O Iconoclasta, de Gregory Berns | Digestivo Cultural

busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Dos palcos para as leituras radiofônicas
>>> Youtuber apresenta A Jornada do Herói Favelado
>>> Sesc 24 de Maio apresenta o último episódio do Música Fora da Curva
>>> Historiador Russell-Wood mergulha no mundo Atlântico português da Idade Moderna
>>> Livro ensina a lidar com os obstáculos do Transtorno do Déficit de Atenção
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
>>> Estreia: Geração# terá sessões virtuais gratuitas
>>> Gota d'agua
>>> Forças idênticas para sentidos opostos
>>> Entristecer
>>> Na pele: relação Brasil e Portugal é tema de obra
>>> Single de Natasha Sahar retrata vida de jovem gay
>>> A melancolia dos dias (uma vida sem cinema)
Blogueiros
Mais Recentes
>>> John Lennon NYC 1972
>>> Apresentação
>>> Internet difundindo livros
>>> O marketing da mendicância
>>> Os Mutantes são demais
>>> Ser intelectual dói
>>> Jerry Lewis, um verdadeiro louco
>>> Crítica/Cinema: entrevista com José Geraldo Couto
>>> Pra entender a Lei Rouanet
>>> Uma baby boomer no Twitter
Mais Recentes
>>> O Embaixador de Morris West pela Abril Cultural (1985)
>>> Emmeline de Judith Rossner pela Nova Cultural (1986)
>>> Qualidade Em Serviços e Atenção ao Cliente de Fernando Trigueiro pela Focus (2001)
>>> Aprender a Ler: Vencendo o Fracasso de Eveline Charmeux pela Cortez (1994)
>>> Dogma e Ritual de Alta Magia de Eliphas Levi pela Madras (2016)
>>> Plantão da Noite de Irwin Shawn pela Nova Cultural (1987)
>>> America (portuguese Edition) de Luis Fernando Verissimo pela Artes e Oficios (1994)
>>> America (portuguese Edition) de Luis Fernando Verissimo pela Artes e Oficios (1994)
>>> O Jaguar no Deserto de Davino Ribeiro de Sena pela Bagaço (1997)
>>> Amar Elos Vermelhos de Marcia Meira Basto pela Fund. Cult. Cidade do Recife (2005)
>>> Revista Os 3 mosqueteiros de Varios autores pela Cedic
>>> A Mulher Que Cai de Guido Viaro pela Literal Link (2007)
>>> Adolescência e Individualidade de Judith e Gallatin pela Harbra (1978)
>>> A Garota do Espelho de Thais Leonardo pela Fundação Jk (2012)
>>> A Rebelde Apaixonada de Frank G Slaughter pela Nova Cultural (1986)
>>> Longe Demais de Jennifer Echols pela Pandorga (2011)
>>> A Mulher do Tenente Frances de John Fowles pela Nova Cultural (1987)
>>> O Ultimo Teorema de Fermat de Simon Singh pela Record (2012)
>>> Constituição da Republica Federativa do Brasil de Alexandre de Moraes Org. pela Atlas (2003)
>>> Escuridão de Elena P. Melodia pela Objetiva (2010)
>>> A Ultima Esperança de Frank G Slaughter pela Nova Cultural (1985)
>>> Uma Vez é Pouco de Jacqueline Susann pela Nova Cultural (1986)
>>> The Secret Beach de Jane Rollason pela Heinle (2011)
>>> Persuasão de Jane Austen pela Landmark
>>> O Vencedor de Betto pela Atica (2002)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Além do Mais

