O Pai dos burros | Digestivo Cultural

busca | avançada
88566 visitas/dia
2,4 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Clube do Conto Apresenta: Criaturas, de Carol Bensimon
>>> Vancouver Animation School apresenta webinário gratuito de animação
>>> Núcleo Menos1 Invisível evoca novas formas de habitar o mundo em “Poemas Atlânticos”
>>> Cia O Grito faz intervenção urbana com peças sonoras no Brás
>>> Simbad, o Navegante está na mostra online de teatro de Jacareí
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
Últimos Posts
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
>>> Rogai por nós
>>> Na cacimba do riacho
>>> Quando vem a chuva
>>> O tempo e o vento
>>> “Conselheiro do Sertão” no fim de semana
>>> 1000 Vezes MasterChef e Nenhuma Mestres do Sabor
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Caetano, não seja velho coronel
>>> Vento Bravo, com Edu e Tom
>>> Como o Google funciona
>>> A boa literatura brasileira
>>> Sebo de Livros do Seu Odilon
>>> História da leitura (III): a imprensa de Gutenberg
>>> Talk Show
>>> Para ler o Pato Donald
>>> Isto é um experimento
>>> Em quem a Tropicália vai votar
Mais Recentes
>>> Novíssimo Aulete - Dicionário Contemporâneo da Língua Portuguesa de Caldas Aulete - Paulo Geiger ( Org. ) pela Lexikon (2011)
>>> O Laptop de Leonardo de Ben Shneiderman pela Nova Fronteira (2006)
>>> História da Paz de Demétrio Magnoli ( Org. ) pela Contexto (2008)
>>> O amor jamais te esquece de André Luiz Ruiz pela Ide (2003)
>>> Nosso Livro de Francisco Cândido Xavier pela Lake (2005)
>>> Direito Penal 1 Parte Geral de Sophie Kinsella pela Record (2010)
>>> Em Espírito e Em Verdade de Andy Park pela Vida
>>> Mente e Cérebro Poderosos de Conceição Trucom pela Cultrix (2010)
>>> Todo Ar Que Respiras de Judith Mcnaught pela Bertrand Brasil (2009)
>>> Tudo Bem Ser Diferente de Todd Parr pela Panda Books # (2002)
>>> Sonho Oriental Sabores e Receitas de Editora Caras pela Caras
>>> O Que Fazer? Falando de Convivência de Liliana Iacocca pela Ática
>>> O Homem Que Roubava Horas de Daniel Munduruku e Janaina Tokitaka pela Brinque Book (2010)
>>> Mulheres Inteligentes, Relações Saudáveis de Augusto Cury pela Academia
>>> Ana Karênina Volume 1 de Tolstoi pela Nova Cultural (1997)
>>> A Bíblia do Otimismo de R. Stanganelli pela Tríade
>>> Coleção na Luz da Verdade 1, 2 e 3 de Abdruschin pela Ordem do Graal na Terra (1999)
>>> O Rapto do Garoto de Ouro Série Vaga-lume de Marcos Rey pela Atica
>>> Como Fazer Qualquer Pessoa Se Apaixonar por Você! de Leil Lowndes pela Record
>>> A Sombra do Vulcão de Malcom Lowry pela L&pm Pocket (2007)
>>> Manual de Direito Penal Parte Especial Vol II 27ª Edição de Julio Fabbrini Mirabete pela Atlas (2010)
>>> Do Outro Mundo - Coleção Ana Maria Machado de Ana Maria Machado pela Ática (2002)
>>> Dicionário Jurídico Brasileiro Acquaviva - Edição de Luxo de Marcus Claudio Acquaviva pela Jurídica Brasileira (1995)
>>> A Tecnologia Acima do Bem e do Mal de José Rubens Salles Toledo pela Itafi (2016)
>>> Cómo Pintar a óleo de Jose Maria Parramon pela Parramón
BLOG >>> Posts

Sábado, 22/8/2009
O Pai dos burros

+ de 3400 Acessos

Na edição número 2 da revista Norte (de janeiro/fevereiro de 2008), foi publicado um texto de Humberto Werneck sobre o livro que ele estava finalizando na época, O Pai dos burros ― Dicionário de lugares-comuns e frases feitas (Arquipélago Editorial, 2009, 216 págs.), além de uma pequena prévia da obra. Aguardado ansiosamente desde então por inúmeros leitores e amigos do escritor e jornalista mineiro, eis que, finalmente, a obra chega às livrarias.

