Cultura da hipocrisia | Digestivo Cultural

busca | avançada
77579 visitas/dia
2,1 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Projeto “Sala de Visita” recebe Mauricio Virgulino para falar sobre Educomunicação e arte
>>> ZapMusic, primeiro streaming de músicos brasileiros, abre inscrições para violonistas
>>> Espetáculo de dança em homenagem à Villa-Lobos estreia nesta sexta
>>> Filó Machado comemora 70 anos de vida e 60 de carreira em show inédito com sexteto
>>> Série 8X HILDA tem sessões com leitura das peças As Aves da Noite e O Novo Sistema
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Tiro ao alvo
>>> A TETRALOGIA BUARQUEANA
>>> Bom de bico
>>> Diário oxigenado
>>> Canção corações separados
>>> Relógio de pulso
>>> Centopéia perambulante
>>> Fio desemcapado
>>> Verbo a(fiado)
>>> Janelário
Blogueiros
Mais Recentes
>>> À beira do caminho
>>> William Faulkner e a aposta de Pascal
>>> Modernismo e Modernidade
>>> O último a sair que apague a luz
>>> Entretenimento dá dinheiro, sim!
>>> Teatro para todos
>>> Creating a profitable startup
>>> Cinemateca, Cinemateca Brasileira nossa
>>> Itaúnas não será esquecida e nem Bento
>>> Que exemplo arrebatador a Colômbia dá ao mundo
Mais Recentes
>>> Un Negocio Arriesgado de Nora Roberts pela Harlequin Ibérica
>>> A Mulher Só de Harold Robbins pela Abril Cultural (1985)
>>> Um Estranho Segredo de Marcos Diego Mogami pela Db (2014)
>>> Jesus, o Maior Líder Que já Existiu de Laurie Beth Jones pela Sextante (2006)
>>> Ley de Contrato de Trabajo Anotada de Mariano H Mark pela Lexisnexis (2005)
>>> Romeu e Julieta de Ganymedes José pela Ediouro (2004)
>>> 1984 de George Orwell pela Principis (2021)
>>> História dos Hebreus de Flávio Josefo pela Cpad (2004)
>>> O Fiel e a Pedra de Osman Lins pela Círculo do Livro
>>> Space Boy Volume 1 de Stephen Mccranies pela Dark Horse Books
>>> Cleópatra de Arlete Salvador pela Contexto (2011)
>>> 1984 de George Orwell pela Tricaju (2021)
>>> La Bodega de Noah Gordon pela Rocco (2008)
>>> O Espião Que Sabia Demais de John Carré pela Circulo do Livro
>>> A História do Brasil Em 50 Frases de Jaime Klintowitz pela Leya (2014)
>>> A Morte é um Dia Que Vale a Pena Viver de Ana Claudia Quintana Arantes pela Leya Casa da Palavra (2016)
>>> The Book of Why de Judea Pearl pela Basic Books (2018)
>>> O Morro das Ilusões de Zibia M Gasparetto pela Vida e Consciência
>>> Arraia de Fogo de José Mauro de Vasconcelos pela Melhoramentos
>>> The Book of Lost Tales II (the History of Middle-earth, Book 2) de J. R. R. Tolkien pela Harper Tolkien (2002)
>>> Nas Ruas do Brás de Drauzio Varella; Maria Eugênia pela Companhia das Letrinhas (2000)
>>> As Pompas do Mundo & o Retrato na Gaveta de Otto Lara Resende pela Círculo do Livro
>>> Shakespeare e o Amor de Arx pela Arx
>>> Direito Internacional Público - Curso elementar de J F Rezek pela Saraiva (1994)
>>> The Book of Lost Tales (the History of Middle-earth, Book 1) de J. R. R. Tolkien pela Harper Collins (2002)
BLOG >>> Posts

Sexta-feira, 21/12/2007
Cultura da hipocrisia

+ de 3900 Acessos
+ 9 Comentário(s)

Há um ano, no especial "Melhores de 2006", escrevi que o melhor do brasileiro, culturalmente falando, era a sua estática cultural. Dizia o artigo que o brasileiro gostava de ser inerte quanto ao que se passava à sua volta, tendo alguns relances de consciência sócio-cultural quando mexiam no seu bolso.

