Snoopy no Dia dos Namorados | Digestivo Cultural

busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
>>> Leminski, estações da poesia, por R. G. Lopes
>>> Crônica em sustenido
Colunistas
Últimos Posts
>>> Não Aguento Mais a Empiricus
>>> Nubank na Hotmart
>>> O recente choque do petróleo
>>> Armínio comenta Paulo Guedes
>>> Jesus não era cristão
>>> Analisando o Amazon Prime
>>> Amazon Prime no Brasil
>>> Censura na Bienal do Rio 2019
>>> Tocalivros
>>> Livro Alma Brasileira
Últimos Posts
>>> O céu sem o azul
>>> Ofendículos
>>> Grito primal V
>>> Grito primal IV
>>> Inequações de um travesseiro
>>> Caroço
>>> Serial Killer
>>> O jardim e as flores
>>> Agradecer antes, para pedir depois
>>> Esse é o meu vovô
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O Salão e a Selva
>>> Ed Catmull por Jason Calacanis
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> Por que a Geração Y vai mal no ENEM?
>>> A massa e os especialistas juntos no mesmo patamar
>>> Entrevista com Jacques Fux, escritor e acadêmico
>>> Nuno Ramos, poesia... pois é
>>> Literatura e interatividade: os ciberpoemas
>>> O Valhalla em São Paulo
>>> Por dentro do Joost: o suco da internet com a TV
Mais Recentes
>>> Direito Romano - Vol. II de José Carlos Moreira Alves pela Forense (2003)
>>> Divinas Desventuras: Outras Histórias da Mitologia Grega de Heloisa Prieto pela Companhia das Letrinhas (2011)
>>> Le Nouveau Sans Frontières 1 - Méthode de Français de Philippe Dominique e Jacky Girardet e Michele Verdelhan e Michel Verdelhan pela Clé International (1988)
>>> Sobrevivência de Gordon Korman pela Arx Jovem (2001)
>>> Ética Geral e Profissional de José Renato Nalini pela Revista dos Tribunais (2001)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Abril (1982)
>>> O Menino no Espelho de Fernando Sabino pela Record (2016)
>>> Labirintos do Incesto: O Relato de uma Sobrevivente de Fabiana Peereira de Andrade pela Escrituras-Lacri (2004)
>>> Mas Não se Mata Cavalos ? de Horace McCoy pela Círculo do Livro (1975)
>>> Ponte para Terabítia de Katherine Patersin pela Salamandra (2006)
>>> O Desafio da Nova Era de José M. Vegas pela Ave-Maria (1997)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1970)
>>> Trabalho a Serviço da Humanidade de Escola Internacional da Rosa Cruz Áurea pela Rosacruz (2000)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Boll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ensinando a Cuidar da Criança de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Ensinando a Cuidar da Mulher, do Homem e do Recém-nascido de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Luxúria Encadernado de Judith Krantz pela Círculo do Livro (1978)
>>> Fundamentos, Conceitos, Situações e Exercícios de Nébia Maria Almeida de Figueiredo (org.) pela Difusão (2004)
>>> Personality: How to Unleash your Hidden Strengths de Dr. Rob Yeung pela Pearson (2009)
>>> Um Mês Só de Domingos de John Updike pela Record (1975)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Um Mês Só de Domingos Encadernado de John Updike pela Círculo do Livro (1980)
>>> Caravanas de James Michener pela Record (1976)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> A Terra Ainda é Jovem de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1981)
>>> Deus Protege os Que Amam de J.M. Simmel pela Nova Fronteira (1977)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> Um Ônibus do Tamanho do Mundo de J. M. Simmel pela Nova Fronteira (1976)
>>> O Quarto das Senhoras de Jeanne Bourin pela Difel (1980)
>>> Beco sem Saída de John Wainwright pela José Olympio (1984)
>>> Casais Trocados de John Updike pela Abril (1982)
>>> O Hotel New Hampshire Encadernado de John Irving pela Círculo do Livro (1981)
>>> As Moças de Azul de Janet Dailey pela Record (1985)
>>> Amante Indócil Encadernado de Janet Dailey pela Círculo do Livro (1987)
>>> A Rebelde Apaixonada de Frank G. Slaughter pela Nova Cultural (1986)
>>> Escândalo de Médicos de Charles Knickerbocker pela Record (1970)
>>> A Turma do Meet de Annie Piagetti Muller pela Target Preview (2005)
>>> O Roteiro da Morte de Marc Avril pela Abril (1973)
>>> Luz de Esperança de Lloyd Douglas pela José Olympio (1956)
>>> Confissões de Duas Garotas de Aluguel de Linda Tracey e Julie Nelson pela Golfinho (1973)
>>> Propósitos do Acaso de Ronaldo Wrobel pela Nova Fronteira (1998)
>>> Olho Vermelho de Richard Aellen pela Record (1988)
>>> A Comédia da Paixão de Jerzy Kosinski pela Nova Fronteira (1983)
>>> Casa sem Dono Encadernado de Heinrich Böll pela Círculo do Livro (1976)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> Ventos sem Rumo de Belva Plain pela Record (1981)
>>> O Caminho das Estrêlas de Christian Signol pela Círculo do Livro (1987)
>>> Longo Amanhecer de Joe Gores pela Best-seller (1988)
>>> As Damas do Crime de B. M. Gill pela Círculo do Livro (1986)
>>> Os Melhores Contos de Alexandre Herculano de Alexandre Herculano pela Círculo do Livro (1982)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 11/6/2007
Snoopy no Dia dos Namorados

