a digitação saiu péssima. Somente quero fazer uma correção para não mudar o sentido de uma determinada frase: E NISTO RESIDE A GRAÇA DA POLÊMICA... E NÃO :A RAÇA DA POLÊMICA. Cansei. Abraço. Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
15/6/2002 às
18h04 200.164.250.74
 
Tô aqui...
Alexandre, Gostei de seu regresso. Educado, mas um pouco pretencioso. Deixa meu português em paz . Ele não é pior ou melhor que o seu. Olhe o que aconteceu com D. Sue. Não se pode dizer que qualquer resdposta minha tenha sido desrespeitosa. O que acontece é que muita gente não gosta da contardição . Deixe-me perguntar: Você já leu RAMALHO ORTIGÃO ( AS FARPAS ) ? É um livro exemplar para esse tipo de conversa crítica. Sei que V. saber, mas deixe-me dizer-lhe que Ortigão foi o mais célebre polemista da literatua de Portugal. Mas era absolutamente irônico. E nisto reside a raça da polêmica, que é um gênero literário excelente. O que eu quiz dizer e provocar, desde o início, era justamente isto: o debate, a contradição. Cada qual tem seu estilo: o meu é este. Agora lá vêm VV a quererem consertar os estilo e o português da gente, quando não se está a escrever para a posteridade. Se, for apurar, encomtram-se erros em todas as manifestaçõews desta página do Digestivo. às vezes isto representa uma maneira de fugir ao debate do conteúdo. Esquece. Gostei de seu regresso. Abraço Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
15/6/2002 às
17h43 200.164.250.74
 
Alexandre - O Grande
Alexandre, Você não chegou tarde não. Entre e sente-se, aceita um uísque ? Mas não ponha na minha boca as palavras que Vc não tem coragem de pronunciar contra seus próprios colegas .Portanto, Alexandre, fica quietinho aí no teu cantinho e se comporte.. Quem os chamou de "burros,bestas e desocupados" ?? Estas expressões não sairam do meu teclado. Sairam do seu. Toda discussão é esclarecedora. Apenas eu me referi ao tema em discussão: um punhado de gente a diagnosticar as patologias do psiquismo do Japão. Ora essa, não tem assunto melhor para conversar ? De estarrecer é ler aquele DENIS distratar a cultura nacional, quando ela se apresenta nordestina. Sei que externa a frustação por não ter São Paulo nada parecido com a riqueza folclórica do Nordeste. Olhe as expressões que ele usou "PETAPETAS, CARANAMAIOS, CARNAJUNHOS,CARANAJULHOS,CARAGOSTOS E INÚMERAS OUTRAS FESTANÇAS POPULARES, GERALMENTE COMANDADAS POR BRASILEIROS DE TURBANTES, COM TRAJOS AFRICANOS...BRASILEIROS QUE ACHAM ''LINDJU'' SER FILHO DE ''MAMA AFRICA'' E ATÉ TROCAM O NOME JOSÉ E RAIMUNDO POR ALULELÊ DE ORUBÁ E POMATURE DE ALAKETO. PARA MIM, SE QUER MESMO SABER O QUE PENSO, ESSA GENTE BATUQUEIRA É MUITO MAIS MALUCA DO QUE OS INVENTORES DO TAMAGOCHI. ESTOU CHEIO DE VER TANTA FESTA CRETINA COMEMORANDO PORCARIA NENHUMA.'' Pois é, Alexandre, grosseria é isso aí. Veja como o SR DENIS se refere ao povo : ""ESSA GENTE""". É uma expressão que, escapulindo por entre seus dentes, carrega toneladas de desdém, desprezo e ojeriza ao povo nordestino. E ainda o SR DENIS galopa seu ROCINANTE pela literatura nacional, desdizendo JORGE AMADO, este ícone literário que perpassa todo um século. Como talvêz não goste de bater em morto, dá um chute nos traseiros da mulher do escritor, e, ainda por cima, chama os imortais da Academia Brasileira de Letras de analfabetos e irresponsáveis. Isto porque não elegeram sua escritora predileta HILDA HILST para a cadeira da imortalidade literária. E você, meu caro XANDUBA, não protesta contra essa calamidade ??? SR DENIS dê graças a DEUS por não ter ainda encontrado um bom BAIANO ( aliás, todos são bons...pois o que seria da música popular brasileira sem os BAIANOS...???) Quando apedreja os Baianos por usarem no Carnaval suas fantasias chegadas ao espirito africano, está deixando escapulir seu RACISMO, seu horror contra os negros. Um zeloso Procurador encontraria elementos de sobra para levá-lo ao banco dos réus por discriminação racial. Esse DENIS deve ser um infeliz. Em poucas linhas que escreveu, olha sá quanta barbaridade e como revela seus sentimentos :HORROR às festas populares, HORROR às fantasias carnavalescas, HORROR à Jorge Amado, HORROR aos baianos e nordestinos de uma manera geral, HORROR à cultura popular, HORROR à alegria do povo, HORROR à HISTÓRIA DO BRASIL,HORROR aos inventores do TAMAGOCHI, HORROR a tudo e todos. Infeliz esse DENIS... Alex ( ou XANDUBA, como é que o DENIS o trata ??), aceita outro uísque ?? Vc parece triste hoje. Outra dose lhe fará bem... Ah!! Vc diz que está começando a refletir sobre o que disse o seu amigo DENIS ?? Mas eu lhe peço, ALEX, perdõa o Denis, ele só quer aparecer. Se Vc mora perto dele, por favor, diz a ele que não existe HER HITLER, mas sim HERR HITLER. Esse Denis...incorrigível. Ele que aguarde os baianos... Bem, hojé é sábado, e eu vou à praia, ver e sentir o povo. Mas Alex, não vá ao teclado agora , para não voltar a dizer tolices... Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
15/6/2002 às
11h23 200.164.250.74
 
