Entrevista a Thomaz Gomes, da revista ResultsON | Digestivo Cultural

busca | avançada
27806 visitas/dia
737 mil/mês
Mais Recentes
>>> CONVITE, 14/08, 19h || Querido Embaixador, exibição especial seguida de debate
>>> Kyungso Park se apresenta dia 15 na Caixa Cultural Brasília
>>> Dia Mundial da Fotografia no Museu da República (RJ)
>>> SHOW SPYAIR
>>> Mariana Xavier fala sobre o canal Mundo Gordelícia no Viralizando
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Não quero ser Capitu
>>> Desdizer: a poética de Antonio Carlos Secchin
>>> Pra que mentir? Vadico, Noel e o samba
>>> De quantos modos um menino queima?
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Não sei se você já deitou em estrelas.
>>> UM OLHAR SOBRE A FILOSOFIA (PARTE I)
>>> Globo News: entrevista candidatos
>>> Corpo e alma
>>> Cada poesia a seu tempo
>>> De Repente 30! Qual o Tabu Atual de Ter Essa Idade
>>> Uma jornada Musical
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES V
>>> A passos de peregrinos lll - Epílogo
>>> Jeferson De, Spike Lee e o novo Cinema Negro
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Arrington pós-TechCrunch
>>> Como se vive uma vida vazia?
>>> Um conselho: não leia Germinal
>>> Mário Faustino e a poesia
>>> Mário Faustino e a poesia
>>> Psiu Poético em BH esta semana
>>> Autobiografia teológica
>>> Tumblr: a renovação dos blogs
>>> 10 grandes
>>> O Brasil que eu quero
Mais Recentes
>>> O Homem dos Dados de Luke Rhinehart/ Trad.: Eliana Sabino... pela Imago (1974)
>>> O Homem dos Dados de Luke Rhinehart/ Trad.: Eliana Sabino... pela Imago (1974)
>>> O Homem dos Dados de Luke Rhinehart/ Trad.: Eliana Sabino... pela Imago (1974)
>>> A Hora de Cinquenta Minutos de Robert Lindner pela Imago/ RJ. (1972)
>>> A Hora de Cinquenta Minutos de Robert Lindner pela Imago/ RJ. (1972)
>>> Mutações de Liv Ullmann/ Tradução: Sônia Coutinho pela circulo do Livro (1981)
>>> Mutações de Liv Ullmann/ Tradução: Sônia Coutinho pela Editorial Nórdica (1978)
>>> Mutações de Liv Ullmann/ Tradução: Sônia Coutinho pela Editorial Nórdica (1979)
>>> Um Tesouro de Contos de Fadas de Vários (Clássicos Recontados) pela Ds max
>>> Histórias das Raças Humanas - Raças Mistas da Oceania de Prof. Gilberto Galvão pela Iracema
>>> Histórias das Raças Humanas - Raças Mistas das Américas de Prof. Gilberto Galvão pela Iracema
>>> Arcanjo Zadkiel e os Anos dos Milagres de Elizabeth Clare Prophet pela Nova Era (2009)
>>> Obras Escogidas: los Buddenbrook/ Alteza Real/ Señor y Perros de Thomas Mann/ (prêmio Nobel- 1929) pela Aguilar, Madrid (1956)
>>> Obras Escogidas (tomo Ii): Bajo las Estrellas de Otoño... de Knut Hamsun (prêmio Nobel- 1920) pela Aguilar, Madrid (1958)
>>> Maçonaria Religião e Simbolismo de Samuel Nogueira Filho pela Traço (1984)
>>> Comedias Escogidas: El Nido Ajeno/ La Noche del Sábado... de Jacinto Benavente (prêmio Nobel/ 1922) pela Aguilar, Madrid (1958)
>>> Obras Escogidas: Mirèio/ Calendau/ Las Islas di Oro... de Frédéric Mistral pela Aguilar, Madrid (1955)
>>> Os Bruxos de Machu Picchu - Os Cinco Degraus do Conhecimento de Padma Patra pela Madras (1997)
>>> Comedias Escogidas/ Héroes/ Cándida/; Trata de Blancas/ Fascinación... de Bernard Shaw (premio Nobel 1925) pela Aguilar, Madrid (1957)
>>> Obras Ecogidas : una Aldea/ El Amor de Mitia y Otros Cuentos... de Iván Bunin/ (prêmio Nobel- 1933) pela Aguilar, Madrid (1957)
>>> Obra Escojida: Lírica Breve/ Teatro/ Cuento/ Aforismo... de Rabindranaz Tagore (premio Nobel 1913) pela Aguilar, Madrid (1955)
>>> A língua de eulália de Marcos Bagno pela Editora Contexto (2014)
>>> Um dia de David Nicholls pela Intrínseca (2012)
>>> A maldição do Titã de Rick Riordan pela Intrínseca (2009)
>>> O Ladrão de Raios de Rick Riordan pela Intrínseca (2010)
>>> A culpa é das estrelas de John Green pela Intrínseca (2012)
>>> Os dois ou o inglês maquinista de Martins Pena pela Ibep Jovem (2013)
>>> O herói perdido de Rick Riordan pela Intrínseca (2011)
>>> O filho de Netuno de Rick Riordan pela Intrínseca (2012)
>>> Cinco Minutos de José de Alencar pela L&PM Pocket (2011)
>>> O doente imaginário de Molière pela Editora 34 (2011)
>>> Iracema / Cinco Minutos de José de Alencar pela Martin Claret (2010)
>>> Bruxaria Contemporânea de Luciana Pereira Machado pela Pallotti (2008)
>>> O médico e o monstro de Robert Louis Stevenson pela Martin Claret (2013)
>>> Isaac Newton e sua maçã de Kjartan Poskitt pela Companhia das Letras (2011)
>>> Inocência de Visconde de Taunay pela Editora Ática (2011)
>>> A Verdade sobre o Sudário de Kenneth E. Stevenson e Gary R. Habermas pela Paulinas (1983)
>>> A pirâmide vermelha de Rick Riordan pela Intrínseca (2010)
>>> O lado bom da vida de Matthew Quick pela Intrínseca (2013)
>>> Espumas Flutuantes de Catro Alves pela Editora Escala (2018)
>>> Os cientistas e seus experimentos de arromba de Dr. Mike Goldsmith pela Companhia das Letras (2011)
>>> Um certo capitão Rodrigo de Erico Verissimo pela Companhia das Letras (2010)
>>> O poeta do exílio de Marisa Lajolo pela FTD (2011)
>>> Cromo-Cristal-Terapia na Apometria de Elizabeth Monteiro Schreiner pela Kuarup (1999)
>>> Uma Ideia Solta no Ar/ Girassol de Pedro Bandeira/ Ilustrações: Rogério Borges pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Um Anjo no Jardim/ Veredas de Lino de Albergaria/ Ilustr. Nélson Cru pela Moderna/ SP. (1993)
>>> O Senhor dos Pesadelos de Elisabeth Maggio pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Iniciação ao Tarô de Pedro Camargo pela Nova Era (1996)
>>> Sopa de Letrinhas de Teresa Noronha pela Moderna/ SP. (1991)
>>> Sai pra Lá, Dedo-duro de Fanny Abramovich pela Moderna/ SP. (1994)
EDITORIAIS >>> Três Novas FAQs

