Comentários do IP 200.189.2.5 | Digestivo Cultural

busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dias 06,13, 20 e 27 de março terão apresentações circenses virtuais da Arca de Vandé
>>> Obra clássica sobre a economia política de Marx é lançada no Brasil
>>> Estreia de Pantanal A Boa Inocência de Nossas Origens
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o quarto episódio do Desafinados Entrevista
>>> Unil oferece curso sobre preparação e revisão de texto
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Em Busca da Terra do Nunca... e Johnny Depp
>>> O Conselheiro também come (e bebe)
>>> Tom Zé por Giron
>>> Solte o Timóteo
>>> As cores de Pamuk
>>> O que mata o prazer de ler?
>>> Ex-míope ou ficção científica?
>>> Cidades do Algarve
>>> Tralha
>>> Cameron Frye: o rapaz que se cansou de sentir medo
Mais Recentes
>>> A musicalidade do surdo de Nadir Haguiara Cervellini pela Plexus (2003)
>>> Do fundo do poço de Donald Berry pela Cpb Didaticos (2012)
>>> Auto da barca do inferno, farsa de inês pereira e auto da índia de Gil Vicente pela Atica (2011)
>>> Rascunho de família de João Anzanello Carrascoza; Rogério Coelho pela Dsop (2014)
>>> Rascunho de família de João Anzanello Carrascoza; Rogério Coelho pela Dsop (2014)
>>> Agua de anil de Nilma Lacerda; Kammal Joao pela Dsop (2014)
>>> O sertão vai virar mar de Moacyr Scliar pela Atica (2008)
>>> Sos animals de Liani Moraes pela Atual (1996)
>>> Os sertões - coleção o tesouro dos clássicos juvenil de Euclides Cunha pela Atica (2010)
>>> Olhos virtuais de Lucas Diemer; Carlos Seribelli pela Cpb Didaticos (2014)
>>> A Marca de uma Lagrima de Pedro Bandeira pela Moderna (1998)
>>> A Cor da Ternura de Geni Guimarães pela Ftd (1996)
>>> O Mundo de Sofia de Jostein Gaarder pela Companhia das Letras (2000)
>>> O professor refém de Tania Zagury pela Record (2006)
>>> A hora da estrela de Clarice Lispector pela Rocco (1998)
>>> Diário de Biloca de Edson Gabriel Garcia pela Atual (2005)
>>> Imperfeitos de Gómez, Marcela pela Pl (2015)
>>> Renasscer para amar- Série Irmãos de Angeli- Vol.1 de Silva, Lenny pela Pl (2016)
>>> O lado mais sombrio de Howard, A.G pela Novo conceito (2014)
>>> Vem comigo de Brown, Karma pela Verus (2019)
>>> Alquimia- Vol.2- Trilogia o Vampiro de mércia de Wignall, K. J. pela Bertrand Brasil (2015)
>>> Indisciplina na Escola – Alternativas Teóricas e Práticas de Julio Groppa Aquino (Org.) pela Summus (1996)
>>> Big rock de Lauren Blakely pela Faro Editorial (2017)
>>> A Ética na Educação Infantil – O Ambiente Sócio-Moral na Escola de Rheta DeVries & Betty Zan pela Artmed (1998)
>>> Avaliação Da Excelência à Regulação das Aprendizagens – Entre Duas Lógicas de Philippe Perrenoud pela Artmed (1999)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Domingo, 19/5/2002
Comentários
200.189.2.5


