neste mundo de relatividade | Milton Laene Araujo

busca | avançada
54703 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Rosas Periféricas apresenta espetáculos sobre memórias e histórias do Parque São Rafael
>>> Música: Fabiana Cozza se apresenta no Sesc Santo André com repertório que homenageia Dona Ivone Lara
>>> Nos 30 anos, Taanteatro faz reflexão com solos teatro-coreográficos
>>> ‘Salão Paulista de Arte Naïf’ será aberto neste sábado, dia 27, no Museu de Socorro
>>> Festival +DH: Debates, cinema e música para abordar os Direitos Humanos
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
>>> Uma história do Mosaic
Últimos Posts
>>> Desigualdades
>>> Novembro está no fim...
>>> Indizível
>>> Programador - Trabalho Remoto que Paga Bem
>>> Oficinas Culturais no Fly Maria, em Campinas
>>> A Lei de Murici
>>> Três apitos
>>> World Drag Show estará em Bragança Paulista
>>> Na dúvida com as palavras
>>> Fly Maria: espaço multicultural em Campinas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Achtung! A luta continua
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> O primeiro livro que li
>>> Uma Obra-Prima Sertaneja
>>> O Chileno
>>> 17 de Julho #digestivo10anos
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Chuck Berry
>>> Autor não é narrador, poeta não é eu lírico
>>> E se tivesse dado certo?
Mais Recentes
>>> And All For Love... - Oxford Bookworms Collection de Maeve Binchy / Virginia Woolf e Outros pela Oxford University Press (2001)
>>> As confissões de arsène lupin de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> Romeu e Julieta clássicos L&Pm Pocket de William Shakespeare pela L&Pm Pocket (2021)
>>> Arsène lupin e os dentes do tigre de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> Arsène lupin e a rolha de cristal de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> A arte da guerra: Vol 207 de Sun Tzu pela L&pm (2021)
>>> Gênesis Revisitado - as provas definitivas de que os estraterrestres estiveram entre nós de Zecharia Sitchin pela Best Seller (1990)
>>> A Mãe do Freud - Volume 43 de Luis Fernando Verissimo pela L&pm Pocket (1999)
>>> Fábulas Antologia Coleção a Obra-prima de Cada Autor de La Fontaine pela Martin- Claret (2005)
>>> Desafios da liderança 10 leituras essenciais de Harvard business review pela Sextante (2020)
>>> Arsène lupin e o estilhaço de obus de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> A Carícia Essencial - uma psicologia do afeto de Roberto Shinyashiki pela Gente (1993)
>>> Andar Falar Pensar a Atividade Lúdica de Rudolf Steiner pela Antroposófica (1990)
>>> Macroeconomia de Rudiger Dornbusch - Stanley Fischer pela Makron Books (1991)
>>> Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley pela Globo (2003)
>>> Manual do Iss e Lista Comentada de Serviços de Ricardo j ferreira pela Ferreira (2006)
>>> Arsène lupin e a agulha oca de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> Arsène lupin e a condessa de cagliostro de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> Século Decisivo de Demetre Abraão Nami pela Edicel (1983)
>>> A Casa dos Nove Pinheiros de Ruy espinheira filho pela Dobra (2012)
>>> Concurso para Agente Fiscal de Rendas Estadual de Ademar José Potiens pela Resenha (1978)
>>> O Corpo Astral de Arthur E. Powell pela Pensamento (1972)
>>> Homenagem ao Sol de Kyriacos C. Markides pela Pensamento (1987)
>>> Avaliação Motora Em Educação Física Adaptada de Jose irineu gorla pela Phorte (2007)
>>> O Poder do Subconsciente de Joseph Murphy pela Record (1963)
COMENTÁRIOS

