Digestivo nº 59 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês
Mais Recentes
>>> ESCOLA PANAMERICANA REALIZA NOVA EDIÇÃO DO ARTESCAMBO
>>> Evento apresenta influência da gastronomia italiana na cultura de São Paulo
>>> Festival Cine Inclusão tem sessão de encerramento dia 23/9 na Unibes Cultural
>>> Exposição de Fábio Magalhães na CAIXA Cultural São Paulo termina dia 24 de setembro
>>> Vânia Bastos apresenta o premiado "Concerto para Pixinguinha", no Teatro Municipal Teotônio Vilela,
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Sabemos pensar o diferente?
>>> Notas de leitura sobre Inácio, de Lúcio Cardoso
>>> O jornalismo cultural na era das mídias sociais
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> O Wunderteam
>>> Fake news, passado e futuro
>>> Luz sob ossos e sucata: a poesia de Tarso de Melo
>>> Da varanda, este mundo
>>> Estevão Azevedo e os homens em seus limites
>>> Séries da Inglaterra; e que tal uma xícara de chá?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jeff Bezos é o mais rico
>>> Stayin' Alive 2017
>>> Mehmari e os 75 anos de Gil
>>> Cornell e o Alice Mudgarden
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Pulga na praça
>>> No Metrópolis, da TV Cultura
>>> Fórum de revisores de textos
>>> Temporada 3 Leve um Livro
>>> Suplemento Literário 50 anos
Últimos Posts
>>> É de fibra
>>> O indomável Don Giovanni
>>> Caracóis filosóficos
>>> O mito dos 42 km
>>> Setembro Paulista
>>> Apocalipse agora
>>> João, o Maestro (o filme)
>>> Metropolis e a cidade
>>> PETITE FLEUR
>>> O fantasma de Nietzsche
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Pascal e a condição humana
>>> Alberto Caeiro, o tal Guardador de Rebanhos
>>> O gato diz adeus
>>> Ascese, uma instalação do artista Eduardo Faria
>>> Rousseau e a Retórica Moderna
>>> Sartre e a idade da razão
>>> Encontros (e desencontros) com Daniel Piza
>>> Para você estar passando adiante
>>> Para você estar passando adiante
>>> Melhores Blogs
Mais Recentes
>>> Perspectivas da Cultura Brasileira - Miguel Reale
>>> Cenas de um casamento sueco - Ingmar Bergman (Cinema)
>>> Movimento Brasileiro: Contribuição ao estudo do Modernismo - Maria Eugênia da Gama Alves Boaventura (Arte e Ciências Humanas)
>>> André Malraux: Três aspectos e uma síntese (A aventura, a política, a arte) Frederico dos Reys Coutinho (Literatura Francesa)
>>> A música na Revolução Francesa - Enio Squeff
>>> A Invasão Cultural Norte-Americana - Júlia Falivene Alves (Cultura)
>>> Arte-Educação no Brasil - Ana Mae T. B. Barbosa
>>> Informação. Linguagem.Comunicação. - Decio Pignatari (Comunicação)
>>> Mito e Realidade - Mircea Eliade (Filosofia)
>>> A Holanda no tempo de Rembrandt - Paul Zumthor (Artes Plásticas)
>>> Portinari: Exposição de sua obra de 1920 até 1948 (Artes Plásticas)
>>> O Surrealismo - Yvon Duplessis (Arte/Estética)
>>> Museu Lasar Segall - 50 obras do acervo (Artes Plásticas)
>>> Arte & Deformação - Como entender a estética moderna - Assis Brasil
>>> El Arte: Formas de la conciencia social - V. Kelle/M. Kovalson (Em Espanhol) (Arte e Política)
>>> A Perspectiva - R. Taton & A. Flocon (Artes Plásticas)
>>> Cultura de Massa e Política de Comunicações - Waldenyr Caldas
>>> Problemas del arte en la revolución - Carlos Ragael Rodríguez (Em Espanhol)
>>> Itinerario estético da la Revolución Cubana - José Antonio Portuondo EM ESPANHOL(Estética)
>>> O Livro Perdido de Enki-Memórias e Profecias de um Deus Extraterrestre
>>> A Igreja
>>> Blecaute - 28ª ed.
>>> O Populismo na Política Brasileira
>>> Livro de Colorir Reino Animal
>>> Nas Trilhas da Crítica - Coleção: Críticas Poéticas
>>> Fé em Busca de Compreensão
>>> Carta aos Romanos
>>> Enciclopédia da Vida Selvagem - Animais da Selva III
>>> Mary Poppins
>>> Antologia Da Literatura Fantástica
>>> Saco de Ossos - 2 volumes
>>> Olhe Para Mim
>>> Guia Prático Enem - Matemática E Suas Tecnologias
>>> A Sombra Materna
>>> Histórias Da Vida Inteira
>>> Honoráveis Bandidos - Um Retrato Do Brasil Na Era Sarney
>>> Eternidade Mortal
>>> Ambientes Da Democracia Ambiental
>>> Trinta Anos Esta Noite - O que Vi e Vivi
>>> Pimenta Do Reino Em Pó
>>> Machu Picchu
>>> Cidade Escola - Série Jovens Utopias Livro 3
>>> Dr. Clorofila Contra Rei Poluidor
>>> Trio Enganatempo - Sua Mãe Era Uma Neanderthal
>>> Através Do Espelho
>>> Watchman nee ( O Poder latente da alma )
>>> Oh! Dúvida Cruel 2
>>> Felicidade Em Um Mundo Material
>>> Coleção Enem & Vestivulares Volume 7 - Física
>>> Para Homens Na Crise Dos 40
DIGESTIVOS

