Vergonha de ser publicitário | Ricardo Silveira

busca | avançada
82307 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Integridade Garantida, peça de Alberto Santoz sobre violência urbana, estreia no Cacilda Becker
>>> Stela Nesrine é protagonista do novo episódio de 12 Histórias no canal do Festival das Marias
>>> CONTOS DE AXÉ - 18 histórias inspiradas nos arquétipos dos orixás
>>> Feriado em família no Shopping Granja
>>> Casa Flutuar apresenta agenda cultural com grandes nomes da música eletrônica brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
Últimos Posts
>>> Mundo Brasil
>>> Anônimos
>>> Eu tu eles
>>> Brasileira muda paisagens de Veneza com exposição
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Entrevista com Miguel Sanches Neto
>>> De volta às férias I
>>> Píramo e Tisbe
>>> A Última Ceia de Leonardo da Vinci
>>> O Desprezo de Alberto Moravia e Jean-Luc Godard
>>> Cuba E O Direito de Amar (2)
>>> A Velhice
>>> I know you
>>> Vanguarda e Ditadura Militar
>>> Na Campus Party 2009 II
Mais Recentes
>>> Almanaque de harry potter e outros bruxos de Ana Paula Corradini pela Panda Books (2003)
>>> Macbeth - Versão de Bolso de William Shakespeare pela L&pm (2000)
>>> O mundo mágico de harry potter de David Colbert pela Sextante (2001)
>>> Livro de cabeceira do homem ano 1, volume 1 de Carlos Heitor Cony e outros pela Civilizaçao Brasileira (1966)
>>> Ágape de Padre Marcelo Rossi pela Globo (2010)
>>> Zona Franca de Francesco Forgione pela Bertrand Brasil (2015)
>>> Gesundheit de Knapp, Dieter pela Haug (1986)
>>> An untold story: the Roosevelts of Hyde Park de Elliott Roosevelt e James Brough pela Dell (1973)
>>> Mídia e Política na América Latina de Carolina Matos pela Civilização Brasileira (2013)
>>> No Outono da Vida de Mauro Tadeu Berni pela Não Consta
>>> Robopocalipse de Daniel H. Wilson pela Record (2017)
>>> Mona Lisa - a Mulher por Trás do Quadro de Dianne Hales pela José Olympio (2018)
>>> A Tapeçaria de Henry H. Neff pela Prumo (2009)
>>> H Stern - a História do Homem e da Empresa de Consuelo Dieguez pela Record (2015)
>>> Manual para o exame psicológico da criança de René Zazzo pela Mestre Jou (1968)
>>> Guerreiro Sagrado de Angus Donald pela Record (2015)
>>> Dictator de Robert Harris pela Record (2017)
>>> Magia ou loucura de Justine Larbalestier pela Galera Record (2007)
>>> O Fim da Infância de Arthur C. Clarke pela Circulo do Livro (1965)
>>> Quem Samba Tem Alegria de Gonçalo Silva Junior pela Civilização Brasileira (2014)
>>> O teste do desenho como instrumento de diagnóstico da personalidade de Dinah Martins de Souza Campos pela Vozes (1969)
>>> O Poder do Agora de Eckhart Tolle pela Sextante (2008)
>>> O herdeiro guerreiro de Cinda Williams Chima pela Farol Literário (2008)
>>> O Mago das Mentiras de Diana Henriques pela Record (2017)
>>> A pirâmide vermelha de Rick Riordan pela Intrínseca (2010)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 31/3/2008
Comentários
Leitores


Vergonha de ser publicitário
Muito bom, Ana Elisa. Mas muito triste também. Sabe, eu morro de vergonha de dizer que sou publicitário, quando falo com algum outro poeta. É um universo do qual não me orgulho, onde redatores com boa assessoria de imprensa conseguem comprar os melhores apartamentos da Vila Madalena, diretores de arte com mais amigos nos júris de festivais conseguem mais prêmios e prestígio, onde você é obrigado a ir a festas, fazer amigos e influenciar pessoas pra se dar bem. Mas, tudo bem, quando eu chego em casa, pego um bloquinho de papel e escrevo alguma coisa. Qualquer coisa. Isso é um alívio.