Quarta-feira, 24/2/2010
O Iconoclasta, de Gregory Berns
Julio Daio Borges

+ de 6000 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Digestivo nº 455 >>> Muita gente queria ter inventado o iPod, mas nem todo mundo teria a mesma coragem do gênio da Apple. Gregory Berns, pioneiro da "neuroeconomia", escreveu Iconoclasta (Record), para mostrar que uma ideia, só, não basta. "Iconoclasta", a palavra, vem do grego e significa, literalmente, "destruidor de ícones". O iconoclasta bem-sucedido, segundo Berns, precisa de, no mínimo, três características. Primeiro, precisa de uma percepção diferente. O iconoclasta não vê, apenas, as coisas como elas são, mas como elas podem ser. E, para enxergar diferente, é preciso "sair da rotina" - é preciso alimentar-se de informações novas. O iconoclasta é um inovador. O iconoclasta é um contestador, o iconoclasta, como diz o autor, se orgulha da sua "não conformidade" - e o iconoclasta, como Richard Feynman, tem "uma indisposição [natural] para aceitar qualquer afirmação de autoridade". O iconoclasta é um rebelde, em suma. Segundo: ele não deve ter medo. A maioria das pessoas sofre ou de "medo da incerteza" ou de "medo do ridículo". O iconoclasta tem outro "padrão" de risco. Ele usa essa fonte natural de stress, o medo, em benefício próprio - e converte-o numa oportunidade, para descobrir algo novo. O iconoclasta não tem medo de falhar, pois, como diz a frase de Burt Rutan (evocando Henry Ford): "O teste leva ao fracasso, e o fracasso à compreensão". O iconoclasta tem aquela sensação (nas palavras do autor): "Se eu não fizer, ninguém mais fará". O iconoclasta não teme as consequências físicas, sociais, legais e, principalmente, financeiras. Terceiro (e último): ele precisa ter "inteligência social". Entre as "pessoas inovadoras" e as "pessoas imitadoras", frequentemente, existe uma distância. E o iconoclasta precisa de "conectores" - ou precisa ser um "conector" ele próprio; ou, até, fabricar seus "conectores". As pessoas comuns precisam de algo familiar para aceitar uma ideia nova. E quem vai produzir essa "familiaridade" são os conectores. É a diferença entre Van Gogh, o gênio que se suicidou, e Picasso, o gênio que conquistou o mundo. É - se você quiser - a diferença entre o "gênio verdadeiro" e o tal "gênio incompreendido"... Gregory Berns estudou iconoclastas desde Walt Disney até Warren Buffett, desde Martin Luther King Jr. até o nosso Steve Jobs (que, voilà, se tornou um ícone). Seu livro é delicioso, tem a "duração" ideal e deveria ser obrigatório para quem quer evitar - como sabiamente profetizou Nietzsche - o "espírito de rebanho"...
>>> O Iconoclasta
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. O Alumioso, por Di Freitas (Música)
02. Entre Kane e os malditos da beat generation (Imprensa)
03. O Mundo Coberto de Penas (Literatura)
04. A cultura é o ópio do povo (Imprensa)
05. Coração generoso (Literatura)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
27/2/2010
07h28min
Não creia que temos em mãos o futuro, pois o que é futuro é transitório e passageiro. Respire, pois o mundo é dialético.
[Leia outros Comentários de Manoel Messias Perei]
27/2/2010
10h47min
Tudo é transitório, inclusive as conquistas, sejam elas quais forem, mesmo que algumas durem mais tempo que outras. As pessoas veneram os gênios, querem ser geniais, mas na realidade não sabem lidar nem com pessoas que têm apenas uma inteligência acima da média. De alguma forma isso costuma ser um incômodo, e talvez nem seja uma questão de incompreensão, mas de dificuldade pra lidar com diferenças mesmo. E acho meio complicado afirmar que um iconoclasta, que é possivelmente um gênio em termos de percepção, não teme as consequências legais das suas ações. Ser rebelde, inovador, não significa ser irresponsável. Obter fama e riqueza, a qualquer custo, não necessariamente deve ser o desejo de alguém genial. Mas consequências a enfrentar é algo inevitável, nenhum ser humano escapa disso na vida. Então, por que não correr alguns riscos?
[Leia outros Comentários de Cristina Sampaio]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Emprego, Salários e Pobreza
Paulo Renato Cruz
Hucitec
(1980)



A Economia do ócio
Bertrand Russell e Paul Lafargue
Sextante
(2001)



Políticas Públicas no Estado Contemporâneo e Controle Jurisdicional
Gustavo de Mendonça Gomes
Juruá
(2015)



The Classic 1000 Chinese Recipes
Wendy Hobson
Foulsham
(1993)



Quanto Vale o Meu Negócio?
Liliam Carrete
Saint Paul
(2007)



Cyrano de Bergerac (capa Dura)
Edmond Rostand
Abril Cultural
(1983)



À Sombra de Rui Barbosa
Américo Jacobina Lacombe
Fundação Casa de Rui Barb (rj)
(1984)



Dinâmicas Jogos Brincadeiras
Denize
Santos



Riscos Urbanos Decorrentes do Aquecimento Global
Ana Seroa (coletânea de Artigos)
Publit
(2014)



Got It! 3 Students Book & Workbook - Second Edition
Philippa Bowen e Denis Delaney
Oxford
(2014)





busca | avançada
97126 visitas/dia
2,6 milhões/mês