Quarta-feira, 5/12/2001
Digestivo nº 59
Julio Daio Borges

+ de 1900 Acessos
+ 5 Comentário(s)




Imprensa >>> À Sua imagem e semelhança
Miguel Sanches Neto, crítico e ensaísta episódico de Bravo, lança Chove sobre minha infância, romance autobiográfico. Depois de demolir artistas grandes e pequenos, dentro do exercício de seu ofício, Miguel sofre todo o tipo de retaliação nesse livro de estréia. Sua história, porém, é honesta e a leitura dela, absorvente. Trata do clássico conflito entre pai e filho. No caso, padrasto e filho. Um, respectivamente, bronco, trabalhador e intolerante, e o outro, letrado, revoltado e teimoso. Embora, em entrevistas, se esconda atrás de truques literários como mudança de foco narrativo, mudança de gênero ou de registro, Miguel se expõe corajosamente no livro, como só fazem aqueles que se submetem ao olhar escrutador do analista. Não temos, contudo, a obra-prima alardeada pela editora Luciana Villas-Boas. [Comente esta Nota]
>>> Batalha de Mídia
 



Música >>> I read the news today oh boy
Miguel Sanches Neto, crítico e ensaísta episódico de Bravo, lança Chove sobre minha infância, romance autobiográfico. Depois de demolir artistas grandes e pequenos, dentro do exercício de seu ofício, Miguel sofre todo o tipo de retaliação nesse livro de estréia. Sua história, porém, é honesta e a leitura dela, absorvente. Trata do clássico conflito entre pai e filho. No caso, padrasto e filho. Um, respectivamente, bronco, trabalhador e intolerante, e o outro, letrado, revoltado e teimoso. Embora, em entrevistas, se esconda atrás de truques literários como mudança de foco narrativo, mudança de gênero ou de registro, Miguel se expõe corajosamente no livro, como só fazem aqueles que se submetem ao olhar escrutador do analista. Não temos, contudo, a obra-prima alardeada pela editora Luciana Villas-Boas. [Comente esta Nota]
>>> All Things Must Pass
 



