O grande ausente | Miguel Sanches Neto

busca | avançada
88566 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Conto Apresenta: Criaturas, de Carol Bensimon
>>> Vancouver Animation School apresenta webinário gratuito de animação
>>> Núcleo Menos1 Invisível evoca novas formas de habitar o mundo em “Poemas Atlânticos”
>>> Cia O Grito faz intervenção urbana com peças sonoras no Brás
>>> Simbad, o Navegante está na mostra online de teatro de Jacareí
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
Últimos Posts
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
>>> 1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cartier-Bresson: o elogio do olhar
>>> O lugar certo
>>> Profissionais do Texto III
>>> Sessão de Análise
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> No rala-rala
>>> Guerra de Egos
>>> Duas noites, dois momentos culturais
>>> Falta alguma coisa ali no meio
Mais Recentes
>>> Our perfomance in 2010 de Ubs pela Ubs (2010)
>>> Ano acadêmico de 1984 de Faculdade de teologia nossa senhora da assunção pela Faculdade de teologia nossa senhora da assunção (1984)
>>> Sidur para Minchá e Cabalat Shabat Zichron Nissim de Vários Autores pela Sinagoga de moema
>>> Sujeito: da sintaxe ao discurso de Eunice Souza Lima Pontes pela Ática (1986)
>>> Comentários sobre purim e Meguilat Ester transliteraria de Congregação Mekor Haim pela Congregação Mekor Haim
>>> O Novo Testamento de Nosso Senhor Jesus Cristo de Os Gideões Internacionais pela Os Gideões Internacionais (1987)
>>> Índice de assuntos das monografias rosa-cruzes 7 de Vários Autores pela Amorc
>>> Índice de assuntos das monografias rosa-cruzes 5 e 6 grau de Vários Autores pela Amorc
>>> Cidade dos ossos de Cassandra Clare pela Galera (2021)
>>> Índice de assuntos das monografias rosa-cruzes 1,2 3 e 4 grau de Vários Autores pela Amorc
>>> Novo Testamento de Ave-maria pela Ave-maria (1992)
>>> Cidade das cinzas de Cassandra Clare pela Galera (2014)
>>> A seleção de Kiera Cass pela Seguinte (2012)
>>> A Misericórdia de Deus Misericórdia Dei de Documentos Da Igreja N. 182 pela Paulinas (2002)
>>> Life Can Be Tough de Kathi Mills pela Standard Pub (2021)
>>> Novo testamento de Jooão Ferreira de Almeida pela Geográfica (1997)
>>> O Assassinato e Outras Histórias de Anton Tchekhov pela Cosacnaify (2011)
>>> Pão Diário Janeiro-dezembro 11 de Vários Autores pela Rtm (2007)
>>> Você Pode Entender a Bíblia de Associação Torre de Vigias de Bíblia e Tratados pela Associação Torre de Vigia (2016)
>>> O Que a Bíblia Realmente Ensina? de Watch Tower Bible Society of Pennsylvania pela Watch Tower Bible (2015)
>>> Pão Diário - Janeiro 13 Dezembro de Roland Korber pela Rtm (2010)
>>> Wee Sing Bible Songs de Pamela Conn Beall pela Price Stern Sloan (2005)
>>> O que a bíblia realmente ensina de Associação Torre de Vigia pela Associação Torre de Vigia (2006)
>>> The Phantom of the Opera de Jennifer Bassett pela Oxford University (2008)
>>> O Efeito Facebook de David Kirkpatrick pela Intrínseca (2011)
ENSAIOS

Segunda-feira, 18/10/2010
O grande ausente
Miguel Sanches Neto

+ de 3800 Acessos

A morte de um autor desencadeia um senso de justiça que é muito mais difícil de ser praticado com a pessoa viva. Este sentimento nobre que a morte aviva pode se manifestar de várias formas ― artigos críticos, dossiês, rememorações, homenagens as mais diversas, e também reações histéricas. Sim, mesmo as reações de histeria acabam incluídas neste movimento de enunciar um autor.

Nenhum, no entanto, é mais legítimo do que a vontade de leitura que surge quando sabemos que um autor morreu e ainda não o lemos. O leitor é tomado por um remorso que o responsabiliza perante um legado. E se processa o retorno à obra da pessoa recentemente morta.

Outro movimento decorrente deste impulso é a republicação ou publicação dos livros daquele que subitamente se fez o grande ausente. Mais do que interesse comercial, a publicação de suas obras representa também uma tentativa de preencher o espaço antes ocupado pelo autor. No lugar dele se coloca a obra, garantindo uma plenitude outra, a da palavra.

Tendo sido uma presença forte na cultura brasileira desde os anos 50, Wilson Martins (1921-2010) passou por momentos de grande prestígio intelectual e por outros de ostracismo. Mas suas análises críticas, pela independência, sempre eram acontecimentos na vida literária brasileira, mesmo depois de ele ter sofrido um rebaixamento midiático. A centralidade de uma obra não está no seu local de circulação, mas na sua força crítica. E esta força nunca faltou aos artigos de Wilson Martins, nem quando, profissional exposto à ingrata tarefa de ler primeiro, ele errava feio em seus julgamentos.

