O fim da obrigatoriedade do diploma no jornalismo | Digestivo Cultural

busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Sessão Única com Jogo de Escape Game e debate do filme 'Os Bravos Nunca se Calam' em SP
>>> OBRAS INSPIRADAS DURANTE A PANDEMIA GANHAM DESTAQUE NO INSTITUTO CERVANTES, EM SÃO PAULO
>>> Sempre Um Papo com Silvio Almeida
>>> FESTIVAL DE ORQUESTRAS JUVENIS
>>> XIII Festival de Cinema da Fronteira divulga Programação
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> iPad
>>> iPad
>>> iPad
>>> Sátiro e ninfa, óleo s/ tela em 7 fotos e 4 movies
>>> poeta del vacío existencial
>>> Croft & Kidman
>>> Histórias de gatos
>>> Whitesnake, 1987
>>> Por que Dilma tem de sair agora
>>> A árvore da vida
Mais Recentes
>>> D. Pedro I (Perfis Brasileiros) de Isabel Lustosa pela Companhia das Letras (2006)
>>> Quatro Estações de Stephen King pela Objetiva (2001)
>>> Wicca Gardneriana de Mario Martinez pela Gaia (2005)
>>> O Feitiço do Cinema Ensaios de Griffe Sobre a Sétima Arte de Juan Guillermo D. Droguett e Flavio F. A. Andrade pela Saraiva (2009)
>>> Os Últimos Anos da Escravatura no Brasil de Robert Conrad pela Civilização Brasileira (1975)
>>> Recursos Hidricos - Direito Brasileiro e Internacional de Paulo Affonso Leme Machado pela Malheiros (2002)
>>> Responsabilidade Fiscal - Autografado de Kiyoshi Harada - Autografado pela Juarez de Oliveira (2002)
>>> Lugar de Medico e na Cozinha - Cura e Saúde pela Alimentação Viva de Dr. Alberto Peribanez Gonzalez pela Alaúde (2008)
>>> Jung o Mapa da Alma de Murray Stein pela Cultrix (2006)
>>> Candido Mendes : a Aventura da Consciência de Maria Isabel Mendes de Almeida pela Educam (2008)
>>> Freakonomics - o Lado Oculto e Inesperado de Tudo Que nos Afeta de Elsevier pela Campus (2005)
>>> Transmissores Para Iniciantes - 30 projetos de Newton C Braga pela Saber (1994)
>>> A Astrologia e a Psique Moderna: Um astrólogo analisa a psicologia profunda de Dane Rudhyar pela Pensamento (1986)
>>> Sistemagia de Adriano Camargo Monteiro pela Madras (2006)
>>> O Legado da Deusa de Mirella Faur pela Rosa dos tempos (2003)
>>> Pensando a Física de Mário Schenberg pela Brasiliense (1984)
>>> Les Secrets de Florence Nightingale - bibliothèque blanche de Alice Wilburstone-Payne pela Blanche (2005)
>>> A Bíblia na Linguagem de Hoje - O Novo Testamento 3ª edição. de Sociedade Bíblica do Brasil pela Sociedade Bíblica do Brasil (1975)
>>> Histologia Básica - texto/Atlas de Luiz C. Junqueira; José Carneiro pela Guanabara Koogan (2022)
>>> Quando eu Voltei, Tive uma Surpresa de Joel Rufino dos Santos pela Rocco (2000)
>>> O Atraso Econômico em Perspectiva Histórica de Alexander Gerschenkron pela Contraponto (2015)
>>> Pintando Sua Alma - método de desenvolvimento da personalidade criativa de Susan Bello pela Wak (2007)
>>> O Século XX - o tempo das crises - revoluções, fascismos e guerras volume 2 de Daniel Aarão Reis Filho; Jorge Ferreira; Celeste Zenha pela Civilização Brasileira (2000)
>>> O Massacre de Manguinhos de Herman Lent pela Edições Livres (2019)
>>> O Massacre de Manguinhos de Herman Lent pela Edições Livres (2019)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Sexta-feira, 26/6/2009
O fim da obrigatoriedade do diploma no jornalismo
Julio Daio Borges

+ de 8100 Acessos
+ 6 Comentário(s)