+ de 23300 Acessos
+ 2 Comentário(s)

A L&PM resgata em sua coleção de bolso o famoso personagem do norte-americano Charles Schulz, cartunista morto em 2000, tomando como gancho o Dia dos Namorados. Mas os dois volumes do beagle escritor mais querido do mundo, Snoopy e sua turma e Snoopy Feliz Dia dos Namorados, ao contrário do que os títulos podem fazer pensar, possuem ambos uma miscelânea de tirinhas em preto e branco que incluem, entre outras, histórias de, digamos, amor, dessas crianças que sempre têm uma sacada inteligente e bem-humorada para seus problemas.

Protagonista da maioria das tirinhas que contém o tema, Snoopy sempre escreve cartas para uma namorada imaginária, por quem é perdidamente apaixonado, mas não mais do que por seu almoço. Há também Charlie Brown, o Minduim, que sempre espera uma cartinha no dia ou ensaia mandar uma para a menininha ruiva e se surpreende quando Patty Pimentinha e Marcie, suas duas admiradoras, ligam para perguntar se ele as ama. Além deles, há as tradicionais investidas amorosas de Sally, irmã mais nova de Charlie Brown, com o melhor amigo de seu irmão, Linus. E, lógico, sem esquecer da "psiquiatra" Lucy e sua admiração pelo pianista loiro Schroeder, que parece sempre preferir a música e, conseqüentemente, não querer ser perturbado com outras coisas a não ser melodias de Beethoven.

É difícil dizer quem encanta mais. Há as tirinhas de Marcie e Patty, ou mesmo Sally, na escola, que são hilárias e sempre desnudam o pensamento infantil com relação à instituição. Sally, na verdade, chama atenção sempre, tanto pelas suas tiradas cheias de revolta e ironia ou mesmo por seus mimos, com os quais não há como não nos identificarmos (como na que, vendo TV, diz que se sentirá em casa quando não precisar saber nada, ao levar uma bronca do seu irmão, que amaldiçoa a tecnologia). A aparição do filosófico Linus também é risada na certa, principalmente nas brigas com sua irmã mais velha, que refletem perfeitamente o relacionamento entre irmãos. E, por fim, as tentativas de Snoopy de escrever um romance, que sempre recebe críticas de Lucy, também é imperdível (há uma na qual o beagle até muda de comportamento após ler livros de auto-ajuda.

