A Casa de Vital Brazil de luto | Digestivo Cultural

busca | avançada
79919 visitas/dia
2,6 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Renato Morcatti transita entre o público e o íntimo na nova exposição “Ilê da Mona”
>>> Site WebTV publica conto de Maurício Limeira
>>> Nó na Garganta narra histórias das rodas de choro brasileiras
>>> TODAS AS CRIANÇAS NA RODA: CONVERSAS SOBRE O BRINCAR
>>> Receitas com carne suína para o Dia dos Pais
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Deep Purple em Nova York (1973)
>>> Blue Origin's First Human Flight
>>> As últimas do impeachment
>>> Uma Prévia de Get Back
>>> A São Paulo do 'Não Pode'
>>> Humberto Werneck por Pedro Herz
>>> Raquel Cozer por Pedro Herz
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
Últimos Posts
>>> O cheiro da terra
>>> Vivendo o meu viver
>>> Secundário, derradeiro
>>> Caminhemos
>>> GIRASSÓIS
>>> Biombos
>>> Renda Extra - Invenção de Vigaristas ou Resultado
>>> Triste, cruel e real
>>> Urgências
>>> Ao meu neto 1 ano: Samuel "Seu Nome é Deus"
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Em 2016, pare de dizer que você tem problemas
>>> O Direito mediocrizado
>>> Carma & darma
>>> Carlos H Lopes de chapéu novo
>>> Três paredes e meia
>>> All That Jazz
>>> A proposta libertária
>>> It’s only rock’n’roll but I like it
>>> Maurice
>>> Diversões
Mais Recentes
>>> Panorama da Literatura de Flávio Aguiar pela Nova Cultural (1988)
>>> Drácula: O vampiro da noite de Bram Stoker pela Martin Claret (2008)
>>> Arquiteto a Máscara e a Face de Paulo Bicca pela Projeto (1984)
>>> Jonas Assombro de Carlos Nejar pela Novo Século (2008)
>>> A Construção da Cidade Brasileira de Manuel C. Teixeira (Coord.) pela Livros Horizonte (2004)
>>> Ayurveda: A Ciência da Longa Vida de Dr. Edson Antônio D'angelo & Janner Rangel Côrtes pela Madras (2015)
>>> Macunaíma (o heróis sem nenhur caráter) de Mário de Andrade pela Círculo do Livro
>>> Cyrano de Bergerac de Edmond Rostand pela Nova Cultural (1993)
>>> Relações Sociais E Serviço Social No Brasil: Esboço de Uma Interpretação Histórico-metodológica - 41ª Edição (7ª Reimpressão) de Marilda Villela Iamamoto & Raul de Carvalho pela Cortez (2018)
>>> Lima Barreto: o rebelde imprescindível de Luiz Ricardo Leitão pela Expressão Popular (2006)
>>> A Batalha das Rainhas de Jean Plaidy pela Record (1978)
>>> Um Certo Capitão Rodrigo de Erico Verissimo pela Círculo do Livro
>>> O Livro de San Michele de Axel Munthe pela Círculo do Livro
>>> O Espião Que Morreu de Tédio de George Mikes pela Círculo do Livro
>>> O Santo Inquérito - Coleção Prestígio de Dias Gomes pela Ediouro (2004)
>>> Confissões Eróticas de Iris e Steven Finz pela Record (2001)
>>> Diários do Vampiro Vol 1 Origens Ddiários de Stepan de L. J. Smith - Kevin Williamson - Julie Plec pela Galera Record (2011)
>>> Peão da Rainha de Victor Canning pela Record (1969)
>>> Paris - uma Agenda de Bons Endereços de Elisabeth Vanzolini pela Ediouro (1998)
>>> Obras Incompletas - Coleção Os Pensadores - 2 Volumes de Friedrich Nietzsche pela Nova Cultural (1991)
>>> Ensaios Escolhidos - Coleção Os Pensadores de Bertrand Russell pela Nova Cultural (1992)
>>> Diálogos - Coleção Os Pensadores de Platão pela Nova Cultural (1991)
>>> Ensaio Acerca do Entendimento Humano de John Locke pela Nova Cultural (1991)
>>> Do Contrato Social e outros textos - Coleção Os Pensadores de Rousseau pela Nova Cultural (1991)
>>> Tratado da Correção do Intelecto e outros textos - Coleção Os Pensadores de Espinosa pela Nova Cultural (1991)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 17/5/2010
A Casa de Vital Brazil de luto

