Um golpe na economia da colaboração | Digestivo Cultural

busca | avançada
28698 visitas/dia
2,2 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Conto HAYEK, de Maurício Limeira, é selecionado em coletânea da Editora Persona
>>> Os Três Mosqueteiros - Um por Todos e Todos por Um
>>> Sesc 24 de Maio recebe o projeto Parlavratório - Conversas sobre escrita na arte
>>> Cia Caravana Tapioca faz 10 anos e comemora com programação gratuita
>>> Eugênio Lima dirige Cia O GRITO em novas intervenções urbanas
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma história do Mosaic
>>> Uma história da Chilli Beans
>>> Depeche Mode no Kazagastão
>>> Uma história da Sambatech
>>> Uma história da Petz
>>> A história de Chieko Aoki
>>> Uma história do Fogo de Chão
>>> BDRs, um guia
>>> Iggor Cavalera por André Barcinski
>>> Dave Brubeck Quartet 1964
Últimos Posts
>>> Os inocentes do crepúsculo
>>> Inação
>>> Fuga em concerto
>>> Unindo retalhos
>>> Gente sem direção
>>> Além do ontem
>>> Indistinto
>>> Mais fácil? Talvez
>>> Riacho da cacimba
>>> Mimético
Blogueiros
Mais Recentes
>>> 10 coisas que a Mamãe me ensinou
>>> Um brasileiro no Uzbequistão (I)
>>> Maupassant e Flaubert
>>> Feijão preto com paio: daqui não saio
>>> O Aspirante a Corrupto
>>> O Aspirante a Corrupto
>>> Na calada do texto, Bentinho amava Escobar
>>> Deus
>>> Thou shalt not be afraid for the terror
>>> O Pedaço da Pizza: novidades depois de uma década
Mais Recentes
>>> Adestramento Inteligente: Com Amor, Humor e Bom Senso de Alexandre Rossi pela Cms (1999)
>>> Zadig Ou La Destinée de Voltaire pela Marcel Didier (paris)
>>> Dicionário Bíblico Vida Nova de Derek Williams pela Vida Nova (2000)
>>> Levantando uma Nova Geração na Janela 4/14 para Transformar o Mundo de Luís Bush pela Não Encontrada (2011)
>>> Direito Administrativo 20 Parte II de Márcio Fernando Elias Rosa pela Saraiva (2018)
>>> Informática: Aplicada às áreas - Livro de Exercícios de Vários pela Atlas (2003)
>>> Introdução à Administração (5ª) de Antonio Cesar Amaru Maximiano pela Atlas (2000)
>>> E Business na Infoera o Impacto da Infoera na Administracao de Empr... de Carlos F Franco Jr pela Atlas (2006)
>>> O Senhor dos Anéis de J. R. R. Tolkien pela Martins Fontes (2001)
>>> Benção Diária de Max Lucado pela Thomas Nelson (2014)
>>> The Story of San Michele de Axel Munthe pela Mayflower (1975)
>>> Uma História de Natal Charles Dickens de Charles Dickens pela Ática (2008)
>>> Diante do Espelho de Ricky Medeiros pela Vida e Consciencia (2005)
>>> Direito Constitucional 18 de Rodrigo César Rebello Pinho pela Saraiva (2018)
>>> Direito Constitucional 17 : Teoria Geral da Constituição e Direitos... de Rodrigo César Rebello Pinho pela Saraiva (2018)
>>> Construindo o Futuro Através da Educação: do Fortran à Internet de Tércio Pacitti pela Cengage (2002)
>>> Manual de Direito Público e Privado de Max e Édis pela Revista dos Tribunais (2008)
>>> Jornalismo de Trânsito de J. Bispo Morais pela Do Autor (2016)
>>> Whats So Amazing About Grace? - Hardcover de Philip Yancey pela Zondervan Usa (1997)
>>> Oab Nacional 1ª Fase, V. 8 - Direito Administrativo de Alexandre Mazza pela Saraiva (2011)
>>> O Casamento de Nicholas Sparkes pela Arqueiro (2012)
>>> Caminho das Estrelas de César Souza pela Sextante (2008)
>>> Quem Conta um Conto... e Outros Contos de Machado de Assis e Outros pela Objetivo
>>> Dicionário de Português - Schifaizfavoire de Mário Prata pela Globo (1993)
>>> Ivanhoé de Walter Scott pela Ediouro
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Imprensa

