Neverland | Digestivo Cultural

busca | avançada
48473 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Compreender para entender
>>> Para meditar
>>> O que há de errado
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Fantasmas do antigo Recife
>>> Luther King sobre os fracos
>>> O centenário do Castor
>>> O comercial do Obama
>>> Por que Dilma tem de sair agora
>>> Mininas no Canto Madalena
>>> Quase cinquenta
>>> Bate-papo com Odir Cunha
>>> Entrevista com Sérgio Rodrigues
>>> Leblon
Mais Recentes
>>> Eu Fico Loko -As Desventuras de Um Adolescente Nada Convencional de Christian Figueiredo de Caldas pela Novas Páginas (2015)
>>> Teoria Geral do Direito e Marxismo de Evguiéni B. Pachukanis pela Boitempo (2017)
>>> O Caso dos Dez Negrinhos de Agatha Christie pela Abril Cultural (1981)
>>> A Revolução Russa de 1917 de Marc Ferro pela Perspectiva (1974)
>>> A Questão Urbana de Manuel Castells pela Paz e Terra (1983)
>>> Esquerdismo Doença Infantil do Comunismo de V. I. Lenin pela Expressão Popular (2014)
>>> Crônicas de Nuestra América de Augusto Boal pela Codecri (1977)
>>> A Desumanização da Arte de José Ortega y Gasset pela Cortez (1991)
>>> Homens Em Tempos Sombrios de Hannah Arendt pela Companhia De Bolso (2013)
>>> A Música do Tempo Infinito de Tales A. M .Ab'Sáber pela Cosac & Naify (2012)
>>> Poesia e Filosofia de Antonio Cicero pela Civilização Brasileira (2012)
>>> A Estrada da Noite de Joe Hill pela Sextante (2007)
>>> O ornamento da massa de Siegfried Kracauer pela Cosac & Naify (2009)
>>> O Horror Econômico de Viviane Forrester pela Unesp (1997)
>>> Merleau-ponty e a Educação de Marina Marcondes Machado pela Autentica (2010)
>>> Revoluções de Michael Lowy pela Boitempo (2009)
>>> O Anticristo de Friedrich Nietzsche pela Lpm pocket (2008)
>>> E no Final a Morte de Agatha Christie pela Lpm pocket (2010)
>>> Estetica da Emergencia de Reinaldo Laddaga; Magda Lopes pela Martins Fontes (2012)
>>> Pós-produção: Como a Arte Reprograma o Mundo Contemporâneo de Nicolas Bourriaud pela Martins Fontes (2009)
>>> A saga da família Klabin-Lafer de Ronaldo Costa Couto pela Klabin (2020)
>>> Tudo Pelo Amor Dele de Sandie Jones pela Única (2019)
>>> Um Encontro de Sombras de V E Schwab pela Record (2017)
>>> O Vilarejo de Raphael Montes pela Suma das Letras (2015)
>>> Dança da Escuridão de Marcus Barcelos pela Faro (2016)
DIGESTIVOS >>> Notas >>> Internet

Quarta-feira, 19/3/2003
Neverland
Julio Daio Borges
+ de 2000 Acessos




Digestivo nº 125 >>> Há algumas semanas foi traduzido, e circula pela internet brasileira, o manifesto de Doc Searls e David Weinberger, intitulado "World of Ends". Desde então, tem sido a grande sensação entre as cabeças pensantes da web brasileira. Basicamente, o "Mundo de Pontas" (como ficou conhecido em português) tenta desanuviar algumas idéias que se tem sobre a internet, mas que, segundo os autores do manifesto, estão equivocadas. Para eles: a internet não é complicada; a internet é um acordo, e é "burra"; adicionar-lhe valor reduz o seu valor (e se ela tem algum, ele não está no seu centro mas sim na sua periferia). E ainda: a internet não tem dono; todos podem usá-la; e qualquer um pode melhorá-la. Termina com uma pergunta: "Se a internet é tão simples [assim], por que tantos se enganam sobre ela?". E como quase tudo que se joga na grande rede bate e volta, já surgiu um contramanifesto e ele se intitula, sem meias palavras, "World of Assholes" ("Mundo dos Idiotas", para não dizer outra coisa). Para muitos, o "Mundo de Pontas" surgiu como uma revelação, afinal reduz a complexidade, o caos e muito da inutilidade da internet a uma mera "troca de bits". De acordo com Searls e Weinberger, tudo se resume a: "eu quero enviar a você uma informação digital; você concorda, nós temos um acordo; você recebe - e é só". A partir daí, a dupla pretende justificar a pirataria, atacar os grandes conglomerados de mídia e negar qualquer faceta comercial da grande rede. O que querem com tudo isso? "Provar que a internet é 'livre, leve e solta' - e assim deve permanecer", dirão os ingênuos. A coisa, porém, se mostra mais capciosa quando, por trás de palavras bonitas, de um simplismo tocante, se enxerga toda uma parafernália de objetivos políticos. É óbvio que, enquanto a internet não for controlada, permanecerá ignorada (pelo "mainstream"). Mas é óbvio também que nem todos os que estão na internet querem fazer "a revolução". Ao menos, não nos moldes de Che Guevara ou de militantes anticapitalistas como Noam Chomsky. Ou seja: o "Mundo de Pontas" também quer que a internet seja "alguma coisa" - embora não assuma. Sem contar que o sonho de um universo "fora da realidade", onde se criam "novas leis" (e onde as "antigas" não valem), foi justamente o responsável pela derrocada da internet - pois impediu sua adaptabilidade ao "mundo real", sacramentando um eterno divórcio. Alguém precisa se lembrar das falácias da nova economia e acordar todo mundo, para que não se caia, mais uma vez, na mesma ilusão.
>>> Mundo de Pontas | World of Assholes
 
Julio Daio Borges
Editor
Quem leu esta, também leu essa(s):
01. WikiLeaks, uma arma contra o abuso de poder (Imprensa)
02. A morte do Jornal do Brasil (Imprensa)
03. Como os jornais vão sobreviver na era da internet?, por Hal Varian (Imprensa)
04. A Arte de Meditar, de Matthieu Ricard (Além do Mais)
05. A blogosfera brasileira e o blog da Petrobras (Internet)


Mais Notas Recentes
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Mens Sana: a Angústia do Homem Em Busca da Felicidade / Vol 3
Albino Aresi / Capa Dura
Mens Sana
(1984)



Livro - O Encouraçado Potemkin
Folha de São Paulo
Moderna
(2011)



Novelas - Concursos Literários do Piauí
Sergio Batista e Outros
Publique
(2005)



O Pirata eletrônico e o Samurai
Jeff Goodell
Campus
(1996)



A Lenda do Muri- Keko
Marcos Bagno
Sm
(2005)



Senhora Rezadeira
Denise Rochael
Cortez
(2004)



A Camada de Ozonio
M. Bright
Melhoramentos
(2000)



Descubra Seu Corpo
Nigel Nélson
Impala
(1996)



O Patinho Feio
Vários Autores
Ftd
(1996)



O Fio do Destino (1991)
Zibia Gasparetto
Vida e Consciencia
(1991)





busca | avançada
48473 visitas/dia
1,4 milhão/mês