Não estou lá, com Cate Blanchett | Digestivo Cultural

busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
>>> Com Rincon Sapiência, Samanta Luz prepara quiche vegana no Sabor & Luz
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Discurso de William Faulkner
>>> Road Warrior
>>> O crime da torta de morango
>>> PT saudações
>>> Oscar Wilde, dândi imortal
>>> 30 de Novembro #digestivo10anos
>>> Uma história do Jazz
>>> Quando morre uma paixão
>>> Debate Democrata na CNN
>>> Blogo, logo existo
Mais Recentes
>>> Vamos Fazer Barulho! Uma Radiografia de Marcelo D2 de Bruno Levinson pela Ediouro (2007)
>>> Metanoia - Um Novo Olhar Sobre a Liderança e os Negócios de Roberto Adami Tranjan pela Gente (2002)
>>> Bhagavad Gita de Krishna pela Martin Claret (2005)
>>> Cyrano de Bergerac (capa dura) de Edmond Rostand pela Nova Cultural (2002)
>>> A arte de amar de Ovídio pela L&PM Pocket (2010)
>>> A Única Coisa de Gary Keller; Jay Papasan pela Novo Século (2014)
>>> Prestígio e Personalidade de Lewis Victor pela Ediouro
>>> Maze Runner: Ordem de Extermínio de James Dashner pela V&R (2013)
>>> A Semente da Vitória de Nuno Cobra pela Senac (2002)
>>> Maze Runner: A Cura Mortal de James Dashner pela V&R (2012)
>>> Maze Runner: Prova de Fogo de James Dashner pela V&R (2011)
>>> Perto do Coração Selvagem de Clarice Lispector pela Folha de S.Paulo (2017)
>>> Maze Runner: Correr ou Morrer de James Dashner pela V&R (2010)
>>> O Livro dos 5 Anéis de Miyamoto Musashi pela Madras (2005)
>>> A Resposta do Mar de Rubens Paulo Gonçalves pela Alegro (2000)
>>> Como Planejar Sua Vida! de Dernizo Pagnoncelli pela Publit (2014)
>>> Fantasmas de Antonio Carlos Neves pela Saraiva (2006)
>>> Mal-Entendido em Moscou de Simone de Beauvoir pela Folha de S.Paulo (2017)
>>> 40 Dias de Amor - Princípios de Relacionamento de Jesus de Tom Holladay pela Vida (2017)
>>> A Caçadora de Bruxos - Magia. Traição. Sacrifício. de Virginia Boecker pela Record (2016)
>>> Noite de Érico Veríssimo pela Círculo do Livro (1986)
>>> Maldosas - Pretty Little Liars de Sara Shepard pela Rocco (2010)
>>> Exercícios de Matemática - Revisão do Ensino Fundamental - Volume 1 de Álvaro Zimmermann Aranha; Manoel Benedito Rodrigues pela Policarpo (1994)
>>> Anjos Caidos e as Origens do Mal de Elizabethe Prophet pela Nova Era (2002)
>>> Ozônio: Aliado e Inimigo de Vera Lucia Duarte de Novais pela Scipione (2006)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Cinema

Quarta-feira, 13/8/2008
Não estou lá, com Cate Blanchett
Julio Daio Borges

+ de 8000 Acessos
+ 1 Comentário(s)




Digestivo nº 377 >>> Não estou lá foi mais anunciado pelo casting superestelar para dar conta do camaleônico Bob Dylan do que por qualquer outra coisa — mas é mais uma mensagem cifrada para não-fãs de Dylan do que um cartão de visita do seu songbook (para não-iniciados). Apesar de presenças de peso, como o já jovem mito Heath Ledger (o atual Coringa) e o galã aposentado Richard Gere, quem brilha, incontestavelmente, é Cate Blanchett. Focada no primeiro e mais interessante ponto de inflexão de Bob Dylan — quando ele abandonou a aura de profeta folk e se converteu às guitarras elétricas (virando popstar) —, apresenta a última crise de consciência de Zimmerman, antes de vender a alma ao establishment, a qual poderia tê-lo matado (como deixa sugerido o próprio filme). Mesmo Blanchett, contudo, não explica muita coisa — dura, por exemplo, um segundo a cena em que ela apresenta as drogas aos Beatles. E seus delírios com Allen Ginsberg compensam — apesar de ininteligíveis — a perseguição cansativa do âncora do jornalismo, querendo, invejosamente, desconstruir o mito. O personagem Woodie Guthrie desempenhado pelo jovem ator negro Marcus Carl Franklin foi, efetivamente, uma sacada — embora jamais cole um Dylan tão precoce. Ben Whishaw solta bons aforismos autodenominando-se "Arthur Rimbaud" — mas quem entende a sutileza daquilo? Heath Ledger vale por afirmar que "mulheres nunca poderiam ser poetas"; no mais, é um bêbado enfadonho brigando com uma mulher mais chata ainda. Christian Bale compensa evocando Lee Oswald, mas estraga tudo (até Julianne Moore) convertendo-se ao cristianismo. Não estou lá, enfim, é um filme à clef, com altos e baixos — não aconselhável, portanto, para não-versados no tema Bob Dylan.
>>> Não estou lá
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Vocabulários grego e latino da filosofia (Além do Mais)
02. Ping, a rede social da Apple (Internet)
03. Surf Hype, o maior blogueiro de São Paulo (Internet)
04. O Blog da Livraria Cultura (Internet)
05. Le Poème, de Petrit Spahija e Yves Lepide (Gastronomia)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
19/8/2008
00h16min
Confesso que me empolguei muito na tarefa de assitir a esse filme. Sim, ele definitivamente é uma mensagem cifrada para não-iniciados em Dylan, mas vale a pena ver. Isto porque a leitura do filme vale em muitos momentos. Gere está excelente, Blanchet brilha sem rumo, Bale está transformado - sua atuação é ótima, mesmo que o texto codificado não ajude. Ao menos, a película é um exercício de paciência e de apreciação estilística. E a trilha é soberba.
[Leia outros Comentários de Fernando Miranda]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Diário de Sá
Pia pera
Objetivo
(1995)



Ondas à Procura do Mar
Pierre Weil
agir
(1987)



Os Caminhos do Amor
Dalva Silva Souza
feb
(1997)



Dange Rock
M. S. Fayes
Pandorga
(2016)



Os Smurfs o Poderoso Gargamel
Vale das Letras
Vale das Letras
(2011)



Livro - Era Melhor Não Saber
Barbara Taylor Bradford
Record
(1996)



Livro - Memórias de um Sargento de Milícias - Série Reencontro
Manuel Antônio de Almeida
Scipione
(2000)



Os Dez Mandamentos
Loron Wade
casa publicadora
(2006)



Fé a Chave Secreta
Marcos Daniel
Redacional
(2010)



Chuva ácida: Coleção Sos Planeta Terra
M. Bright
Melhoramentos
(2005)





busca | avançada
48334 visitas/dia
1,6 milhão/mês