Infelizmente, meu artigo não serviu em nada!

Para provar minha tese com episódios recentes (já que dizem que brasileiro tem memória curta e tem, senão o Collor não teria sido reeleito), vou comentar três fatos deste final de ano que não levaram a população a nenhuma reação:

a) Renan Calheiros foi absolvido pelo Senado Federal. O que vamos ensinar aos nossos filhos? Que roubar é amplamente legal;

b) Uma menina é estuprada por 40 pessoas em uma cela que não cabem 4. Que lição tiramos disto? Que não aprendemos nada com o livro Dos delitos e das penas, escrito em 1764, por Cesare Beccaria e a Declaração Universal dos Direitos Humanos da ONU. O primeiro filosofa sobre o valor da pena e sua função, e o segundo "regula" a base legislativa penal para assegurar a dignidade da pessoa humana, que, desde 1948, de nada serviu aos brasileiros;

c) A fraude no concurso da OAB, secção São Paulo, e no concurso da polícia rodoviária federal, o que significa, desta vez sem retórica, o jeitinho brasileiro.

A partir destes acontecimentos, este ano mudei de idéia. Não acho que a população seja estática! Acho que ela é hipócrita. Não quer ver o que está à frente dela.

Puxa vida, nada dá certo no Brasil. Continuamos diariamente bombardeados com desgraças, planos econômicos públicos que viraram planos econômicos privados e um governo que subsiste à base do populismo.

A questão é: por que o futebol é tão mais importante do que discutir e se mexer, nem que seja um pouquinho, para acabar com as barbáries? Por que na frente do "país" falamos que está tudo ótimo, mas por trás reclamamos tanto?

Tenho minhas idéias. Falta, no brasileiro, competitividade. Somos ensinados, desde criança, a competir com moderação. Falar "eu sou o melhor", mesmo que você seja o melhor, soa esnobe e não realista. Assim, nos escondemos atrás da verdade, em prol da convenção social da hipocrisia.

Há culturas, como a norte-americana, onde as pessoas são incitadas a competir sem medo de "acusar" os incompetentes. Pelo contrário, sem apontar o desqualificado a criação de valores não vai para frente.

No Brasil, somos obrigados a conviver com desqualificados e preguiçosos, pois se apontarmos que determinada questão não se desenvolveu por causa de fulano ou sicrano somos "dedos-duros".

Cuidado: ser sincero, não é ser mal educado!

Ou mudamos nosso posicionamento ou teremos que conviver com as seguintes indagações: O Senado não tem culpa dos desvios morais de Renan? O delegado que acha que a menina se insinuou para os presos, realmente acha isto? E o jeitinho brasileiro, pode prejudicar a tudo e a todos?

A resposta: Sim, em nome da Hipocrisia! Chega de passar a mão na cabeça das pessoas...

Vamos tirar nossas máscaras!


Postado por Daniel Bushatsky
Em 21/12/2007 às 11h44


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Papa Francisco de Ricardo de Mattos
02. 1 de Janeiro #digestivo10anos de Julio Daio Borges


