Carta ao pai morto | Digestivo Cultural

busca | avançada
59064 visitas/dia
2,3 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Aulas on-line percorrem os caminhos da produção editorial
>>> Rapsódia capital de Mário de Andrade resgata a grandeza do modernismo nacional
>>> Livro: Os Festivais de Rock - Uma Vida Rock n Roll
>>> Iadê leva arte e design a comunidade de Paraisópolis, em São Paulo
>>> Circulação on-line do GRUPO MORPHEUS TEATRO com a obra audiovisual “BERENICES”
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Um antigo romance de inverno
>>> O acerto de contas de Karl Ove Knausgård
>>> Assim como o desejo se acende com uma qualquer mão
>>> Faça você mesmo: a história de um livro
>>> Da fatalidade do desejo
>>> Cuba e O Direito de Amar (3)
>>> Isto é para quando você vier
>>> 2021, o ano da inveja
>>> Pobre rua do Vale Formoso
>>> O que fazer com este corpo?
Colunistas
Últimos Posts
>>> Queen na pandemia
>>> Introducing Baden Powell and His Guitar
>>> Elon Musk no Clubhouse
>>> Mehmari, Salmaso e Milton Nascimento
>>> Gente feliz não escreve humor?
>>> A profissão de fé de um Livreiro
>>> O ar de uma teimosia
>>> Zuza Homem de Mello no Supertônica
>>> Para Ouvir Sylvia Telles
>>> Van Halen ao vivo em 1991
Últimos Posts
>>> Janelário
>>> A vida é
>>> (...!)
>>> Notívagos
>>> Sou rosa do deserto
>>> Os Doidivanas: temporada começa com “O Protesto”
>>> Zé ninguém
>>> Também no Rio - Ao Pe. Júlio Lancellotti
>>> Sementinas
>>> Lima nova da velha fome
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Literatura Falada (ou: Ora, direis, ouvir poetas)
>>> A busca
>>> Eu quero é rosetar
>>> Em defesa de Harry Potter
>>> Tunturi, de António Vieira
>>> Copa do Mundo: agonia e êxtase
>>> Metallica tocando Van Halen
>>> A Nova Era do Rádio
>>> Guimarães Rosa: linguagem como invenção
>>> Do ridículo (especial aviões)
Mais Recentes
>>> Segurança Pública e Jurisprudência do Stf de José Walter da Mota Matos pela Lumen Juris (2016)
>>> Modulação & StTF de Fábio Martins de Andrade pela Lumen Juris (2016)
>>> Direito Público e Evolução Social de Carlos Eduardo Adriano Japiassú pela Lumen Juris (2016)
>>> Direito Internacional da Concorrência de Clarissa Brandão pela Lumen Juris (2016)
>>> Educação e saúde em pesquisas: possibilidades na diversidade de Maria das Graças Martins da Silva e Mara Regina Rosa Ribeiro orgs. pela Edufmt (2014)
>>> O Desconhecido de Portia da Costa; Julio de Andrade Filho pela Planeta do Brasil (2013)
>>> O Código do Apocalipse de Adam Blake pela Novo Conceito
>>> Agradeça Aos Agrotóxicos de Nicholas Vital pela Record (2017)
>>> Como elaborar projetos de pesquisa de Antonio Carlos Gil pela Atlas (2002)
>>> Capital Humano de Stephen Amidon pela Objetiva (2006)
>>> When Work Disappears - The World of the New Urban Poor de William Julius Wilson pela Vintage (1996)
>>> Estudo de caso: planejamento e métodos de Robert K. Yin pela Bookman (2010)
>>> Essa Maldita Farinha de Rubens Figueiredo pela Record (1999)
>>> Na Rota do Sol de Spencer Júnior pela Dpl
>>> A Cidade dos Cidadãos de Roberto Guiducci pela Brasiliense (1990)
>>> Um Dia de David Nicholls pela Intrínseca (2011)
>>> Rosas de Sangue de Jeanette Baker pela Best Seller (2002)
>>> Questões do Coração de Emily Giffin pela Novo Conceito (2011)
>>> Disparos do Front da Cultura Pop de Tony Parsons pela Barracuda (2005)
>>> Disparos do Front da Cultura Pop de Tony Parsons pela Barracuda (2005)
>>> Noturno Em Manhattan de Colin Harrison pela Companhia das Letras (1998)
>>> Momentos de Ouro de Francisco Candido Xavier pela Geem
>>> Como Fazer uma Empresa Dar Certo Em um País Incerto de Instituto Empreender Endeavor pela Campus (2005)
>>> A Númeração Indo-arábica de Luiz Marcio Pereira Imenes pela Scipione (1993)
>>> Signos da Marca de Clotilde Perez pela Thomsom (2004)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 17/3/2005
Carta ao pai morto

