Comentários de Assunção Medeiros | Digestivo Cultural

busca | avançada
105 mil/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Novo livro de Nélio Silzantov, semifinalista do Jabuti de 2023, aborda geração nos anos 90
>>> PinForPeace realiza visita à Exposição “A Tragédia do Holocausto”
>>> ESTREIA ESPETÁCULO INFANTIL INSPIRADO NA TRAGÉDIA DE 31 DE JANEIRO DE 2022
>>> Documentário 'O Sal da Lagoa' estreia no Prime Box Brazil
>>> Mundo Suassuna viaja pelo sertão encantado do grande escritor brasileiro
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
Últimos Posts
>>> Salve Jorge
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Feliz Natal, Charlie Brown!
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
>>> Marketing de cabras
>>> Simplesmente tive sorte
>>> Sete tecnologias que marcaram meu 2006
>>> Maria Helena
>>> Sombras
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo II
>>> Perfil (& Entrevista)
Mais Recentes
>>> Preacher O Cavaleiro Altivo de Garth Ennis pela Pixel Media (2007)
>>> Planetary LJA - Terra Oculta de Warren Ellis, Jerry Ordway pela Pixel (2002)
>>> Gritos e Sussurros de Ingmar Bergman pela Nórdica (1977)
>>> Funções da Linguagem de Samira Chalhub pela Ática (2003)
>>> História do Brasil de Murilo Mendes pela Nova Fronteira (1990)
>>> Antologia Poética - 52ª edição de Carlos Drummond de Andrade pela Record (2003)
>>> Enclausurado de Ian McEwan pela Companhia das Letras (2016)
>>> Antonio Candido de O observador literário pela Ouro sobre azul (2004)
>>> O Caminho do Louco de Alex Mandarino pela Avec (2016)
>>> Ubu-Rei de Alfred Jarry pela Max Limonad (1986)
>>> Anjos e Demônios de Dan Brown pela Sextante (2004)
>>> Meus Fantasmas Dançam no Silêncio de Nádia Camuça pela Independente (2021)
>>> Nova York 2140 de Kim Stanley Robinson pela Planeta (2019)
>>> Pêcher d`Islande de Pierre Loti pela folio classique (1988)
>>> Jogo Duro de Lia Zatz pela Dimensão (2004)
>>> Monstro do Pântano nº 10 de Alan Moore e John Totleben pela Abril Jovem (1990)
>>> Henri Cartier-Bresson de Henri Cartier-Bresson pela Lunwerg - Photo Poche (2006)
>>> O que fazer? Falando de convivência de Liliana Iacocca e Michele Iacocca pela Ática (2006)
>>> O Natal de Poirot de Agatha Christie pela Nova Fronteira (2009)
>>> Superboy nº 1 de Karl Kesel e Tom Grummet pela Abril (1994)
>>> Os Filhos da Meia-Noite de Salman Rushdie pela Companhia das Letras (2006)
>>> A Cizânia de Uderzo e Goscinny pela Cedibra (1974)
>>> O cavaleiro inexistente de Italo Calvino pela Companhia de bolso (2005)
>>> Imagen de Madrid de José del Corral pela El Pais Aguilar (1990)
>>> João das Fábulas nº 1 de Bill Willingham e Matthew Sturges pela Panini (2006)
COMENTÁRIOS >>> Comentadores

Segunda-feira, 30/9/2002
Comentários
Assunção Medeiros

Senhor Flavio, o Sr. está bem?
O Senhor Flávio parece que caiu de paraquedas de outro planeta... 1. De qual mesmice o senhor me acusa, e onde a descobriu? 2. O texto que fala que os japoneses são loucos infelizmente não é meu, é do Senhor Alexandre Soares Silva, e é um texto brilhante; 3. Que tem o Wittgenstein a ver com futebol, além do hilário jogo entre filósofos gregos e alemães encenado pelo Monty Pithon? 4. Você não tem mais nada de útil para fazer que ler um texto escrito para uma copa do mundo que já veio e já foi? Tem muitos outros textos mais interessantes no Digestivo, e mais pertinentes; 5. Se você é uma destas pessoas obssessivas, que fica lutando com sombras dos outros enquanto estes vivem suas vidas sem sequer perceber sua batalha, talvez você se divirta mais no blog Carneiro Preto:
[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
30/9/2002 às
20h34 200.184.32.16
 
Well done!
Eduardo, meu caro alter ego, você está de parabéns! Eu mesma não faria melhor! Epa! E agora? Fui eu que fiz? Essa coisa de dupla identidade ainda me deixa lelé da cuca! De qualquer forma, está muito bom! Beijos da Sue

[Sobre "Em busca da pureza perdida"]

por Assunção Medeiros
11/6/2002 à
00h52 200.184.36.199
 
Combinado!
A vantagem de se ter uma sala de estar virtual é que cada um come o que quer, e faz o que tem vontade. Coma sua bruscheta, Alexandre, e o Evandro o seu filé. Por falar nisso Evandor, uma proposta: eu te acompanho ao seu jogo no Maracanã, e depois você vai comigo ao cinema ver o filme novo da Meg Ryan. Topas? :o) Cada um com a sua alegria. Beijos da Sue