Segunda-feira, 25/9/2006
Comentários
Leitores


neste mundo de relatividade
Sim, é possivel ser feliz sozinho, e eu concordo com o seu texto. Porém, cabe lembrá-lo que vivemos num mundo de "relatividade", onde uma coisa é relativa a outra, e por esta razão, eu ainda acho que somente em grupos, ou em pares, poderemos realmente crescer espiritualmente. Embora gostemos de ficar sozinhos, o crescimento somente ocorre quando aprendemos a aceitar as diferenças dos outros. Você somente poderá obter uma referência de você mesmo quando você se compara com um outro ser. Somente estando num ponto A que você poderá então perceber a magnitude do ponto B. A felicidade é alcancada quando crescemos espiritualmente. Um ser sozinho somente cresce uma fração daquilo que poderia crescer se estivesse em contato com outros seres. Precisamos desta referência, é bom sabermos que é importante nos relacionarmos para então, assim, crescermos neste mundo de relatividade. Abracos, 1000ton

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Milton Laene Araujo
http://www.ibt-eft.com
25/9/2006 às
20h17 65.8.71.193
(+) Milton Laene Araujo no Digestivo...
 
Eu já até desisti!
Eu já até desisti! Nem discuto mais com pessoas que acham que quem prefere ficar sozinho sofre de frieza e/ou desencanto. Hoje eu até me divirto encarnando o personagem do cara desiludido, frio e amargurado, só para ver as caras de espanto das pessoas "românticas", que não sabem que não é nada disso.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Daniel
http://dosimulacro.blogspot.com
25/9/2006 às
19h13 200.158.240.55
(+) Daniel no Digestivo...
 
Estou só, mas feliz
LEM, adorei o que você escreveu, a vida é de momentos, e eles têm que ser bem vividos. Estar só não significa solidão, o mesma. Estou só, no momento, mas sou FELIZ. Abraços, Laura

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Laura Maria Goes Rod
25/9/2006 às
17h27 201.22.87.41
(+) Laura Maria Goes Rod no Digestivo...
 
Vou de bike!
Vocês deviam experimentar se deslocar na cidade de bicicleta. É mais prático, mais saudável e, com o tempo, aprende-se a ficar distante de todos os perigos oferecidos pelo trânsito. Violência? Mais - muito mais - difícil assaltar alguém de bike que a pé ou num semáforo de carro. Economiza-se o combustível e a academia. E a relação com a cidade altera-se visivelmente para melhor. Morros? Bom, moro em BH, nenhuma capital tem mais morros que essa, e garanto que é tranqüilo para uma bicicleta com marchas. Vendi meu carro há seis anos, e tão cedo não pretendo ter outro.

[Sobre "Eu dirijo, e você?"]

por Humberto Guerra
25/9/2006 às
16h48 201.58.110.185
(+) Humberto Guerra no Digestivo...
 
Solidão só se for a dois
Ser feliz é o melhor lugar, ser feliz estar gozando do sonho de amar e refletir sobre o amor. O estágio de todos juntos a nossa volta, com opiniões, decisões, ternuras, beijos e pegações, leva-nos ao recolhimento, à busca de respirar solitariamente, tentando obviamente entrar em êxtase com o infinito. Mas necessariamente não significa ficar só, mas aprender a respirar, pra não morrer sufocado com a multidão ou de excesso de amor. A solidão pode ser uma canoa boa pra gente navegar a dois na troca de carinhos.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Manoel Messias Perei
25/9/2006 às
16h03 201.42.133.180
(+) Manoel Messias Perei no Digestivo...
 
Ganhando mais uma leitora
Muito bom. Muito bom mesmo!!! Vou passar a ler seus artigos. Beijos, Mirtes

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por mirtes
25/9/2006 às
14h13 201.50.99.123
(+) mirtes no Digestivo...
 
Viver só ou estar sozinho?
O artigo confunde a parceria institucional de viver a dois (seja casamento ou não) versus viver só. Ora eu penso que "viver só" pode não significar "estar sozinho". Viver só é uma escolha que pode ou não ser boa, se calhar será mesmo a melhor do mundo!!! Mas viver sozinho tem muito que se lhe diga... E aí é que é o busilis, pois como é dito no artigo, pertencemos ao grupo de "seres gregários", não somos como o gato, mas sim como o cão ou como o lobo. Precisamos da nossa alcatéia, da sua proteção, dos seus afetos, o resto é conversa fiada de quem se sente realmente sozinho e não é capaz de superar isso.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Luisa Medeiros
25/9/2006 às
14h00 194.65.1.253
(+) Luisa Medeiros no Digestivo...
 
