Essa menina | Digestivo Cultural

busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Namíbia, Não! curtíssima temporada no Sesc Bom Retiro
>>> Ceumar no Sesc Bom Retiro
>>> Mestrinho no Sesc Bom Retiro
>>> Edições Sesc promove bate-papo com Willi Bolle sobre o livro Boca do Amazonas no Sesc Pinheiros
>>> SÁBADO É DIA DE AULÃO GRATUITO DE GINÁSTICA DA SMART FIT NO GRAND PLAZA
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Modernismo e além
>>> Pelé (1940-2022)
>>> Obra traz autores do século XIX como personagens
>>> As turbulentas memórias de Mark Lanegan
>>> Gatos mudos, dorminhocos ou bisbilhoteiros
>>> Guignard, retratos de Elias Layon
>>> Entre Dois Silêncios, de Adolfo Montejo Navas
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> A moça do cachorro da casa ao lado
>>> A relação entre Barbie e Stanley Kubrick
>>> Um canhão? Ou é meu coração? Casablanca 80 anos
>>> Saudades, lembranças
>>> Promessa da terra
>>> Atos não necessários
>>> Alma nordestina, admirável gênio
>>> Estrada do tempo
>>> A culpa é dele
>>> Nosotros
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os Rolling Stones deveriam ser tombados
>>> Manual prático do ódio
>>> Por que Faraco é a favor da mudança ortográfica
>>> Modernismo e Modernidade
>>> A favor do voto obrigatório
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
>>> Sobre o Ronaldo gordo
>>> A nova escola
>>> 100 homens que mudaram a História do Mundo
>>> Entrevista com Ruy Castro
Mais Recentes
>>> Aços e Ferros Fundidos 6ª Ed de Vicente Chiaverini pela Associação Brasileira de Metal (1990)
>>> Historias Disparatadas de Vic Parker pela Silver Dolphim (2021)
>>> O Monge e o Filosofo: o Budismo Hoje de Jean-françois Revel e Matthieu Ricard pela Mandarim (1998)
>>> Kaplan GMAT 800, 2005-2006 de Vários Autores pela Kaplan Publishing (2005)
>>> Crónica de la Colonia Galesa de la Patagonia de Abraham Matthews pela El Regional (1975)
>>> Le New York de Paul Auster de Gérard de Cortanze , James Rudnick pela Du Chêne (1993)
>>> Effective horsemanship de Noel Jackson pela Arco Publishing (1967)
>>> Livro - Guias de campo- O ceu de Guias de campo pela Escala educacional
>>> Eclipse de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> Famílias Terrivelmente Felizes de Marçal Aquino pela Cosac Naify (2003)
>>> Crepusculo de Stephenie Meyer pela Intrinseca (2008)
>>> O Olho Mais Azul de Toni Morrison pela Companhia das Letras (2019)
>>> The White Face de Carl Ruthven Offord pela Robert M. McBride Company (2023)
>>> Belas Maldições de Neil Gaiman Terry Pratchett pela Bertrand do Brasil (2017)
>>> Um dia minha alma se abriu por inteiro de Iyanla Vazant pela Sextante (2000)
>>> Marley e eu de John Grogan pela Prestigio (2006)
>>> Na Companhia de Soldados - o Dia-a-dia da Guerra do Iraque de Rick Atkinson pela Bertrand Brasil
>>> Leila Diniz de Joaquim Ferreira dos Santos pela Companhia das Letras (2008)
>>> A casa das sete torres de Nathaniel Hawthorne pela Nova Fronteira (2019)
>>> A cabana de William P Young pela Sextante (2008)
>>> Política - uma brevíssima introdução de Kenneth Minogue pela Jorge Zahar (1998)
>>> Cinquenta tons mais escuros de E L James pela Intrinseca (2012)
>>> Ensino da Gramática. Opressão? Liberdade? de Evanildo Bechara pela Atica (1995)
>>> Os cem melhores poemas brasileiros do século de Italo Moriconi pela Objetiva (2001)
>>> Cadê meu travesseiro? de Ana Maria Machado pela Salamandra (2004)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 21/3/2005
Essa menina
+ de 2600 Acessos

