Comentários de Djabal | Digestivo Cultural

busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Concerto cênico Realejo de vida e morte, de Jocy de Oliveira, estreia no teatro do Sesc Pompeia
>>> Seminário Trajetórias do Ambientalismo Brasileiro, parceria entre Sesc e Unifesp, no Sesc Belenzinho
>>> Laura Dalmás lança Show 'Minha Essência' no YouTube
>>> A Mãe Morta
>>> BATA ANTES DE ENTRAR
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
>>> Gramática da reprodução sexual: uma crônica
>>> Sexo, cinema-verdade e Pasolini
>>> O canteiro de poesia de Adriano Menezes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
Colunistas
Últimos Posts
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
Últimos Posts
>>> A lantejoula
>>> Armas da Primeira Guerra Mundial.
>>> Você está em um loop e não pode escapar
>>> O Apocalipse segundo Seu Tião
>>> A vida depende do ambiente, o ambiente depende de
>>> Para não dizer que eu não disse
>>> Espírito criança
>>> Poeta é aquele que cala
>>> A dor
>>> Parei de fumar
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O humor é como as marés, ora sobe ora desce
>>> Guimarães Rosa em Buenos Aires
>>> Festival de Curitiba 2010
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
>>> O INVISÍVEL
>>> Meu reino por uma webcam
>>> De louco todos temos um pouco
>>> Doces Cariocas
>>> A imaginação educada, de Northrop Frye
>>> Weezer & Tears for Fears
Mais Recentes
>>> Administração e Eficaz de Ellen G. White pela Religião
>>> Amor de Perdição de Camilo Castelo Branco pela Martin Claret Pocket (1999)
>>> A Chance de uma Bola de Neve no Inferno da Natureza de Fronhas e Lenço de Fabio Brandi Torres pela Patuá (2014)
>>> Noite-égua de Nelson Rego pela Terceiro Selo (2015)
>>> Direito Constitucional - Décima Nona de Alexandre de Moraes pela Atlas (2006)
>>> Bar Don Juan de Antônio Callado pela Civilização Brasileira (1971)
>>> Passagem para Ravena de José Ricardo Moreira pela Formato (2004)
>>> Moderna Plus - Geografia - Parte II de Lygia Terra pela Moderna (2011)
>>> Revolução do Caráter de Peter Howard pela Palácio dos Livros (1964)
>>> Pippi Longstocking de Astrid Lindgren; Louis S. Glanzman pela Puffin Usa
>>> Woyzeck. Leonce e Lena de Georg Büchner pela Ediouro
>>> Tanto Barulho por Tullia de Ilaria Borrelli pela Globo
>>> Ratos e Homens - Edição de Bolso - Texto Integral de John Steinbeck pela L&pm Pocket (2007)
>>> Doing Business in Brazil (versão Em Português) de Vários Autores pela Britcham (2007)
>>> Negociação Total de José Augosto Wanderley pela Gente (1998)
>>> A Cama Desfeita de François Sagan pela Circulo do Livro
>>> Minha Vida Indecisa de Jessica Brody pela Novo Seculo (2012)
>>> Seu Léo e o Pintadinho de Odette de Barros Mott pela Atica (1987)
>>> Manual Merck de Informação Médica: Saúde para a Família de Robert Berkow pela Manole (2002)
>>> Aventuras do Cara de Macaco, as - V. 3 de Knife & Packer; Marcia Regina Frai pela Fundamento (2016)
>>> Etica Empresarial - 3ªrevista de Robert Henry Srour pela Campus (2008)
>>> As Digitais das Sombras de Wilker Sousa pela Patuá
>>> Os Pensadores: Wittgenstein de Victor Civita pela Nova Cultura
>>> Uma Canção Nas Trevas de Edgar Wallace pela Abril Cultural (1982)
>>> A Mula de Juan Eslava Galán pela Benvira (2010)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Terça-feira, 18/8/2009
Comentários
Djabal


O Enigma de Edward Fitzgerald
Ele é uma obrigação para quem pretende lidar com as palavras. Quer como leitor, quer como escritor. Uma obrigatoriedade, apesar de todas as considerações que fizeram e ainda fazem sobre ele. São pessoas que, por certo, não o leram, ou não o fizeram sem o cuidado que ele pede. Eu tomo a liberdade de recomendar para o iniciante um pequeno texto sobre "Os Rubayat" e seu tradutor inglês, chama-se o "Enigma de Edward Fitzgerald". É um bom começo.

[Sobre "Ensaio autobiográfico, de Jorge Luis Borges"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet
18/8/2009 às
15h53 201.27.130.236
 
Doar. Sempre.
As sensações são as mesmas. A doação de órgãos se assemelha muito àquela outra. Fiz uma doação para uma biblioteca da periferia da cidade onde moro. A carência é tão grande que acredito que os livros ali farão um trabalho melhor. Silencioso. Leal. Sem exigência alguma. Mas, acima de tudo, o seu texto é emocionante e nos leva a responder. Sempre.

[Sobre "Confissões de uma doadora de órgãos"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet/
10/3/2008 às
08h23 201.27.130.236
 
Ruy Castro e o Rio hoje
O Ruy Castro chamou minha atenção pelo espaço de mil e setecentos e setenta e sete batidas que o apaixonou. Tem um texto limpo, fala apaixonadamente de uma cidade que está inteiramente desmoralizada perante os brasileiros. Não sei dizer se a imagem é correta, mas tenho o mesmo otimismo que ele. Somos prisioneiros de todos os lugares em que moramos, o Rio por ser maravilhosamente lindo é o mais 'apropriado' para ser covil de bandidos. Esse senso destrutivo que nos possui e diverte; é enfrentando por ele com um brilhantismo sem igual. Um Quixote de óculos que batalha contra o Morro dos Ventos Uivantes. Comprei "Era no tempo do rei", com essa entrevista, o lerei imediatamente. Parabéns.

