Virei fã! | Maria José

busca | avançada
114 mil/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Festival Halleluya em São Paulo realizará ação solidária para auxiliar as famílias no RS
>>> Povo Fulni-ô Encontra Ponto BR
>>> QUEÑUAL
>>> Amilton Godoy Show 70 anos. Participação especial de Proveta
>>> Bacco’s promove evento ao ar livre na Lagoa dos Ingleses, em Alphaville
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> A pulsão Oblómov
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
Colunistas
Últimos Posts
>>> Rodrigão Campos e a dura realidade do mercado
>>> Comfortably Numb por Jéssica di Falchi
>>> Scott Galloway e as Previsões para 2024
>>> O novo GPT-4o
>>> Scott Galloway sobre o futuro dos jovens (2024)
>>> Fernando Ulrich e O Economista Sincero (2024)
>>> The Piper's Call de David Gilmour (2024)
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
Últimos Posts
>>> A ESTAGIÁRIA
>>> A insanidade tem regras
>>> Uma coisa não é a outra
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Romance breve
>>> Prefeito dará a carros bela vista da universidade
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> A revista Bizz
>>> Cheech & Chong reloaded
>>> A Istambul de Orhan Pamuk
>>> Carles Camps Mundó e a poética da desolação
>>> Considerações sobre a leitura
>>> cheiro de sossego
>>> Niemeyer e a unanimidade
Mais Recentes
>>> Livro Literatura Estrangeira O Coração das Trevas de Joseph Conrad pela Abril (2010)
>>> Os Dois Capetinhas de Ofélia Fontes pela Vozes (1982)
>>> Livro Literatura Brasileira Cinderela Pop de Paula Pimenta pela Galera Record (2015)
>>> Overworked And Underpaid de Mary Bridget Carroll pela Fawcett Publications (1984)
>>> Mediunidade e Caminho de Carlos A. Baccelli / Odilon Fernandes pela Ide (2014)
>>> Na Pele De Uma Jihadista de Anna Erelle pela Paralela (2015)
>>> Circuitos de Rua 1908-1958 de Paulo Scali pela Imagens Da Terra (2018)
>>> Éléments de linguistique anglaise - Langue et langage la phrase complexe et les nominalisations de François Dubois Charlies pela Libraire Larousse (1971)
>>> Livro Filosofia Montesquieu Cartas Persas Coleção Folha Grandes Nomes do Pensamento 21 de Folha de S. Paulo pela Folha de S. Paulo (2015)
>>> Sem Dúvidas: Estatuto Da Criança E Do Adolescente de Vários Autores pela TypeLaser (1999)
>>> As Provacoes De Apolo - Livro 1: O Oraculo Oculto de Rick Riordan pela Intrínseca (2016)
>>> Business Cards - A Collection from Around the World de Edited by Takenobu Igarashi pela Books Nippan (1989)
>>> Livro Literatura Estrangeira Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley pela Globo (2012)
>>> Mediunidade e Evangelho de Carlos A. Baccelli / Odilon Fernandes pela Ide (2008)
>>> O Peso Do Estado Na Patria Do Mercado - Os Estados Unidos Como País Em Desenvolvimento de Reginaldo C. Moraes pela Unesp (2013)
>>> Livro Literatura Brasileira As Esganadas de Jô Soares pela Companhia Das Letras (2011)
>>> Livro Literatura Estrangeira Damas Rebeldes Brilhante A História de Belle Volume 2 de Julia Quinn pela Arqueiro (2021)
>>> O Brasil na Rota da Navegação Francesa de Julio Bandeira pela Reler (2006)
>>> Livro Filosofia Marx Contribuição À Crítica Da Economia Política Coleção Folha Grandes Nomes do Pensamento 22 de Folha de S. Paulo pela Folha De S. Paulo (2015)
>>> Reologia E Escoamento De Fluidos de José Carlos Vieira Machado pela Interciência (2002)
>>> Organize Your Office de Ronni Eisenberg; Kate Kelly pela Hyperion (1998)
>>> As Raízes do Rock de Florent Mazzoleni pela Companhia Nacional (2012)
>>> Livro Filosofia Antifonte Testemunhos, Fragmentos, Discursos Coleção Folha Grandes Nomes do Pensamento 23 de Folha de S. Paulo pela Folha de S. Paulo (2015)
>>> The Complete Book Of How To Succeed With Women de Victor Wild pela Wildfire (1981)
>>> Livro Literatura Estrangeira Damas Rebelde Esplêndida A História de Emma Volume 1 de Julia Quinn pela Arqueiro (2021)
COMENTÁRIOS

Sábado, 30/6/2007
Comentários
Leitores

Virei fã!
Como este mundo virtual é surpreendente! Buscando inspiração para escrever num site, encontro este site maravilhoso, uma definição de "quem sou" incrível! Olha, virei fã. Muito bons seus textos. Acho que se você estivesse ainda tentando ser outra pessoa, não seria bom o suficiente pra me impressionar. Ser você mesmo é uma tática que deu certo, parabéns!