Literatura >>> Me leiam, não me deixem morrer
Miguel Sanches Neto, crítico e ensaísta episódico de Bravo, lança Chove sobre minha infância, romance autobiográfico. Depois de demolir artistas grandes e pequenos, dentro do exercício de seu ofício, Miguel sofre todo o tipo de retaliação nesse livro de estréia. Sua história, porém, é honesta e a leitura dela, absorvente. Trata do clássico conflito entre pai e filho. No caso, padrasto e filho. Um, respectivamente, bronco, trabalhador e intolerante, e o outro, letrado, revoltado e teimoso. Embora, em entrevistas, se esconda atrás de truques literários como mudança de foco narrativo, mudança de gênero ou de registro, Miguel se expõe corajosamente no livro, como só fazem aqueles que se submetem ao olhar escrutador do analista. Não temos, contudo, a obra-prima alardeada pela editora Luciana Villas-Boas. [Comente esta Nota]
>>> "Ciranda de Pedra" - Lygia Fagundes Telles - 190 págs. - Rocco
 



Gastronomia >>> O Conselheiro também come (e bebe)
Miguel Sanches Neto, crítico e ensaísta episódico de Bravo, lança Chove sobre minha infância, romance autobiográfico. Depois de demolir artistas grandes e pequenos, dentro do exercício de seu ofício, Miguel sofre todo o tipo de retaliação nesse livro de estréia. Sua história, porém, é honesta e a leitura dela, absorvente. Trata do clássico conflito entre pai e filho. No caso, padrasto e filho. Um, respectivamente, bronco, trabalhador e intolerante, e o outro, letrado, revoltado e teimoso. Embora, em entrevistas, se esconda atrás de truques literários como mudança de foco narrativo, mudança de gênero ou de registro, Miguel se expõe corajosamente no livro, como só fazem aqueles que se submetem ao olhar escrutador do analista. Não temos, contudo, a obra-prima alardeada pela editora Luciana Villas-Boas. [Comente esta Nota]
>>> O Compadre - Av. Otto Baumgart, 500 - Tel.: 3726-2694
 



Cinema >>> O herói da minha própria profecia
Miguel Sanches Neto, crítico e ensaísta episódico de Bravo, lança Chove sobre minha infância, romance autobiográfico. Depois de demolir artistas grandes e pequenos, dentro do exercício de seu ofício, Miguel sofre todo o tipo de retaliação nesse livro de estréia. Sua história, porém, é honesta e a leitura dela, absorvente. Trata do clássico conflito entre pai e filho. No caso, padrasto e filho. Um, respectivamente, bronco, trabalhador e intolerante, e o outro, letrado, revoltado e teimoso. Embora, em entrevistas, se esconda atrás de truques literários como mudança de foco narrativo, mudança de gênero ou de registro, Miguel se expõe corajosamente no livro, como só fazem aqueles que se submetem ao olhar escrutador do analista. Não temos, contudo, a obra-prima alardeada pela editora Luciana Villas-Boas. [Comente esta Nota]
>>> Lavoura Arcaica
 