[Sobre "Bate-papo com Ruy Castro"]

por Djabal
http://havesometea.net/nonliquet/
14/2/2008 às
08h09 201.27.130.236
 
Diálogo
Uma análise serena e correta. Chamar a atenção dos novos escritores para o aspecto do acréscimo de algo à sabedoria acumulada é - senão - inédito, muito raro hoje. As letras hoje estão inchadas de emoção e pressa. Esquecemos dos nossos antepassados, esquecemos da herança e principalmente do diálogo. Ele fica estagnado sem o passado. Pobre e no mais das vezes infeliz. Grande lembrança da arte do diálogo através da literatura. Parabéns.

[Sobre "Ensaios de Literatura Ocidental, de Erich Auerbach"]

por Djabal
http://havesometea.net/NonLiquet/
6/12/2007 às
11h58 200.207.119.199
 
Agridoce
A minha sensação é a de que atingimos um grau tal de ruptura dessa teia social, onde nada mais é solução. Somente a vingança. A catarse. Queremos justiça vindicativa, mesmo no plano de um filme de ação, não resta mais nada a esperar, a não ser um herói. Ainda resta um portador da esperança, caso contrário nós viveríamos no Inferno de Dante. A nossa crítica literária vai se extinguindo com o passar do tempo, a de cinema parece seguir o mesmo caminho. Ninguém ousa contradizer o sucesso. Ele se basta. Ele é o maior argumento. Triste e ilógico é remar contra a corrente. Como a história é boa, tem dinâmica, o mocinho vence no final, a música soa bem, os diálogos rápidos, incisivos. O conjunto não aponta para nenhum lugar. É uma visão agridoce da realidade. Deixando a fantasia de lado, o bandido - quase sempre - mata o mocinho. Não estamos no momento de legalizar o consumo das drogas? É melhor o governo administrar essa coisa, do que os atuais detentores desse oligopólio.

[Sobre "Tropa de Elite, de José Padilha"]

por Djabal
http://havesometea.net/NonLiquet/
30/11/2007 às
11h35 200.207.119.199
 
No alto dos dezoito anos
Conversando ontem com meu filho, abordávamos a mesma revolução. Aquela revolução tão sonhada e tão distante; e que sob a perspectiva do tempo, ela fica cada vez mais longínqua. Confesso: sonhei muito. Ele, no alto dos seus dezoito anos, me alertou para o seguinte: "Pai, parece que não há jeito, sempre teremos explorados e exploradores." Dezoito anos e tanta sabedoria. Ou não?

[Sobre "Na pior em Parati e em Londres"]

por Djabal
http://nonliquet.havesometea.net
3/5/2007 às
08h36 200.207.119.199
 
Sem depender de opinião
Gabriela, parabéns pelo conteúdo do texto. Equilibrado. Tenho ouvido algumas pessoas dizendo que o blog tem um determinado tipo. Um jeitão. E gostei de ouvir que existem muitas maneiras de se escrever, assim como existem muitas maneiras de se comunicar além daquela tradicional. E aqueles que têm algo a dizer, agora o fazem da maneira mais prática, rápida e eficiente possível. Sem depender da opinião de ninguém. Faz alguma coisa como escrever recados dentro de uma garrafa. Se alguém encontrar, se houver tempo, tudo pode acontecer, até um salvamento. Mas que a hipótese é remota, lá isso é.

[Sobre "Esse tal de blog"]

por Djabal
http://nonliquet.havesometea.net
20/3/2007 às
18h25 200.207.119.199
 
Obsessão
Escrever é uma forma de diálogo. O escritor deverá sempre escrever algo que seja original. Caso contrário será supérfluo. Todos os que foram citados, apresentaram novas idéias, ora sob uma forma tradicional, ora sob uma forma revolucionária. Estavam todos adiante do seu tempo. Vencer os obstáculos, conversar sobre novas idéias, ou sobre novas formas de encarar as idéias antigas, é um trabalho tão grande, ou maior do que escrever. Não basta ser literato há que ser também obsessivo. Essa última é a que faz alguém ser editado.

[Sobre "Obras-primas recusadas"]

por Djabal
http://nonliquet.havesometea.net
20/3/2007 às
18h04 200.207.119.199
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cal - um Diário de Amor e Terrorismo na Irlanda.
Bernard Mac Laverty
Brasiliense
(1986)



Équitation Classique Expliquée (cavalos)
Henri Decelle
Crépin Leblond
(1988)



Concubinato União Estavel
Irineu Antonio Pedrotti
Leud
(1997)



Carta a Proba e a Juliana. Direção espiritual
Santo Agostinho
Paulinas
(1987)



Projeto Universos - História - 9º Ano - 2º
Ediçoes Sm
Sm
(2012)



Revista Careta Nº 2745
Tarso de Castro
Três
(1981)



El Libro de las Tintas
Ruth Rocha e Otávio Roth
Melhoramentos
(1992)



Açucar: Amigo Ou Vilão?
Yotaka Fukuda
Manole
(2004)



Nova Enciclopédia da Família Vol. 5
Diário de São Paulo
Visor
(2004)



A adúltera
Adelaide Carraro
A L Oren





busca | avançada
64351 visitas/dia
1,8 milhão/mês