Sexta-feira, 8/5/2009
Um golpe na economia da colaboração
Julio Daio Borges

+ de 8000 Acessos
+ 4 Comentário(s)




Digestivo nº 414 >>> Um dos assuntos preferidos da internet, nos últimos tempos, tem sido a crise dos jornais, seus muitos prejuízos, sua obsolescência programada e, fatalmente, seu desaparecimento. Foi, portanto, inesperado o recente golpe de Farhad Manjoo, colunista da Slate, sobre um dos pilares do jornalismo na internet, o "conteúdo colaborativo". Manjoo começa revelando que, embora estejamos cansados de ouvir sobre o mau desempenho das empresas jornalísticas tradicionais, um dos maiores prejuízos do nosso tempo é causado, justamente, pelo YouTube, site de compartilhamento de vídeos. Neste ano — calcula um relatório do banco Credit Suisse —, estão estimadas perdas ao redor de 470 milhões de dólares para o Google (que arrematou o YouTube em 2006). Assim o Boston Globe, por exemplo, cujas perdas ficarão em "apenas" 89 milhões de dólares em 2009, revela-se, subitamente, cinco vezes mais "lucrativo" que o YouTube. Manjoo prossegue no seu raciocínio: assim como os jornais têm de pagar caro para derrubar árvores e fazê-las circular em forma de notícia, o YouTube tem de pagar caríssimo por uma conexão pantagruélica de internet, para estocar e entregar seus vídeos — em suma, ambos correm atrás de anunciantes fugidios que banquem seus custos proibitivos de armazenamento e logística. Em citação a Benjamin Wayne — presidente de um dos concorrentes do YouTube —, Manjoo igualmente afirma que nem o Google, com suas receitas mirabolantes, tem como sustentar uma empresa que perde quase meio-bilhão de dólares/ano. Farhad Manjoo, para piorar, considera que o YouTube é só a ponta do iceberg da economia do "conteúdo gerado pelo usuário" (locomotiva da famosa Web 2.0). Por mais que as práticas colaborativas tenham revolucionado ambientes como o da política nos Estados Unidos e áreas do conhecimento como o enciclopedismo, sites como a Wikipedia e Twitter não geram ainda ganhos proporcionais ao barulho que fazem. A justificativa de Manjoo para essa contradição é simples: anunciantes não se sentem à vontade em veicular seus produtos e marcas ao lado de textos, fotos e vídeos "artesanais" ou "caseiros"; sendo que os maiores sucessos de audiência, pelo menos em matéria de vídeos (os conhecidos "virais"), são, além de os mais caros de manter (porque os mais acessados), os mais constrangedores nos quais se anunciar — a ponto de o YouTube só conseguir vender publicidade para menos de 10% de seu acervo. E o Facebook segue na mesma linha: de acordo com o indefectível TechCrunch, a maior rede social do mundo gastava, no último levantamento, nada mais nada menos que 1 milhão de dólares mensais só de eletricidade, 500 mil dólares mensais em conexão de internet e mais de 2 milhões de dólares por semana em novos servidores (para dar conta das quase 1 bilhão de fotos postadas por seus usuários todo mês). Farhad Manjoo conclui — para enterrar as últimas esperanças do jornalismo colaborativo — que os internautas, atualmente, pagam é pelo velho conteúdo gerado por profissionais. Entre os quais: música vendida através do iTunes e assinaturas on-line do Wall Street Journal. Sem contar o Hulu (outro concorrente do YouTube), que veicula filmes e séries de TV, e que parece estar ensinando ao todo-poderoso Google como atrair anunciantes numa proporção muito mais interessante. Farhad, por fim, admite que o "conteúdo gerado pelo usuário" transformou definitivamente o mundo — mas é pena que ninguém ainda tenha descoberto um jeito de ganhar dinheiro com ele...
>>> Do You Think Bandwidth Grows on Trees?
 
