Balangandãs de Ná Ozzetti | Digestivo Cultural

busca | avançada
79919 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Renato Morcatti transita entre o público e o íntimo na nova exposição “Ilê da Mona”
>>> Site WebTV publica conto de Maurício Limeira
>>> Nó na Garganta narra histórias das rodas de choro brasileiras
>>> TODAS AS CRIANÇAS NA RODA: CONVERSAS SOBRE O BRINCAR
>>> Receitas com carne suína para o Dia dos Pais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Eles – os artistas medíocres
>>> Sultão & Bonifácio, parte IV
>>> Em 2016, pare de dizer que você tem problemas
>>> O Direito mediocrizado
>>> Carma & darma
>>> Carlos H Lopes de chapéu novo
>>> Três paredes e meia
>>> All That Jazz
>>> A proposta libertária
>>> It’s only rock’n’roll but I like it
Mais Recentes
>>> O Exu do Fogo de Marcílio Borges pela Madras (2013)
>>> Panorama da Literatura de Flávio Aguiar pela Nova Cultural (1988)
>>> Drácula: O vampiro da noite de Bram Stoker pela Martin Claret (2008)
>>> Arquiteto a Máscara e a Face de Paulo Bicca pela Projeto (1984)
>>> Jonas Assombro de Carlos Nejar pela Novo Século (2008)
>>> A Construção da Cidade Brasileira de Manuel C. Teixeira (Coord.) pela Livros Horizonte (2004)
>>> Ayurveda: A Ciência da Longa Vida de Dr. Edson Antônio D'angelo & Janner Rangel Côrtes pela Madras (2015)
>>> Macunaíma (o heróis sem nenhur caráter) de Mário de Andrade pela Círculo do Livro
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (1993)
>>> Relações Sociais E Serviço Social No Brasil: Esboço de Uma Interpretação Histórico-metodológica - 41ª Edição (7ª Reimpressão) de Marilda Villela Iamamoto & Raul de Carvalho pela Cortez (2018)
>>> Lima Barreto: o rebelde imprescindível de Luiz Ricardo Leitão pela Expressão Popular (2006)
>>> A Batalha das Rainhas de Jean Plaidy pela Record (1978)
>>> Um Certo Capitão Rodrigo de Erico Verissimo pela Círculo do Livro
>>> O Livro de San Michele de Axel Munthe pela Círculo do Livro
>>> O Espião Que Morreu de Tédio de George Mikes pela Círculo do Livro
>>> O Santo Inquérito - Coleção Prestígio de Dias Gomes pela Ediouro (2004)
>>> Confissões Eróticas de Iris e Steven Finz pela Record (2001)
>>> Diários do Vampiro Vol 1 Origens Ddiários de Stepan de L. J. Smith - Kevin Williamson - Julie Plec pela Galera Record (2011)
>>> Peão da Rainha de Victor Canning pela Record (1969)
>>> Paris - uma Agenda de Bons Endereços de Elisabeth Vanzolini pela Ediouro (1998)
>>> Obras Incompletas - Coleção Os Pensadores - 2 Volumes de Friedrich Nietzsche pela Nova Cultural (1991)
>>> Ensaios Escolhidos - Coleção Os Pensadores de Bertrand Russell pela Nova Cultural (1992)
>>> Diálogos - Coleção Os Pensadores de Platão pela Nova Cultural (1991)
>>> Ensaio Acerca do Entendimento Humano de John Locke pela Nova Cultural (1991)
>>> Do Contrato Social e outros textos - Coleção Os Pensadores de Rousseau pela Nova Cultural (1991)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 28/8/2008
Balangandãs de Ná Ozzetti

+ de 4000 Acessos

Sem frutas no cabelo, colares extravagantes e saia rodada, mas portando pulseiras coloridas, sapatos vermelhos e vestido preto, Ná Ozzetti revisita o universo de Carmen Miranda no show Balangandãs à sua maneira: delicada e sofisticada. Em parceria com os músicos Dante Ozzetti (violão), Mário Manga (guitarra, violão tenor e violoncelo), Zé Alexandre Carvalho (contrabaixo acústico) e Sérgio Reze (bateria e percussão) ― que entram no clima vestindo camisetas listradas à là Bando da Lua ― a cantora montou um repertório de 20 canções que refletem momentos diversos da trajetória musical da pequena notável para mostrar a riqueza das composições e dar sua interpretação a elas. Como na época em que integrava o Grupo Rumo, nos anos 80, a paulistana divulga o trabalho de uma artista antiga, que interpretou composições de grande riqueza musical, valorizando essas obras e ressaltando as influências que Carmen gerou na música brasileira.

A "baiana" (que na verdade era portuguesa) influenciou muito a própria Ná em sua forma de cantar. No show, isso fica evidente nos vocalizes agudos e nas interpretações despojadas, cênicas e divertidas que a cantora faz em músicas como "Fon Fon" (Braguinha/Alberto Ribeiro), "O chattanooga choo-choo" (Harry Warren), "Adeus batucada" (Sinval Silva), "Na batucada da vida" e "Boneca de Piche" (ambas de Ary Barroso), sendo que as três últimas já haviam sido cantadas por Ná em outras ocasiões. A partir da canção "Diz que tem" (Vicente Paiva/Hanibal Cruz), os músicos fazem também backing vocal, dando mais corpo às músicas e "colorindo" ainda mais o show. A utilização da guitarra em "E o mundo não se acabou" (Assis Valente) e "O tic-tac do meu coração" (Valfrido Silva/Alcyr Pires Vermelho), por exemplo, deu uma cara mais moderna e sofisticada às canções, sem empobrecer clássicas marchinhas e sambas transformando-as em pop. Pelo contrário: os arranjos só ajudaram a destacar a beleza das melodias e harmonias. A dinâmica feita pela percussão incrementa ainda mais as releituras, mantendo o show no ponto ideal entre o samba intimista e o suingado.

Ná não deixa de cantar também grandes sucessos como "Tico-tico no fubá" (Zequinha de Abreu), "Tahi" (Joubert de Carvalho) e a marcante "Disseram que voltei americanizada" (Luiz Peixoto/Vicente Paiva), que retrata o momento em que Carmen foi muito criticada pela mídia brasileira, por ter vivido um longo período nos Estados Unidos. Balangandãs passou por Brasília, Rio de Janeiro, Curitiba e agora está em São Paulo, em cartaz no Teatro Fecap, até dia 31 de agosto.

Para ir além
Teatro Fecap


Postado por Débora Costa e Silva
Em 28/8/2008 às 19h57


Mais Débora Costa e Silva no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Amor em S. Petersburgo
Heinz G. Konsalik
Klick
(1998)



Balanço da Bossa e Outras Bossas - 5ª Edição - 4ª Reimpressão
Augusto de Campos
Perspectiva
(2015)



Pollyanna
Eleanor H. Porter
Companhia Nacional



Clareando
Maria Rosa Teixeira
Ie
(2003)



Cinqüenta Tons de Liberdade
E. L. James
Intrínseca
(2012)



Caricatura dos Tempos
Belmonte
Melhoramentos/circulo do Livro
(1982)



Psicologia Econômica - Estudo do Comportamento Econômico
Vera Rita de Mello Ferreira
Campus
(2008)



A Filosofia da Arte Moderna
Herbert Read
Ulisseia



Prevenção a Uso de Drogas - uma Visão Espírita
Paulo Pio
Letras e Textos
(2012)



Mónica y Su Pandilla 5 La Sirena
Mauricio de Sousa
Panini Comics
(2010)





busca | avançada
79919 visitas/dia
2,6 milhões/mês