[Sobre "Quem sou eu?"]

por Maria José
30/6/2007 às
22h22 201.11.48.202
(+) Maria José no Digestivo...
 
diferente da ética católica...
A opulência ianque remonta à colonização: O puritano, com sua ética, valoriza o lucro, o trabalho e a riqueza (esta, um sinal da predestinação). Tudo bem diferente da ética católica. Weber percebe a relação entre a Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo, explicando, aliás, por que os países ibéricos ficaram pobres: esbanjando seus metais preciosos e expulsando os judeus. As atividades na Nova Inglaterra (Peq. Propr. familiar, manufaturas nas cidades)criam um mercado interno e um comércio externo (com a África e com as Antilhas). A indústria, ajudada pelo ferro e carvão, e pelo litoral (escoamento da produção) se consolida. Inexistia ouro e prata e a produção agrícola parecia com a da Inglaterra (daí a frouxidão colonial desta). Essa foi “a dita da desgraça” (Galeano), q o Caribe não teve. Quando a burguesia local passa a rivalizar com a da metrópole e esta ensaia um arrocho colonial, ocorre a emancipação. Das 2 Grandes Guerras, surge uma superpotência. E o "American way of life" vai se globalizando...

[Sobre "História dos Estados Unidos"]

por Pedro Cordeiro
30/6/2007 às
14h12 201.79.152.86
(+) Pedro Cordeiro no Digestivo...
 
O original e o genérico
Guga, concordo com o Albarus e no fundo quando voce inclui a tradução do Eça reconhece que alguns bons livros se tornaram ótimos pelo ofício de algum tradutor. Aponto ainda que o fator que ficou de certa forma oculto foi o da criação original, onde você aponta Long John, o anti-herói, e coloca a Jangal de Kipling como uma personagem rica de referências imagéticas para a construção da ficção. Sua piramide apresenta inúmeros títulos necessários para vivenciar literatura, no entanto, acredito que cada livro, incluídos os que não me agradaram, faça parte do esforço e das vivencias de cada autor. Se nos repetimos ou nos replicamos talvez seja pela simetria de referencias, por sensações e concepções coincidentes. O painel que sua piramide descortinou nos mostra a literatura como um advento moderno, tente colocar estas obras numa linha de tempo e estabelecer um padrão de ocorrência e talvez tenhamos que nos contentar com alguns poucos e bons originais e outro tanto de genéricos...

[Sobre "A Pirâmide B"]

por Carlos E. F. Oliveir
30/6/2007 às
13h57 201.65.37.4
(+) Carlos E. F. Oliveir no Digestivo...
 
Que rasgação de ceda, a minha
Muito boa esta revista. E o show deve ser ótimo, principalmente do Manacá, que é uma banda de uns camaradas meus e fazem um som muito original.

[Sobre "Revista Jukebox em São Paulo"]

por Roberto da Paixão
http://evitrola.blogspot.com
30/6/2007 às
11h59 201.76.163.236
(+) Roberto da Paixão no Digestivo...
 
No Brasil, nunca foi assim
Beleza, Rafa. Esse livro é bom mesmo. Tem algumas características no protestantismo que são fogo: leitura (da bíblia), a consequente alfabetização precoce e a fé no trabalho, na sobriedade, na economia de gastos e na vida regrada. Um país formado nessa base não é brincadeira. Outra coisa é que na Inglaterra vigorava, praticamente, um sistema de "castas" sociais. Os peregrinos ingleses, exilados permanentemente no novo mundo, acabaram com isso imediatamente: aqui não tem nobre, senhor ou hierarquia nobiliárquica. Aqui vale o homem que trabalha. Cumpriram esses princípios, na medida do possível, claro. No Brasil, nunca foi assim. Não houve nem a intenção. Ótima resenha, abraços.

[Sobre "História dos Estados Unidos"]

por Guga Schultze
30/6/2007 à
01h51 201.80.110.48
(+) Guga Schultze no Digestivo...
 
Felicito-te pelo dom
Fabrício, sei não, cara, mas creio que o teu texto tem uma carga poética tão concentrada, que, em vários trechos, fiquei na dúvida se Manoel de Barros falaria de si com tanta propriedade. Tenho certeza de que se trata de um poeta de grande magnitude falando de outro monstro da palavra, Manoel de Barros. Tua prosa é tão fértil em belezas e passagens extravagantemente poéticas, que li, reli e, se Deus me permitir, hei de relê-lo como ungüento para as horas de sede literária. Felicito-te pelo dom. Não digo dom da palavra, digo, sim, o dom de costurá-las de tal forma, que acabas as reinventando numa nuança muito mais saborosa. Esechias

[Sobre "Manoel de Barros: poesia para reciclar"]

por Esechias Araújo Lima
29/6/2007 às
17h08 201.50.83.182
(+) Esechias Araújo Lima no Digestivo...
 
