Vai mudar muita coisa | Jardel

busca | avançada
59182 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Exuberância - Moisés Patrício
>>> Missão à China
>>> Universidade do Livro desvenda os caminhos da preparação e revisão de texto
>>> Mississippi Delta Blues Festival será On-line
>>> Tykhe realiza encontro com Mauro Mendes Dias sobre O Discurso da Estupidez
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Alameda de água e lava
>>> Entrevista: o músico-compositor Livio Tragtenberg
>>> Cabelo, cabeleira
>>> A redoma de vidro de Sylvia Plath
>>> Mas se não é um coração vivo essa linha
>>> Zuza Homem de Mello (1933-2020)
>>> Eddie Van Halen (1955-2020)
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> Vandalizar e destituir uma imagem de estátua
>>> Partilha do Enigma: poesia de Rodrigo Garcia Lopes
Colunistas
Últimos Posts
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> Van Halen ao vivo em 2015
>>> Van Halen ao vivo em 1984
>>> Chico Buarque em bate-papo com o MPB4
>>> Como elas publicavam?
>>> Van Halen no Rock 'n' Roll Hall of Fame
>>> A última performance gravada de Jimmi Hendrix
Últimos Posts
>>> Normal!
>>> Os bons companheiros, 30 anos
>>> Briga de foice no escuro
>>> Alma nua
>>> Perplexo!
>>> Orgulho da minha terra
>>> Assim ainda caminha a humanidade
>>> Três tempos
>>> Matéria subtil
>>> Poder & Tensão
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura na estrada (BH)
>>> Ser intelectual dói
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Quem somos nós para julgar Michael Jackson?
>>> Culture to Digest
>>> Os novos filmes de Iñárritu
>>> Prêmio Nobel de Literatura para um brasileiro - II
>>> One-man show
>>> A difícil arte de fazer arte
>>> O Exército de Pedro
Mais Recentes
>>> Bandeiras nacional, históricas e estaduais de Derly Halfeld Alves pela Senado (2011)
>>> Halt em perigo - Rangers - Ordem dos Arqueiros 9 - de John Flanagan pela Fundamento (2011)
>>> Cidades históricas - inventário e pesquisa: Parati de Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - IPHAN pela Senado (2007)
>>> Atualidade de Alberto Pasqualini de Pedro Simon pela Senado (2010)
>>> Grupo Galpão 15 Anos de Risco e Rito de Carlos Antonio Leite Brandão pela O Grupo (1999)
>>> As obras dos engenheiros militares Galluzzi e Sambuceti e do arquiteto Landi no Brasil colonial do século XVIII de Riccardo Fontana pela Senado (2005)
>>> Falando de Shakespeare de Barbara Eliodora pela Funarte Cultura Inglesa (1997)
>>> Um Minuto Para Morrer (Close-Up) de Arthur Hailey pela Nova Fronteira (1980)
>>> As constituições dos países da Comunidade de Língua Portuguesa comentadas de Fernando A. A. Mourão, Walter C. Porto e Thelmer M. Mantovanini pela Senado (2008)
>>> Candice Bergen de C. Bergen pela Francisco Alves (1987)
>>> Cidadania, sistema político e o Estado-juiz de Gabriel Portella Fagundes Neto e Glória Maria G. de Pádua Ribeiro Portella (organização) pela Senado (2017)
>>> Arte sacra de Alagoas: um tesouro da memória de Douglas Apratto Tenório, Leda Maria de Almeida, Cármen Lúcia Dantas pela Senado (2006)
>>> Os Fantoches de Deus de Morris West pela Record (1981)
>>> Apresentação de Afonso Arinos de Virgílio Costa pela Senado (2009)
>>> Grace Kelly - As Vidas Secretas da Princesa de James Spada pela Record (1987)
>>> Uma Longa Jornada de Nicholas Sparks pela Intrinseca (2013)
>>> A Paraíba e seus problemas de José Américo de Almeida pela Senado (2012)
>>> A noite das garrafadas de Chico Castro pela Senado (2012)
>>> Anotações de Vasconcelos de Drummond à sua biografia de Antonio de Meneses Vasconcelos de Drummond pela Senado (2012)
>>> À Primeira Vista de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> Easy Guide to Multiplespeed Bicycling de Forest H. Beets pela Howard N. Sams (1974)
>>> A abolição de Osório Duque Estrada pela Senado (2005)
>>> De Eros a Gaia de Freeman Dyson pela Best Seller (1992)
>>> A presidência Campos Sales de Alcindo Guanabara pela Senado (2005)
>>> Querido John de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> A história dos símbolos nacionais de Milton Luz pela Senado (2005)
>>> O Capital e Manual de Economia Politica de Marta Harnecker e Lapidus e Ostrovitianov pela Global (1978)
>>> Formação histórica do Acre de Leandro Tocantins pela Senado (2001)
>>> A formação do capital e seu desenvolvimento de Leônidas de Resende pela Senado (2011)
>>> A Coluna Prestes no Piauí de Chico Castro pela Senado (2007)
>>> Amapá: a terra onde o Brasil começa de José Sarney e Pedro Costa pela Senado (2004)
>>> Diário de uma Paixão de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> O Guardião de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2013)
>>> Um Homem de Sorte de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> Noites de Tormenta de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2010)
>>> O Casamento de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> O Casamento de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> O Milagre de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2010)
>>> O Melhor de Mim de Nicholas Sparks pela Arqueiro (2012)
>>> A Escolha de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2012)
>>> Um Amor para Recordar de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2011)
>>> A última Música de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2010)
>>> Primeiro Amor de James Patterson pela Novo Conceito (2014)
>>> Pelos Caminhos de Pedras e de Folhas Secas de Maria José Mamede Galvão pela Caravela (2018)
>>> Violetas na Janela de Patrícia Espirita pela Petit (2020)
>>> Divergente Uma Escolha Pode Te Transformar de Verônica Roth pela Rocco (2012)
>>> Traité Clinique Et Pratique des Maladies Puerpérales Suites de Couches de E Hervieux pela Adrien Delahaye Libraire Éditeur (1870)
>>> Commentaires Thérapeutiques du Codex medocamentarius de Adolphe Gubler pela J B Bailliére Et Fils (1868)
>>> A Esperança de Suzanne collins pela Rocco (2012)
>>> Dictionnaire de Medicine de Chirurgie, de Pharmacie de E Littrè & Ch Robin pela J B Bailliére Et Fils (1865)
COMENTÁRIOS

