meio triste, mas bonito | Paula

busca | avançada
43247 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
COMENTÁRIOS

Quinta-feira, 3/8/2006
Comentários
Leitores


meio triste, mas bonito
Muito bonito. Tem uns momentos meio tristes, mas bonitos.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Paula
3/8/2006 às
19h11 200.100.53.127
(+) Paula no Digestivo...
 
meu amor chama Marcelo
No primeira frase lida, pensei em não continuar: para que ler algo que vai me fazer mais uma vez lembrar um amor perdido? Certamente seu texto não ajuda a esquecer um grande amor. E o mais engraçado é que meu amor chama Marcelo e mora em São Carlos. Definitivamente voce não me ajudou a esquecer um amor. Conhecidências à parte, fica aqui a confirmação de quanto podemos sofrer e fazer outros sofrerem por amor. É loucura!

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por valeria noronha
3/8/2006 às
16h28 201.22.205.233
(+) valeria noronha no Digestivo...
 
depois do Raulzito...
Degustar um texto carregado de sentimento é pra mim, no mínimo, salutar. Faz bem à alma, se é que ela existe. Apesar de na época olhar desconfiado para esse fenômeno "Legião", o Guga descreve como poucos sobre o universo musical. Parabéns pelo magnífico texto ! Vale lembrar que depois do Raulzito, a Legião Urbana foi a banda q ue conseguiu ser eternizada por todas as camadas socias. Valeu, Guga.

[Sobre "A Legião e as cidades"]

por Marco Aurélio
3/8/2006 às
14h53 201.54.211.25
(+) Marco Aurélio no Digestivo...
 
relações devem ser como ilhas
Por quantos amores ainda vamos chorar? Só vivendo para saber... E para esquecer um grande amor, Marcelo? Acho mesmo que não existe receita, só o tempo... Seu texto é tocante e belíssimo, e me fez lembrar de um outro que li há algum tempo que dizia que as relações devem ser como ilhas. Precisamos aceitá-las como são aqui e agora, dentro de seus limites - ilhas rodeadas e cercadas pelo mar, constantemente tocadas e deixadas pelas ondas.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Rose Peixer
3/8/2006 às
14h13 200.247.140.194
(+) Rose Peixer no Digestivo...
 
Elvis forever!
Meu nome é Elvis. Não é a toa. Meu pai me presenteou com o nome do homem que foi, é e sempre será a referência maior do rock. Sejamos honestos: Elvis era bom mesmo. Cantava muito bem e tinha consigo um grande magnetismo. Até mesmo os Beatles declararam um vez que sem Elvis nada teria acontecido. Então, viva Elvis: o rei eterno do rock!

[Sobre "Elvis, the Pelvis, faz 50 anos"]

por Elvis Mutti
3/8/2006 às
13h45 200.222.97.123
(+) Elvis Mutti no Digestivo...
 
me sinto horrorizada
Me desculpem, mas me sinto horrorizada com este tipo de texto. Me penalizo com a situação do autor, mas tampouco o absolvo... pelo derramamento romântico, do qual me senti vítima.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por eveline
3/8/2006 às
13h42 201.31.18.137
(+) eveline no Digestivo...
 
apaixone-se!
Alguém por favor me dê um coração, que este já não bate nem apanha. Se eu pudesse dominar as minhas paixões, me diria: apaixone-se! Quanto ao sofrimento que virá depois, e ele vem, ah, a gente sempre dá um jeitinho... Pra que raios serve a vida se não pra vivermos essas nossas tão desejadas paixões? Belo texto, como sempre.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Ana Claudia
3/8/2006 às
13h05 161.148.101.195
(+) Ana Claudia no Digestivo...
 
Como um adolescente
Voltei ao passado com o texto do Guga. Respirei meu primeiro ar no plano-piloto, embora não me considere, assim, de todo, "candango". Voltei a uma adolescência que não seria tão gostosa (e tão adolescente!) sem a Legião Urbana. Amei no início, odiei em seguida, entendo, escuto e gosto hoje.

[Sobre "A Legião e as cidades"]

por Bruno Sales
3/8/2006 às
12h26 201.17.187.136
(+) Bruno Sales no Digestivo...
 
vou ter um terremoto!
claro... impactante e profundo! "Que esta minha paz e este meu amado silêncio/ Não iludam a ninguém/ Não é a paz de uma cidade bombardeada e deserta/ Nem tampouco a paz compulsória dos cemitérios/ Acho-me relativamente feliz/ Porque nada de exterior me acontece.../ Mas,/ Em mim, na minha alma,/ Pressinto que vou ter um terremoto!" (Mario Quintana)

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Cintia Caldas
http://www.cintiacaldas.ubbi.com.br
3/8/2006 às
11h38 201.1.51.204
(+) Cintia Caldas no Digestivo...
 
Paixão é o motor do mundo
Ótimo texto. Mas vale ressaltar que a paixão sempre foi o motor maior do mundo. Todas as grandes invenções e momentos históricos foram realizados por pessoas apaixonadas. Da mesma forma, para a grandiosidade do relacionamento existe a necessidade de haver uma grande paixão.

[Sobre "Receita para se esquecer um grande amor"]

por Elvis Mutti
3/8/2006 às
11h38 200.222.97.123
(+) Elvis Mutti no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ABRAHAM LINCOLN
GODFREY RATHBONE BENSON
POCKET BOOK
(1946)
R$ 32,31
+ frete grátis



DIÁRIO DE UMA GAROTA NADA POPULAR- VOL 1
RACHEL RENÉE RUSSELL
VERUS
(2013)
R$ 30,00



QUENTINHO, CREMOSO, CHEIROSO E GOSTOSO
MARCIA K. VAUGHAN E PAMELA LOFTS
FUNDAMENTO
(2011)
R$ 15,00



BIOLOGIA - LIVRO DE ATIVIDADES - ENSINO MÉDIO - TELECURSO
JOSÉ TRIVELLATO JR.
FRM
(2008)
R$ 25,00



A HISTÓRIA DE LUCY GAULT
WILLIAM TREVOR
GLOBO
(2014)
R$ 35,00



O PICAPAU AMARELO E A REFORMA DA NATUREZA-OBRAS COMPLETAS DE MONTEIRO
MONTEIRO LOBATO
BRASILIENSE
(1969)
R$ 12,99



EL ARTE DE LEER ESPAÑOL INTERACCIÓN - ENS. MÉDIO - VOLUME 2
DEISE C. L. PICANÇO / TERUMI KOTO B. VILLALBA
BASE EDITORIAL
(2010)
R$ 13,00



GEOGRAFIA GERAL NOVA GEOPOLÍTICA
REINALDO SCALZARETTO
SCIPIONE
(1993)
R$ 9,00



OBRA DISPERSA - MANUEL ANTÔNIO DE ALMEIDA
MANUEL ANTÔNIO DE ALMEIDA
GRAPHIA
(1991)
R$ 15,00



O ARCO-ÍRIS É VOCÊ
MARIA TEREZA CORTEZ
ÉDILE
(1989)
R$ 12,00





busca | avançada
43247 visitas/dia
1,3 milhão/mês