Aos moradores do Brasil
Eduardo, parabéns pelas suas citações e lembranças a respeito da cidade de São Paulo. Lembre-se que, em qualquer lugar do mundo, você terá que adaptar-se ao ambiente e de certa forma, transformar-se, pois dificilmente o ambiente mudará por sua causa. Então, faça do jeito que vc está fazendo. Aproveitando e curtindo as opções culturais que são oferecidas e de vez em quando viajando mundo afora para curtir outros tipos de beleza.

[Sobre "Por que eu moro em São Paulo"]

por Diego Francelino
29/6/2007 às
11h29 201.9.14.253
(+) Diego Francelino no Digestivo...
 
Os livros e seus mistérios
São tantos que há pra ler, é preciso escolher, ouvir indicações, pedir sugestões, mas isso evita a frustração durante a leitura? Creio que não. A satisfação que o livro proporciona depende do olhar de quem lê, do que se está buscando ou esperando da obra e também do autor, por isso lemos mais de um livro do mesmo escritor, mesmo sabendo que pode não ser tão bom (é difícil ser espetacular várias vezes, temos consciência disso, poucos conseguem), mas sentimos necessidade de chegar mais perto do ser humano por trás das letras, tentar entender as nuances do seu modo de pensar, o que o faz especial, quando um autor nos chama a atenção, nos desperta interesse. A leitura também encerra seus mistérios, não apenas os livros, apesar de concordar que é bem mais agradável e significativo ler o melhor dos melhores. Gostei de ver "O pequeno príncipe" nas sugestões, admiro essa coragem, os sentimentos não devem ser vistos como uma coisa boba (homens os renegam às vezes), esse livro mostra bem isso.

[Sobre "A Pirâmide B"]

por Cristina Sampaio
29/6/2007 às
10h04 201.50.140.250
(+) Cristina Sampaio no Digestivo...
 
O Afeto que Guga encerra
Oi, Guga, gostaria de ver vc escrever sobre O Afeto que se encerra, essa autobiografia precoce do Francis. Penso que o mais difícil em Francis é ligar o que ele foi com o que ele se tornou, unindo as fases e vendo o que esse texto diz para a atualidade, onde ele realmente deitaria e rolaria, pois um de seus esportes preferidos, mesmo quando ainda "de esquerda" era escarnecer da esquerda, vide texto sobre Jango em Opinião Pessoal em 1966.

[Sobre "A Pirâmide B"]

por Lúcio Júnior
http://wwwpenetralia.blogspot.com
28/6/2007 às
14h03 200.97.92.133
(+) Lúcio Júnior no Digestivo...
 
o jornalista Bruno Garschagen
Senhor Garschagen (gosto deste sobrenome. Não é meio judeu?, nada contra por favor, inclusive gosto dos rituais religiosos dos judeus). Bem, fiquei muito satisfeito com sua última correspondência. Mas o fundamental é que estou tomando conhecimento da sua literatura, e como estamos gostando (estamos porque os amigos estão lendo e gostando, e discutindo, o jornalista Bruno Garschagen - e como tem artigos por todos os lados, leio o blog, o digestivo e outros). O que me encanta é sua ironia e humor - fundamentais na boa literatura). Sou professor de história e geografia - porque não havia opção as fiz, mas na realidade meu gosto é literatura, jornalismo, filosofia. Do que mais gosto? Os clássicos, li D. Quixote, Crime e cstigo e tantos outros. Marguerite Yourcenar li tudo, é muito elegante (literatura elegante, bem formada - temas nobres e bem desenvolvidos como "Memorias de Adriano", Thomas Mann, li - 2 vezes A Montanha Mágica - acredita?

[Sobre "O romance da desilusão"]

por luizf delellis
28/6/2007 às
13h30 200.180.154.71
(+) luizf delellis no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Cristo espera por ti
Waldo Vieira
Ide
(2014)



Relação de Emprego e Direito do Trabalho
Roberta Dantas de Mello
Ltr
(2015)



A Voz do Padre Pio - Encadernação desses anos 1983 a 1991
Convento dos Padres Capuchinhos
Leone
(1883)



Livro de Bolso Religião Presença de Luz
Francisco Cândido Xavier
Geem
(2008)



Tudo pode ser Curado o Sistema do Corpo Espelho
Martin Brofman
Ground
(1999)



Auditoria e Controle Interno na Administração Pública
Domingos Poubel de Castro
Atlas
(2008)



100 Ideias para o Ensino de Idiomas
Nia Griffith
Sbs
(2010)



A Simetria Oculta do Amor - por Que o Amor Faz os Relacionamentos ...
Bert Hellinger
Cultrix
(2006)



Ulisses
James Joyce
Abril Cultural
(1980)



Rah, o Mensageiro do Setimo Raio - Entre Linhas
Luci Guimarães Watanabe
Atual
(2007)





busca | avançada
114 mil/dia
2,4 milhões/mês