Acumulando insultos diversos
Assuncao: Nao irei responder a seus insultos juvenis, posto que sua ultima mensagem nada acrescentou a discussao. Ramos: Embora seja completamente irrelevante, creio que voce nao percebeu, ou finjiu que nao percebeu, que a ausencia de acentos em minhas mensagens e proposital, uma vez que os teclados nao possuem suporte intuitivo a eles (lingua inglesa nao contem acentos) e eu nao tenho a menor intencao de decorar sequencias absurdas como alt + 110. Mesmo porque, ausencia de acentos nao prejudica em nada o entendimento da mensagem. Mas vamos deixar de picuinha e ir direto ao cerne da questao, sim? Um humano adulto, no caso um escravo negro, e obviamente uma forma de vida consciente, que responde a estimulos, demonstra capacidade de sentir, contem memorias em seu cerebro e portanto um senso de identidade. O mesmo pode ser dito acerca de um embriao ou feto jovem? E digamos que eu considere moralmente incorreta a criacao de animais em fazendas, cruelmente enclausurados e genocidados apenas para atender aos nossos interesses. O que eu deveria fazer a respeito, proibir a pratica da pecuaria ou me abster de pratica-la? Se voce realmente cre que "toda forma de vida com o potencial para a existencia consciente tem rigorosamente o direito de ter sua vida preservada desde a concepcao", entao o que voce tem a dizer quanto a todas essas formas de vida obviamente conscientes, que demonstram, como ja disse, capacidade de sentir todas as emocoes conhecidas por nos, do odio ao amor, e que sao tratadas virtualmente como judeus em maos nazistas, pela nossa tao honrada e altruista especie? Ou sera que a sua definicao de ser consciente inclui apenas individuos de uma certa especie, que, "obviamente" que por pura e absoluta coincidencia, e a especie a qual vossa senhoria pertence? Se voce realmente leva a serio o que disse, meu caro, entao prevejo uma ardua e indigna existencia para voce, tentando inutilmente manter tal lei absurda que garante direito a vida a todo ser consciente. Talvez voce viaje ate o fundo dos oceanos para salvar os peixinhos da boca do tubarao. Quem sabe um tour pela Africa salvando veadinhos das garras de leoes famintos? E nem pense em atirar no felino quando este resolver que voce e um jantar melhor, afinal de contas ele e apenas um ser consciente que tem seu direito a vida garantido desde a concepcao. Oh, mas estas criaturas nao possuem o DNA da especie ariana, logo ate mesmo um embriao inconsciente, sem memorias e sem sistema nervoso deve ser considerado superior a elas. Outra coisa: Pelo seu raciocinio, se voce possui renda superior ao minimo necessario a sua subsistencia, a mesma deveria ser confiscada para alimentar individuos que nesse momento morrem de fome em algum lugar do mundo. Voce pode dizer "Mas a renda e minha, e se eu escolher nao cede-la para alimentar os tais mortos de fome, estou em meu direito." Creio que ninguem iria discordar e tentar tomar seus bens a forca, correto? Bom, e como e que um embriao cresce e se desenvolve? Ele o faz sugando nutrientes que PERTENCEM a mae, atraves do cordao umbilical e utilizando-se da infra-estrutura propiciada pelo seu utero. A mae nao teria o direito de se recusar a fornecer esses recursos, mesmo que isso implique na morte do embriao, da mesma forma que nos preferimos comprar carros, computadores e bebidas alcoolicas a fornecer recursos que certamente evitariam a morte por inanicao de outras pessoas? O exemplo e ainda mais grave, uma vez que um embriao nao aparenta ser possuidor de uma consciencia, mas uma crianca africana certamente o e. Dessa forma, concluo que seu raciocinio e incoerente e impraticavel e que voce faz vista grossa as implicacoes desagradaveis do mesmo, preservando apenas a parte que lhe convem. Soares: Voce me considera um monstro pelas minhas opinioes. Bom, considere que amanha eu engravide uma moca que pensa exatamente como eu e que nos resolvamos unanimemente que nao desejamos a crianca. Voce acha realmente que tal crianca deveria nascer e ser educada por pessoas como eu? Como voce supoe que a crianca ira se sentir ao crescer sem receber o afeto que merece e ao descobrir que so veio ao mundo gracas a um "acidente" e a uma lei absurda? Como ela ira se sentir ao saber que o projeto de vida de seus pais foi arruinado por sua concepcao e que eles se ressentem dela por isso? Se voce pudesse optar por vir ao mundo na pele dessa crianca, ou jamais existir, qual seria sua escolha? Por essas questoes e que defendo veementemente que NENHUMA crianca indesejada deveria jamais por os pes nesse mundo. Ja temos criancas abandonadas demais e nossa populacao nao para de crescer. Alem disso, nao posso deixar de me ultrajar quando o governo se decide no direito de controlar ate o que nos podemos ou nao fazer com nossas proprias entranhas! (bom, eu nao sou mulher, mas enfim... :) )

[Sobre "Regras da Morte"]

por Gustavo Alckmin
19/5/2002 às
22h32 200.189.2.5
(+) Gustavo Alckmin no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Viagens na Minha Terra
Classico de Almeida Garrett
Bestbolso/vestibular Fuvest
(2012)
R$ 9,00



Ruth Rachou
Bernadette Figueiredo / Izaías Almada
Caros Amigos
(2008)
R$ 5,00



Futebol: Treino da Qualidade do Movimento para Atletas Jovens
Stanislaw Golomazov e Boris Shirva
Aratebi
(1996)
R$ 19,87



A Coisa e Outros Contos
Alberto Moravia
Difel
(1984)
R$ 5,00



Guia Prático das Rosas e Roseiras
Jacqueline Humery
Europa América
(1998)
R$ 54,68



Bale do Pato- para Gostar de Ler Volume 24
Paulo Mendes Campos
Atica
(1998)
R$ 20,00



Iwo Jima (batalhas - Nº 9)
Michael Russell
Renes (rj)
(1975)
R$ 12,28



Cristianismo Em Crise
Hank Hanegraaff
Cpad
(1996)
R$ 75,00



A Cidade das Flores
Augusto Abelaira
Civilização Brasileira
(1972)
R$ 32,00



Contos Brasileiros 2 - para Gostar de Ler Vol. 9
Clarice Lispector; João Antônio e Outros
Atica
(2014)
R$ 20,00





busca | avançada
82505 visitas/dia
2,1 milhões/mês