Com e sem alguém por perto
O texto foi muito bem escrito, porém acho que devemos estar preparados para todas as fases que a vida nos reserva. Às vezes temos que agir como a águia que se isola uns 5 meses, quebra seu bico, arranca suas unhas e suas penas e volta ao convívio de outras para viver por mais 30 anos. Eu já me acostumei a ser feliz: às vezes sozinha e às vezes acompanhada (tudo a seu tempo). Também sou romântica e após ficar um tempo só, sinto falta de aconchego, carinho e amor. Ao mesmo tempo, quando a companhia de alguém está desgastada por algum motivo, sinto falta de ficar só. Temos que buscar nossos momentos felizes em nossa própria companhia, com e sem alguém por perto.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Elisabete R.Tristão
25/9/2006 às
13h20 201.19.213.102
(+) Elisabete R.Tristão no Digestivo...
 
Sozinha, mas sem solidão
Concordo, plenamente, com a sua afirmativa, caro Luis Eduardo. Eu mesma sou o exemplo aqui retratado e vivo plenamente feliz sozinha, sem contudo sentir solidão: vivendo em cidade interiorana, pequena, participo das atividades sociais que me satisfazem, vou às compras, ao banco, converso com vizinhos, etc. Da família pequena, que mora distante, tenho notícias semanais e visitas anuais. No entanto, como bem esclarecido no seu texto, a cobrança é grande, tanto por parte da família como por parte das pessoas mais próximas que, inconformadas com a minha opção de vida, não admitem a possibilidade de se viver sozinho. A partir de uma certa idade (tenho mais de 50 anos), nos tornamos mais exigentes, mais seletivos e a própria experiência de vida levou-me a selecionar essa opção que pode não ser a definitiva, mas por enquanto é a que me basta para ser feliz. Ótimo texto! Grande abraço.

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Giulia Dummont
http://horizontestemporais.blogspot.com/
25/9/2006 às
13h20 201.42.135.77
(+) Giulia Dummont no Digestivo...
 
Necessidades peculiares
Somos seres, no mínimo, curiosos. Com necessidades peculiares. Temos, por exemplo, a necessidade de sermos aceitos em nosso grupo, comunidade, tribo etc. E olha, estamos falando de alguns milhares de anos de evolução, enraizados em nossa natureza! Ser livre, não é tarefa fácil. Como diria Sarte, estamos condenados a ser livres pois isso gera angústia: decidir o que fazer com nossas escolhas não é tarefa fácil. Existem "forças ocultas" que sempre estão dispostas a nos darem uma ajudinha com as nossas decisões. Se você não decide como quer viver sua vida, tenha certeza que deve ter alguém fazendo isso por você...

[Sobre "Sim, é possível ser feliz sozinho"]

por Carlos Santanna
http://amantesdasabedoria.blogspot.com
25/9/2006 às
13h09 200.147.122.100
(+) Carlos Santanna no Digestivo...
 
Julio Daio Borges
Editor
mais comentários

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Sade, Fourier e Loyola
Roland Barthes
Brasiliense
(1990)



Quem Vê Cara Não Vê Coração
Fátima Miguez
Dcl
(2004)



Oracle Emm Advantage
Oracle Corporation
Oracle
(1998)



As Pupilas do Senhor Reitor - Biblioteca Folha 11
Júlio Dinis
Ediouro
(1997)



Ame e Dê Vexame
Roberto Freire
Guanabara



O Escritor e Seus Fantasmas
Ernesto Sábato
Francisco Alves
(1982)



As Relações Perigosas - Volume 26
Choderlos de Laclos
Abril
(1971)



Eu Estava Doente e Você Me Visitou
Rinaldo Paganel
Paulinas
(2014)



Concursos Públicos Carreiras Jurídicas
Luiz Oliveira Castro Jungsted
Letra Legal
(2005)



O Homem Azul do Deserto
Cidinha da Silva
Malê
(2017)





busca | avançada
54703 visitas/dia
2,2 milhões/mês