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
11/6/2002 à
00h28 200.184.36.199
 
Lindo!
Ah, meu amigo, faz isso não, senão eu choro... seu texto está lindo demais! É sempre isso que eu digo, o mundo acontece entre o eu e o tu, nesse espaço entre o "fale" e o "já falei". O que aconteceu na Praça da Paz celestial foi que o homem na frente do tanque "falou" ao homem que dirigia aquele tanque, um a um, e o homem escutou. Maravilha das maravilhas, ainda podemos escutar uns aos outros, se nos olharmos a todos como indivíduos. Obrigada pelo presente que este texto é. Beijos da Sue

[Sobre "O homem da paz celestial"]

por Assunção Medeiros
10/6/2002 às
09h01 200.184.36.253
 
A pluma da mosqueteira
Querido Evandro, obrigada pelas palavras. Eu espero poder um dia morrer como morreu Cyrano de Bergerac, no maravilhoso livro de Edmond Ronstand, dizendo (tenho a versão em inglês): "Yes, all my laurels you have riven away / And all my roses; yet, in spite of you,/ There is one crown I bear away with me. / And to-night, when I enter before God, / My salute shall sweep all the stars away / from the Blue threshold! One thing without stain,/ Unspotted from the world, in spite of doom / Mine own! - / And that is... / My white plume...". Traduzindo grosso modo, para aqueles que não falam inglês: "Sim, todos os meu louros foram tomados por vós / E todas as minhas rosas; no entanto, apesar de vós, / Há uma coroa que levo comigo, / E hoje à noite, quando me puser diante de Deus / Minha saudação espantará todas as estrelas / Do umbral azul! A única coisa sem mácula / Sem as manchas do mundo, apesar de minha sina / Toda minha! - / E esta coisa é... / Minha pluma branca..." Beijos da Sue

[Sobre "A Guerra contra a Chatice"]

por Assunção Medeiros
9/6/2002 às
22h41 200.184.36.117
 
Almoço de domingo
É verdade! É domingo... dia de se fazer uma comidinha mais especial. Senta então, Alexandre, deixa os pepinos de lado um pouco que eu vou buscar o presunto de Parma e um pão italiano. Aqui já tem um pratinho de muzzarela de búfala fatiada, temperada com azeite e orégano. Enquanto você belisca, deite-se naquela rede bem ali, que eu vou terminar de fazer o talharim ao pesto. Gosta de um tinto encorpado? Trago já, já... Beijos da Sue.

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
9/6/2002 às
16h17 200.184.37.212
 
Ao vencedor, os pepinos!
Caro Alexandre (Ramos), eis o seu prato de fatias de pepino... Eu cortei igualzinho eles fazem nos restaurantes japoneses... o sal, não coloquei, porque às vezes exagero no sal. :o) Enfim, aqui estão os pepinos e o saleiro, divirta-se! (Também trouxe o azeite e o limão, just in case)Enquanto você come, acho que preciso explicar melhor minha posição: eu sou do mesmo tipo de torcedora que você, e devo torcer com o mesmo entusiasmo. Não acho que a população deva ser privada de suas alegrias, pequenas ou grandes. Senti horrores quando o Senna morreu, e fiquei indignada com o Barrichelo, pelo que fez. Tudo bem passional à italiana, honrando o sangue que tenho. Nada tenho contra o Big Brother. Entretanto, eu não gosto de ver que a alegria de um povo é usada para o adormecimento de sua consciência. Não suporto o controle estatal na vida dos indivíduos. Justamente por pensar que a vida e a sociedade só acontecem entre o eu e o tu, diretamente, que não acredito em coisas como a Campanha do Betinho contra a Fome e essa exacerbação da torcida futebolística patrocinada pela Rede Globo,pois este tipo de ação institucional nunca é o que aparenta. Era a este pão e circo que me referia, ao original, à estratégia dos Césares para a dominação. Já tem pepinos o suficiente? ;o) Beijos da Sue.

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
9/6/2002 às
09h39 200.184.36.11
 
Que bom!
Evandro, quer dizer então que você vai ficar aqui comigo, descascando pepinos? Que bom, pegue aquela faca ali na gaveta de cima e sente-se ao meu lado, e continuemos a falar do estado de dormência da consciência nacional. Porquê será que as pessoas não acordam? Alexandre (Ramos), você está tão caladinho aí no canto... Você acredita mesmo nessa filosofia de pão e circo? Fala um pouco mais... Vamos, meninos, mandem mais pepinos! Beijos da Sue

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
8/6/2002 às
18h01 200.184.36.235
 
Melhorar
Ah, meu general,quantas vezes ri e me enterneci e gargalhei com seus textos... como são leves e saborosos, como um suflê... Os meus às vezes me pesam como uma feijoada completa. Gostaria de sua serenidade (já disseram por aqui que não possuo tal coisa), de sua graça, de sua leveza. Mas acho que vou ter de continuar sendo "the old battlewagon"... Beijo da Sue.

