Viva Glauber | Jorge

busca | avançada
60226 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Livro beneficente ensina concurseiros a superar desafios e conquistar sonhos
>>> Cia Triptal celebra a obra de Jorge Andrade no centenário do autor
>>> Sesc Santana apresenta SCinestesia com a Companhia de Danças de Diadema
>>> “É Hora de Arte” realiza oficinas gratuitas de circo, grafite, teatro e dança
>>> MOSTRA DO MAB FAAP GANHA NOVAS OBRAS A PARTIR DE JUNHO
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> As maravilhas do modo avião
>>> A suíte melancólica de Joan Brossa
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Fabio Massari sobre Um Álbum Italiano
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
Últimos Posts
>>> Parei de fumar
>>> Asas de Ícaro
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Mínimas
>>> Ascese, uma instalação do artista Eduardo Faria
>>> Parangolé: anti-obra de Hélio Oiticica
>>> Tom Wolfe
>>> Queen na pandemia
>>> A história do Olist
>>> Kubrick, o iluminado
>>> Mr. Sandman
>>> Unchained by Sophie Burrell
>>> Reflexões na fila
Mais Recentes
>>> Qual é o Seu Lugar no Mundo de Leila Navarro pela Gente (2003)
>>> Fallen de Lauren Kate pela Galera Record (2010)
>>> Homem: o Sexo Frágil de Flávio Gikovate pela Mg (1989)
>>> A Magia do Acaso de Renato Marcondes, Maurício Gutemberg pela Dédalo (2009)
>>> Iniform Commercial Code de Stone pela Bradford Stone
>>> O Presente do Meu Grande Amor: 12 Histórias de Natal de Stephanie Perkins pela Intrinseca (2014)
>>> Candangos Tracos de Brasília de Cezar Britto pela Aracaju (2021)
>>> Entre o Amor e a Guerra de Zibia Gasparetto pela Lucius (1998)
>>> Ética Empresarial na Pratica de Mario Sergio Cunho Alencastro pela Ibpex (2010)
>>> Teto, Sentimento e Pele de Fernando di Primo pela Do Autor (1989)
>>> Liderança do trabalhador cristão de Pe. Urbano Rausch pela Loyola (1973)
>>> Aladdin a História do Filme Que Encanta Gerações de Disney pela Universo dos Livros (2019)
>>> Repertório de Politica Externa: Posições do Brasil de Fundação Alexandre Gusmão pela Fundação Alexandre Gusmão (2007)
>>> O Paulo do Gato a aventura do recém- descasado de Marcus Barros Pinto pela Objetivo (1999)
>>> Organização do Futuro de Peter F Drucker pela Futura (1997)
>>> O Sensacional livro antitedio do Lucas Rangel de Lucas Rangel pela Pararela (2016)
>>> Viajando de 1850 Ate 1900 Tunel do Tempo de Martinez pela Ftd (1997)
>>> Neurophilosophy of Free Will de Henrik Walter; Cynthia Klohr pela Mit Press (2009)
>>> A Conquista do espaço político de Maria Lúcia de Oliveira pela Jornal a Tarde (1983)
>>> Comece Hoje a Dizer - Eu Te Amo de Stephen Arterburn / Carl Dreizler pela Thomas Nelson (2012)
>>> Gestão Dde Hotelaria e Turismo de Reinaldo Dias e Outros pela Pearson (2005)
>>> Zeélia Uma Paixão de Fernando Sabrino pela Record (1991)
>>> Gestão para um Mundo Melhor de Elcio Anibal de Lucca pela Elsevier (2008)
>>> Vincent Van Gogh de Vincent Van Gogh pela Atica (2006)
>>> Florência Diante de Deus de Eliezer Moreira pela Patuá (2015)
COMENTÁRIOS

Sábado, 23/11/2002
Comentários
Leitores


Viva Glauber
My God!!! Eu não acredito que alguém, sinta-se feliz com o lançamento de "Dirty Dancing" em DVD e escreva uma coluna para relembrar seus bons tempos. Com certeza você deve ser fã dos Menudos, e seu hit favorito deve ser do dominó "Tô P. da vida" - seu texto é hilário e custo acreditar que você possa estar escrevendo, ou se expressando sobre um filme tão..boçal, infantil, americanizado e debilóide. Viva Glauber, Welles, Joaquim Pedro de Andrade, etc... Aposto que você deve estar ansiosa pelo lançamento de "lambada - o ritmo quente", quem sabe papai Noel é bonzinho com vc e te traz no dia 25 mais um desses seus clássicos??? Quanto aos comentários dos leitores...sem comentários.