Sábado, 9/6/2007
Comentários
Leitores


Vai mudar muita coisa
Eugenia, obrigado pela leitura e comentário. concordo totalmente com suas palavras, embora veja uma rara possibilidade de acessar conhecimentos distantes através da internet. isso é novo na nossa história e vai mudar muita coisa. abraço, Jardel

[Sobre "Livro fora e dentro do papel"]

por Jardel
9/6/2007 às
18h02 201.68.64.23
(+) Jardel no Digestivo...
 
Meu eu lírico
Ana... Estava vivendo a cotidiana alienação diária nos meus livros da faculdade quando me indaguei se sabia o que eu-lírico significava ao certo.. Nem me pergunte porque pensei nisto, já tentei me analizar antes, contudo meu ego sempre acha ferramentas para me iludir e me contentar! Bom, ao ler seu texto creio que achei a solução para minha singela dúvida (só não esperava encontrá-la de maneira tão interessante). Espero que seus leitores tenham entendido seu recado... Creio que eu entendi! Abraço

[Sobre "Autor não é narrador, poeta não é eu lírico"]

por Bruno Garcia
9/6/2007 às
13h52 200.146.114.84
(+) Bruno Garcia no Digestivo...
 
A visceralidade do papel
Gostei muito de suas considerações, muito bem articuladas. Porém, acho que diante do livro, as reações são mais carregadas de sentido. Em ensaio anterior, você analisou a poesia de Saint-John Perse, por exemplo. Minha emoção maior é lê-lo em um volume que foi de meu pai, com trechos grifados à margem. Já caí na mesma tentação que você caiu: ter mais de um exemplar da mesma obra, só por causa da beleza de uma capa nova. Livros importados têm "cheiros" diferentes dos nacionais, assim por dainte. Não quero ser injusta: a Internet já me deu muita informação. Prazer - aquele a que se refere Clarice Lispector em "Felicidade Clandestina", da menina segurar o livro e sentir-se rica como a Rainha do Sabá (ou, mais tarde, da mulher tocar com as mãos o corpo do amado) -, só mesmo os livros.

