Entrevista a Thomaz Gomes, da revista ResultsON | Digestivo Cultural

busca | avançada
71184 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Primeiro Roteiro
>>> Festival Cine Inclusão abre inscrições de curtas-metragens com o tema terceira idade
>>> Musical Guerra de Papel estreia dia 3 de setembro no Teatro Viradalata
>>> Monólogo Te Falo com Amor e Ira de Branca Messina ganha nova temporada
>>> Performer e dançarina Morgana Apuama apresenta a obra 'Risko'
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Poesia como Flânerie, Trilogia de Jovino Machado
>>> O mundo é pequeno demais para nós dois
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
Colunistas
Últimos Posts
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O discreto charme dos sebos
>>> Um Furto
>>> Conto do café
>>> Milk, por Sean Penn e Gus Van Sant
>>> Infocracia
>>> Uma teoria equivocada
>>> Por que corremos e não chegamos a lugar algum
>>> The Second Coming of Steve Jobs, by Alan Deutschman
>>> Adaptação: direito ou dever da criança?
>>> Calligaris e DaMatta
Mais Recentes
>>> Theory of numbers - 3 volumes de Leonard Eugene Dickson pela Chelsea (1952)
>>> Cozinhas, etc. de Carlos A. C. Lemos pela Perspectiva
>>> Elementos de diagostico en medicina energetica china de Nguyen Van Nghi pela Cabal
>>> História das ideias jurídicas no Brasil de A. L. Machado Neto pela Grijalbo (1969)
>>> Por dentro do arco real de Richard Sandbach pela Madras (2005)
>>> Art Foundry - Craft and art de Christian Hauser pela Van Nostrand Reinhold (1972)
>>> La Céramique - Les Métiers D art de Fiorella Cottier-angeli pela Bonvent (1973)
>>> Vademecum de Auriculoterapia - Sección de Enseñanza del Instituto Hispanico de Acupuntura de Vários pela Miraguano Ediciones (1986)
>>> História do Futuro - o Horizonte do Brasil no Século XXI de Míriam Leitão pela Intrinseca (2015)
>>> O Céu na Boca de Fabiano Dalla Bona pela Tinta Negra (2010)
>>> O Céu na Boca de Fabiano Dalla Bona pela Tinta Negra (2010)
>>> Os Papéis do Inglês de Ruy Duarte de Carvalho pela Companhia das Letras (2007)
>>> Os Papéis do Inglês de Ruy Duarte de Carvalho pela Companhia das Letras (2007)
>>> Collected Short Stories: Volume 4 de W. Somerset Maugham pela Penguin Book (1978)
>>> Cakes and Ale de W Somerset Maugham pela Penguin Books (1977)
>>> Cakes and Ale de W Somerset Maugham pela Penguin Books (1977)
>>> The Summing Up de W Somerset Maugham pela Penguin Books (1963)
>>> Animais para Colar - Gato de Carmem Busquets; Carolina Cespedes; Eq Susaeta pela Girassol (2016)
>>> A Apple Depois de Steve Jobs de Yukari Iwatani Kane pela Saraiva (2014)
>>> Métodos de Investigação Sociológica de Peter H. Mann pela Zahar Editores (1979)
>>> Marcados pela História de Claudia Ribeiro Rocha pela Uppes (2004)
>>> Me Conte a Sua História - Histórias Reais de Quem Viveu a Vida de Jorge Dias Souza pela Febrafarma (2004)
>>> Moderna Cidade Americana de Christopher Tunnard pela Bloch (1971)
>>> Sociedade Civil e Democracia na América Latina: Crise e Reinvenção Da de Bernardo Sorj e Outros pela Ifhc (2007)
>>> Mondrian - Mestres da Pintura de Abril Cultural pela Abril Cultural (1978)
EDITORIAIS >>> Três Novas FAQs

Sexta-feira, 10/10/2008
Entrevista a Thomaz Gomes, da revista ResultsON
Julio Daio Borges

+ de 9500 Acessos

1. 1 milhão de pageviews/mês após 8 anos de trabalho. Você acha que demorou para atingir essa meta? (Eu acho esse número impressionante para um site que aborda cultura com qualidade e não se rende a fofocas, novelas etc.)