[Sobre "Dirty Dancing - Ritmo Quente"]

por Jorge
23/11/2002 às
04h50 200.153.112.217
(+) Jorge no Digestivo...
 
o Brasil errou feio dessa vez
Julio meus parabens, você foi muito feliz em suas colocações, pois soube descrever muito bem o pensamento do povo brasileiro em relação ao candidato eleito lula. Lula não tem nem experiencia administrativa nem maturidade para assumir o comando de uma nação tão falida quanto a nossa. Na minha opinião seu governo será um desastre. Ele não cumprirá nenhuma de suas promessas, mostrará sua outra face, deixando muitos de seus eleitores decepcionados. Lula não vai salvar o Brasil, pelo contrário nós acabaremos de afundar, pois seus alidos vão se aproveitar de sua santa ignorancia para fazer a festa com o dinheiro público, deixando-nos falidos e miseráveis, como os nossos vizinhos argentinos. Dessa vez o Brasil errou feio e todos nós pagaremos caro por isso.

[Sobre "Lula: sem condições nenhuma*"]

por livia batista rosa
22/11/2002 às
19h14 200.163.5.26
(+) livia batista rosa no Digestivo...
 
oops!
o negocim não faz quebra de linha automaticamente. será que aceita html?
enfim, o comentário, como era para ser originalmente, está em http://amigdala.do.sapo.pt/comment.htm

[Sobre "A teoria do caos"]

por Adrian
22/11/2002 às
19h20 200.221.238.114
(+) Adrian no Digestivo...
 
algumas observações
(ia mandar pelo e-mail, mas não tava indo. Pode apagar depois, se quiser) só algumas observações: quem esbarrou com a teoria do caos estudando modelos metereológicos foi Edward N. Lorenz, e não o Mandelbrot. O sistema de equações em questão, aliás, é o seguinte: (repare como *parece* simples) dx/dt = A(-x +y) dy/dt = rx - y - xz dz/dt = -bz + xy (x, y e z são funções somente de t, e A, r e b são constantes reais positivas) É possível que o velho Mandelbrot tenha aplicado sua matemática em problemas semelhantes (vale a pena pesquisar), mas a teoria dele não começa com estudos de metereologia, como o artigo dá a entender. É "Wiener", não "Weiner" ;) Acho que também precisa ficar mais clara no artigo a parte sobre o Demônio de Laplace. O demônio de Laplace, pode-se dizer, tem duas interpretações - uma "forte", que é a que diz que um demônio, com consciência de todos os dados com total exatidão e das leis que regem um sistema, seria capaz de fazer previsões sobre seu estado, também com total exatidão, em qualquer momento no futuro; e uma "fraca", que diz que um cientista, com conhecimento das condições iniciais com uma pequena margem de erro, seria capaz de fazer previsões, também com uma pequena margem de erro, sobre o futuro do sistema. Apenas a segunda foi questionada, com a dependência sensível das condições iniciais (o tal "efeito borboleta") da solução de alguns sistemas de equações diferenciais. Esta distinção está presente no texto, mas poderia ter ficado mais explícita (vc também deve estar de saco cheio de gente que lê um artigo por alto sobre teoria do caos e sai falando em fim do determinismo, fazendo elogios bobos da desordem etc, e invocando "teoria do caos", "sistemas não-lineares" e outras palavras mágicas para sustentar seja lá que idéia). Abraços, parabéns pelo artigo

[Sobre "A teoria do caos"]

por Adrian
22/11/2002 às
19h11 200.221.238.114
(+) Adrian no Digestivo...
 