+ de 3000 Acessos

Foi com profunda consternação que acompanhamos as notícias da destruição de um dos mais relevantes patrimônios científicos do país e da humanidade, a maior e a mais antiga coleção no mundo em seu gênero. Especialistas afirmam que não há em qualquer outro lugar do planeta uma coleção tão expressiva em torno de uma única espécie animal que se compare a esta que desapareceu.

Vital Brazil começou a formar esta coleção há 114 anos atrás, em 1896, ainda em Botucatu, concomitante ao início de seus trabalhos sobre o ofidismo. Ele imaginou ser possível, pesquisou, planejou e se empenhou incondicionalmente para lançar as bases sólidas de uma grande obra que pudesse servir para pesquisa e para os estudos de gerações e gerações futuras. Seu interesse pelo tema já vinha desde os tempos da faculdade de medicina no Rio de Janeiro, mas foi a partir da indignação pela morte de uma jovem camponesa mordida por serpente que a causa o tomou por completo. Este episódio representou a gota d'água que o fez transformar a sua casa em um rudimentar laboratório experimental, três anos antes de dar início ao Instituto Butantan, em dezembro de 1899. Somente em 1907, com a entrada de João Florêncio Gomes no instituto, seu segundo colaborador ― até então só havia um único assistente para com ele dar conta das diversas atividades e tarefas no IB ―, que Vital Brazil entregou a responsabilidade desta coleção para que este, Dr. João Florêncio, sob sua orientação, pudesse melhor organizá-la. Ao passar dos anos expandiram-se as pesquisas, criou-se a coleção de aracnídeos e de outros importantes acervos de animais peçonhentos com milhares de exemplares para o fomento de estudos e para o avanço científico em diferentes campos do conhecimento.

Ao longo de décadas inúmeros pesquisadores passaram por ali e contribuíram determinantemente para que a coleção herpetológica se tornasse a referência maior que foi até a manhã deste sábado último, dia 15 de maio de 2010. Não por acaso levava o nome do Dr. Alphonse Richard Hoge, responsável por progredir significativamente em sua formação e organização a partir dos anos 40. Nos últimos tempos esta coleção esteve sob a diligente responsabilidade de herpetólogos como Giuseppe Puerto e Francisco Franco, que como outros tantos pesquisadores que ali se formaram e atuaram, tanto do passado, como do presente, muito fizeram pelo engrandecimento deste patrimônio científico.

A família de Vital Brazil reconhece com profunda e sincera gratidão o esforço de todos estes incontáveis cientistas e empenha total solidariedade àqueles que, nos últimos anos, de fato, trabalharam incansavelmente para manter e preservar com todo o zelo este patrimônio científico ora destruído, como o Dr. Francisco Franco, o Kiko, atual curador da coleção. Há tempos que este pesquisador lutava bravamente pela reforma das instalações que abrigava este acervo.

Não se pode dar valor àquilo que não se conhece. Basta se observar a notória preocupação da imprensa em divulgar que a produção de vacinas não foi atingida por este trágico incêndio. Fábricas podem-se recuperar de quaisquer tragédias, patrimônios como este que se foi, não, nunca.

