O entusiasmo de Lobato | Miguel Sanches Neto

busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Workbook de Carl Honoré é transformado em lives
>>> Experiência Quase Morte é o tema do Canal Angelini
>>> 20 anos de Bicho de Sete Cabeças: Laís Bodanzky, Rodrigo Santoro e Gullane se reúnem em bate-papo
>>> Arquivivências: literatura e pandemia
>>> Festival Mia Cara promove concurso culinário “Receitas da Nonna”
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Influências da década de 1980
>>> 20 de Dezembro #digestivo10anos
>>> Poesia e Guerra: mundo sitiado (parte II)
>>> Notas Obsoletas sobre os Protestos
>>> Uma norma para acabar com os quadrinhos nacionais?
>>> Pode guerrear no meu território
>>> Aconselhamentos aos casais ― módulo II
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Na CDHU, o coração das trevas
>>> A Vida e o Veneno de Wilson Simonal, por Ricardo Alexandre
Mais Recentes
>>> Homem Aranha Nº 63 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2007)
>>> Homem Aranha Nº 74 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2008)
>>> La Razon de Mi Vida de Eva Peron pela Peuser (1953)
>>> mem Aranha Nº 67 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2007)
>>> Homem Aranha Nº 44 Marvel Millennium - 5G de Marvell pela Panini (2005)
>>> Nw de Zadie Smith pela Penguin Books (2013)
>>> Homem Aranha Nº 59 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2006)
>>> Oi, Gente: Histórias para Você Ler de Evanildo Bechara pela Edicoes Consultor (2008)
>>> Homem Aranha Nº 58 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2006)
>>> Homem Aranha Nº 69 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2007)
>>> Box - A Segunda Guerra Mundial - 3 Volumes de Martin Gilbert pela Leya (2019)
>>> Pato Donald - Perdidos nos Andes de Carl Barks - Walt Disney pela Abril (2016)
>>> A Língua de fora de Carlos Eduardo Novaes pela Nordica (1979)
>>> Psicologia aplicada à administração de empresas de Cecília Whitaker Bergamini pela Atlas (1988)
>>> Vacas, Porcos, Guerras e Bruxas: Os enigmas da Cultura de Marvin Harris pela Civilização Brasileira (1978)
>>> Nordeste Alternativas da Agricultura de Manuel C. de Andrade pela Papirus (1988)
>>> O Distante Eufrates de Aryeh Lev Stollman pela Bertrand Brasil (2000)
>>> Homem Aranha Nº 25 Marvel Millennium de Marvell pela Panini (2021)
>>> Maravilhas do Conto Francês de Diaulas Riedel (org.) pela Cultrix
>>> O Erotismo: Fantasias e Realidades do Amor e da Sedução de Francesco Alberoni pela Círculo do Livro (1992)
>>> Administração de Marketing: Análise, Planejamento, Implementação e Controle de Philip Kotler pela Atlas (1994)
>>> Ensino Fundamental - 3º Ano, 2ª Série - 1ª Volume de Patrícia Waltiach pela Positivo (2009)
>>> Estudo Geral dos Metais de Bernardo Samu e Chinya Assahina pela Grêmio Politécnico (1953)
>>> Maigret et les Braves Gens de Georges Simenon pela Uge Poche (1996)
>>> Walt Disney World de Walt Disney Company pela Walt Disney Company (1986)
ENSAIOS

Segunda-feira, 19/7/2010
O entusiasmo de Lobato
Miguel Sanches Neto

+ de 3100 Acessos


LIANA TIMM© (http://timm.art.br/)

Depois de ter sido demitido do jornal onde trabalhava, o jovem Wilson Martins (1921-2010) recebeu um convite para secretariar o Diário dos campos ― em Ponta Grossa. Deixando Curitiba, transferiu seus estudos para o Colégio Regente Feijó, onde fez o último ano do colegial ― isso em 1938. Sempre contava que, entre seus feitos na cidade, o que mais o orgulhava era ter entrevistado o escritor Monteiro Lobato, de passagem em suas aventuras de dublê de minerador. O encontro foi tão importante para o jornalista imberbe que ele transcreveu parte da entrevista (de 20 de outubro de 1938) na sua monumental História da Inteligência Brasileira ― cujos 7 volumes a Editora da UEPG vai reeditar ainda este ano, ligando novamente o nome da cidade ao do maior crítico literário do país.