Uma alma penada?
Então, o que SOU para os outros na condição de poeta ? Uma alma penada? É isso? Ó maldita tragédia! Golpe certeiro feriu-me as entranhas...

[Sobre "Ausência de espírito: presença de corpo"]

por Diogo
22/11/2002 às
15h11 200.226.185.148
(+) Diogo no Digestivo...
 
O de sempre
Parabéns ao contrário, Alexandre! Você conseguiu despertar a fúria de todos. Até o André Forastieri apareceu. Deve ter vindo tomar umas aulinhas de caos aqui nesse forum, para poder melhor editar sua "Coleção Baderna", pela inacreditável editora Conrad. Mas, sinceramente, não tenho mais paciência para ler tantas mensagens. O Felipe tentou até iniciar um diálogo! Meu Deus, que esperança! Confesso que, ao ler algumas mensagens, senti aquele ímpeto de explicar algumas coisas, mas os argumentos repetiam tão enfadonhamente os hábitos típicos da esquerda (como o de dizer que a direita não consegue se organizar, ou fazer coisas "úteis", ao invés de ficar escrevendo, ou dizer que o comunismo não deu certo por causa do cerco capitalista de que foi vítima), que nem me animei. Mas ao menos uma coisa eu vou dizer: se eu sobrevivesse de polêmicas, como afirmou alguém sobre os "bloguistas", ah... que pobre de espírito eu seria... Não, não, nós bloguistas não sobrevivemos de polêmicas. Nós abrimos nossos blogs e fazemos muitas amizades e descobrimos livros e sites por indicação, e formamos uma corrente de relações de trabalho, lazer e enriquecimento cultural (sim! isto existe!) que dá frutos bastante reais. Enquanto os inteligentes de sempre ficam tentando descobrir o sentido dos blogs, nós já estamos lendo o trigésimo livro, que descobrimos no centésimo blog que lemos. E entre um livro e outro, entre uma amizade e outra, recebemos visitas de levas de imbecis (sempre afetando surpresa e indignação), que sempre vêm em bando a levantar de uma vez os gráficos do Nedstat, e depois se vão como o vento, não sem antes negar que sejam asnos coletivizados. E não acho importante, como alguns, afirmar que não sou adepto de ideologia nenhuma. Quem quiser rotular, que o faça. Isso se chama livre-arbítrio. Já estou naquela de me lixar pra tudo isso. Honestamente, Alexandre, não acho que vale a pena. Ainda assim, apreciei o texto, muito espirituoso, irônico e bem humorado! E das reações que provocou, vejo que daqui a pouco um texto como esse precisará ser antecedido de uma advertência aos estraga-prazeres: "Aviso: este texto não quer ser científico e bem fundamentado". Abraços.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Evandro Ferreira
22/11/2002 às
12h14 200.167.242.77
(+) Evandro Ferreira no Digestivo...
 
Cubismo é criação de Cézanne
Querida Ana:conforme o título, quem inventou o Cubismo foi Céxanne, quando conceituou que podia sintetizar a natureza em três formas geométricas: o cone,a esfera e o cilindro.Picasso pegou o conceito e o aplicou, junto com Braque. A dúvida que divide os experts é: foi Braque o primeiro a aplicar o conceito de Cézanne ou foi Picasso. Quanto ao comentário de "mais honesto", não existe mais ou menos honesto; ou Picasso foi honesto ou não foi. Picasso realmente produziu demais, por isso a qualidade de sua obra é irregular, mas tecnicamente impecável, da mesma forma que Matisse; daí nasceu a rivalidade entre eles, pois ambos queriam ser os continuadores de Cézanne. Não creio que haja nada descartável na obra de Pablo Picasso, suas obras menores são superiores às maiores obras dos demais de sua geração.Lembro que o pai de Picasso,professor de pintura,largou os pincéis,quando viu uma obra do filho; e Picasso tinha apenas doze anos, na ocasião.Aconselho-a a evitar o adjetivo qualificativo "interessante",que usamos quando não sabemos como qualificar. Como dizia um dos meus velhos mestres, interessante é mulher grávida. Beijão Ana. AB

[Sobre "Matisse e Picasso, lado a lado"]

por AlbertoBeuttenmüller
22/11/2002 às
09h24 200.158.28.98
(+) AlbertoBeuttenmüller no Digestivo...
 