[Sobre "Introdução à lógica do talento literário"]

por Ricardo Silveira
http://poesiafora.blogspot.com
31/3/2008 às
16h40 200.184.161.122
(+) Ricardo Silveira no Digestivo...
 
Onde não existiam heróis
Não podemos negar que, aqui, Brad Pitt conseguiu fugir um pouco do papel de mocinho bonito e fez um bom trabalho. Podemos adivinhar em seu olhar o sofrimento daquele homem. O que não se pode dizer, no entanto, é que o filme é uma "crônica do grande homem". Todos sabem que Jesse James vive, sim, no imaginário de muitos e é uma lenda. Porém, ele foi apenas um jovem atropelado pela vida que escolheu o caminho da revolta e se perdeu. Era um psicopata, um homem atormentado, e aí sim o filme tem sua importância, ao mostrar a luta de um homem que enxerga a sua loucura e não pode mais voltar atrás. Uma outra verdade mostrada no filme é que, no "Velho Oeste", não existiam heróis... Era um tempo, infelizmente, não muito diferente dos dias atuais (hoje, existem mais máscaras), homens comuns eram vítimas de gananciosos e covardes, todos buscando um lugar ao sol. Imperava a lei do olho por olho... É um bom filme, com algumas escolhas erradas, o que o deixou um pouco lento, poderia ser melhor...

[Sobre "O assassinato de Jesse James pelo covarde Robert Ford"]

por Ethel Joyce Borges
http://etheljborges.blogspot.com/
31/3/2008 às
11h11 201.68.31.217
(+) Ethel Joyce Borges no Digestivo...
 
DM: a favor do contra, de novo
Realmente, o entrevistador foi competente e elegante, ao contrário de DM, que me pareceu debochado e grosseiro, com a mesma obsessão de sempre: continuar sendo "a favor do contra".

[Sobre "Diogo Mainardi"]

por Sônia Marise
31/3/2008 às
09h02 189.63.52.68
(+) Sônia Marise no Digestivo...
 
O olhar amoroso de Orhan Pamuk
Generosa citação do livro de Orhan Pamuk: taí um escritor que quero muito conhecer melhor. Um abraço da amiga que anda sempre por aqui pescando o que há de melhor ;-))

[Sobre "Escrever: voltar-se pra dentro"]

por Gisele Lemper
30/3/2008 às
18h03 200.175.183.119
(+) Gisele Lemper no Digestivo...
 
Quintana, um homem brilhante
Nada mais digestivo (e alimentador!) que frases inteligentes... Enciclopédias são escritas e mentes brilhantes (como Mário Quintana) sintetizam-nas em uma frase...

[Sobre "Frases de Mario Quintana"]

por Guto Maia
http://www.doisdobrasil.com
30/3/2008 às
09h15 189.78.110.80
(+) Guto Maia no Digestivo...
 
Ateísmo: uma fé?
Ser ateu (e eu escrevo com letra minúscula) implica num elevado nível de fé. O bacana de ser cético é que muitos se esquecem que o ceticismo está estabelecido sobre o principio da verificabilidade empírica, que em si mesmo não é verdadeiro por definição, nem pode ser verificado empiricamente. Logo, o cético não é cético quanto ao ceticismo. Voltando ao ateísmo, trata-se da resultante de muitos fatores tais como humanismo, ceticismo, iluminismo e, o melhor de todos, o quarto elemento, o darwinismo. O ateísmo é uma doutrina religiosa relativamente nova, o termo ateísmo apenas revela que eu não acredito em Deus (que escrevo com letra maiúscula), ou que me oponho ao teísmo. Deus é o ponto de partida para o teísmo e curiosamente Deus também é o ponto de partida para o ateísmo. Não compreendo a fé como diametralmente oposta à razão, pois fé e razão não são excludentes. Toda essa dicotomia é uma evidencia do quanto estamos confusos...

[Sobre "Escrevo deus com letra minúscula"]

por David Soares
29/3/2008 às
10h03 189.13.135.75
(+) David Soares no Digestivo...
 