Mais Daniel Bushatsky no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

ENVIAR POR E-MAIL
E-mail:
Observações:
COMENTÁRIO(S) DOS LEITORES
21/12/2007
13h35min
Pois é, o ariculista puxou as orelhas de todo mundo! Só me pergunto se não valeria a pena, mensalmente, o Digestivo republicar as razões que levaram nossos senadores à absolvição... Pela repetição, talvez possamos entender essas razões.
[Leia outros Comentários de Jaques]
21/12/2007
17h34min
A resolução do problema não é tão fácil quanto responder a uma outra indagação. Imagino o completo desapontamento do autor com os resultados de protestos muito bem intencionados, porém o sistema não tem permitido grandes mudanças e enquanto o quadro de desigualdade alarmante se mantiver presente não serão visíveis grandes alterações, não.
[Leia outros Comentários de Fabinho]
22/12/2007
09h57min
Sartre dizia que o inferno são os outros. Não me sinto hipócrita, nem responsável pela escolha de quem quer que seja, em atos ou mesmo eleições. Também não advogo em favor de comportamentos que considero reprovavél, faço um esforço pessoal ao defender meus pontos de vista em situações específicas e ambientes onde isso seja possível. Daniel, discordo que esta hipocrisia seja cultural; de maneira geral constatamos que todos fazem oposição a barbárie exceto os substancialmente hipócritas. Os exemplos que você enumerou constrange qualquer brasileiro, mas a indiginação que pessoas como eu e você declaram explicitamente ajudam a direcionar outras opiniões e o debate com toda a diversidade é tão importante quanto a tomada de posição. Pouco tempo atrás estes hipócritas botaram o Collor para correr com o rabo entre as pernas para se exilar nos EEUU. Talvez a plebe ignara não saiba ainda o poder que tem, mas figuras como Collor temem a execração pública, logo, amigo, bata forte o tambor...
[Leia outros Comentários de Carlos E. F. Oliveir]
22/12/2007
21h35min
Gostaria de não ter lido tantas verdades. No entanto, o que vemos no Brasil que tanto amamos é um verdadeiro absurdo. Dá nojo! Eu tenho um colega de academia que diz: "algum dia serei como a Gelza, que fala o qque acha para o público sem medo da opinião deles". Nós, que também gostaríamos de assinar este texto, rezamos para o brasileiro sair do comodismo. Grite, faça alguma coisa! Parabéns, caro Daniel!
[Leia outros Comentários de Gelza Reis Cristo]
27/12/2007
09h47min
Tenho vergonha de ser brasileiro. E lá se vai mais um ano perdido, onde pouco ou quase nada se fez no paraíso tropical. Na política, não tivemos mais escândalos que em 2006, 2005... Quando que tudo começou mesmo? Na economia, tudo vai bem... Uh, salve a globalização! O brasileiro tem memória curta. Será? Nas rodas de conversa de futebol alguém comenta aquele lance aos 45 minutos do segundo tempo de um joguinho que ocorreu há mais de 40 anos. Putz, e o cara nem era nascido, e esse não foi o único lance..... Uau! Caro Daniel, você está certo. Estamos ilhados em volta de uma nação de hipócritas, preguiçosos e desqualificados. "Sou brasileiro e não desisto nunca" Esse deveria ter desistido quando nasceu. O que falta para a maioria é colocar a massa cinzenta pra funcionar e também um pouquinho de vergonha na cara! Ah, parabéns pelo artigo.
[Leia outros Comentários de Santiago Troyano]
27/12/2007
22h21min
Ao contrário de Santiago, não tenho vergonha de ser brasileira. Talvez, teria, se fosse norte-americana. Pense bem: como é que até hoje o povo americano é governado por um cara como Bush e não faz nada? Quem foi o grande culpado por tantas atrocidades cometidas no mundo, sob a capa de:"Estamos salvando esses países do terrorismo"? Bem, não quero entrar nesse tema, mas se formos comparar o Brasil com outros países, mesmo os de 1º Mundo, veríamos que não estamos tão mal assim. O que me envergonha é a humanidade de modo geral, seja no Brasil, ou em qualquer outro lugar. As maldades de que somos capazes são aterradoras, chocantes, inadmissíveis. Então, meu senhor, aproveitemos o que temos de bom, acreditemos em dias melhores, lutemos pelo que podemos e pelo que acreditamos. Ficar parado não adianta mesmo, mas não creio que o brasileiro seja preguiçoso, acredito que ele ainda não saiba de todo o seu poder. Vc já pegou um ônibus às cinco da matina ?
[Leia outros Comentários de Adriana Godoy ]
30/12/2007
16h16min
É, você tem razão, Daniel. Somos completamente hipócritas quando se trata de coisa séria a se resolver neste país. Futebol, aqui, é mais importante que a saúde pública ou a educação, por exemplo. Ninguém se une realmente para cobrar dos dirigentes melhoria real e definitiva nestes setores nacionais. Dizer que dinheiro falta para isso ou aquilo é mentira, com tantos impostos que se paga neste país. Agora, dizer que os impostos são desviados a bel prazer de seus dirigentes, que não se preocupam com o povo, exceto na hora do voto, é a mais pura verdade. Vide caso CPMF. Como você disse, aqui, entregar incompetentes ou amigos do "rei" é taxado de dedo-duro, e assim eles vão se perpetuando no poder indefinidamente, usufruindo dos nossos impostos e poder por nós outorgado. Precisamos dar um basta nisso, afinal estamos no século XXI. Chega de esquecimentos e mémorias curtas que só nós prejudicam.
[Leia outros Comentários de Delton L. Martins]
18/1/2008
10h23min
Não há nada mais que surpreenda nesse país... que está na ladeira, em queda livre rumo a decadência, a insolvência moral e cultural, etc etc etc. Não há um nível sequer que não demonstre sinais evidentes de ruína. Cada dia que amanheço neste lugar, e penso no que estou vivendo, mais chateada me sinto. A massa nem nota... e está muito longe de sair da letargia, se é que algum dia sairá. Em tempos de BBB e da maior festa hipnotizante do mundo, o caos prossegue. O Brasil é um país que está sedado e fortemente drogado. Poucos sentem e pensam um modo de criticar, de atuar e de mudar. A massa está adormecida e não estou vendo saída.
[Leia outros Comentários de Rita Cytryn]
26/2/2008
00h50min
É indigesto ver na TV a cara, a postura e a retórica cínica dos que nos representam no governo; pessoas muitas vezes sem formação alguma, incultas e ignorantes, 100% preparadas para roubar os cofres públicos e que usam uma ou outra verba à serviço público apenas para maquiar seus atos criminosos. Enfim, tudo o que minha geração cresceu escutando. Alguém se lembra do Sr.Severino? Meu Deus, o que era aquilo? Como se não bastasse, ainda elegemos cantores, costureiros, os "pinta de galãs"... É preocupante. Gente, por favor, assistam menos novelas, saiam da caverna! Se a solução está longe de acontecer façamos por nós mesmos, a política do paternalismo só nos deixará ainda mais estagnados.
[Leia outros Comentários de Ana Paula]
COMENTE ESTE TEXTO
Nome:
E-mail:
Blog/Twitter:
* o Digestivo Cultural se reserva o direito de ignorar Comentários que se utilizem de linguagem chula, difamatória ou ilegal;