Na verdade, eu nem achava que daria para atingir essa meta quando comecei (o Digestivo nasceu como um hobby em 2000). Escrevi, outras vezes, que as revistas culturais tradicionais, no Brasil, morriam logo nos primeiros números, ou não passavam de algumas dezenas de milhares de exemplares mensais (como a Bravo! e a Piauí agora).

O fato é que o Digestivo tem se convertido num site de interesse geral, concretizando algo que seu sempre imaginei para a cultura: que ela pudesse ser mais acessível, menos chata, mais interessante mesmo. Claro, não vamos "democratizar" a alta cultura, mas o prazer de um bom texto, nesta época de e-mails, deve estar ao alcance de todos.

Voltando ao início da sua pergunta: embora fosse obstinado desde o começo, fiz as coisas muito intuitivamente, trabalhando com a qualidade e, não, com números (inicialmente). Hoje posso falar mais em metas, porque vejo que é possível trabalhar com elas depois de adquirir uma massa crítica. Quanto a "demorar", pegamos o pós-bolha; seria mais rápido hoje (Web 2.0).

2. Nesse tempo todo, como vem sustentando o negócio?

No início, foram praticamente patrocínios: anúncios quase anuais ou semestrais, mais na linha institucional, como aconteceu com a Livraria Cultura, durante um bom tempo.

Hoje, depois de atingir esse patamar de visitação, a maior parte das receitas vêm de anúncios vendidos por agências de publicidade, especializadas em campanhas para a internet. Há, ainda, alguns anunciantes de longo prazo, como a Cultura (que continua). Há, também, outras fontes, como anúncios automatizados, tipo Google e Submarino. E, para completar, há a produção de conteúdo (para outras mídias), realização de eventos (produção cultural) e até consultorias (para outros sites que querem crescer, se adaptar mais à tal Web 2.0 etc.).

3. Acha que agora você tem bala na agulha para negociações mais ousadas de patrocínio, contratar pessoal, ampliar a ação do site? Quais as perspectivas para o Digestivo? Vão se transformar em empresa em busca constante de ampliação e expansão? Pode adiantar pra gente um print de como será o portal? :-)

Acho que sim, que estou negociando melhor de uns tempos pra cá. Acontece que certos valores, e certos tipos de trabalho (até certos clientes), começam a não "compensar" mais. Você pode perder um negócio grande e mais interessante se continuar focado nos "pequenos", atendendo a pequenas solicitações, muito preso nos detalhes...

Antes, também, os resultados, como eu disse, eram mais "institucionais", gerando, basicamente, valor para as marcas das empresas patrocinadoras. Hoje é diferente, eu tenho números — e não só de visitação, mas de receitas, por exemplo, que geramos para outros sites como Submarino e Google (de novo). Logo, existe uma base real para a negociação.

Quanto a perspectivas, a idéia é estruturar melhor a empresa. Nestes anos, passamos a maior parte do tempo focados no aspecto editorial, que era nosso principal produto, e que precisava ser desenvolvido até atingir a tal massa crítica de que falei antes. Agora temos "linhas de negócio", digamos assim, que precisam ser desenvolvidas, então precisamos mais de administradores do que de jornalistas, se é que você me entende...

Infelizmente, não tenho nenhum "print" para te passar (ainda). Vamos começar a mexer nas paginas internas, primeiramente, e depois passaremos para a homepage. (Eu falei na questão do portal muito pela visitação que atingimos, mas a aceitação foi tão grande (da idéia) que acabei me convencendo de que o caminho para a home é esse mesmo...)

4. No mundo dos negócios e da internet, oito anos parece uma eternidade. Penso muito na relação tempo/sucesso, quanto tempo uma pessoa persistente demora para marcar seu gol. A gente até escreveu uma matéria sobre o assunto na edição deste mês da Results (link). Você acha que poderia ter atingido essa meta mais cedo? O que teria faltado? O que aprendeu sobre audiência, empreendedorismo, negociação, funding nessa trajetória?

Bem, o Digestivo atingiu o sucesso editorial relativamente cedo — acontece que esse tipo de sucesso nem sempre se reflete em sucesso empresarial (da empresa mesmo).

