Os Jornais Acabam? VI | Digestivo Cultural

busca | avançada
43247 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 10/8/2007
Os Jornais Acabam? VI

+ de 700 Acessos

Acho que os jornais podem acabar, principalmente pelo fato de terem se tornado uma indústria cheia de "compromissos" econômicos. O que mais me preocupa é a função. O jornalismo irá sobreviver onde? Espero que a internet e as novas tecnologias avancem como meio e ambiente onde ainda seja possível um jornalismo livre, independente, mais compromissado com a verdade do que com os anunciantes e patrocinadores.
Gildemir Paixão Lima
Belo Horizonte/MG


Não acredito que os jornais impressos tendam a acabar, ainda mais se considerarmos que a sua importância aumenta à medida em que aumenta o nível de escolaridade da população. Ainda que, momentaneamente, no caso brasileiro, estejamos experimentando um decréscimo nas tiragens dos meios impressos de comunicação e, também, a concorrência dos meios eletrônicos seja uma realidade que vá inclusive se ampliar, em um futuro mais imediato, creio que a permanência dos jornais e dos meios impressos em geral estará garantida. Ainda mais num futuro - que esperamos que não esteja ainda tão distante - de expressiva melhoria do nível socioeconômico e educacional da população brasileira. O fato é que o meio impresso de comunicação (jornal, revista, etc.) cumpre um papel insubstituível para quem deseja um maior aprofundamento da informação, tantas vezes mal apurada e pouco confiável, produzida pelos meios eletrônicos (televisão, internet), até pela necessidade, característica destes últimos, de competir em velocidade e agilidade de informação. Estas mídias (impressa e eletrônica) são, portanto, complementares, e o serão ainda mais num futuro de aprimoramento intelectual e educacional da população, em que, provavelmente, caberá aos meios eletrônicos a primazia do "furo", da notícia em primeira mão, da agilidade jornalística, enquanto aos meios impressos será cada vez mais reservado um papel analítico da informação, de aprofundamento da reflexão e do debate, indispensáveis à ininterrupta evolução socioeconômica, política e cultural das sociedades humanas.
Rodrigo Carneiro Campello
Rio de Janeiro/RJ


O jornal não desaparecerá, assim como o rádio e o cinema não desapareceram com a televisão. Mas, obviamente, o jornal terá de se adaptar aos novos tempos. É claro que ele perderá, como está perdendo, a agilidade e a atualidade da informação. Porém, poderá - e deverá - aprofundar-se mais nos temas, contar com profissionais mais qualificados e mais bem remunerados. Não se pode esquecer que o jornal comercialmente ainda é mais viável que a internet, por exemplo. Ele atrai um volume bem maior de patrocínio. Por quê? Pela sua forma, pela facilidade de manuseio. Pela não necessidade de energia para fazê-lo "funcionar". Você passa de uma página a outra, de uma imagem imensa a outra em centésimos de segundo. E ainda é mais prático. No dia em que você vir um sujeito levando o laptop para o banheiro para ver as notícias, aí os jornais começarão a correr perigo. Como faturam mais, os jornais podem pagar mais e atrair os profissionais mais destacados. Bem, esse ainda é o quadro.
Odir Cunha
São Paulo/SP


A resposta é SIM. É claro que os jornais, como existem hoje, podem acabar. Os jornais são simplesmente um veículo de transmissão de informação em massa para os humanos. Nas próximas décadas deste século XXI, não é ficção científica contemplar nanodispositivos que estarão implantados em nossas regiões sensoriais e que proporcionarão conexão sem fio com a Internet, disponibilizando uma vasta quantidade de informação em massa com um gasto MUITO menor de energia do que os processos que hoje produzem os jornais (papel, tinta, energia para tocar as impressoras, etc.). Portanto, por um critério simplesmente evolutivo, obteremos mais e melhor informação com um gasto menor de energia, e as novas tecnologias de transmissão tornarão as atuais obsoletas. Quando essas "singularidades" ocorrem, o "pulo" para a próxima "curva em S" em qualquer processo evolutivo, é comum encontrar resistências saudosistas daqueles que lucram com o status quo... Se quiserem um exemplo real e atual para comparação, pensem na transmissão de informação em formato de música, e considerem o LP, depois a fita cassete, depois o CD, e agora o MP3 e formatos similares, o iPod, entre outros, como mecanismos (e tecnologias) de transmissão... Acho que o paralelo é auto-explicativo e contundente! Obrigado ao Digestivo Cultural e à Editora Contexto pela oportunidade de opinar.
Claudio P. Spiguel
Guaxupé/MG


