Vampiros à moda antiga | Digestivo Cultural

busca | avançada
50174 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Novo livro de Vera Saad resgata política brasileira dos anos 90 para destrinchar traumas familiares
>>> Festival de Cinema da Fronteira e Sur Frontera WIP LAB abrem inscrições
>>> O Pequeno Príncipe in Concert
>>> Estreia da Orquestra Jovem Musicarium ocorre nesta quarta, dia 21, com apresentação gratuita
>>> Banda Yahoo se apresenta na Blue Note SP
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
>>> Minha história com o Starbucks Brasil
Colunistas
Últimos Posts
>>> Jensen Huang, o homem por trás da Nvidia (2023)
>>> Philip Glass tocando Opening (2024)
>>> Vision Pro, da Apple, no All-In (2024)
>>> Joel Spolsky, o fundador do Stack Overflow (2023)
>>> Pedro Cerize, o antigestor (2024)
>>> Andrej Karpathy, ex-Tesla, atual OpenAI (2022)
>>> Inteligência artificial em Davos (2024)
>>> Bill Gates entrevista Sam Altman, da OpenAI (2024)
>>> O maior programador do mundo? John Carmack (2022)
>>> Quando o AlphaGo venceu a humanidade (2020)
Últimos Posts
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
>>> Um verdadeiro romântico nunca se cala
>>> Democracia acima de tudo
>>> Podemos pegar no bufê
>>> Desobituário
>>> E no comércio da vida...
>>> HORA MARCADA
Blogueiros
Mais Recentes
>>> O dilúvio informacional, segundo a Economist
>>> Bruta manutenção urbana
>>> Sobre caramujos e Omolu
>>> Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques
>>> A Loja de Tudo - Jeff Bezos e a Era da Amazon, de Brad Stone
>>> De perto, ninguém é normal
>>> 14 de Outubro #digestivo10anos
>>> Scott Henderson, guitarrista fora-de-série
>>> O primeiro parágrafo
>>> O prazer da literatura em perigo
Mais Recentes
>>> O Menino que Devorava Livros de James Misse pela Pé da Letra (2015)
>>> A Princesa Que Não Queria Aprender A Ler de Heloisa Prieto pela Ftd (2022)
>>> Modernismo No Brasil: Panorama Das Artes Visuais de Bea Meira pela Ática (2014)
>>> Livro De Histórias de Georgie Adams pela Companhia Das Letrinhas (2014)
>>> Rápido Como Um Gafanhoto de Audrey Wood; Don Wood pela Brinque Book (2016)
>>> Educação Sexual na Sala de Aula de Jimena Furlani pela Autêntica (2011)
>>> Almanaque Bichos Do Brasil de Roseane Pamplona pela Moderna (2014)
>>> Volta Ao Mundo Em 52 Histórias de Neil Philip pela Companhia das Letrinhas (2001)
>>> O Amigo Do Rei de Ruth Rocha pela Salamandra (2009)
>>> Um Safari Na Tanzânia de Laurie Krebs; Julia Cairns pela Sm (2007)
>>> Oceanos de Jonas Ribeiro; Ionit Zilberman pela Ciranda Cultural (2022)
>>> Roma Antiga de Stewart Ross pela Companhia Das Letrinhas (2007)
>>> Ciência, Arte E Jogo: Projetos E Atividades Lúdicas Na Educação Infantil de Adriana Klisys pela Peiropolis (2010)
>>> Balada do Ogro Solitário de Penélope Martins pela Ciranda Cultural (2021)
>>> Nino O Dinossauro de Patrícia Cunha Merli pela Suinara (2017)
>>> Os Gêmeos do Tambor de Rogério Andrade Barbosa pela Dcl (2006)
>>> O Drama de um Refugiado de Moreira de Acopiara pela Ciranda Cultural (2021)
>>> Tantãs de Eva Furnari pela Moderna (2021)
>>> Era uma Vez um Castelo de Graça Abreu; Lia Zatz pela Gaivota (2017)
>>> Pollyanna de Eleanor H. Porter; João Anzanello Carascoza pela Ática (2021)
>>> O Anel Mágico Da Minha Tia Tarsila de Tarsila do Amaral pela Companhia Das Letrinhas (2012)
>>> Divinas Aventuras - Histórias da mitologia grega de Heloisa Prieto pela Companhia Das Letrinhas
>>> O Monstro Monstruoso Da Caverna Cavernosa de Rosana Rios pela Dcl (2004)
>>> O Menino Que Aprendeu A Ver de Ruth Rocha pela Salamandra (2013)
>>> Perde Quem Fica Zangado Primeiro de Italo Calvino pela Companhia Das Letrinhas (2002)
BLOG >>> Posts

