Pernas, pra que te quero? | Digestivo Cultural

busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Maíra Lour apresenta leitura dramática audiovisual “Insensatez'
>>> Exposição do MAB FAAP conta com novas obras
>>> Projeto Camerata Filarmônica Brasileira apresenta concerto comemorativo no dia 15 de maio em Indaiat
>>> Ação Urgente Contra a Fome - SescSP
>>> 3ª Mostra de Teatro de Heliópolis recebe inscrições até 31 de maio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
>>> Cem encontros ilustrados de Dirce Waltrick
>>> Poética e política no Pântano de Dolhnikoff
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
Colunistas
Últimos Posts
>>> Hemingway by Ken Burns
>>> Cultura ou culturas brasileiras?
>>> DevOps e o método ágil, por Pedro Doria
>>> Spectreman
>>> Contardo Calligaris e Pedro Herz
>>> Keith Haring em São Paulo
>>> Kevin Rose by Jason Calacanis
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
Últimos Posts
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
>>> PoloAC retoma temporada de Os Doidivanas
>>> Em um tempo, sem tempo
>>> Eu, tu e eles
>>> Mãos que colhem
>>> Cia. ODU conclui apresentações de Geração#
>>> Geração#: reapresentação será neste sábado, 24
>>> Geração# terá estreia no feriado de 21 de abril
>>> Patrulheiros Campinas recebem a Geração#
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Only the paranoid survive
>>> O belo e o escalafobético
>>> Guia para escrever bem ou Manual de milagres
>>> Irredentismo
>>> A situação atual da poesia e seu possível futuro
>>> O assassinato de Herzog na arte
>>> Hitler, de Ian Kershaw, pela Companhia das Letras
>>> Livrarias em tempos modernos
>>> O que é a memética?
>>> O dinossauro de Augusto Monterroso
Mais Recentes
>>> Chefia - Sua Técnica, Seus Problemas de Wagner Estelita Campos pela Getulio Vargas (1981)
>>> Inovação - a Vantagem do Atacante de Richard Foster pela Best Seller (1988)
>>> Techno Trends 24 Tecnologias Que Irão Revolucionar Nossas Vidas de Daniel Burrus pela Record (1994)
>>> Gestao Efetiva e Privatizacao de Pedro Sabino de Farias Neto pela Qualitymark (1994)
>>> Le Vin de Bourgogne de Jean François Bazin pela Montalba (1976)
>>> O Fim da Qualidade - Autografado de J. L. Banet pela P & A (1997)
>>> Occidente Americano de Jose Ignacio Vasconcelos pela Ni (1977)
>>> Enciclopedia Pratica da Administracao de Empresa de Rogerio Pfaltzgraff pela Rideel
>>> Lasers in Industry de S S Charschan pela Wester Electric (1972)
>>> O Beneficio das Crises de Paulo C. da Costa Moura pela Ltc (1978)
>>> Atenção á Saude da Mulher de Fernando Porto e Outros pela Aguia Dourada (2011)
>>> Focus on Grammar - Teachers Manual de Jay Maurer pela Logman (1995)
>>> Livro do Ano 1990 de Estado de São Paulo pela Agencia Estado (1990)
>>> Administração da Produção de George W. Plossl pela Makron Books (1993)
>>> Palmtops para Iniciantes e Experts de Julio Trois pela Visual Books (2003)
>>> Essential Dictionary:helping Learners With Real English de Collins Cobuild pela Harper (1996)
>>> Macromedia Flashmx 2004 de Anielle Damasceno pela Visual Books (2004)
>>> Manual de Organização Administrativa de Ana Maria Giusti Barbosa pela Prefeitura do Município de Pi (1996)
>>> Filosofia del Lenguaje de Jerrold J Katz pela Martinez Roca (1971)
>>> Itap a Empresa Que Vi Crescer de Fortunato Orlandi pela Plásticos Em Revistas (1991)
>>> 101 Segredos de Sucesso para a Pequena Empresa de Jane Applegate pela Best Seller (1992)
>>> Safety of Water Disinfection:balancing Chemical & Microbial Risks de Gunther F Craun pela Ilsi (1993)
>>> Humanizando Meu Trabalho e Criando Meu Futuro de Selma Costa pela Stf (1997)
>>> Vocabulario Latim-portugues / Portugues-latim de Ana T Sieglar pela Saraiva (1944)
>>> Biblioteca de Secretariado Executivo 1 de Abel Ferraz Souza pela Iracema (1971)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 28/8/2008
Pernas, pra que te quero?

