A compra do Instagram, pelo Facebook, por 1 bilhão de dólares | Digestivo Cultural

busca | avançada
73422 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Minute Media anuncia lançamento da plataforma The Players’ Tribune no Brasil
>>> Leonardo Brant ministra curso gratuito de documentários
>>> ESG como parâmetro do investimento responsável será debatido em evento da Amec em parceria com a CFA
>>> Jornalista e escritor Pedro Doria participa do Dilemas Éticos da CIP
>>> Em espetáculo de Fernando Lyra Jr. cadeira de rodas não é limite para a imaginação na hora do recrei
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Publicar em papel? Pra quê?
>>> Impressões
>>> A escrita boxeur de Marcelo Mirisola
>>> Desorientação vocacional
>>> Flip 2006: um balanço tardio
>>> Flip 2006: um balanço tardio
>>> Flip 2006: um balanço tardio
>>> Montezano, do BNDES, sobre o marco do saneamento
>>> Leitor bebum começou com um gole
>>> Curtas e Grossas
Mais Recentes
>>> Golem e o Gênio: uma Fábula Eterna de Helene Wecker pela DarkSide (2015)
>>> Os Chakras: e os Campos de Energia Humanos de Shafica Karagulla, M.D. e Dora Van Gelder Kunz pela Pensamento (1991)
>>> O Caminho da Tranquilidade de Dalai Lama pela Sextante (2000)
>>> Perdas & Ganhos de Lya Luft pela Record (2003)
>>> Minecraft Fortaleza Medieval de Mojang pela Abril (1500)
>>> Minecraft Guia de Criação de Mohang pela Abril (2017)
>>> Minecraft Guia de Exploração de Mohang pela Abril (2021)
>>> Salomé de Oscar Wilde pela Principis (2021)
>>> O Mercador de Veneza de William Shakespeare pela Principis (2021)
>>> Do Contrato Social de Jean - Jacques Rousseau pela Principis (2021)
>>> Kilmeny do Pomar de Lucy Maud Montgomery pela Principis (2021)
>>> A Mamãe é Rock de Ana Cardoso pela Principis (2019)
>>> Nos Bastidores Trinta Anos Escrava, Quatro Anos na Casa Branca de Elizabeth Keckley pela Principis (2021)
>>> O Conde de Monte Cristo de Alexandre Dumas pela Principis (2021)
>>> Romeu e Julieta de William Shakespeare pela Principis (2021)
>>> O Condenado de Camilo Castelo Branco pela Principis (2021)
>>> The secret Agent de Joseph Conrad pela Collins Classics (2012)
>>> Vandrad, o Viking a Contenda e o Feitiço de Joseph Storer Clouston pela Principis (2021)
>>> Helena de Machado de Assis pela Principis (2021)
>>> Utopia de Thomas More pela Principis (2021)
>>> Poliana de Eleanor H. Porter pela Tricaju (2021)
>>> Cause of death de Patricia Cornwell pela Warner Books (1997)
>>> Um Inimigo do Povo de Henrik Ibsen pela Principis (2021)
>>> The Da Vinci Code de Dan Brown pela Corgi Books (2004)
>>> Little Woman de Luisa May Alcott pela Signet Classics (2012)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Internet

Quarta-feira, 25/4/2012
A compra do Instagram, pelo Facebook, por 1 bilhão de dólares
Julio Daio Borges

+ de 15000 Acessos
+ 2 Comentário(s)