Quando o site tinha menos de um ano, recebemos um primeiro e-mail de cumprimentos do Millôr Fernandes (eu ainda trabalhava em banco). Antes do Digestivo, eu já havia recebido um telegrama do Rubem Fonseca. São, além de grandes escritores, pessoas muito reservadas, meio inacessíveis, que não ficam enviando os parabéns para qualquer pessoa (ou empreendimento)... Com dois anos, saímos na Carta Capital (ao lado do extinto NoMínimo); com três, conseguimos a Livraria Cultura como anunciante; com quatro, saímos no Manhattan Connection e fizemos uma revista (em papel) com FGV/SP. Editorialmente, as coisas continuaram, mais ou menos, nesse ritmo...

Ocorre que a empresa só começou a se desenvolver, plenamente, em seu segundo ano de atividades (2005, quinto ano de Digestivo — o site nasceu, como domínio, bem antes da empresa). Como falei anteriormente, pegamos o pós-bolha — não intencionalmente, é claro, mas porque meu interesse, inicial, não era lançar uma empresa na bolsa, era mais realizar um sonho de trabalhar com cultura e fazer alguma coisa de relevante, para essa área, na internet. Eu falo muito em Web 2.0, porque acredito que as coisas "aconteceram" para nós, empresarialmente, a partir daí (2005) — você sabe: banda larga, conteúdo gerado pelo usuário, ascensão das mídias sociais...

O que eu teria feito de maneira diferente? A gente sempre acha que teria planejado mais, desde o começo, mas existe uma espontaneidade, no início, que é necessária para a criação de qualquer negócio. Se você começa estruturando muito, a criatividade morre e não sai nada com muita personalidade. A grande questão — como coloquei na primeira resposta a você — é que eu não me imaginava como "empresário", logo de saída, mas como editor de revista... Se fosse abrir outra empresa, faria hoje muito diferente do que fiz; mas só posso dizer isso agora porque passei por essa fase preliminar ("de pessoa física para pessoa jurídica").

5. Houve momentos em que pensou em desistir? Por que não o fez? O que enxergava no futuro? O que o mantinha trabalhando nisso?

Eu vivi na linha tênue entre a obstinação e a teimosia: tive, claro, motivos para desistir, mas nunca aceitei "depor as armas", porque, no fundo, sabia que encontraria o caminho. Foi, também, uma aposta de vida, uma necessidade de encontrar "coerência", de acreditar que havia um sentido maior no meu trabalho (difícil de achar, para mim, dentro de um banco ou de uma grande corporação...). E tive, naturalmente, o apoio da minha família, da minha namorada (hoje, esposa) e de muitos bons amigos.

Eu, intuitivamente (de novo), sabia que a internet era uma coisa para o futuro. Sempre discuti, muito com jornalistas, que a digitalização viria em todas as áreas da cultura. Eles teimavam (muitos ainda teimam), mas estamos vendo que a internet vai tomando, cada vez mais, conta... Eu não conhecia o Warren Buffett em 2000, mas estava seguindo seu conselho (sem saber): estava "comprando na baixa" (pós-bolha) para "vender na alta" (Web 2.0 e depois). Montar uma coisa na internet, em 2000, era como comprar um pedaço de terra no meio deserto; mas prevaleceu também aquela máxima do filme Campo dos Sonhos: "If you build it, they will come". Se você construir, eles virão...

Para ir além
Revista ResultsON


Julio Daio Borges
Sexta-feira, 10/10/2008


Mais Três Novas FAQs
Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Espaço Inovaçao
Descartes de Souza Teixeira
Esfera
(2014)



365 Piadinhas para Crianças
Diversos
Girassol



O Artifice
Tony Ferraz
Universo dos Livros
(2014)



Como Alcançar o Sucesso - 1ª Edição
Paramahansa Yogananda
Pensamento
(2011)



Monet
Stéphanie Grégoire
Hazan
(1994)



New Framework 4 - Students Book - Com Cd
Peter Jeffery/mark Lloyd With Ben Goldstein
Richmond Publishing
(2009)



Preventiva - Medicina Alternativa - Homeopatia - Primeiros Passos
Varios Autores
Círculo do Livro
(1984)



No Limite da Razão
J. Bernlef
Casa Maria
(1990)



Entusiasmo para Viver e Ser Mais Feliz
Gerson Simões Monteiro
Mauad
(2001)



Conceitos e Métodos para Formação de Profissionais Em Laboratórios 1
Regina Amendoeira
Fiocruz
(2009)
+ frete grátis





busca | avançada
71184 visitas/dia
2,6 milhões/mês