Naquele então, Lobato era o grande idealista do petróleo, e não entendia como o país não buscava ser a matriz energética do mundo. Embora acionista de companhias petrolíferas, ele veio ao Paraná em busca de minas de cobre. Mas começa a conversa reclamando das estradas do Brasil.

Diz ele, no seu jeito provocador:

"O Brasil é um país atolado. Por toda a parte: lama, lama, lama. Não temos estradas..."

Wilson brinca:

"O Brasil é um país essencialmente longe..."

E o escritor revida:

"Essencialmente longe e lamacento."

Defendendo a construção de estradas, sem as quais não haveria progresso, Lobato mostra a coerência de sua obra. Rapidamente, o jovem compara o país a um dos personagens mais famosos de Lobato, o Jeca Tatu ― o Brasil não queria se calçar. Era avesso aos hábitos da modernidade.

A conversa entre os dois tem um tom amigo, embora estivessem se conhecendo naquele momento, e Wilson contasse com míseros 17 anos. Grande ídolo da juventude, Monteiro Lobato representava uma nova idade, a da modernização.

O escritor tinha ido à cidade de Laranjeiras do Sul em busca de cobre e trazia, além das amostras deste minério, muito barro que amassara na viagem. A partir de Ponta Grossa, via trem, ele se ligava ao mundo contemporâneo, mas ansiava era pelo futuro.

É com orgulho típico dos sonhadores, esses espécimes que mudam o mundo com a força do querer, que fala de sua recente descoberta:

"Tenho aí na mala umas amostras do que encontrei. Aliás, com o cobre de Laranjeiras deu-se um fato curioso: o Ministério da Agricultura enviou um técnico, dos seus, a constatar a sua existência. Pois bem: o moço foi, viu e não encontrou o cobre. Eu, por meu lado, fui e encontrei esse precioso metal."

Com o petróleo, aconteceria a mesma coisa. Ninguém acreditava na existência de reservas petrolíferas no país, mas ele afirmava a sua existência de forma categórica, creditando a nossa descrença à ignorância, à falta de formação técnica:

"Você já sabe de tudo o que eu sei: em primeiro lugar, o Brasil TEM petróleo. Isso é a verdade mais verdadeira que eu conheço. Mas, para que se ache petróleo, não é suficiente ter entusiasmo. É preciso ter entusiasmo e ciência."

Ele possuía os dois, e não admitia um país visto a partir de nosso incorrigível caipirismo.

Lobato foi embora e continuou batendo firme em nosso atraso, fazendo cada vez mais o papel de herói civilizador, o que o levou à prisão durante a ditadura Vargas. Wilson Martins voltou para Curitiba, fez direito, foi juiz, conquistou grandes prêmios, lecionou em Nova Iorque.

Enquanto isso, muitos funcionários continuaram procurando e não encontrando nada.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado na revista D'pontaponta, em junho de 2010. Leia também "Wilson Martins (1921-2010)".


Miguel Sanches Neto
Ponta Grossa, 19/7/2010

Mais Miguel Sanches Neto
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Twentieth Century Sculpture
E H Ramsden
Pleiades Books (londres)
(1949)



Introdução aos Recursos Cíveis e á Ação Rescisória
Bernardo Pimentel Souza
Saraiva
(2007)



Noções de Literatura Portuguêsa
Y. Fujyama
Ática
(1969)



Macromedia Flashmx 2004
Anielle Damasceno
Visual Books
(2004)



Emancipação, Emancipações: a Libertação dos Judeus no Ocidente
Edgard Leite
Walprint
(2012)



Como Falar Corretamente e sem Inibições - Contém um Cd
Reinaldo Polito
Saraiva
(1999)



Era uma Vez no Instituto de Educação
Zilá Simas Enéas
Autora (rj)
(1998)



Ira Implacável: Indícios de uma Conspiração.
Luis Eduardo Matta
Razão Cultural
(2002)



O Século Dourado
S. Squirra
Summus
(1995)



Planejamento do Controle Administrativo
Ian Holden Peter K. Mcilroy
Ao Livro Técnico
(1972)





busca | avançada
68231 visitas/dia
2,5 milhões/mês