+ de 1700 Acessos

Pai,

amanhã, dia 22 de agosto, é seu aniversário. E você está morto. Pela primeira vez você aniversaria, estando morto. Isto quer dizer: você, em verdade, não aniversaria, você está além do tempo, fora dele, imerso na eternidade. Você, que já morreu, isentou-se do tempo, não aniversaria mais, nem morre mais. Você está maduro, cumprido, completo, além da sorte, do rumor do mundo. Eu me lembro de você, com carinho, ternura e tristeza. Eu, ainda tecido de tempo, eu que morro a cada dia, me lembro de você e de seu aniversário. Você, nascendo, inaugurou a possibilidade de que eu nascesse. Você, nascido, me precedeu, e agora sucedo a você, e me lembro de você, por você, em seu nome. É possível que você precise desta minha lembrança — pequeno ramo de flores que ofereço a você, por você e para você, substituto que sou de você, cuja chama viva continua a viver em mim: você está no reino da imemória, e o seu calor passou para as minhas mãos, para que eu me lembre dele, e o honre. Precedido por você, sucedendo você, plantei, por minha vez, as sementes das árvores que, já nascidas, me sucedem e me sobreviverão. Quero honrar sua memória — e sua vida. Quero que o seu aniversário seja, mais uma vez, o dia do compromisso meu com você: de que eu assuma a minha vida e a minha liberdade. De que eu seja fiel ao que de melhor for vivo em você. Assumindo minha vida e minha liberdade, sou fiel a você, à chama que você me legou, à vida que tenho e que, sem você, seria impensável. Prossigo, por mim, por você, por todos os que nos antecederam, por meus filhos e pelos que me sucederem, por todos os homens, a minha caminhada. Que ela seja corajosa, bondosa, firme. Que eu tenha as coragens que faltaram a você, os gestos libertários que seus braços não puderam esboçar. Que você se sinta mais livre e mais vivo, em mim. Que eu leve, mais longe, a vida que você me legou. Que eu salve você, dentro de mim, que eu esteja, em mim, bem vivo para que você — que eu continuo — fique bem vivo, livre, humano e profundo, em mim, por mim, por você, por todos.

Te amo, pai.

Hélio Pellegrino, em homenagem a Braz Pellegrino, no livro que Antonia Pellegrino organizou.


Postado por Julio Daio Borges
Em 17/3/2005 às 09h13


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Cassionei Niches Petry de Julio Daio Borges
02. Anchieta Rocha de Julio Daio Borges
03. Depeche Mode 2013 de Julio Daio Borges
04. Dois de Fevereiro de Julio Daio Borges
05. 13 de Janeiro #digestivo10anos de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Os 101 Dálmatas e o Ursinho Bongo
Walt Disney
Nova Cultural
(1986)
R$ 12,00



Vida Em Outros Planetas
Dulcídio Dibo
Lake
(1991)
R$ 12,10



De Cabeça para Baixo
Fernando Sabino
Record
R$ 11,00



E Eu Com Isso? Aprendendo Sobre Respeito
Brian Moses
Scipione
(1999)
R$ 15,00



Castelos de Marzipã
Lygia Barbiére Amaral
Lachatre
(2015)
R$ 15,00



Ouro. Honor, Corsários, Ilusiones - Viagem. Memória e Sertão
Filomena Cabral
Difel
(2000)
R$ 33,49



Précis de Thérapeutique Médicale Oto - Rhino - Laryngologique
G. de Parrel
A Maloine
(1921)
R$ 46,00



Travessia 19 - Machado de Assis
Vários Autores
Ufsc
(1989)
R$ 29,90



Curso Preparatório de Espiritismo
Diversos Autores
Feesp
(2004)
R$ 7,00



O Réu E O Rei - Minha História Com Roberto Carlos Em Detalhes
Paulo Cesar De Araújo
Companhia Das Letras
(2014)
R$ 29,90





busca | avançada
59064 visitas/dia
2,3 milhões/mês