Assim, no começo dos anos 1990, quando volta a Curitiba (depois de 30 anos lecionando nos Estados Unidos), e começa a recolher seus textos de jornal na série Pontos de vista (pela T.A.Queiroz), Wilson Martins se encontra isolado, apesar dos terremotos gerados a cada artigo seu.

No início de minha militância crítica, na Gazeta do Povo, jornal que acolheu Wilson Martins no seu retorno ao Brasil, escrevi alguns artigos sobre ele. Sem ainda o conhecer pessoalmente, recebi cartas dele, nas quais falava deste exílio. Em 06 de maio de 1994, escreveu: "Estou relendo na Gazeta [do Povo] o seu consagrador artigo. Minha satisfação é tanto maior quanto seus comentários acertaram na mosca, ao mesmo tempo em que abalaram o muro de silêncio que se ergueu ao redor dos Pontos de vista". Depois de outro texto meu, sobre o volume seguinte desta série, ele volta ao assunto em 26 de dezembro do mesmo ano: "Recebo o seu artigo como o melhor presente de Natal e recompensa da persistência com que me mantive na estacada. Ai de mim! Sou o último dinossauro".

Aos poucos, este muro de silêncio foi sendo abalado por outras vozes, que reconheceram o trabalho de Wilson Martins, mas este reconhecimento ainda está nas fases iniciais. Alguns de seus livros voltaram a circular ― como A palavra escrita (Ática, 1998), A ideia modernista (Topbooks, 2002), A crítica literária no Brasil (Francisco Alves, 2002) e as reuniões de O ano literário (Topbooks, 2005/2007), mas faltava o principal, reeditar a enciclopédica História da inteligência brasileira. E é esta tarefa desmedida que a Editora UEPG (da Universidade Estadual de Ponta Grossa) acaba de concluir solitariamente.

Foram anos de trabalho para fazer a digitação, as conferências do autor, a revisão ortográfica, o projeto gráfico e o índice onomástico das 4.600 páginas que compõem este que é o maior ensaio escrito por uma única pessoa na literatura brasileira. A reedição estava concluída quando Wilson Martins morreu. (E agora é lançada na Bienal do Livro do Paraná, na esperança de que seja um dos marcos de uma nova fase editorial em nosso Estado.)

Anos atrás, uma revista especializada fazia uma matéria elegendo a História da inteligência brasileira como o livro mais plagiado no ambiente universitário. Ela foi fonte de muitas cópias indevidas não apenas em trabalhos acadêmicos, mas também nas recuperações de autores esquecidos da literatura brasileira. A produção de Wilson Martins permanecia secreta, não era muitas vezes nem citada nas teses, dissertações e ensaios, mas estava no interior deles.

Como poucos conheciam ou reconheciam o ensaio, ele podia ser saqueado à vontade. Esta reedição dentro do circuito universitário quer colocar Wilson Martins à disposição do leitor interessado em compreender o movimento das ideias no Brasil. Pela natureza arquivista desta obra, há uma riqueza imensa de dados e de avaliações, dotando-a de um valor único ― ela funciona como uma imensa biblioteca reduzida a dimensões legíveis.

A sua republicação é mais um esforço para abalar o muro de silêncio e para criar uma vontade de leitura que seja uma convivência intensa com um autor que, quando vivo, a cultura brasileira desperdiçou.

Nota do Editor
Texto gentilmente cedido pelo autor. Originalmente publicado no jornal Gazeta do Povo. Leia também "Wilson Martins (1921-2010)".

Para ir além
História da inteligência brasileira.


Miguel Sanches Neto
Ponta Grossa, 18/10/2010

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Obama ou Olama? de Marcelo Sant'Iago
02. Fim da Web como Terra Prometida de Tiago Dória
03. Os Romances de Mainardi de Daniel Osiecki


Mais Miguel Sanches Neto
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Como Salvar o Seu Emprego
Paul Timm
Makron Books
(1994)



Karma e Reencarnação - a Sabedoria de Yogananda - 1ª Edição
Paramahansa Yogananda
Pensamento
(2009)



Conjugar Verbos de España y de America - 1ª Edição - C/ Cd Audio
Alfredo Gonzales Hermoso
Edelsa
(2011)



Florais - uma Alternativa Saudavel
Maria Julia Paes da Silva;
Gente
(1999)



Inovações Sobre o Direito Processual Civil Tutelas de Urgência
Arruda Alvim e Eduardo Arruda Alvim
Forense
(2003)



Sintaxe Latina
G Zenoni
Missoes Cucujaes
(1953)



Dorothy on the Rocks
Barbara Suter
Bertrand Brasil
(2011)



Os Vivos, o Morto e o Peixe- Frito - 1ª Edição
Vários Autores
Pallas
(2014)



American Adventures Elementary Student Book
Ben Wetz
Oxford
(2008)



Angelo Margarido: uma Luz no Caminho
Vicente Petinati Netto
Do Autor
(1999)





busca | avançada
88566 visitas/dia
2,4 milhões/mês