Estamos emburrecendo
Excelente! Sempre digo que estamos emburrecendo vendo todo esse lixo que passa na TV. Parabéns pelo ponto de vista.

[Sobre "TV digital: melhores imagens e só"]

por Cesar Weber
http://cesarweber.com
29/3/2008 às
08h53 189.95.121.138
(+) Cesar Weber no Digestivo...
 
Considerações e reflexões
Se as religiões são incoerentes em suas atitudes e pregações, não significa que a única opção, neste caso, é a descrença, ou seja, ser ateu. Uma coisa não tem nada a ver com outra. Afirmar que a rigidez da igreja tem levado leitores a se interessarem por escritores ateus é um absurdo. Não é concebível, através de um raciocínio normal, rejeitar a existência de Deus devido a rigidez de uma determinada igreja, assim como seria incoerente aceitar prontamente sua existência por ser uma igreja amistosa e flexível. A outra questão é ser ateu e sofrer pressões. O "drama" de ser um ateu, destacado no artigo, me pareceu um pouco exagerado. Tenho 54 anos, nunca segui nenhuma religião, e minha vida social sempre foi normal. Não acredito em discos voadores e meu melhor amigo é um estudioso do assunto.

[Sobre "A máquina de poder que aprisiona o espírito"]

por Ubirajara G. Bueno
28/3/2008 às
23h33 201.74.40.152
(+) Ubirajara G. Bueno no Digestivo...
 
Autor ou obra: quem é maior?
Amei o texto, mas o título está aquém da narração, você foi muito além, e foi corajoso. Estive na Flap no ano passado e saí exatamente com esta impressão: tem muita gente que, por trabalhar com literatura, se confunde com Deus. Eu concordo que quando criamos personagens, situações e escolhemos o final para cada história, nos tornamos deuses. Mas não nos enganemos: é só uma história, um livro, assim como disse Claude Monet, ao ser interrogado sobre uma mulher que ele pintou ser azul: "Meu caro, você é que é louco, isto não é uma mulher, é só uma pintura." O livro, a literatura, assim como outras expressões artísticas, têm o poder de agir e até interferir na vida dos seres, mas lembremo-nos: isso depende do leitor e quem fez essa interseção foi a obra, e não o autor.

[Sobre "A literatura e seus efeitos"]

por Eliana de Freitas
http://www.elianadefreitas.recantodasletras.com.br
28/3/2008 às
20h09 200.158.237.79
(+) Eliana de Freitas no Digestivo...
 
A história do Mago e do Mestre
Meu camarada Marcelo Dantas, o texto relatando o relacionamento do Mestre Raul Seixas com o Mago Paulo Coelho é de tirar o chapéu... Eu tiro o meu chapéu! Como cantava outrora... Muito preciso nas datas e com uma narrativa íntegra, consegui em poucas linhas da sua escrita vislumbrar a alma desses grandes influênciadores de minha geração. Parabéns pelo magnífico texto. Abraços!

[Sobre "Para entender Paulo Coelho"]

por Clovis Ribeiro
http://www.clubedoscompositores.com.br
28/3/2008 às
19h40 189.33.20.149
(+) Clovis Ribeiro no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Casamento de Fudencia
Dayvton Almeida
Clube de Autores
(2014)



A Águia Pousou
Jack Higgins
Nova Cultural
(1986)



Marketing Conceitos Exercicios Casos
Alexandre L las Casas
Atlas
(1993)



Há Males Que Vêm Para Bem
Alec Guinness
Francisco Alves
(1990)



Stuck with you
Trish Jensen
Love spell
(2001)



Adolescência (Literatura Russa/Memórias)
Máximo Górki
Clube do Livro
(1964)



Mary Anne
Daphne Du Maurier
Mérito



Macromedia Fireworks Mx Gui Prático
Karina de Oliveira Wellington da Silva Rehder
Viena
(2003)



O Milagre da Manhã - o Segredo para Transformar Sua Vida - 1ª Ed.
Hal Elrod & Marcelo Schild ( Tradução )
Best Seller
(2018)



As colinas da ira
Leon Uris
Circulo do Livro
(1955)





busca | avançada
82307 visitas/dia
1,8 milhão/mês