Julio Daio Borges
Editor

Quem leu esta, também leu essa(s):
01. Los Hermanos e Radiohead no Just a Fest (Música)
02. Quem, Eu? (Literatura)
03. L’Invitation au Voyage (Além do Mais)
04. Por ser uma menina má (Imprensa)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/5/2009
09h23min
Mesmo os menos entusiasmados com as facilidades da internet parecem jamais fazer uma pergunta simples: quem paga a conta? - como se tudo no âmbito da rede fosse a leite de pato. O que vai acontecer quando os prejuízos acumulados forem tão grandes quanto insustentáveis? A "inserção digital" para grande parte dos usuários não vai além de poder entupir a rede com imagens e videozinhos, sem consciência de que o "de graça" é caro para quem banca.
[Leia outros Comentários de rené ferri]
8/5/2009
23h46min
René: Nós pagamos a conta, claro. Suponhamos que você tem um negócio, que, seriamente afetado por essa crise financeira atual, esteja à beira da falência. Você nunca ouviu falar dos Irmãos Lehman, no entanto eles são os responsáveis diretos pelo seu prejuízo. Na internet não é diferente, pois os responsáveis por esses Gigasites, construídos com Gigagrana e que atualmente estão Gigadeficitários são todos Irmãos Lehman. Essa gente não perde nunca. Apenas transfere os prejuízos para as economias dos estados. Lembra dos falidos canais via cabo da Globo? Quem cobriu tudo?
[Leia outros Comentários de Dalton]
9/5/2009
00h41min
Continuando com a Central de Blogueiros, que deve fugir das trilhas responsáveis pela atual situação do jornalismo tradicional, é necessário ter em vista que nós, blogueiros, podemos quando muito ter alguma vocação jornalística, porém nunca o fomos de fato. Pegar um jovem jornalista para chefiar uma central nossa seria imprudente. A idéia do Jornalismo Novo só pode resultar de um profissional da área que estudou a ascensão e queda da profissão. Embora sinta-me como cobaia em cada comentário, suspeito estar na linha certa. Isto aqui tem um Custo Fixo, provavelmente coberto pelas propagandas laterais. Não é um jornalismo comum, pois traz a notícia cercada por certa bagagem cultural, que submetida à nossa livre e ponderada opinião, difere dos anteriores padrões jornalísticos. Creio que chegará o dia em que a notícia que fornecermos já estará embutida no Custo Fixo. Como todo Preço = Custo+Lucro, cada colaboração nossa, por estar dentro do Lucro, possa até ser paga. Isso é Jornalismo Novo.
[Leia outros Comentários de Dalton]
9/5/2009
19h41min
O Google já está mexendo os pauzinhos... Parece que vai deixar de focar o conteúdo gerado pelos usuários e passar mais pra conteúdo pago.
[Leia outros Comentários de Daniel Garcia Romero]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Da Senzala a Colonia
Emilia Viotti da Costa
Unesp
(2016)
+ frete grátis



cinquenta tons de cinza
e. l. james
Intrínseca
(2012)



Elucidações do Além
Ramatis - Psicografado por Hercilio Maes
Freitas Bastos
(1985)



Reumato Volume 4 Formas Diversas de Lesão Reumática
Med Curso
Med Curso
(2012)



Mistérios da Natureza Inspiração Juvenil
James a e Priscila M. Tucker
Casa
(1992)



American Adventures Elementary Teacher S Book
Pat Chappell/geraldine Mark
Oxford
(2008)



Kernel One Students Book Two Volume Part A
Robert o Neill
Longman
(1978)



Meta-avaliação da Atenção Básica Em Saúde
Zumira Maria de Araújo Hertz e Outros
Fiocruz
(2008)



Devaneios
Domício P. Mattos
Princeps Digital
(2007)



Caim e Abel - Biblia Sonora 3
Poliana R. Ramos
Casa Publicadora Brasileira
(1974)





busca | avançada
28698 visitas/dia
2,2 milhões/mês