Sexta-feira, 10/10/2008
Entrevista a Thomaz Gomes, da revista ResultsON
Julio Daio Borges

+ de 8700 Acessos

1. 1 milhão de pageviews/mês após 8 anos de trabalho. Você acha que demorou para atingir essa meta? (Eu acho esse número impressionante para um site que aborda cultura com qualidade e não se rende a fofocas, novelas etc.)

Na verdade, eu nem achava que daria para atingir essa meta quando comecei (o Digestivo nasceu como um hobby em 2000). Escrevi, outras vezes, que as revistas culturais tradicionais, no Brasil, morriam logo nos primeiros números, ou não passavam de algumas dezenas de milhares de exemplares mensais (como a Bravo! e a Piauí agora).

O fato é que o Digestivo tem se convertido num site de interesse geral, concretizando algo que seu sempre imaginei para a cultura: que ela pudesse ser mais acessível, menos chata, mais interessante mesmo. Claro, não vamos "democratizar" a alta cultura, mas o prazer de um bom texto, nesta época de e-mails, deve estar ao alcance de todos.

Voltando ao início da sua pergunta: embora fosse obstinado desde o começo, fiz as coisas muito intuitivamente, trabalhando com a qualidade e, não, com números (inicialmente). Hoje posso falar mais em metas, porque vejo que é possível trabalhar com elas depois de adquirir uma massa crítica. Quanto a "demorar", pegamos o pós-bolha; seria mais rápido hoje (Web 2.0).