Ainda loucuras e loucuras. E l
Sr DENIS,, ] Dizer desaforos não é rsponder a argumentos. Quando faltam argumentos, néscios vociferam desaforos. É isso aí. O sr DENIS ainda não destratou, ao menos em público, pobres, nordestinos, pretos e crioulos, mas não tardará em fazê-lo, em face da sua lógica caôlha. Que São Paulo se beneficiou históricamente dos subsídios dos governos é uma verdade que nem O SR DENIS pode destruir. Que o Brasil, por mais de um século, foi o mercado exclusivo da produção paulista é outra verdade que o sr DENIS NÃO QUER RECONHECER. Mas em quê isso fere ou atinge o sr DENIS ???!!! O forum de debates não existe para que pessõas com diferentes pontos de vista possamexterná-los democraticamente ??? e por que o SR DENIS se sente mal em um debate franco e democrático ??? Muito estranho esse SR DENIS... Dissertar sobre a "loucura" do povo japonês, buscando alicerçar argumentos falaciosos e pseudocientíficos, é, no mínimo, desrespeitoso a esse povo. O SER DENIS JÁ ESTEVE NO JAPÃO...??? Ora, SR DENIS, respeite o povo japonês, e respeite a todos nós também. E habitue-se a aceitar os pontos de vista alheios. Principalmente, SR DENIS, me respeite, não desrespeitando seus leitores. O meu enfoque, se considerado com mínima intelegência, era instigante ao DEBATE, que é o objetivo do forum. Vai ver que há algum resquício nazista na formação do SR DENIS... Louco era HITLER, que V. deve cohecer muito bem, pelo jeito... Desculpem ao SR DENIS... Abraço a todos. , Flavio

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
14/6/2002 às
11h20 200.164.250.9
 
MALUCOS E MALUCOS
Alô vocês todos, Será que não há mais nada de bom e proveitoso para fazer ?? Ora veja !!! Não sei como não meteram o páu ainda nos nordestinos, pretos e crioulos. Esse negócio de exaltar São Paulo é uma grandissíssima besteira. Pois nunca se diz que São Paulo teve durante todo o século XX o inteiro Brasil (150 milhões de pessõas, na média...) como consumidores exclusivos de suas indústrias, alimentadas com as burras do Banco do Brasil e o beneplácito dos governos, muitas vezes a fundo perdido. Exclusividade que se mantinha com as altas taxações aduaneiras, com as quais esses mesmos governos compravam sua permanência no Poder. Deixem de literatices MALUCAS (já que o assunto é maluquices...) e tratem de estudar (ao menos ler com inteligência...) a História do Brasil. Passem a vista na História da Formação Econômica do Brasil. Quando o fizerem, não continuarão a dizer tantas besteiras. E dizer que somente os "japões" são malucos... Ora essa...

[Sobre "Psiquiatra declara Japão Oficialmente Maluco"]

por Flavio
13/6/2002 às
17h14 200.164.249.202
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PARROT E OLIVIER NA AMÉRICA
PETER CARREY
RECORD
(2014)
R$ 50,00



GO GIRL 6. SAUDADES DO BASQUETE
THALIA KALKIPSAKIS
FUNDAMENTO
(2006)
R$ 14,70



O MUNDO ENCANTADO DO SONO
PERETZ LAVIE
CLIMEPSI
(1998)
R$ 59,70



SELEÇÕES DO READERS DIGEST DE JUNHO DE 1965
TITO LEITE REDATOR CHEFE
YPIRANGA
(1965)
R$ 7,00



ODALISCA: DANÇANDO COM O DIABO NUMA NOITE DE LUA CHEIA
YURI BELOV
NOVO SÉCULO
(2015)
R$ 34,90



DOCE LAR
REGINA ZAPPA
ROCCO
(2005)
R$ 10,00



CONTOS
DOSTOIEVSKI
CULTRIX
(1985)
R$ 18,00



A ARTE DA FOME: PREFÁCIOS, ENTREVISTAS, ENSAIOS
PAUL AUSTER
JOSÉ OLYMPIO
(1992)
R$ 15,00



A ÚLTIMA PÁGINA DE UM SONHO
BRENO LEITE SANTOS
KELPS
(2005)
R$ 20,00



POR BAIXO DO PANO
ROSEMARY HAWTHORNE
MATRIX
(2009)
R$ 30,00





busca | avançada
57697 visitas/dia
1,4 milhão/mês