[Sobre "Livro fora e dentro do papel"]

por eugenia zerbini
http://netasdaema.zip.net
9/6/2007 às
09h33 201.27.80.11
(+) eugenia zerbini no Digestivo...
 
oralidade e língua escrita
Julio, gostei do texto pra caramba!! Quem está no meio literário ou jornalístico, quem teve acesso a uma boa educação, quem quer escrever ou entender a língua, em toda sua grandeza, tem que saber a norma culta e usá-la adequadamente. O que me incomoda mais são aquelas pessoas (principalmente professores) que usam a linguagem culta para que sejam inalcançáveis, para condenarem seus discípulos às trevas eternas. E o pior: quando desvirtuam a norma culta, usam e abusam do gerundismo, usam "a nível de", "eu, enquanto professor", "vou estar elencando alguns temas.." Argh!! Socorro! Com a minha experiência em sala de aula, penso que nunca devemos desmerecer a linguagem do aluno(classe pobre), mas sim trazê-la para a classe e, a partir daí, mostrar que existem outros registros de língua mais valorizados, que eles precisam conhecer e dominar para terem novas possibilidades e melhores condições de enfrentar a realidade. Mostrar a diferença entre oralidade e língua escrita. Dá certo! Bj. Dri

[Sobre "Minha pátria é a língua portuguesa"]

por Adriana
8/6/2007 às
22h21 201.58.156.27
(+) Adriana no Digestivo...
 
ENEM: uma lástima
Esse tema é como a questão dos blogs e do papel: parece inesgotável. Ano passado cometi a insanidade de aceitar o convite para corrigir as redações do ENEM. Foram 4.000 em três semanas. Resguardados os aspectos regionais, foi como se você tivesse que assistir a um filme que odeia 4.000 vezes. Com raríssimas exceções; graças àqueles que tiveram a coragem de ousar, de serem criativos, de saberem dominar a língua escrita, o resto foi uma lástima. Havia candidatos que não conseguiam estruturar uma frase sequer. Outros não identificavam o tema; e os que tinham uma noção do que é dissertação, escreviam o óbvio da pior maneira possível: clichês e mais clichês, frases mal elaboradas: apenas tangenciavam o tema de forma repetitiva e superficial. Fiquei quase um mês em estado de choque, deprimida e impotente. E olhe que trabalho também em escola pública, educação de jovens e adultos. Não deveria me surpreender tanto! Acho que os guias gramaticais só valem mesmo para quem já escreve bem! Abç

[Sobre "Guia para escrever bem ou Manual de milagres"]

por Adriana
8/6/2007 às
21h42 201.58.156.27
(+) Adriana no Digestivo...
 
Beckett: não na minha lista
Ei!! Sou uma que acho o Beckett sacal demais, principalmente, no que se refere às suas peças para teatro, dito do absurdo. Concordo que Beckett tem frases brilhantes, os seus textos são brilhantes, que não é intencionalmente pretensioso, a despeito de que a maioria se suas encenações, por obra de seus diretores, atores e produtores. Era e ainda é um artista de vanguarda. Só não tenho vontade de (re)lê-lo, pois acho que tem coisas melhores no mercado, tanto os clássicos, como outras obras. Quando faço algumas releituras de alguns livros e autores, seguramente, Samuel Beckett não está na minha lista. Mas ele não faz parte também dos meus excluídos ou ignorados, como Paulo Coelho, por exemplo. Talvez um dia queira entendê-lo melhor, mas ainda não chegou a hora. Gostei das frases. Beijo. Dri

[Sobre "Frases de Beckett"]

por Adriana
8/6/2007 às
20h57 201.58.156.27
(+) Adriana no Digestivo...
 
fascínio por amigos gays
Guga, talvez os homens não entendam por que as mulheres têm um certo fascínio por amigos gays. Mas, não é difícil, para nós, entendê-los e admirá-los. Por eles terem um corpo de homem e uma alma de mulher a proximidade é fatal. No fundo, todas as mulheres gostariam que os homens as entendessem como os gays. Embora, o lado oposto, especificamente, macho, do homem, nos atraia e muito. Com os gays, podemos falar tudo, as mais escondidas intimidades, compartilharmos os desejos, como também discutirmos como os homens são, em seus diversos aspectos, e perguntarmos a eles se o cabelo está bom, se o vestido não te deixa mais gorda, se o sapato está combinando, se a casa está bem decorada e eles responderem COM ATENÇÃO, pois realmente entendem daquilo e sabem dar a opinião que as mulheres esperam. O perigoso é quando a mulher e o amigo gay se apaixonam pelo mesmo cara ou ela se apaixona perdidamente por esse amigo gay. Aí, a baiana roda, o bicho pega e salve-se quem puder. Bj. Dri

[Sobre "O rival"]

por Adriana
8/6/2007 às
20h37 201.58.156.27
(+) Adriana no Digestivo...
 