** mensagens com tamanho superior a 1000 toques, sem identificação ou postadas por e-mails inválidos serão igualmente descartadas;

*** tampouco serão admitidos os 10 tipos de Comentador de Forum.



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Proteção Ambiental
Jacson Corrêa
Juruá
(2002)
R$ 15,00



Uma História de Futebol
José Roberti Torero Apresentação Ana Maria Machado
Objetiva
(2001)
R$ 5,00



Retrato do Artista Quando Jovem
James Joyce
Folha de São Paulo
(2016)
R$ 20,00



Mundos Paralelos
Abril
Abril
R$ 10,87



O Combate a Corrupção Nas Prefeituras do Brasil
Antonio Chizzotti; João Alberto Ianhez
Atelie
(2003)
R$ 5,00



Otávio Roth - Recortes de um Percurso Artístico
Thérèse Hofmann Gatti (org.)
Cdt
(2017)
R$ 100,00



Dorme, Menino, Dorme
Laura Herrera
Livros da Matriz
(2015)
R$ 9,80



João Faz - de - Conta
Ganymédes José
Salesiana Dom Bosco
(1992)
R$ 5,00



Iaiá Quitéria
Manoel Ambrosio Junior
Não Informada
R$ 100,00



Sinais de Esperança
Alejandro Bullón
Casa Publicadora Brasileira
(2008)
R$ 5,00





busca | avançada
77579 visitas/dia
2,1 milhões/mês