Digestivo nº 449 | Julio Daio Borges | Digestivo Cultural

busca | avançada
27984 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Alaíde Costa e Toninho Horta mostram CD em parceria na CAIXA Cultural São Paulo
>>> O Julgamento Secreto de Joana D'Arc com Silmara Deon estreia no Teatro Oficina
>>> Novo app conecta, de graça, clientes a profissionais e prestadores de serviço
>>> Inauguração da Spazeo com show do Circuladô de Fulô - 28/07
>>> CONFRARIA COMEDY SE APRESENTA EM OSASCO, NESTE SÁBADO, TRAZENDO DIVERSOS CONVIDADOS
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entrevista com a tradutora Denise Bottmann
>>> O Brasil que eu quero
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Um Furto
>>> Mais outro cais
>>> A falta que Tom Wolfe fará
>>> O massacre da primavera
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> A Fera na Selva, filme de Paulo Betti
>>> Raio-X do imperialismo
Colunistas
Últimos Posts
>>> Eleições 2018 - Afif na JP
>>> Lançamentos em BH
>>> Lançamento paulistano do Álbum
>>> Pensar Edição, Fazer Livro 2
>>> Ana Elisa Ribeiro lança Álbum
>>> Arte da Palavra em Pernambuco
>>> Conceição Evaristo em BH
>>> Regina Dalcastagné em BH
>>> Leitores e cibercultura
>>> Sarau Libertário em BH
Últimos Posts
>>> Tempo & Espaço
>>> Mão única
>>> A passos de peregrinos ll
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES IV
>>> Shomin-Geki, vidas comuns no cinema japonês
>>> Con(fusões)
>>> A passos de peregrinos l
>>> Ocaso
>>> PRESSÁGIOS. E CHAVES I
>>> Sob o mesmo teto
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Cisne Negro: por uma inversão na ditadura do gozar
>>> Lui Liu
>>> Sociedade dos Poetas Mortos
>>> O dia em que não conheci Chico Buarque
>>> Leis de incentivo e a publicação independente
>>> Amor e relacionamentos em tempos de transição
>>> O óbvio final de Belíssima
>>> Defesa dos Rótulos
>>> Reflexões sobre a Liga Hanseática e a integração
>>> 9º Búzios Jazz & Blues - I
Mais Recentes
>>> O cachorro Skoz - Cão ao mar
>>> O cachorro Skoz - Passeio no ar
>>> Seu cliente pode pagar mais - 3ª edição
>>> O Pássaro Azul
>>> Zagreb
>>> The Rough Guide to Turkey
>>> Prague
>>> Dados Sobre a Coréia
>>> The Rough Guide to Morocco
>>> Lonely Planet - Argentina
>>> Lonely Planet - Bermuda
>>> Lonely Planet - Zimbabwe
>>> Hill Country
>>> Guatemala Sensacional
>>> Nova York no Meu Bolso
>>> Itália by Train
>>> Buenos Aires de A a Z
>>> Badajoz
>>> Imigrantes da Bessarábia - Jornada em Terras Tropicais
>>> Let's Visit Thailand
>>> The Man Who Deciphered Linear B - the Story of Michael Ventris
>>> Jean-Pierre Mocky
>>> Dialoguer Avec Son Ange - Une Voie Spirituelle Occidentale
>>> La Société de Consommation de Soi
>>> Cadernos de Lanzarote - Diário 1
>>> Marcelo Caetano - O Homem Que Perdeu a Fé
>>> A Construção da Beleza
>>> História dos Conceitos - Debates e Perspectivas
>>> Cidadania Proibida - O Caso Herzog Através da Imprensa
>>> Cleo e Daniel
>>> Children and Television
>>> Cholera and the Ecology of Vibrio Cholerae
>>> The Encyclopedia of Ancient Egypt
>>> Maravilhas do Conto de Aventuras
>>> Reproposta - a Revista da Terceira Idade para Todas as Idades
>>> Scribes, Warriors and Kings - The City of Copan and the Ancient Maya
>>> O'Neill - Long Day's Journey Into Night
>>> The Fall of Constantinople 1453
>>> Morality
>>> Collaboration in the Holocaust - Crimes of the Local Police in Belorussia and Ukraine, 1941-44
>>> Gandhara - The Memory of Afghanistan
>>> Tales, Speeches, Essays and Sketches
>>> A Evocação do Zé Batalha - uma História Afro-brasileira - Teatro Rural
>>> Na Relva da Tua Lembrança
>>> The Quest For Paradise - Visions of Heaven and Eternity in the World's Myths and Religions
>>> Assombrações e Coisas do Além
>>> Dicas Úteis Para Uma Vida Fútil
>>> Coiote
>>> Mães Que Mudaram o Mundo
>>> Quem é Lou Sciortino?
DIGESTIVOS