2. Nesse tempo todo, como vem sustentando o negócio?

No início, foram praticamente patrocínios: anúncios quase anuais ou semestrais, mais na linha institucional, como aconteceu com a Livraria Cultura, durante um bom tempo.

Hoje, depois de atingir esse patamar de visitação, a maior parte das receitas vêm de anúncios vendidos por agências de publicidade, especializadas em campanhas para a internet. Há, ainda, alguns anunciantes de longo prazo, como a Cultura (que continua). Há, também, outras fontes, como anúncios automatizados, tipo Google e Submarino. E, para completar, há a produção de conteúdo (para outras mídias), realização de eventos (produção cultural) e até consultorias (para outros sites que querem crescer, se adaptar mais à tal Web 2.0 etc.).

3. Acha que agora você tem bala na agulha para negociações mais ousadas de patrocínio, contratar pessoal, ampliar a ação do site? Quais as perspectivas para o Digestivo? Vão se transformar em empresa em busca constante de ampliação e expansão? Pode adiantar pra gente um print de como será o portal? :-)

Acho que sim, que estou negociando melhor de uns tempos pra cá. Acontece que certos valores, e certos tipos de trabalho (até certos clientes), começam a não "compensar" mais. Você pode perder um negócio grande e mais interessante se continuar focado nos "pequenos", atendendo a pequenas solicitações, muito preso nos detalhes...

Antes, também, os resultados, como eu disse, eram mais "institucionais", gerando, basicamente, valor para as marcas das empresas patrocinadoras. Hoje é diferente, eu tenho números — e não só de visitação, mas de receitas, por exemplo, que geramos para outros sites como Submarino e Google (de novo). Logo, existe uma base real para a negociação.

Quanto a perspectivas, a idéia é estruturar melhor a empresa. Nestes anos, passamos a maior parte do tempo focados no aspecto editorial, que era nosso principal produto, e que precisava ser desenvolvido até atingir a tal massa crítica de que falei antes. Agora temos "linhas de negócio", digamos assim, que precisam ser desenvolvidas, então precisamos mais de administradores do que de jornalistas, se é que você me entende...

Infelizmente, não tenho nenhum "print" para te passar (ainda). Vamos começar a mexer nas paginas internas, primeiramente, e depois passaremos para a homepage. (Eu falei na questão do portal muito pela visitação que atingimos, mas a aceitação foi tão grande (da idéia) que acabei me convencendo de que o caminho para a home é esse mesmo...)

4. No mundo dos negócios e da internet, oito anos parece uma eternidade. Penso muito na relação tempo/sucesso, quanto tempo uma pessoa persistente demora para marcar seu gol. A gente até escreveu uma matéria sobre o assunto na edição deste mês da Results (link). Você acha que poderia ter atingido essa meta mais cedo? O que teria faltado? O que aprendeu sobre audiência, empreendedorismo, negociação, funding nessa trajetória?

Bem, o Digestivo atingiu o sucesso editorial relativamente cedo — acontece que esse tipo de sucesso nem sempre se reflete em sucesso empresarial (da empresa mesmo).

Quando o site tinha menos de um ano, recebemos um primeiro e-mail de cumprimentos do Millôr Fernandes (eu ainda trabalhava em banco). Antes do Digestivo, eu já havia recebido um telegrama do Rubem Fonseca. São, além de grandes escritores, pessoas muito reservadas, meio inacessíveis, que não ficam enviando os parabéns para qualquer pessoa (ou empreendimento)... Com dois anos, saímos na Carta Capital (ao lado do extinto NoMínimo); com três, conseguimos a Livraria Cultura como anunciante; com quatro, saímos no Manhattan Connection e fizemos uma revista (em papel) com FGV/SP. Editorialmente, as coisas continuaram, mais ou menos, nesse ritmo...

Ocorre que a empresa só começou a se desenvolver, plenamente, em seu segundo ano de atividades (2005, quinto ano de Digestivo — o site nasceu, como domínio, bem antes da empresa). Como falei anteriormente, pegamos o pós-bolha — não intencionalmente, é claro, mas porque meu interesse, inicial, não era lançar uma empresa na bolsa, era mais realizar um sonho de trabalhar com cultura e fazer alguma coisa de relevante, para essa área, na internet. Eu falo muito em Web 2.0, porque acredito que as coisas "aconteceram" para nós, empresarialmente, a partir daí (2005) — você sabe: banda larga, conteúdo gerado pelo usuário, ascensão das mídias sociais...