Digestivo nº 487 >>> Quando se pensava que a "exuberância irracional" da época da primeira bolha de internet havia sido varrida para debaixo do tapete, junto com a reputação de Alan Greenspan pós-crise do subprime, eis que Mark Zuckerberg, CEO do Facebook, age sorrateiramente e, durante um fim de semana de abril de 2012, adquire o Instagram por 1 bilhão de dólares. OK, a internet já viveu momentos semelhantes. Até hoje ninguém entende porque a Microsoft pagou 400 milhões de dólares, em 1997, pelo Hotmail. (Nem a Microsoft.) E até hoje ninguém entende porque o Google pagou 1,65 bilhão de dólares, em 2006, pelo YouTube. (Para tomar prejuízos anuais de 1/2 bilhão de dólares ― durante anos.) A lógica do Vale do Silício diz que se está comprando, na verdade, a base de usuários (a "user base"). Mark Zuckerberg já havia feito movimentos parecidos quando, em 2009, adquiriu o FriendFeed, na calada da noite, por 50 milhões. Naquela época, diziam, a estratégia era inibir o crescimento do Twitter. Este, por sua vez, ameaçava ser adquirido pelo Google, o que não aconteceu. Na realidade, Evan Williams, do Twitter, já havia sido adquirido pelo Google uma vez, quando era dono do Blogger, e sabia muito bem que a estratégia, nesses casos, é deixar o produto meio de lado... sem atualizações. Exatamente o que Mark Zuckerberg fez com o Friendfeed. (Se é que alguém se lembra dele.) No caso do Instagram, a história diz que Mark Zuckerberg ficou assustado com o crescimento da app no sistema Android: reza a lenda que adquiriram 1 milhão de usuários em 12 horas (na semana imediatamente anterior ao fechamento do negócio). Especialistas, igualmente, afirmam que o Facebook não é, assim, tão "forte" em smartphones. E, ainda, que o Instagram ameaçava dominar no campo em que o Facebook se consagrou: o compartilhamento de fotos. Mas 1 bilhão de dólares??? Kevin Systrom, CEO do Instagram, foi durão: pediu 2 bilhões. (2-bi-lhões-de-dó-la-res.) O aplicativo, que não é nem um "modelo de negócio" ainda, estava a ponto de ser avaliado em 500 milhões ― graças à injeção de capital de 50 milhões de dólares que receberia de um fundo (naquela mesma tal semana). Mark Zuckerberg não teve alternativa senão convidar Systrom para sua casa, em Palo Alto, e passar o fim de semana inteiro negociando. 1 bilhão ― para não arranhar os 100 bilhões de valuation do Facebook ― deve ter soado como uma barganha. Ou 1 bilhão para não ver o Instagram sendo adquirido pelo "Google+" (ou, pior, pelo Twitter)... No momento em que o Facebook ultrapassa o Google em audiência, no Brasil, muita gente boa, nos Estados Unidos, já diz que o "social graph" de Mark Zuckerber não é o único... Sendo que, nesta história, ainda não entrou o Pinterest! De uma galáxia muito distante do Vale do Silício, o estado de Iowa, a rede social, que já se ombreia com o LinkedIn, começou com um site para... mulheres. E, francamente, o que predomina são dicas de moda, instantâneos em branco e preto de personalidades e gotas de sabedoria como "all you need is love". Ocorre que o Pinterest funciona especialmente bem no celular e é um "refresco" para quem se cansou de "words, words and words" (em 140 caracteres ou mais). O fato é que a simplicidade de uso de iPhones, iPads e seus respectivos "copycats" vem transformando os sistemas operacionais, como atesta o novo Windows 8, e até a própria Apple (que incluiu funcionalidades de seus tablets e smartphones nos novos Macs). Nesse cenário, a internet pré-celular, pré-iPhone, pré-2007, teria de se adaptar ao chamando mundo "pós-PC". E o Facebook, de 2004, seria uma das plataformas mais afetadas (850 milhões de usuários). Enquanto o Instagram, de 2010, já teria o "DNA" desta nova era... Será que Mark Zuckerberg pensou nisso tudo? (Os investidores do Facebook dizem que pensou.) Seus detratores dizem que agiu por instinto, tomou a decisão sozinho, comunicando a posteriori o conselho do Facebook (restando a este, apenas, "lavrar a decisão"). Hoje já sabemos, razoavelmente bem, como o Google se comporta depois de perder seu toque de Midas... Agora vamos ver como Mark Zuckerberg se comportará depois da IPO.
>>> Instagram
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Wrong Way, de Conrado Paulino (Música)
02. Crepúsculo de Stephenie Meyer, o filme (Cinema)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
15/5/2012
16h02min
Julio e leitores, Sou fotógrafo de arte, com exposição nesse momento no Coral Springs Museum of Art, aqui perto de Miami. Fotografo com câmera de grande formato 4"X 5", câmera digital profissional, e também com... Instagram. O Instagram é divertidíssimo e tenho visto fotos muito interessantes ali. Mas não poderá se manter na liderança por muito tempo. Depois dele já chegou o Snapseed, que é um App com muito mais inovações, e que faz de qualquer usuário com um pouco de bom gosto um artista imediato. É verdade que o Snapseed não é uma rede social, como o Instagram, mas ele distribui as fotos produzidas por e-mail, Flickr, Twitter, Facebook, e pelo próprio Instagram. Portanto, acho que o Instagram tem seus dias contados, ou pelo menos terá sua importância reduzida. E certamente melhores Apps do que o Snapseed surgirão em breve. Como divulgam, Zuckerberg está comprando a base de dados. Mas por que precinho, hem! Em tempo, quem quiser me ver no Instagram, procure por cesar_barroso.
[Leia outros Comentários de Cesar Barroso]
28/2/2013
10h36min
Comprar o Instagram por 1 bilhão de dólares foi realmente uma barganha e um gol no ângulo. O uso cada vez mais frenético de smartphones com sistema IOS e Android que possuem o aplicativo do Instagram, abre mais espaço par o Facebook na plataforma mobile, que ganha mais usuários e grana.
[Leia outros Comentários de Webisaac]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Amor Sexo e Erotismo
Dr Galdino Nunes Vieira
Casa Publicadora Brasileira
(1978)



Sql Fundamentos
John J Patrick
Berkeley
(2002)



Dissertando Sobre Voz - Volume 2. Série Interfaces
Leslie Piccolotto Ferreira
Pró-fono
(1998)



Restituição
Robson Rodovalho
Sara Brasil
(2014)



História Universal Terceiro Volume
H. G. Wells
Livros do Brasil



A Coruja Sabida e o Caso do Bichinho-chorão
W. L. Ducca
Nacional
(1986)



A Titularidade dos Direitos Fundamentais na Constituição Federal
Anelise Coelho Nunes
Livraria do Advogado
(2007)



We Remember: Women Born At the Turn of the Century Tell the Stori
Jeanne Marie Laskas; Lynn Johnson
William Morrow
(1999)



Farda Fardão Camisola de Dormir
Jorge Amado
Círculo do Livro



Vivendo o Mais Além
Antonio Baduy Filho
Ide
(2017)





busca | avançada
73422 visitas/dia
2,5 milhões/mês