As histórias somente perdem um pouco o fôlego nas tirinhas de jogos de beisebol, nas quais o time capitaneado por Minduim sempre perde, e nas aventuras do irmão de Snoopy no deserto. O mais incrível nas histórias de Schulz é que, mesmo quando não dizem nada, as imagens, para usar um clichê, dizem mais que muitas palavras, sempre com simplicidade e abusando da simpatia e carisma dos personagens e suas feições. As com Woodstock, particularmente, sempre à procura da mãe, são de uma delicadeza sem igual, assim como as reflexões de Snoopy.

Vale lembrar os números espetaculares que envolvem as tirinhas de Peanuts: elas foram publicadas diária e ininterruptamente por cerca de 50 anos em 2,6 mil jornais, atingindo 355 milhões de leitores em 75 países e 40 línguas. Após tudo isso, é capaz de continuar universal e atual, agradando crianças e adultos com seus traços únicos, mesmo quando o mundo é invadido por super-heróis cheios de efeitos especiais nos cinemas e tudo quanto é personagens mirabolantes nos quadrinhos. Snoopy sente essa pressão e já não pode ser achado facilmente em papelarias e até em lojas de DVDs. Por isso o relançamento é tão caro aos seus eternos fãs.

A L&PM Pocket ainda possui títulos com tirinhas de Garfield, Hagar e Recruta Zero.


Postado por Marília Almeida
Em 11/6/2007 às 07h06


Quem leu este, também leu esse(s):
01. No Metrópolis, da TV Cultura de Julio Daio Borges
02. Love Will Tear Us Apart 2009 de Julio Daio Borges
03. Cotas e ação afirmativa de Yuri Vieira
04. Das cinzas à beleza de Eugenia Zerbini
05. Cartola e O Mundo é um Moinho de Julio Daio Borges


Mais Marília Almeida no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
11/6/2007
21h37min
Marília, que legal. Charlie Brown foi meu companheiro de infância. E depois. Snoopy é um dos maiores escritores de minicontos que existe: "Comprei um cachorro e dei a ele o nome de Grande Relutância. De forma que, quando eu partir, te deixarei com Grande Relutância. Ela o acertou com a máquina de fazer waffle." Ótima pedida e ótimo post. Abraços.
[Leia outros Comentários de Guga Schultze]
13/6/2007
00h35min
Assim como o Guga, o Snoopy também foi grande personagem na minha infância, principalmente com os desenhos animados dublados pela Herbert Richards...rs. E sinto que minhas preferidas serão de Lucy e seu amor por Schroeder.
[Leia outros Comentários de Bia Cardoso]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




ATLAS DO CORPO HUMANO VOL. II 6232
DIVERSOS
ABRIL
(2008)
R$ 10,00



A CARÍCIA ESSENCIAL: UMA PSICOLOGIA DO AFETO
ROBERTO SHINYASHIKI
GENTE
(1992)
R$ 10,00



PARA TODOS OS GAROTOS QUE JÁ AMEI
JENNY HAN
INTRINSECA
(2015)
R$ 31,77



CLARISSA
ERICO VERISSIMO
GLOBO
(1997)
R$ 4,60



LANTERNA VERDE 48 - HAL JORDAN, VIDA APÓS A TROPA
EQUIPE DC
PANINI
(2016)
R$ 8,60



OS FATOS FICTICIOS POESIA
IZACYL GUIMARAES FERREIRA
LR
(1980)
R$ 6,00



1000 PERGUNTAS DE DIREITO ADMINISTRATIVO
REIS FRIEDE
FORENSE UNIVERSITÁRIA
(2005)
R$ 17,28



O PODER DOS ANIVERSÁRIOS- ESCORPIÃO
SAFFI CRAWFORD E GERALDINE SULLIVAN
PRETÍGIO
(2005)
R$ 25,90
+ frete grátis



DESENVOLVIMENTO ECONÓMICO ENDÓGENO DE PEQUENOS ESTADOS INSULARES
ALBERTINO FRANCISCO
NOVAS EDIÇÕES ACADÊMICAS
R$ 524,00



HISTÓRIA DO DEPARTAMENTO DE VOLUNTÁRIOS
HOSPITAL ALBERT EINSTEIN
NARRATIVA UM
(2004)
R$ 14,00





busca | avançada
29791 visitas/dia
1,1 milhão/mês