Digestivo nº 421 >>> A vida não está fácil para quem é jornalista no Brasil. Depois de décadas de redações se encolhendo e salários se achatando, a internet veio para tornar o profissional tecnicamente obsoleto e, agora, o STF veio para lavrar a obsolescência da profissão em cartório: para trabalhar como jornalista, não é mais necessário se formar em jornalismo (não é mais necessário ter diploma de jornalista) — o que ensejou a conclusão, entre muitos, de que, para trabalhar com jornalismo, não é mais preciso nem... ser jornalista. Sobrou para os blogueiros, claro. Mas não é a mesma "guerra" da outra semana: não é a velha geração querendo manter o controle dos meios e a nova se rebelando, numa disputa entre o mainstream de antes e o de agora. A grita, neste momento, é mais pela sensação, entre universitários, de que o diploma — antes garantia de uma certa "reserva de mercado" — agora não é mais garantia de nada — porque, para trabalhar com jornalismo, aparentemente qualquer diploma de curso superior vale... O argumento está baseado na falta de experiência de quem não conhece o mercado de trabalho e que, portanto, não sabe que nenhum diploma é garantia de nada — em toda e qualquer profissão. A obsolescência dos jornalistas e dos futuros jornalistas (agora em formação) não é a do diploma — está mais ligada à visão romântica de que ainda existem redações de jornal, como as de cinema, quando a prática se aproxima, cada vez mais, do dia a dia dos... blogs! Se um estudante montasse seu veículo on-line, no começo do curso de jornalismo, em alguns anos sairia melhor preparado, para a futura realidade da profissão, do que teóricos das antigas práticas, diagramando com tesoura e cola, discutindo a censura na ditadura militar, apegando-se a suportes, como o papel, virtualmente condenados... O debate, do diploma, deveria alargar suas fronteiras e abordar as verdadeiras questões — o jornalismo não é mais o que era só porque o STF decretou: o jornalismo não é mais o que era porque, no tempo, parou; e não só no Brasil, no mundo todo...
>>> STF derruba a obrigatoriedade do diploma de jornalista
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Internet em 2000-2009 (Internet)
02. A Democracia Traída, de Raymundo Faoro (Imprensa)
03. O Conto do Amor, de Contardo Calligaris (Literatura)
04. A pintura, textos essenciais, volume 9 (Artes)
05. Um jeito brasileiro de cantar (Além do Mais)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
26/6/2009
08h02min
Sim, sim... Concordo com essa transformação substancial do ofício jornalístico, mas concordo ainda mais em relação às instituições de Ensino, sobretudo por proporcionar um período de experimentações, infelizmente pouco - ou mal - utilizado.
[Leia outros Comentários de Salomão Terra]
26/6/2009
09h13min
E viva o "new journalism"!!! Competência vale mais que qualquer diploma em qualquer carreira.
[Leia outros Comentários de Sergio Gonzaga]
26/6/2009
12h56min
Quando eu cursava jornalismo,um grupo de alunos reuniu-se para reforçar a obrigatoriedade do diploma.Pediam que os estudantes assomassem ao pátio e baseavam seu protesto no fato dos grandes jornais estarem contratando estagiários para fazer o serviço das redações.Pagavam menos e despediam jornalistas antigos.Conhecido meu não foi,argumentando que,se estagiários podiam fazer o que pretendíamos depois de 4 anos de estudos,para que o diploma?Até nos formarmos,fez campanha contra a exigência legal do curso de jornalismo para exercer a profissão.Se o curso não me capacita, não me diferencia,não aceito que uma lei o faça,ele dizia.Ora,não é o jornalista o homem que deve sair pelas ruas a fim de conhecer o problema da comunidade e divulgá-lo?E todo o problema social não vem da estratificação?E reserva de profissão,tem que nome?Alguém o elogiou abertamente:bom seria se todos fossem assim, nada elitistas. Quê?Respondeu ele. Sou o maior dos elitistas. Só não quero diplomar a minha incompetência.
[Leia outros Comentários de mauro judice]
26/6/2009
15h16min
Não creio que minha profissão esteja suplantada. Além disso, depositar o futuro do jornalismo no blog só não é mais clichê que afirmar que o papel é "um dos suportes (...) virtualmente condenados". Cursar a universidade me deu sim experiência e gabarito para exercer o ofício de jornalista. Não vou rasgar meu diploma. Assim como não vou me preocupar com quem pretende ser jornalista sem ter um.
[Leia outros Comentários de Rodrigo Ramthum]
27/6/2009
23h19min
O talento não se diploma, fazer o quê? Se refina, mas não se diploma. O estudo é importante em todos os momentos da vida, em todas as profissões, agora reserva de mercado em jornalismo? Corporativismo jornalístico para (tentar) se defender de uma lei criada na ditadura militar? Ninguém precisa rasgar o diploma. Só que está na hora de acordar, o romantismo acabou, informação não é reserva de mercado. Bem-vindos ao século XXI.
[Leia outros Comentários de Jornalista 2.0]
24/7/2009
13h04min
À primeira vista fiquei transtornada por meus amigos que têm se "matado" pra entrar na faculdade e conseguir alcançar o diploma, mas agora, especialmente depois de ter lido esse artigo, vi que a culpada foi a net. Felizmente a net me poupa de sair e pegar o jornal lá fora, ou de não ler com mais atenção a notícia. A net me ajuda a economizar. Paradoxo, pois a lida do jornal traz o conteúdo de uma forma mais bem colocada e analisada. Posso investir 2 horas pra ler o jornal inteiro, mas posso usar essas mesmas 2 horas na net depois de ter "passeado" em vários "lugares". Bem, fico triste por amigos, e constrangida com pessoas que escrevem ou falam e acham "sinceramente" que são jornalistas. O mundo caminha, e tempos atrás ser poetas, trovadores, era maravilhsoo, ter um feudo próspero, ser jornalista... uma profissão. Só resta a dúvida.
[Leia outros Comentários de Sambeleleny Chicupo ]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Horizontes da Vida
João Nunes Maia
fonte viva
(1989)



Como Aprendi a Pensar - os Filósofos Que Me Formaram
Luiz Felipe Pondé
Planeta
(2019)



Dia a Dia Com o Evangelho 2019: Ano C - São Lucas
Paulus Editora
Paulus
(2018)



Planejamento Estratégico Empresarial
Maurício Castelo Branco Valadares
Qualitymark
(2003)



Livro - O Primo Basílio
Eça de Queirós
Nova Cultural



Relatos de Uma Alma
Dorita Moraes Barros
lacerda
(1999)



Big Bang
Heather Couper e Nigel Henbest
Moderna
(1997)



Avalon e o Graal
H. Gerenstadt
madras
(2002)



Auto da Barca do Inferno
Gil Vivente
Ftd
(1997)



Psicossomática Hoje
Julio de Mello Filho / Miriam Burd
Artmed
(2010)





busca | avançada
58257 visitas/dia
1,6 milhão/mês