+ de 1600 Acessos

Tivemos lá em casa um whippet, um cãozinho que é uma miniatura perfeita do grande greyhound, aquele galgo de corridas. Seu nome era Ninute, que é uma palavra do vocabulário da minha mãe, que ela usa quando vê bebês bonitinhos ou passarinhos pequeninos, por exemplo.

Ninute era, antes de mais nada, um cãozinho adorável. Ou melhor, eu adorava o bicho. Porque ele era trapalhão, inquieto, completamente infantil e dócil. Suas expressões de alegria eram coisas que só um whippet pode fazer, como pular de um sofá ao outro, dentro da sala.

É preciso notar que os sofás estavam distantes uns três metros um do outro. Ninute voava entre um e outro, quicando como uma bola de pingue-pongue batendo entre paredes. Quem viu se lembrará disso.

Certa vez estava eu chegando da rua e, no portão da nossa casa, vi que Ninute tinha "fugido". Eram pequenas fugas que ele praticava de vez em quando. É necessário dizer que nossa casa ficava no alto de uma rampa. A rua era uma rampa enorme, com mais de cem metros, do nosso portão até a esquina de baixo. Lá estava o Ninute, cheirando a esquina.

Coincidentemente eu estava segurando nas mãos o cronômetro que minha mãe usava para marcar o tempo. Ela praticava o método de Cooper. Ambos, o cronômetro e o método, heranças de meu avô.

Eu tinha ido, a pé, buscar o cronômetro que estava no conserto e voltei com ele nas mãos, cronometrando tudo. Cheguei no portão e vi o Ninute lá na esquina de baixo. Gritei: "Ninute!" e ele parou imediatamente e levantou, alegre, a cabeça, me reconhecendo. Disparou ladeira acima e eu, claro, cronometrei: 5,6 segundos até ele passar como uma bala pelo portão aberto, rodar derrapando pela grama, voltar pro meu lado, girar de novo e entrar outra vez, e fazer tudo outra e mais outra vez. Ele era assim, de uma alegria contagiante.

Sempre é bom lembrar que a rua era uma rampa forte, e que a esquina ficava uns cem metros abaixo. Fazendo as contas, na subida, Ninute passou por mim na velocidade aproximada de 64 quilômetros por hora. Um whippet é capaz disso, creiam.

Isso porque eu estava revendo a corrida que deu a Usain Bolt a medalha de ouro, nos cem metros rasos (e planos), nas olimpíadas recentes em Beijing e comparei seus meros 37,1 quilômetros por hora, de média, com a performance do meu cãozinho.

O ser humano tem um cérebro enorme em relação a outros bichos e uma das características desse cérebro é um excesso de felicitações por proezas mixurucas desse mesmo ser humano. Digo isso levando-se em conta todo o reino animal. Entre os seres humanos, tá bem, é uma proeza essa do Bolt.

Mas eu não corro a pé cem metros, nem quero fazer isso. Quando preciso me locomover mais rapido, normalmente piso no acelerador. E nem um guepardo, com seus 110 quilômetros por hora me acompanha, meu. E, como dizia a Xuxa, beijing, beijing, tchau, tchau.


Postado por Guga Schultze
Em 28/8/2008 às 17h12


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Ainda sobre o debate de Julio Daio Borges


Mais Guga Schultze no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Maigret e o Homem do Banco
Georges Simenon
L&pm
(2004)



Yoga para os olhos
Roberto Inacio Neves
Por que nao?



Quimioterápicos na Clínica Diária
Almir Lourenço da Fonseca
Epub
(1999)



Guia Addresses da 3ª Idadde
Denise Pinheiro e Luiza Pinheiro
Addresses
(2009)



Dieta do Baixo Índice Glicêmico: Alimentação e Exercícios
Helen Foster
Publifolha
(2009)



O Futuro Chegou
Maílson da Nóbrega
Globo
(2005)



O Poder do Marketing
Editora Martin Claret
Martin Claret
(1998)



Atlas de Dermatologia
G. M. Levene- C. D. Calnan
Científico
(1974)



Música: Velhos Temas, Novas Leituras: Incluindo: Vozes Negras Fem
Sérgio Bittencourt Sampaio (2ª Edição)
Mauad X
(2016)



O Manual do Novo Gerente Vol 4
Morey Stettner
Sextante
(2006)





busca | avançada
104 mil/dia
2,5 milhões/mês