NÃO DÁ PRA ENTENDER | wer__

busca | avançada
34352 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Sexta-feira, 12/4/2002
Comentários
Leitores


NÃO DÁ PRA ENTENDER
É interessante que para o Sr. jacques não se pode pensar diferente dele sem odiar Israel e ser um anti-semita recalcado que resolveu sair do armario.Criticar Israel é um dever humanitario, um dever moral e um dever intelectual.O que não significa ser incondicionalmente pró-palestino mas entender suas frustracões e desalento.Admitir que a condicão de Israel é muitissimo mais confortavél, e, sobretudo, nao entender por que Daniela Sandler dedica um artigo inteiro para falar das vicissitudes de Israel, um pais forte e bem relacionado, quando é patente que se há alguem em situacao periclitante são os palestinos que um belo dia podem acordar com um trator em sua porta apenas porque alguem resolveu que seria um bom lugar para um kibutz, ou, se mandarem sua filha a escola ela pode morrer despedaçada na rua por um missil cirurgico endereçado a algum carro proximo por que o tal carro conduz um terrorista.

[Sobre "Nas garras do Iluminismo fácil "]

por wer__
12/4/2002 às
16h05 200.128.28.7
(+) wer__ no Digestivo...
 
Não às Leis do Menor Esforço
Caro Rafael Azevedo, tenho o prazer de conhecê-lo neste DG. Seu artigo sobre "O Injustificável" é um monumento de equilíbrio, bom-senso e coragem. Quanto às suas demais notas na seção de rodapé, tambem nenhum reparo. Pois, há muito, que o adjetivo "humano" no mundo vem sendo corrompido ou, melhor, substituído espetacularmente pelos analfabetos do verdadeiro Humanismo, por outro adjetivo, o "mundano". Luto para não vir a crer que o fim do mundo, cozinhado em banho-maria, já não seja esse processo autofágico do gênero humano, que tanta questão faz de se autodestruir. Por vias das dúvidas, ainda creio, luto e trabalho, por mim, pelos que nos rodeiam e pelas próximas gerações. Sabendo, enfim, que qualquer mau placar pode virar, se o jogo Humano ainda não encerrou.

[Sobre "O injustificável"]

por JOSÉ PEREIRA
12/4/2002 às
16h07 200.161.189.81
(+) JOSÉ PEREIRA no Digestivo...
 
O injustificável
Obrigado a todos pela leitura, e pelos comentários. Raphael, antes de tudo não sou judeu, e muito menos não apóio massacre nenhum - acho Sharon um canalha, com muito sangue de inocentes nas mÃos - mas repudio veementemente a parcialidade da mídia mundial, que trata os palestinos como vítimas inocentes, "cordeirinhos indefesos". Se estão nesta situação, foi porque seus líderes, entre eles Arafat, escolheram o caminho do terrorismo e do ódio, em vez da paz. Quanto aos judeus terem "tomado a terra de um povo", sugiro o mesmo livro que já recomendei em minha última coluna, From Time Immemorial, de Joan Peters, que põe por terra (com provas documentadas) esse mito de que os palestinos teriam sido expulsos pelos israelenses. Muito pelo contrário, foram eles mesmos(sendo que estavam em muito menor número do que apregoam) que resolveram sair por conta própria, negando-se a conviver pacificamente com os judeus e foram pedir aos vizinhos árabes para massacrar os "invasores" e "empurrá-los para o mar". A propósito, dizer que os judeus "não agem num total em comum" é puro anti-semitismo, expresso da maneira mais eufemística que já pude ler; é terrível constatar que ainda existam pessoas que vilanizam e alimentam preconceitos em relação a este povo tão perseguido e injustiçado. Rogério, você insinua com aquelas aspas que Fernando Henrique não foi eleito democraticamente... pode provar isso? Falar é muito fácil. Não sou contra que se diga "fora presidente", aliás, defenderei, como Voltaire, até a morte o seu direito de se expressar; e a democracia permite que de quatro em quatro anos, se este presidente não agrada a população, ele seja trocado por outro. Agora é inadmissível que pessoas disputando o mesmo cargo aviltem-no publicamente, incitando a população de tal maneira a achar que ele está no poder de modo ilegal e tem que ser "removido" de lá o mais rápido possível - que é o que se pode compreender dos absurdos discursos esquerdistas que critiquei. Quanto às picuinhas semânticas (Nações não proibem nada, pessoas proíbem, governantes não devem proibir slogans etc), no comments. Como disse o Louis Armstrong, explicando a uma dama da sociedade o que era jazz - if you don't know, I can't tell you, ma'am! Abraços, Rafael.