[Sobre "A Guerra contra a Chatice"]

por Assunção Medeiros
8/6/2002 à
01h47 200.184.36.168
 
Que mais?
Ué... não é isso que os meninos procuram num especial sobre a Copa do Mundo de Futebol? Falar de futebol? Se não for, fiquem por aqui comigo, e falaremos de todo o resto... usando o furtebol como desculpa... :o)) Beijos da Sue

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
8/6/2002 à
01h42 200.184.36.168
 
Obrigada aos três
Aos três meninos, muito obrigada pela visita, mas eu temo que para vocês seria muito mais interessante ir para um Fórum que discuta táticas de jogo, armações, técnica e aquela coisa toda que eu infelizmente não posso prover, tendo apenas conhecimento básico das regras do futebol. Para falar a verdade, até que para uma mocinha eu sei bastante, sei a diferença entre um tiro de meta e um escanteio! A maioria das moças que eu conheço não sabem isso não. Mas é muito pouco para os milhares de técnicos que visitarão este site em busca de conversas mais elevadas. Obrigada pela companhia. Beijos da Sue.

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
7/6/2002 às
16h08 200.184.36.108
 
Haja faca!
Moço, o senhor agora me trouxe um pepino do tamanho de uma melancia!! Não era só disso que eu estava falando, mas é disso também. Todas as pessoas que não estão dormindo - dos dois lados - sabem bem direitinho que nada acabou. O problema maior é como vai ficar. E enquanto isso, o país dorme e sonha com o futebol... Tomara que o sonho seja bom, com final feliz. Estamos precisando de alegrias. E de gols contra dso adversários! Com certeza! Beijos da Sue.

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
7/6/2002 às
16h02 200.184.36.108
 
Nunca mais
Alexandre, seu danado! Eu nunca mais vou poder olhar a barriga de uma mulher grávida sem soltar uma gargalhada! Você é um menino muito mau... Mais um texto brilhante. Parabéns, você venceu mais uma batalha contra a chatice. Quisera ser como você... Beijos da Sue

[Sobre "A Guerra contra a Chatice"]

por Assunção Medeiros
7/6/2002 às
13h08 200.184.36.108
 
OI, General!
General Soares! Eu nunca neguei que torço pelo Brasil nesta Copa! Nossa, sou uma manteiga derretida, sempre choro na hora que tocam o Hino Nacional. Minha semi-bronca é o contrário disto, é achar que os próprios jogadores é que não estão nem aí... Queria torcer por guerreiros melhores, that's all... Beijos da Sue

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
7/6/2002 às
03h06 200.184.36.58
 
O dinheiro é meu...
... então reservo meu direito de não jogá-lo ao vento, e sim investir em coisas maiores, como na alegria de pagar um lanchão a uma criança de rua, ou de comprar uma bola para um craquinho da favela. Ou em livros para um adulto carente deles. NÃO DOU dinheiro na rua. Mas procuro dar de mim. Tempo, esforço, amor e atenção. Paro e converso com todos. Sempre fiz isso. Sabe que sempre aprendi muito? Uma vez encontrei um mendigo que falava CINCO idiomas. Era um andarilho e falou comigo em inglês e português. Essa época é um barato falar de futebol com eles. Pensa só, Ramos, se não é mais humano parar e olhar, falar e tocar, rir junto, que jogar ao largo uma moeda de um real? Beijos da Sue

[Sobre "O Primeiro Jogo"]

por Assunção Medeiros
7/6/2002 às
02h57 200.184.36.58
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Revista High February 1972
Bilboard Publications
Bilboard Publication
(1972)



Frankenstein
Mary Shelley; Laura Bacellar
Scipione
(2004)



A Ladeira da Saudade
Ganymédes José
Moderna



Coleção 10 Livros Presente Para Crianças O Pequeno Príncipe + O Menino Maluquinho + Ilíada + A Batalha dos Monstros e das Fadas
Antoine De Saint-Exupery; Ziraldo; Homero
Harpercollins; Melhoramentos; Salamandra
(2018)



Senhora
José De Alencar
Scipione
(2003)



Pelo Caminho do Guerreiro
Ana Catan
Saraiva
(1993)



Adoraveis Bandidos: um Retrato do Brasil na era Sarney
Palmério Dória
Geração
(2009)



Fisiologia Animal
Knut Schmidt-nielsen
Edgard Blucher
(1972)



Livro Literatura Brasileira O Ateneu Ler é Aprender 15
Raul Pompéia
Klick



Rock Band: Songs From Mtv's Hit Video Game
Hal Leonard Corp.
Hal Leonard
(2008)





busca | avançada
105 mil/dia
2,0 milhão/mês