Sexta-feira, 15/1/2010
Digestivo nº 449
Julio Daio Borges

+ de 2500 Acessos




Literatura >>> Literatura em 2009
O grande fato "literário" de 2009 foi, justamente, um fato de aparência "não-literária": o desembarque do Kindle, o leitor da Amazon, em terras brasileiras, na sua versão global. Provocando, nas editoras brasileiras (e mesmo nas "não-brasileiras"), as reações mais diversas, o Kindle seguirá transformando o ambiente literário em 2010. Quase na contramão da estreia dos livros eletrônicos — e da sua natural ligação com obras de domínio público (via formato PDF) —, a Companhia das Letras anunciou seu acordo com a Penguin Books, cujas obras clássicas vai publicar, em traduções como sempre bem cuidadas, a partir de 2010. E por falar na editora de Luiz Schwarcz, 2009 ainda foi de Milton Hatoum, com A cidade ilhada, e de pockets como Histórias Extraordinárias, de Edgar Allan Poe, sob os cuidados de José Paulo Paes. Borges continuou brilhando, em reedições pela mesma editora: tanto no encontro consigo mesmo, na ficção; quanto no encontro com o leitor, num ensaio autobiográfico. E Jorge Amado, cujos relançamentos também seguiram em 2009, mereceu homenagem de Spacca, que adaptou Jubiabá para o formato graphic novel. Até Burckhardt, um dos mestres de Nietzsche, mereceu uma releitura em 2009. E por falar no filósofo: seu Wagner em Bayreuth mereceu reedição da Jorge Zahar; enquanto sua Genealogia da Moral saiu, ainda, pela Companhia de Bolso. Relemos, com enorme prazer, Otto Lara Resende destrinchando Vinicius de Moraes e Ivan Junqueira desvendando, como poucos, Otto Maria Carpeaux (Record). Na ala dos contemporâneos, Paula Dip ressurgiu, biografando Caio Fernando Abreu. Enquanto autores brasileiros do nosso tempo comentaram o famoso Decálogo do Perfeito Contista, de Horacio Quiroga. Mario Quintana foi agraciado com uma edição dos Cadernos de Literatura Brasileira. E a professora Walnice Nogueira Galvão reuniu, em livro, sua Euclidiana. 1984, de Orwell, foi revisitado até por Thomas Pynchon; e Milan Kundera percorreu a história do romance desde o Quixote. 2010 será o primeiro ano em que vamos misturar, efetivamente, nossas leituras em papel com nossas leituras eletrônicas. O que resultará então? [Comente esta Nota]
>>> Mais Literatura
 



Música >>> Música em 2009
2009 abriu com o esperado show do Little Joy, o projeto de Rodrigo Amarante, do extinto Los Hermanos. Na sequência, João Gilberto voltou a causar polêmica com gravações pré-bossa nova, na casa de Chico Pereira, que tomaram conta da internet. Ainda no primeiro semestre, o Brasil assistiu a um dos melhores shows do ano (e certamente um dos melhores shows de rock a passar por aqui), o do Radiohead, na turnê de In Rainbows. Sean Lennon tocou-nos com um depoimento sofrido a respeito de seu pai, na biografia de Philip Norman. E o Clube da Esquina ganhou uma respeitável homenagem em livro, 35 anos depois. Ainda em junho, o Chikenfoot mereceu comentários, ao reunir membros do Van Halen e do Red Hot Chili Peppers, mais Joe Satriani. Já no segundo semestre... Marcos Sacramento confirmou a supremacia como o nosso principal intérprete, em Na Cabeça, o disco e o show. Jorge Drexler, o bardo uruguaio, fascinou, novamente, a plateia do Bourbon Street. Mas foi Michael Jackson quem ocupou todos os espaços, a partir de 25 de julho, com sua morte súbita e mal explicada. Céu, em setembro, lançou Vagarosa, o melhor disco de 2009, entre as gravações de todas as cantoras brasileiras em atividade. E por falar em novos talentos, Marcos Valle convidou só os melhores para o seu último DVD, Conecta. Ainda em setembro, Brad Mehldau deixou uma marca em quem o assistiu no Projeto Piano Forte. E Zélia Duncan ensaiou uma retomada, às boas, com Pelo Sabor do Gesto. Ricardo Alexandre quase fechou o ano com a melhor biografia de 2009: Nem vem que não tem: a vida e o veneno de Wilson Simonal (Globo). Enquanto Adriana Calcanhotto, Domenico Lancellotti, Moreno Veloso e Arnaldo Antunes, praticamente, encerraram o ano no Auditório Ibirapuera, com sugestões de novos caminhos para a música brasileira. Ainda em 2009, a Economist sugeriu que a pirataria vem diminuindo — mas será que isso significa alguma coisa em termos de criação? 2010 poderá nos dar a resposta... [Comente esta Nota]
>>> Mais Música
 