>>> DIGA O SEU NOME E A CIDADE DE ONDE ESTÁ FALANDO
Roberto Araújo, de São Paulo: “Toda boa carreira é sempre feita sobre dois pilares: a fundamental formação técnica e saber o que pensam os que estão no comando do processo. Aqui você têm as duas coisas. Naturalmente que para 'fazer efeito' não basta folhear a revista. É preciso usar todos os serviços propostos e ler as reportagens. Assim, em muito pouco tempo você também vai estar 'rugindo'.”
 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
3/12/2001
05h14min
Obrigada pelo texto sobre Ligia Fagundes Telles e um pequeno resumo sobre Ciranda de Pedra. Realmente as pessoas esquecem-se do prazer de ler um bom livro, literatura e principalmente a paixao em todo o seu sentido, presente na literatura brasileira. Ligia tem um publico especial, aquele publico que tem memoria, gente de valor e por essa razao nunca sera esquecida.
[Leia outros Comentários de Marli]
3/12/2001
09h56min
Vou tentar de novo. Ler sempre, todos os que escrevem alguma coisa, nem que seja para saber que "aquele" não é para ler nunca mais. Ler Lígia sempre, para se ter a referência de uma obra rara, o deleite da leitura enriquecedora. Lavoura Arcaica, não assisti, uma pena. Selton Mello, grande ator. Pena que não queira, ou não possa (Global Power?) dar suas opiniões sinceras quando entrevistado. Fica enrolando, sai para um lado e outro...mistério! Mesmo assim, grande ator! Afinal, para ser ator não é necessário dar opinião sobre coisa alguma, não é? Auto da Compadecida, o maior barato! No livro, na telinha ou na telona, vale a pena. Eu Tu Eles, não sei, não cheguei a uma conclusão. Vi e não sei se gostei, por incrível que pareça. Tem alguma coisa que não convence, sei lá. Pode ser coisa minha, pode ser coisa nenhuma. Sonia Pereira.
[Leia outros Comentários de Sonia Pereira]
3/12/2001
14h25min
Julio, Além do prazer da própria leitura, seus contos são os melhores que já li, descobri com Lygia Fagundes Telles algumas respostas e "ganhei" muitas perguntas. "A Disciplina do Amor" é meu eterno livro de cabeceira. Vivo retornando a ele, como se não pudesse terminá-lo nunca. Lygia não precisa se preocupar, viverá para sempre... Beijos, Ana.
[Leia outros Comentários de Ana Veras]
5/12/2001
18h53min
Caro Julio, você e seus colunistas estão de parabéns pelo "Digestivo". Com um abraço, Ruy Goiaba São Paulo/SP, 5.dez.01
[Leia outros Comentários de Ruy Goiaba]
6/12/2001
14h43min
Goerge, my sweet lord. O que mais dizer? Nada, só ouvir. Como ler Lygia, eternamente. Que tal começar a clonagem por ele? Aliás, não sei porque os religiosos são contra! Afinal, não somos nós mesmos feitos à imagem e semelhança sei lá de quem? Isso não é clonar? Desculpem a brincadeira, sei que tem gente que pensa de outra forma, que segue uma religião. Mas, se está ao alcance do conhecimento humano, qual é o drama? O que pega é o uso que fazemos do conhecimento de que dispomos, e não o conhecimento em si. Mas, dá prá gente brincar com a imaginação: já pensou se uma dia você acordar e não saber quem é exatamente quem, nem se você é você ou é seu outro eu? Já não vai dar prá usar aquela: "Você sabe com quem está falando?" Não, não vai dar prá saber, mesmo! Já que é inevitável, que, ao menos, seja cômico (apesar de saber que poderá ser terrível). Sonia.
[Leia outros Comentários de Sonia Pereira]

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




PHYSICAL CHEMISTRY
V. KIREEV
HIGHER SCHOOL PUBLISHING HOUSE
(1968)
R$ 35,00



CUPCAKES 2 - A ARTE DE FAZER CUPCAKES
LAROUSSE
LAROUSSE
(2011)
R$ 20,00



A HISTÓRIA DA CONSTITUIÇÃO AMERICANA
CHARLES L. MEE JR.
EXPRESSÃO E CULTURA
(1993)
R$ 22,00



NA TRILHA DAS FERROVIAS
BERTHOLDO DE CASTRO
RELER
(2005)
R$ 75,00



POESIA BRASILEIRA ROMANTISMO - 42012
VALENTIN FACIOLI E ANTONIO CARLOS OLIVIERI (ORG)
ÁTICA
(1999)
R$ 10,00



UM AMOR DO OUTRO MUNDO
GANYMÉDES JOSÉ
ATUAL
(2006)
R$ 10,00



P.S. EU TE AMO
CECELIA AHREN
NOVO CONCEITO
(2012)
R$ 20,00



MENTES BRILHANTES, MENTES TREINADAS
AUGUSTO CURY
ACADEMIA
(2000)
R$ 18,00



TEATRO SOVIÉTICO (INVASION/LOS HOMBRES RUSOS) - TEATRO RUSSO
LEONID LEÓNOV E KOSTANTÍN SÍMONOV
EDITORIAL FUTURO
(1945)
R$ 15,00



BOX CONECTE MATEMÁTICA VOL. 3 - ENSINO MÉDIO
GELSON IEZZI
SARAIVA
(2014)
R$ 149,90





busca | avançada
36458 visitas/dia
993 mil/mês