Perguntamo-nos sobre as condições dos outros acervos de documentação da maior relevância histórica que estão sob os cuidados do Instituto Butantan. Perguntamo-nos as quantas andam os indiciamentos dos responsáveis e as investigações sobre o desfalque de cerca de 150 milhões de reais da Fundação Butantan que veio à tona em setembro último. Há de se averiguar com determinação a maneira com que a instituição vem tratando de sua História, há de se ler com atenção o que vem sendo escrito e divulgado sobre este Patrimônio Nacional nas últimas duas décadas, sobretudo, desde os anos de 1980. Este incidente também há de representar o arrombar das portas de um silêncio notoriamente intencional.

Lamentavelmente, por mais triste e silenciador que seja este momento, é impossível conter a indignação diante do descaso e do descuido da atual administração do Butantan em relação ao patrimônio histórico-científico que lhes foi entregue para gerir.

Fez-se definitivamente o vazio inquietante. Arderam vitoriosas as chamas das vaidades e das mesquinharias daqueles que tiveram até pouco e ainda têm o poder de decisão no Butantan, mais uma vez rejubilou-se a lógica reducionista da fábrica de soros e vacinas contra a qual Vital Brazil tanto lutou e resistiu.

(...) permiti, senhores, que o velho fundador desta casa [Butantan], que assistiu aos seus primeiros delineamentos, que viu o lançamento de suas bases fundamentais, que testemunhou uma série enorme de lutas, triunfos e decepções até chegar ao ponto em que ora se encontra, que sentiu alegrias e tristezas, que aqui viveu durante vinte anos, tendo aqui passado os melhores dias de sua mocidade, que viu primeiro germinar, na sua imaginação, toda essa obra que pouco a pouco se transformou em realidade, desde o majestoso e empolgante bosque de araucárias e eucaliptos, que emoldura as construções, até os mínimos e insignificantes detalhes; permiti senhores, que esse idealista impenitente, ora se vos apresente cheio de entusiasmo e de fé, para vos afirmar que, ainda hoje, alimenta o mesmo sonho que em outros tempos afagou, de fazer desta Instituição, não uma simples fábrica de soros e vacinas, mas um centro de pesquisas e estudos de utilidade para este glorioso Estado e de grandes benefícios para o país e a humanidade.
(Vital Brazil, em discurso ao retornar à direção do Butantan, em 1924.)

Em nome da família de Vital Brazil,
Érico Vital Brazil
Presidente da Casa de Vital Brazil


Postado por Luis Eduardo Matta
Em 17/5/2010 às 18h05


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Eduardo Galeano (1940-2015) de Celso A. Uequed Pitol
02. Pelada, mas poética de Ana Elisa Ribeiro
03. Resposta a Antonio Prata de Julio Daio Borges
04. Jobs, o trailer do filme de Julio Daio Borges
05. Brasil, Egito, Eike e Gay de Julio Daio Borges


Mais Luis Eduardo Matta no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Ensaios de Teodiceia: Sobre a Bondade de Deus, - 1ª Edição
G. W. Leibniz
Estação Liberdade
(2017)



Turismo e Planejamento Sustentável. A proteção do meio ambiente.
Doris Ruschmann
Papirus
(1999)



Os Seres e as Cores Nas Terras do do Sem-fim
José Carlos Capinan e Outros
Petrobrás
(1993)



Antropos e Psique - o Outro e Sua Subjetividade - 1ª Edição
Silas Guerreiro
Olho Dágua
(2000)



O Livro do Chá - 1ª Edição
Kakuzo Okakura
Estação Liberdade
(2008)



Teoria e Realidade - 1ª Edição - 2ª Reimpressão
Mario Bunge
Perspectiva
(2013)



Memórias de um fusca
Orígenes Lessa
Ediouro
(1972)



Formação do Brasil Contemporâneo - 1ª Edição
Caio Prado Jr.
Companhia das Letras
(2014)



Eu vi Onde Termina o Mar
Rosalie Gallo y Sanches
Ie
(2003)



Repertorio de Jurisprudencia Trabalhista - Vol. 9
Joao de Lima Teixeira Filho
Renovar
(2000)





busca | avançada
79919 visitas/dia
2,6 milhões/mês