O trem de Thomaz Ianelli | Digestivo Cultural

busca | avançada
65494 visitas/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Em espetáculo de Fernando Lyra Jr. cadeira de rodas não é limite para a imaginação na hora do recrei
>>> São Paulo recebe exposição ‘À Meia Luz Na Pele’ em dois pontos da capital
>>> Santander instala painel eletrônico em prédio para levar arte ao centro de São Paulo
>>> Workbook de Carl Honoré é transformado em lives
>>> Experiência Quase Morte é o tema do Canal Angelini
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
>>> Curtíssimas: mostra virtual estreia sexta, 16.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Medo e Delírio em Las Vegas
>>> Sobre os jornais e a internet
>>> Cem anos de música do cinema
>>> Inutilidades e pianos
>>> Diário de Rato, Chocolate em Pó e Cal Virgem
>>> Diário de Rato, Chocolate em Pó e Cal Virgem
>>> Fotógrafa da Amazônia é destaque na Europa
>>> Educadores do Futuro
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 1. À Beira do Abismo
Mais Recentes
>>> Biblioteca do Escoteiro Mirim - Completa 20 Volumes de Disney pela Círculo do Livro (1989)
>>> Enciclopédia das Ciências Filosóficas em Compêndio (1830) Volume I: A Ciência da Lógica de G. W. F. Hegel pela Edições Loyola (2005)
>>> Islamismo e humanismo latino: Diálogos e desafios de Arno Dal Ri Júnior (org.) pela Vozes (2004)
>>> Consciência e liberdade em Sartre: por uma perspectiva ética de Carlos Eduardo de Moura pela EdUFSCar (2012)
>>> Sartre: Direito e Política - Ontologia, liberdade e revolução de Silvio Almeida pela Boitempo (2016)
>>> Imigração Atual: Dilemas, Inserção Social e Escolarização - Brasil, Argentina, EUA de Leda Maria de Oliveira Rodrigues pela Escuta (2017)
>>> Os Céticos Gregos de Victor Brochard pela Odysseus (2009)
>>> Ontologia, Conhecimento e Linguagem: Um encontro de Filósofos Latino-Americanos de Plinio Smith Ulysses Pinheiro, Marco Rufino pela Mauad (2001)
>>> Discurso do Método de Descartes pela Lafonte (2017)
>>> Pensamento Alemão no Século XX - Volume 3: Grandes Protagonistas e Recepção da Obra no Brasil de Wolfgang Bader , Jorge de Almeida pela Cosac Naify (2013)
>>> Revista Matéria Prima - Práticas Artísticas no Ensino Básico e SecundárioVol. 6 (1), janeiro–abril 2018, quadrimestral de Vários pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa & Centro de Investigação e de Estudos em Belas-Ar (2018)
>>> Ser e Tempo de Martin Heidegger pela Vozes (2012)
>>> AIDS no Brasil : A agenda de construção de uma epidemia de Jane Galvão pela 34 (2000)
>>> Trópicos utópicos: Uma perspectiva brasileira da crise civilizatória de Eduardo Giannetti pela Companhia das Letras (2016)
>>> Razão e Sensibilidade de Jane Austen pela Tricaju (2021)
>>> Arsène Lupin e a Rolha de Cristal de Maurice Leblanc pela Principis (2021)
>>> O Livro da Selva de Rudyard Kipling pela Principis (2021)
>>> Tarzan de Edgar Rice Burroughs pela Principis (2021)
>>> O Pequeno Príncipe de Antoine de Saint-exupéry pela Tricaju (2021)
>>> A Odisseia de Homero pela Principis (2021)
>>> Persuasão de Jane Austin pela Principis (2019)
>>> Verdade ao Amanhecer de Ernest Hemingway pela Bertrand Brasil (2015)
>>> Sonhos na Casa da Bruxa e Outros Contos de H. P. Lovercraft pela Principis (2020)
>>> Cinco Semanas Em um Balão de Júlio Verne pela Principis (2020)
>>> Da Terra á Lua de Júlio Verne pela Principis (2020)
BLOG >>> Posts

Quarta-feira, 7/2/2007
O trem de Thomaz Ianelli

+ de 3000 Acessos
+ 1 Comentário(s)

Organizado por Angélica de Moraes, jornalista e crítica de artes visuais, O trem: crônicas e contos em torno da obra de Thomaz Ianelli (Metalivros, 2006, 95 págs.) chega até nós como rastros de memórias que, como vagões, descem pelo trilho da nossa vida nos fazendo saborear sensações já vividas há tempos, e que por terem sido tão intensas, tornam-se vagões-hoje, com o cheiro, o gosto e as lembranças vivas da nossa história.