[Sobre "O injustificável"]

por Rafael Azevedo
12/4/2002 às
14h58 200.152.84.54
(+) Rafael Azevedo no Digestivo...
 
JA ESTAVA NA HORA
Cara Daniela você nao concorda mas ja estava na hora de alguem revelar alguma parcialidade a favor dos palestinos.Se houve algum povo humilhado,escorraçado, espoliado esmagado ante poderes muito maiores, se houveram vozes caladas, gemidos sufocados, destinos perdidos neste seculo que findou essas vozes esses destinos esse povo e o povo palestino.É engraçado voce falar de complô mundial contra Israel um povo que sempre contou com o apoio do ocidente.É curioso voce questionar os papeis de vitima e de vilao como maniqueismo simplista, maniqueismo ou nao os israelences tem tanques,tratores para demolir casas, um eficiente e inescrupuloso serviço secreto,aviões e helicopteros,e mais importante,sao amigos de Roma e de Cesar.Os americanos podem aprovar uma resolução aqui,pressionar Sharon ali mais são e continuarao a ser aliados de israel façca este o que fizer.Em suma, contrariando a sua versão da historia se há alguem desamparado, sem futuro e esperança é povo palestino.

[Sobre "Nas garras do Iluminismo fácil "]

por wer
12/4/2002 às
14h33 200.128.28.7
(+) wer no Digestivo...
 
notícia errone@!!!
Rafael Azevedo e Heitor de Paola É muito triste ver que vocês, como outros judeus (maioria), apóiam esse massacre. A violência não justifica um ato de violência. A história está ai, os romanos expulsaram todos de Jerusalem poucas decadas depois de Cristo (60 dC aprox), foram judeus, cristãos, palestinos... E os palestinos ficaram sem opção de ir para outro lugar, mesmo este sendo um deserto sem condições. Os judeus espalhados e não aceitos pela sua forma de não agir num total em comum, não foram bem aceitos... Tomaram Israel, apenas para ter uma terra que era frágil, pois na Europa não conseguiram isso, mas tomaram de um povo e criaram suas regras a seu favor... e assim vem o conflito....

[Sobre "O injustificável"]

por Raphael Boaventura
12/4/2002 às
14h46 200.221.28.204
(+) Raphael Boaventura no Digestivo...
 
Um aliado novo!
A melhor coisa depois de se conhecer um amigo novo é ver um adversário tornar-se um amigo! Talvez o segundo seja ainda melhor que o primeiro! Mas o mais importante é que o exército de meu caríssimo general (ou será meu caro generalíssimo?)fica cada dia mais forte, principalmente com a adesão de um guerreiro como esse! Beijos aos dois, da Sue P.S.: Esta varanda está ficando cheia, vai acabar virando uma festa! Vou providenciar os quitutes...

[Sobre "Na varanda"]

por Assunção Medeiros
12/4/2002 às
14h31 200.184.36.115
(+) Assunção Medeiros no Digestivo...
 