O autor explica, no prefácio (divertidíssimo, aliás), que a mania de arquivar expressões comuns demais se deu por acaso: "No começo, sem saber exatamente por que estava guardando semelhante cacaria, eu fazia anotações em qualquer pedaço de papel, que depois enfiava num envelope, mais tarde num envelopão". Como quem procura agulha em palheiro, Humberto conta que nem em velório deixou de anotar uma "nova entrada" para sua coleção de lugares-comuns. Sem falar na ajuda inestimável e desinteressada de amigos, que volta e meia enviavam para o autor novas expressões gastas.

Mas como essa "brincadeira" virou coisa séria? O próprio Werneck responde, ainda no prefácio: "O que me levou [a trabalhar n'O Pai dos burros], ainda quando não passava de embrião de um livro involuntário, foi a obsessão que sempre tive com a funcionalidade da linguagem. A necessidade de que cada palavra, esse precário instrumento de comunicação, chegue o mais perto possível daquilo que se quer dizer. Se escrever vale a pena, deve ser para enunciar algo que se pretende novo ― e me parece um contrassenso, sobretudo no jornalismo, tentar passar o novo com linguagem velha".

E está redondamente enganado quem pensar que o autor "odeia" ou é "contra" lugares-comuns e frases feitas: "Não se ofenda nem se avexe se encontrar aqui alguma ou muitas de suas expressões prediletas. Há várias que também são minhas. O que se quer com este livro é apenas recomendar desconfiança diante de tudo aquilo que, no ato de escrever, saia pelos dedos com demasiada facilidade".

Fernando Sabino, também mineiro, foi outro que teve um "carinho" especial pelos lugares-comuns. Tendo, inclusive, publicado o livro Lugares comuns, que continha: uma introdução sobre o assunto; o Dicionário de ideias feitas, de Gustave Flaubert; e o seu próprio Esboço de um dicionário brasileiro de lugares-comuns e de ideias convencionais. No posfácio do livro, Sabino diz: "Ninguém escapa ao lugar-comum. Esta é a conclusão a que chego, depois de travar com ele uma batalha, da qual, reconheço, saí derrotado. Ele é o pão nosso de cada dia, é a substância de que somos feitos".

Portanto, não se trata de vencer o lugar-comum. Nem de fugir dele como o diabo foge da cruz, ou não utilizá-lo em hipótese alguma. Não é o que propõe Humberto Werneck, com esta que é sua obra mais pessoal. Se trata apenas de, pura e simplesmente, abrir o olho e evitá-lo sempre que possível. Afinal, todo excesso é condenável.

Nota do Autor
Os trechos em itálico são alguns dos lugares-comuns e frases feitas "catalogados" em O Pai dos burros.

Para ir além
Lançamento de O Pai dos burros ― 25 de agosto, às 18h30 ― Livraria Cultura ― Conjunto Nacional ― Av. Paulista, 2073, São Paulo.


Postado por Rafael Rodrigues
Em 22/8/2009 à 00h00


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Gullar sobre Lula e Dilma de Julio Daio Borges
02. Criticou a Veja? Na Abril, rua de Julio Daio Borges
03. TED Talks em português de Julio Daio Borges
04. Poesia e papo furado de Julio Daio Borges
05. Pobrezinha da Jane Fonda de Andréa Trompczynski


Mais Rafael Rodrigues no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A Cor Tem Alma
Emerson Luiz W. Schulz
Bibla
(1997)



Israel o País dos Milagres
Mozart Monteiro
Eldorado
(1972)



Vidas Literárias / Ezra Pound
Peter Ackroyd
Jorge Zahar
(1991)



As Melhores Histórias de Reinos
Lidia Chaib
Publifolha
(2000)



Segurança Hackers Criando uma Senha Mestra para o Mozilla Firefox
Minuano
Minuano
(1990)



Adivinhe Quem é Em Movimento
Jeannette Rowe
Ciranda Cultural
(2011)



A Paixão Em Claro
Elisabeth Veiga
Topbooks
(1992)



Administração Inteligente
Almir Fernandes
Futura
(2001)



Ao Deus de Amor
José Gonzaga de Souza
Thesaurus
(2009)



Jesus, Precursor e Anunciador da Nova era - Autografado
Lauro Trevisan
Mente
(1993)





busca | avançada
88566 visitas/dia
2,4 milhões/mês