Cinema >>> Cinema em 2009
Também no mundo dos DVDs, blockbusters a partir de heróis das histórias em quadrinhos continuaram reinando como Batman, em O Cavaleiro das Trevas. Outros blockbusters de qualidade superaram sua versões originais, como Anjos e Demônios, que se revelou, surpreendentemente, um ótimo filme (mesmo para quem não gostou de O Código Da Vinci, nem embarcou na onda Dan Brown). Na outra ponta, Sean Penn continuou brilhando, como o melhor ator (e diretor?) de sua geração, em Milk, de Gus Van Sant, e Na Natureza Selvagem, sobre a bonita (e trágica) história de Christopher McCandless. Ainda Ron Howard trouxe, provavelmente, o melhor filme político, e sobre mídia, de 2009: Frost/Nixon, cheio das revelações de um ex-presidente, graças a um homem de televisão que resolveu arriscar tudo. No universo do documentário, Marisa Monte voltou às raízes, de anos, em O Mistério do Samba, nosso Buena Vista Social Club (sobre a Velha Guarda da Portela). Enquanto João Moreira Salles retomou um pouco da história de sua própria família, a partir da personagem Santiago, o mordomo. Em 2009, até o marido de Angelina Jolie emplacou tanto na seara dos blockbusters, ao lado de Cate Blanchett, em Benjamin Button (a partir de um conto de F. Scott Fitzgerald), quanto no experimentalismo dos Irmãos Cohen, que não resistiram em enquadrá-lo como um abobalhado professor de ginástica (em Queime depois de ler, ao lado de George Clooney). Clint Eastwood — mantendo a tradição — fez, novamente, o papel de si mesmo, em Gran Torino. E o livro de Jean-Dominique Bauby, em sua versão cinematográfica, foi, mais uma vez, celebrado em 2009. Saindo da França, em direção a outras cinematografias, uma grata surpresa foi Caramelo, de Nadine Labaki. E decepções foram: o aparentemente unânime Ensaio sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles; e o superficial Estômago, desperdiçando a estreia solo de João Miguel. (Ainda Che, tão esperando com Benicio Del Toro, foi um fracasso retumbante.) Veremos se, em 2010, o cinema sai da encruzilhada entre as crianças e os adolescentes para ser, como na época da sétima arte, novamente adulto. [2 Comentário(s)]
>>> Mais Cinema
 

 
Julio Daio Borges
Editor

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O VATICANO - POTÊNCIA MUNDIAL - HISTÓRIA E FIGURA DO PAPADO
JOSEPH BERNHART
IRMÃOS PONGETTI
(1949)
R$ 23,00



CRISTIANÍSMO - SÉRIE CONHECENDO AS RELIGIÕES
VÁRIOS AUTORES
TODOLIVROS / BRASILLEITURA
(2012)
R$ 5,00



A ANTI-NATUREZA
CLÉMENT ROSSET
ESPAÇO E TEMPO
(1989)
R$ 90,00



AGITAÇÃO À BEIRA-MAR
LEUSA ARAUJO
ÁTICA - PARADIDÁTICOS
(2004)
R$ 10,00



HEADHUNTERS
JO NESBO
RECORD
(2012)
R$ 12,00



INFINITAS MORADAS
CARLOS A. BACCELLI, INÁCIO FERREIRA
VITÓRIA
(2003)
R$ 15,00



PAPAI, SOU GAY - PEDRO ANTUNES (SOCIOLOGIA/ANTROPOLOGIA CULTURAL)
PEDRO ANTUNES
SCORTECCI
(2003)
R$ 5,50



DEUSES AMERICANOS
NEIL GAIMAN
INTRÍNSECA
(2016)
R$ 53,90



A CIDADE DO SOL
KHALED HOSSEINI
AGIR
(2012)
R$ 17,90



EXAMINE AS ESCRITURAS DIARIAMENTE 2002
WATCHTOWER BIBLE
WATCHOWER BIBLE
(2002)
R$ 5,00





busca | avançada
27984 visitas/dia
1,1 milhão/mês