Oh doce ócio...
Leitores acabam se traindo, e sempre falam de suas preferências e iniciações. Eu não posso me furtar às lembranças deliciosas da Luluzinha, do Gasparzinho e da incipiente Mônica, compradas de segunda mão na feira de quinta, um pouquinho velhas é verdade, por alguns tostões, mas que me fascinavam e me abriram a portinha do clube mais chique deste planeta: dos amantes do bom texto! Depois vieram Alencar, Machado, Amado, Borges, Cortázar, Shakespeare, tantos outros. Celebremos, pois, já que somos (nem) tantos, mas tão apaixonados! Ler é ótimo! Ler é contagioso e incurável! Oh doce ócio... abandonar-se às linhas de um Pessoa, de um Potter, que importa. Não gosto de jogar pedras, mas tirando Paulo Coelho, o insípido, vale tudo!

[Sobre "O desafio de formar leitores"]

por Marcia Rocha
8/6/2007 às
18h36 201.8.103.68
(+) Marcia Rocha no Digestivo...
 
Descartes revisitado
Se você seguir a máxima de Descartes, corre o risco de entrar em outra ilusão, que é achar que só o que pensa existe. Um convite a revisar o conceito de pensar e o de existir. Exemplo: uma pedra não pensa (no sentido cartesiano mesmo), portanto ela não existe. Se nós a pensamos pedra, nós existimos, mas não ela. Mas ela está lá, existindo. Eu pergunto - como é possível que ela exista sem pensar. Talvez ela só exista em nós. Mas parece tão real! Ou: ela pode ter um pensar diferente do meu, tão excludente e preconceituoso, limitado à minha paupérrima percepção sensorial. A pergunta de Hamlet ricocheteia na cabeça - ser ou não ser! e faz a dobradinha - pensar ou não pensar! Sempre há uma pedra no meio do caminho... Cáspite!

[Sobre "Penso, logo existo"]

por Marcia Rocha
8/6/2007 às
18h14 201.8.103.68
(+) Marcia Rocha no Digestivo...
 
Nível de leitura
Ótimo texto, Ana. Há pouco, li um ensaio (que considerei muito bom) onde se diz, entre outras coisas, que o escritor escreve para seus pares, e o acadêmico (estudante), para seus professores. A questão da clareza do texto é relativa, também, ao leitor. É complicado dizer isso hoje, quando existe essa tendência de massificação a todo custo nas letras, mas o nível dos leitores é muito variável. Abraços.

[Sobre "Guia para escrever bem ou Manual de milagres"]

por Guga Schultze
8/6/2007 às
12h42 201.80.147.216
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




STOP TELLING, START SELLING
LINDA RICHARDSON
MCGRAW HILL
R$ 11,20



ESCRAVOS DO PROFETA
GIULIO FOLENA
EMW EDITORES
(1987)
R$ 5,00



HISTÓRIA PARA AQUECER O CORAÇÃO DAS MÃES
JACK CANFIELD
SEXTANTE
(2002)
R$ 5,00



VIAGEM ATRAVÉS DO BRASIL - 4
DIVERSOS AUTORES
MELHORAMENTOS
R$ 6,90



MÃE... E AGORA?
DRA. CARLA GÓES SALLET
EDIOURO
(2009)
R$ 7,00



A MULHER MADURA
AFFONSO ROMANO DE SANTANNA
ROCCO
(1986)
R$ 5,52



NOVELAS EXEMPLARES - COL. OS IMORTAIS DA LITERATURA 4
MIGUEL DE CERVANTES SAAVEDRA
ABRIL
(1970)
R$ 7,00



TIM E TOM Nº 01 8134
SAVÉRIO FITTIPALDI
SABER
(1972)
R$ 23,00



DIVERGENTE
VERONICA ROTH
ROCCO
(2012)
R$ 11,00



INTRODUÇÃO À SOCIOLOGIA - ENSINO MÉDIO/VOLUME ÚNICO
PÉRSIO SANTOS DE OLIVEIRA
ÀTICA
(2008)
R$ 6,00





busca | avançada
59182 visitas/dia
2,1 milhões/mês