Num casamento perfeito entre a arte de Thomaz Ianelli e os contos e crônicas feitos por seis autores consagrados como Ignácio de Loyola Brandão, Carlos Heitor Cony, Nélida Piñon, Luiz Ruffato, Lygia Fagundes Telles e Luis Fernando Veríssimo, somos agraciados com essa obra deliciosa e convidados a entrar no vagão-sonho de Thomaz. Passeamos por uma obra recheada de delicadezas cromáticas que nos traz a temática recorrente da vida cotidiana e da memória de todos nós: o trem e suas estações, as paragens que comungam com nossas lembranças o cheiro e as vozes de nosso passado.

Além dos sonhos de Thomaz, os textos nos trazem a imaginação e a memória viva que perpetua no trem suas sensações, suas observações e suas necessárias paragens. Ignácio de Loyola Brandão nos fala de um cachorro que sabia exatamente a hora de chegada do trem, às 11h37, o qual traria sua comida. O animal, pacientemente, ali esperava o vagão-sonho se transformar em vagão-comida. Carlos Heitor Cony nos traz um texto melancólico que relembra o trem de prata dos túneis que marcavam a chegada à cidade de Rodeio, com suas sensações e curvas únicas, o qual chegava trazendo cheiro novo de ar, de fogão a lenha e almoço; lá, até o sol era diferente. Nélida Piñon descreve com maestria as memórias de sua infância nos contos imaginativos de seu pai que, dentro de um vagão de trem, percorre países com a família e desbrava terras imaginárias, numa descrição vil que cheira a carvão, criando seus filhos de modo que sempre sonhem, apesar das tempestades. Luiz Ruffato narra a vida de uma mulher humilde que, enquanto espera o ônibus, relembra a vida da família no interior. Lygia Fagundes Telles recorda o tempo de menina e jovem estudante nas histórias misteriosas e sobrenaturais. E por fim, Luis Fernando Veríssimo nos conta sobre um vagão-coletivo com pessoas afins, exóticas e grandes contadores de mirabolantes histórias.

Há na obra de Thomaz Ianelli a recorrência de momentos infantis emergindo de si o moleque que gostava de trens, brinquedos, pipas e passarinhos. Trabalhou como um impressionista nas horas claras do dia, em contato com a natureza no estudo da luz e das cores, mas não herdou os conflitos da alma. Foi agraciado com o Prêmio Velázquez e fez sua primeira viagem à Europa de trem, dando início aos seus sonhos e possibilidades.

A obra de Thomaz Ianelli é clara, quase translúcida, assim como os sonhos infantis, puros, munidos de uma felicidade que irradiam cores, músicas e sonhos. Assim é a obra de Thomaz, esse homem que viveu para pintar de aquarelas claras uma vida cheia de estações, de paradas, de contos e alegrias. Em sua extensa obra não há espaço para assuntos sombrios; seu jardim é sempre florido. Em Thomaz o trem parece seguir por um trilho sem fim, cujas estações têm, além do cheiro característico de ferrovia, a permanência de uma memória viva que sempre sorri. É assim que vejo Thomaz Ianelli, como uma borboleta colorida num campo para ser descoberto e desbravado com alegria e otimismo, como quem vive para sentir, ser artista e fazer uma arte feliz que segue pelos trilhos, dentro de perpétuos vagões-sonho.


Postado por Simone Oliveira
Em 7/2/2007 às 03h50


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Luciano Trigo e Bolsa Família de Julio Daio Borges
02. 10 de Abril #digestivo10anos de Julio Daio Borges
03. Al Jazeera entrevista Assange de Julio Daio Borges
04. A morte da revista Set de Julio Daio Borges
05. Aldaily.com brasileiro de Julio Daio Borges


Mais Simone Oliveira no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
8/2/2007
19h41min
Falando em Ignácio, ele foi eleito hoje (08/02/2007) o mais novo membro da Academia Paulista de Letras.
[Leia outros Comentários de Henrique]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Aspectos Sociológicos do Crescimento Econômico
Bert F. Hoselitz
Fundo de Cultura (rj)
(1964)



El Peregrino: Viaje de cristiano a La Ciudad Celestial Bajo El
Juan Bunyan
Clie
(1960)



Tributação nos Mercados Financeiro e de Capitais e na Previdencia Priv
Heleno Taveira Torres
Quartier Latin
(2005)



Aumente o Poder de Sua Memória
Donald Weiss
Nobel
(1990)



La Psychologie de Intelligence
J. Piaget
Armando Colin (paris)
(1967)



Consciência Limpa
Guilherme Kerr Neto
Vencedores por Cristo
(1996)



La Politique de La Famille
Ronald D. Laing
Stock Plus
(1972)



Fundamentos Economicos das Politicas de Defesa da Concorrencia
Jorge Fernandes
Singular
(2003)



Comentários À Reforma do Direito Processual Civil Brasileiro
Reis Friede
Forense Universitária (rj)
(1995)



De Parte de La Princesa Muerta
Kenizé Mourad
Tusquets
(2001)





busca | avançada
65494 visitas/dia
2,5 milhões/mês