Vai querer? Cinqüentinha. Trepo legal pra caramba. Treze anos, antes que tu pergunte. Pareço menos, né? Teve um cara que me deu dez, mas tava bêbado e vesgo. Tu vai me cagüetar? Hein? Fala, coroa... Vai me entregar? Tá balançando a cabeça. Não gosta de falar, né? Tô entendendo. Tu pode falar o que quiser e também não falar se quiser, só não vale sermão, sacou? Teve um cara lá onde eu morava que passou uma semana mudão. Todo mundo fofocava. De repente, ele deu um chute na porta de um barraco, e não sobrou neguinho em pé. Passou fogo geral. Olha eu brilhando, viu? Foi o farol do carro que passou, meu chapa. Mas diz... vai querer? Sou limpa, tomo banho todo dia lá no posto, os caras deixam, mas de qualquer jeito tu vai usar camisinha, valeu? Não vai pegar nada porque eu não tenho doença, tô há pouco tempo na zona, fodia mesmo era com o pessoal lá de casa, mas sabe como é, depois saltei fora. Faz tempo que não pinto lá. Larguei o barraco. Já não deve ter ninguém vivo. É gente morta no meio da subida todo dia. Agora sou menina de rua. De Copacabana. Chique pra caralho, né? Gosta de rap, hein, gente fina? Vai ficar aí me olhando, chapado, diz logo senão vou me mandar. Tô cobrando alto? Tô cobrando legal, né? Tem menina aí tirando o dobro. Assaltaram o pau dos caras. Foda é diversão. Uma vez, na hora de gozar, um cara começou a gritar: ai, minha mãe!... Me esculachei de rir, e ele me olhou por cima dos olhos. Fiquei com medo de virar paçoca nas patas dele. Mas vai, fala, tô te explorando? Um galo, cara. Diz... Faço por quarenta, pronto, e não se fala mais. Vamos lá? Gostou da minha saia? Roubei de uma loja; moleza. Ela não roda que é pra grudar nos utensílios, tá sabendo, né, malandro?... E das minhas pernas? O que tu achou? O pessoal diz que é roliça; é o que rola, né? Tu acha que meus peitos vão crescer? Tô cansada dessas bostinhas... Valeu a balançada de cabeça! Eu trepo pelos ares, sabe qual é? Vou mostrar quando chegar lá. Vôo parapélvico, tá na moda, já viu? Faço cada pirueta legal, foda de bailarina, padedê, me ensinaram quando viram a minha evolução. Tu vai gostar, eu empolero legal. Teve uma vez que custou, mas também eu tinha cheirado. O cara dizia para eu descer e eu lá em cima dos joelhos dobrados dele, me equilibrando, tentando dar um mortal. Brilhei outra vez, sacou? Manero, né? Mas e aí? Não vai dizer nada? Tá me olhando assim por quê? Ih, de repente, zoou no meu ouvido: tu é tira? É veado? Fala aí, ô meu... Já tô perdendo muito tempo... Tempo é dólar. Já dava pra ter dado uma bimbadinha... O que eu faço com o dinheiro? Como é que eu advinhei que tu queria saber, né? Foi teu esfrega-esfrega dos dedos. Dou a grana pro meu irmão, ele compra o pó e eu fico com a rapa. Daí, com a rapinha, eu fico pancadona. Então vou sozinha lá pra praia, me deito, e fico toda langostosa na areia. Ninguém advinha o meu jeito de ser feliz. Comida e roupa eu roubo ou ganho. Sabe que tem muita madame beneferenta por aí, befemerenta, perebenta, sei lá como se diz... Mas aí, cara, tu ainda não decidiu? Tu é brocha? Ou prefere garoto? Voltou a balançar a cabeça, hein? Tu gosta de falar por ela, né? Balança sim, balança não. Prefere coroa? Qualquer mulher serve, né? E aí? Vamos lá! Meu irmão tá me esperando, tenho que passar a grana pra ele. Não posso demorar, ele tem sopro na cabeça. Tu nem calcula. Outro dia ele teve uma viração que eu nem te conto, cara. Levei uma coça que tô até hoje com os dedos do pé extraviados. Ele sempre começa a bater por baixo, por isso meu pé tá nesse estrago. Ah! Mas como é que isso não cruzou minha idéia?... Tu deve ser gringo! Não deve ter entendido porra nenhuma do que eu falei... Dou na minha cara, sim. Mereço uns tabefes. Que que tu tá mexendo no bolso? Vai pintar sujeira, meu camarada? Papel? Pra quê? Tá escrevendo. Veja só. Quer que eu leio? Claro que sei.

Tu é mudo... Legal... Como é que tu faz na hora de gozar? Trintinha, vamos lá!

Livia Garcia-Roza em Restou o cão.
(Porque hoje este blog está pornográfico...)


Postado por Julio Daio Borges
Em 21/3/2005 às 15h28

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Quando vender ou trocar uma ação de Julio Daio Borges
02. Dos Editores do Book Review de Julio Daio Borges
03. Jornal da Cultura - 17/11/2014 de Julio Daio Borges
04. Mestres de Julio Daio Borges
05. Petite Messe Solennelle de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




O Bricabraque (2005)
Hugo Passolo
Companhia Ed Nacional
(2005)



Triste Fim de Policarpo Quaresma (com Questões do Enem)
Lima Barreto
Cered Objetivo
(2004)



Fisico Quimica
Vera Lucia Duarte
Atual
(1982)



Livro - Memórias Póstumas de Brás Cubas - Col Núcleo de Literatura
Machado de Assis
Núcleo
(1996)



No Carrossel do Zodíaco
Maria R. Mizrahi
Berkana
(1996)



O Caçador de Pipas - Confira!
Khaled Hosseini
Nova Fronteira
(2005)



Vocabulário para Ortodontia & Ortopedia Funcional dos Maxilares
Ana Julia Perrotti-garcia
Sbs
(2003)



Mangá Blade 24
Hiroaki Samura
Conrad
(2004)



Misturas e Substâncias Reações Químicas - Série Ciências para o 1
Angélica Ambrogi, Julio Cezar Foschilini Lisb
Hamburg
(1973)



Vila Sésamo o Livro das Perguntas - a Terra
Vários Autores
Folio
(2007)





busca | avançada
33925 visitas/dia
1,4 milhão/mês