Sincera e respeitosamente:saia
Êpa! Peraê! Acho que comunistas e nazistas têm muito em comum, inclusive um acentuado aleijão moral. Mas eu quero ter o direito de dizer, quando achar necessário, "Fora presidente!". Quero ter o direito de dizer isso a qualquer um que lá esteja. O colunista fala sobre um "slogan que seria proibido por qualquer nação que deseja ser levada minimamente a sério". Nações não proibem nada, são abstrações. Pessoas proibem. E proibir slogans não é coisa com que governantes deveriam se preocupar. Desejar que o governante saia (e poder expressar isso abertamente) não é necessariamente um atentado contra a autoridade. Pode ser um ato contra a tirania. E nenhum governante assume sua tirania, né? Principalmente aqueles que foram eleitos "democraticamente". Rogério http://pradomacedo.blogspot.com

[Sobre "O injustificável"]

por Rogério Prado
12/4/2002 às
13h03 200.194.102.154
(+) Rogério Prado no Digestivo...
 
O Injustificável
Meu caro Rafael Vou comentar seu artigo depois. Mas você está atrasado: novo atentado com no mínimo 5 mortos e 90 feridos no Mahane Yehuda Open Market, em Jerusalem. Uma homicida-bomba, com barriga de grávida (de bombas), justo na hora do maior movimento, quando os retardatários faziam as últimas compras para o Shabbath. Parece que o Powell estava por perto e possivelmente viu. Tomara! Torçamos para que ele acabe de vez com estes papos de uma única via: o Arafat deve estar 'rouco de tanto ouvir' como dizia o Tancredo (ou outro mineiro, sei lá). Minha opinião difere da do Heraldo Vasconcellos, como pode ser visto por meu artigo publicado aí. O que é que se espera ainda de um diálogo em que só um fala? Heitor De Paola

[Sobre "O injustificável"]

por Heitor De Paola
12/4/2002 às
12h56 200.255.208.97
(+) Heitor De Paola no Digestivo...
 
O que não é a arte?
Se o que se vê nas bienais de arte moderna é arte, então gostaria de perguntar a algum artista que lá expõe: o que não é arte? Dependendo da resposta eu decidiria se enviaria ou não aos responsáveis por aquilo tudo uma de minhas instalações efêmeras. Rogério (http://pradomacedo.blogspot.com)

[Sobre "bbb"]

por Rogério Prado
12/4/2002 às
12h45 200.194.102.154
(+) Rogério Prado no Digestivo...
 
sentido!
Recruta Sue! Farei sentinela ao seu lado, enquanto o general Alexandre lê na varanda, ok? Se não posso vencer meus inimigos, devo me juntar a eles, certo? General, esse seu texto, pra variar, está muito bom. Aceite os meus mais sinceros cumprimentos. Abraços (e um beijo pra você, Sue), Fabio.

[Sobre "Na varanda"]

por Fabio
12/4/2002 às
11h49 200.183.94.214
(+) Fabio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




SUPERINTERESSANTE 216 QUANDO A VIDA COMEÇA?
VÁRIOS AUTORES
ABRIL
(2005)
R$ 6,90



AS NOTÍCIAS + MALUCAS DO BRASIL
ALESSANDRO BENDER
PARIS EDITORIAL
(2005)
R$ 8,00



PSICOLOGIA
A PSICOPEDAGOGIA
DOM QUIXOTE
(1992)
R$ 47,88



SIMAO, O MAGO
JEAN CLAUDE CARRIERE
SICILIANO
R$ 10,00



URBANIZAÇÃO E SUBDESENVOLVIMENTO
VARIOS
ZAHAR EDITORES
(1969)
R$ 9,80



A PERFEITA MULHER CASADA
LUIS DE LEÓN
ESCALA
R$ 5,00



FEITIÇO MORTAL
RUTH RENDELL
BEST SELLER
R$ 10,00



DICTIONNAIRE DE LA PRÉHISTOIRE
MICHEL BRÉZILLON
LIBRAIRIE LAROUSSE
(1969)
R$ 35,82



ENTRE TODOS OS HOMENS - 4ª
FREI BETTO
ATICA
(1998)
R$ 10,00



O PLANO INFINITO
ISABEL ALLENDE
BERTRAND BRASIL
(2013)
R$ 48,00





busca | avançada
34352 visitas/dia
1,4 milhão/mês