Não judie de mim!
Alê, meu amor... Reli todos os comentários e cheguei à conclusão que posso estar me tornando uma pessoa bastante triste, pois do jeito que isso aqui está indo (com tanta gente querendo te matar) posso ficar viúva antes mesmo do casamento! He, he... Pense nisso e tente criar uma discussão mais "leve" a partir do seu próximo texto, Ok?! Um pedido em vão, já que te conheço o suficiente para saber que é mesmo essa polêmica que te diverte... Ainda assim, cuidado! Pois qualquer hora estaremos passeando pelo shopping e um os seus leitores aparecerá com uma barra de ferro para tacar na tua cabeça!!! Então o título do meu próximo livro será: "O Amor Interrompido Pela Esquerda!" Tenha dó... Beijos.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por *Roberta*
22/11/2002 às
09h57 200.148.24.225
(+) *Roberta* no Digestivo...
 
Maravilhoso...
Hoje ao assistir o episódio dos Anos Incriveis não pensei que fosse me tocar tanto e o titulo era "adeus tia Rose"... Eu estáva meio pra baixo e conforme fui assistido fui percebendo que estáva mexendo profundamente comigo, com meus sentimentos e percebi que o "problema" que estáva enfrentando naquele momento era realmente insignificante em meio ao verdadeiro significado que é a "vida"... Me emocionei muito e o meu estado negativo passou pois percebi coisas grandiosas à minha volta... Eu realmente amo essa série e agora que está passando pelo Multishow não perdi nenhum episódio... Na verdade Anos Incriveis marcou muito a minha vida em meados de 94/95 e eu sempre acabo achando que o Kevin e todos os personagens são realmente reais pois eu me identifico muito com eles e muitas coisas que são abordadas eu já passei e continuo passando... Admiro muito a sensibilidade dos autores, direção e tudo mais pois eles possuem uma coisa maravilhosa que é a de "captar" momentos, atitudes, sentimentos que se contradizem e coisas simples do cotidiano e que são na verdade grandiosas...

[Sobre "Anos Incríveis"]

por Margareth
22/11/2002 à
00h51 200.227.237.45
(+) Margareth no Digestivo...
 
de quem estou falando
Discordo. Se Paulo Francis fosse jovem hoje, teria uma coluna na veja e moraria em Veneza. Um doce para quem advinhar de quem estou falando.

[Sobre "Filhos de Francis"]

por Flamarion Daia Júnio
22/11/2002 à
00h09 200.103.45.113
(+) Flamarion Daia Júnio no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Iracema - Nobel
José de Alencar
Nobel
(2009)



Xeque-mate (lacrado)
Malorie Blackman
Galera Record
(2011)



O livro dos Vampiros a enciclopédia dos mortos vivos
J. Gordon Melton
Makron Books
(1995)



O Cavalo da Noite
Hermilo Borba Filho
Círculo do Livro
(1975)



Amantes - Histórias Reais de Sedução, Poder e Ambição
Leigh Eduardo
Civilização Brasileira
(2011)



Escola de inteligência
J. E. Klausnitzer
Ediouro
(1985)



Poluição: A Doença da Terra
Ronaldo Bandeira
Vozes
(1977)



Vovó Conta de Que São Feitas as Coisas
Anna Maria Freire Endler
Livraria da Física
(2007)



A Consciência Religiosa no Homem Moderno. Notas para católicos "engajados"
Luigi Giussani
Companhia Ilimitada
(1988)



Rodamoinhos
Fernanda Oliveira
Imprimatur
(2013)





busca | avançada
60226 visitas/dia
1,8 milhão/mês