Segunda-feira, 7/1/2013
Vampiros à moda antiga
+ de 5900 Acessos

Eu, que na infância adorava filmes de vampiro, andava com o estômago revirado com tantas besteiras vampirescas no cinema atual. Aliás, já nem acompanho mais as novidades cinematográficas com aquela sofreguidão juvenil de antes. Vou vendo filmes antigos e novos ao acaso, conforme as oportunidades e minha própria vontade. E, neste século, nada mais decepcionante do que um filme de vampiro. (Dá uma saudade do Christopher Lee daquele tamanho.)

Quem leu o livro Drácula (Bram Stoker) sabe que, nele, o vampiro é uma verdadeira praga, uma metáfora do mal, e que os personagens passam metade do tempo orando, pedindo força, coragem e fé a Deus para enfrentar algo tão terrível. (Na verdade, o filme Drácula de Bram Stoker não é senão Drácula de Francis Ford Coppola, pois, ao contrário de sua adaptação, não há nenhum amor romântico no livro.) Tal como eu disse na PUC TV (programa Da Hora), durante um debate a que fui convidado sobre a moda vampiresca, hoje em dia vampiros estão mais para "diabos levantados" do que para "anjos caídos". E isso só é possível porque as pessoas perderam a noção do que realmente significa o termo maniqueísmo, pois acreditam que colocar, numa narrativa, o Bem a lutar claramente contra o mal seja um equívoco, isto é, que essa luta seja "maniqueísmo", quando, na verdade, ser maniqueísta é acreditar justamente no contrário, a saber: que o mal é tão absoluto quanto o Bem, que ambos devem caminhar juntos, como gêmeos fundadores da realidade, e que, por isso, combater o mal não é senão uma perda de tempo. Besteira! Santo Agostinho fala muito bem sobre a burrice que é o maniqueísmo, do qual participou antes de abraçar o cristianismo. É preciso combater o mal, sim, como ocorre no livro Drácula. Tornar-se vampiro não é aprender a conviver com uma doença. Não! É entregar-se ao mal. Afinal, aqueles que se tornam vampiros, e mesmo assim não se entregam ao mal, estes deixam-se matar.

Enfim, tudo isso para dizer que, ontem, finalmente assisti a um filme de vampiros recente (2007) que me causou calafrios: 30 Days of Night. É a história de um povoado isolado no Alaska subitamente invadido por vampiros. Impressionante! Lembra muito o que Luiz Fernando Vaz comenta num artigo sobre zumbis. Claro, como quase tudo o que é bom no cinema, trata-se de uma adaptação (no caso, de uma HQ). E vale a pena. O filme, caso você o veja sozinho numa casa afastada, faz você dar uma saidinha para checar se as portas estão realmente trancadas. Não há vampiros "gente boa" e nem paixonites inocentes por rapazes que brilham no escuro e cuja maldade não é senão uma inadequação adolescente com a realidade. Não. É, finalmente, um filme de vampiros à moda antiga.

Eis o trailer:



Postado por Yuri Vieira
Em 7/1/2013 às 15h29

Quem leu este, também leu esse(s):
01. Poesia para jovens de Ana Elisa Ribeiro
02. Leitura de Clássicos de Yuri Vieira
03. Joel Silveira por Chatô de Julio Daio Borges


Mais Yuri Vieira no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Casos E Coisas
Carmen Imbassahy
Celd



Cuidado Com Pessoas Como Eu
Eduardo Baszczyn
7 Letras
(2012)



Jornalismo: Comunicação, Literatura e Compromisso Social
Carlos Alberto Vicchiatti
Paulus
(2005)



Livro Capa Dura Literatura Estrangeira Viagens de Gulliver Os Imortais da Literatura Universal
Jonathan Swift
Abril Cultural
(1971)



A Cidade e as Serras - Coleção Grandes Obras da Lingua Portuguesa
Eça de Queiros
Avenida



Antonio
Beatriz Bracher
34
(2010)



Rossini - Grandes Compositores da Música Clássica - Inclui CD
Desconhecido
Abril
(2009)



A Sutil Arte De Ligar O F*da-se
Mark Manson
Intrínseca
(2017)



Dieta dos Países Magros
Harley Pasternak
Lua de Papel
(2011)



Sidarta
Hermann Hesse
Record
(2009)





busca | avançada
50174 visitas/dia
1,8 milhão/mês