Como poderia responder apenas sim ou não? É comparar um equipamento eletrônico com uma peça artística... Ano após ano, o "jornal de papel sujo" se mantêm artesanal (e vendável), sem perder o compromisso com o conteúdo. Interessante, não? Apesar disso, há muitos funcionários de jornais desesperados, pelo simples fato de que tudo é possível e por isso há chance dos impressos desaparecerem, mas será que o medo não aumenta a possibilidade? Ora! Faça cada um a sua parte, aprimore sempre o produto pensando no público-alvo e, talvez assim, as novas mídias sejam apenas "concorrentes" ou "aliadas" do veículo. Sou "meio romântica" e, portanto, da opinião de que nada é completamente substituível. No caso dos jornais, acredito que ainda não existe novidade que acabe com as bancas, ou seja, tão charmosamente rústicas, a ponto de findar como este, cada vez mais rotundo e colorido, bloco de informações. Mas, veremos!
Juliana Oliveira
Petrópolis/RJ


[Feedbacks dos Leitores do Digestivo à Promoção]


Postado por Julio Daio Borges
Em 10/8/2007 às 14h35


Quem leu este, também leu esse(s):
01. O recente choque do petróleo de Julio Daio Borges
02. Jesus não era cristão de Julio Daio Borges
03. Steve Jobs em 1997 de Julio Daio Borges
04. Ana Elisa Ribeiro lança Álbum de Ana Elisa Ribeiro
05. Arte da Palavra em Pernambuco de Ana Elisa Ribeiro


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




TEORIA E PROJETO NA PRIMEIRA ERA DA MÁQUINA
REYNER BANHAM
PERSPECTIVA
(1979)
R$ 25,00



DEMONSTRAÇÃO DE ORIGENS E APLICAÇÕES DE RECURSOS
MARCELO C. ALMEIDA
ASSEMP
(1980)
R$ 7,00



BREVIÁRIO DA CONJUGAÇÃO DE VERBOS
OTELO REIS
FRANCISCO ALVES
(1976)
R$ 5,00



CICLO DA LUA
CÉSAR MAGALHÃES BORGES
PLÊIADE
(2011)
R$ 4,98



BUDA O MITO E A REALIDADE
HERODOTO BARBEIRO
MADRAS
(2009)
R$ 18,00



NEGRAS RAÍZES
ALEX HALEY
CIRCULO DO LIVRO
R$ 29,90



MAIS LINDAS PRECES CURATIVAS - 1ª EDIÇÃO
ESPÍRITO ANGELLIS
PALLAS
(2008)
R$ 22,95



ESTUDOS EM DIREITO NEGOCIAL E OS MECANISMOS CONTEMPORÂNEOS DE
TÂNIA LOBO MUNIZ; MIGUEL ETINGER DE ARAÚJO JR
BOREAL (BIRIGUI SP)
(2014)
R$ 62,82



ATUALIZAÇÃO TERAPEUTICA
F.CINTRA DO PRADO/ JAIRO RAMOS/ J. R. VALLE
LUSO ESPANHOLA E BRASILEIRA
(1958)
R$ 13,00



A ROUPA E A MODA - UMA HISTÓRIA CONCISA - 1ª EDIÇÃO
JAMES LAVER
COMPANHIA DAS LETRAS
(1989)
R$ 85,95





busca | avançada
43247 visitas/dia
1,3 milhão/mês