O que eu teria feito de maneira diferente? A gente sempre acha que teria planejado mais, desde o começo, mas existe uma espontaneidade, no início, que é necessária para a criação de qualquer negócio. Se você começa estruturando muito, a criatividade morre e não sai nada com muita personalidade. A grande questão — como coloquei na primeira resposta a você — é que eu não me imaginava como "empresário", logo de saída, mas como editor de revista... Se fosse abrir outra empresa, faria hoje muito diferente do que fiz; mas só posso dizer isso agora porque passei por essa fase preliminar ("de pessoa física para pessoa jurídica").

5. Houve momentos em que pensou em desistir? Por que não o fez? O que enxergava no futuro? O que o mantinha trabalhando nisso?

Eu vivi na linha tênue entre a obstinação e a teimosia: tive, claro, motivos para desistir, mas nunca aceitei "depor as armas", porque, no fundo, sabia que encontraria o caminho. Foi, também, uma aposta de vida, uma necessidade de encontrar "coerência", de acreditar que havia um sentido maior no meu trabalho (difícil de achar, para mim, dentro de um banco ou de uma grande corporação...). E tive, naturalmente, o apoio da minha família, da minha namorada (hoje, esposa) e de muitos bons amigos.

Eu, intuitivamente (de novo), sabia que a internet era uma coisa para o futuro. Sempre discuti, muito com jornalistas, que a digitalização viria em todas as áreas da cultura. Eles teimavam (muitos ainda teimam), mas estamos vendo que a internet vai tomando, cada vez mais, conta... Eu não conhecia o Warren Buffett em 2000, mas estava seguindo seu conselho (sem saber): estava "comprando na baixa" (pós-bolha) para "vender na alta" (Web 2.0 e depois). Montar uma coisa na internet, em 2000, era como comprar um pedaço de terra no meio deserto; mas prevaleceu também aquela máxima do filme Campo dos Sonhos: "If you build it, they will come". Se você construir, eles virão...

Para ir além
Revista ResultsON


Julio Daio Borges
Sexta-feira, 10/10/2008


Mais Três Novas FAQs
Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ACCIÓN Y SÍMBOLO EN MIGUEL DE CERVANTES SAAVEDRA - BRAULIO SÁNCHEZ-SAEZ (LITERATURA ESPANHOLA)
BRAULIO SÁNCHEZ-SAEZ
USP - FACULDADE DE DIREITO
(1940)
R$ 50,00



INSTABILIDADE DO CANTO
HENRIQUE SIMAS
JOSÉ OLYMPIO
(1963)
R$ 8,97



DICIONÁRIOS BERTRAND FRANCÊS - PORTUGUÊS
JEAN ROUSÉ
BERTRAND
(1986)
R$ 8,00



CASTRO ALVES- IMAGENS FRAGMENTADAS DE UM MITO
EDILENE MATOS
EUC- FAPESP
(2001)
R$ 24,90



MICHELANGELO - A RENASCENÇA - GRANDES ARTISTAS
DAVID SPENCE
MELHORAMENTOS
(1998)
R$ 6,00



OS GRANDES PINTORES DA HISTÓRIA QUERO SABER POCKET
CONSTANTINO KOUZMIN-KOROVAEFF (TRADUÇÃO)
ESCALA
(2007)
R$ 8,00



TRÈS SAGE HÉLOISE - ROMAN
JEANNE BOURIN
LA TABLE RONDE
(1966)
R$ 14,90



GUIA PRÁTICO DE INVESTIMENTOS DAS BEARDSTOWN LADIES
BEARDSTOWN LADIES
SALAMANDRA
(1994)
R$ 20,00



MARIA NO NOVO TESTAMENTO
R.E. BROWN, K.P. DONFRIED, J.A. FITZMYER, J. REUMANN (ORG)
EP
(1986)
R$ 79,90
+ frete grátis



ANTOLOGIA POETICA
MANUAL BANDEIRA
NOVA FRONTEIRA
(2001)
R$ 10,00





busca | avançada
27806 visitas/dia
737 mil/mês