O voto na utopia (ou não) | Digestivo Cultural

busca | avançada
54003 visitas/dia
1,1 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOG >>> Posts

Domingo, 12/10/2014
O voto na utopia (ou não)

+ de 1200 Acessos

Em seu curso de Filosofia Política na USP, lembro que o professor Renato Janine Ribeiro começava por Maquiavel e pelo "Príncipe".

Talvez para contrapor ao hiperrealismo de Maquiavel, na sequência o professor emendava com a Utopia, de Thomas Morus.

Steven Pinker, em seu Tábula Rasa, divide as visões de mundo em duas: uma utópica, ou "de esquerda"; outra, "trágica", ou "de direita".

Utopia, como o professor Renato ensinava, é o "não lugar". Basta lembrar de "topografia", que é a "escrita" do lugar. "Topos" é grego.

Utopia, por definição, não existe. Lembro do presidente Fernando Henrique Cardoso falando, durante o seu governo, da "utopia do possível" - uma contradição em termos.

Mas o livro de Morus também é. Porque descreve uma cidade. Se é um "não lugar", como pode ser uma cidade? Renato Janine Ribeiro ressaltava o aspecto arquitetônico, ou melhor, urbanístico, da obra.

Me lembra agora a Cidade de Deus de Santo Agostinho. O Paraíso também é um "não lugar", porque não está na Terra. E o "paraíso terrestre", para o cristianismo, é uma contradição em termos.

Tudo isso para falar que sempre me impressiona o voto na utopia. E não só no Brasil. Barack Obama encarnava, em sua primeira aparição, a "utopia" de um presidente negro nos Estados Unidos. Um candidato com a marca da mudança. "Change".

Mudança virou a palavra-chave também nas nossas eleições. Até a candidata do governo usa o termo. E uma de suas plataformas é, justamente, o "Muda Mais". Marina Silva queria mudar toda a política (descartando a "velha" em nome de uma "nova"). E Aécio Neves se coloca como a "mudança segura".

A única constante é a mudança. Heráclito, um filósofo pré-socrático, cunhou essa máxima. Adotada largamente pela turma do Vale do Silício. Veja como soa bem em inglês: "Change is the only constant".

O fato é que a vontade de "mudar" é tamanha que as pessoas se agarram a uma candidata que mal consegue costurar acordos, demora toda a vida para decidir, ficando historicamente em cima do muro... No fundo, alguém que não sabe... fazer... política?

Ou então outros eleitores preferem se agarrar, com todas as suas forças, a um governo que está demoronando. Simplesmente porque acreditam que seu partido foi "eleito", "ungido" - com seu respectivo Moisés, para libertar o povo da opressão...

No primeiro caso, a candidata politicamente inapta representa, justamente, a "pureza" na política. Os bons sentimentos (de que o inferno está cheio). "Ela é tão boa, tão santa, que não consegue nem lidar com as velhas raposas", condescendem.

Já a presidente-candidata, agora, se diz vítima de "golpe". Golpe é quando se rompe com a ordem vigente. Eleição não é golpe. É democracia. É vontade popular. Aliás, "cracia" é poder e "demo" evoca... povo.

Também se fala bastante em Junho de 2013. Nas tais manifestações. Dizem que elas não estariam, devidamente, refletidas nas urnas...

Talvez devêssemos ler mais Maquiavel. Chamá-lo de "maquiavélico" é muito simplista. Maquiavel fez o contrário da teoria política convencional: ele não imaginou um "sistema", ele estudou "principados" (governos), na História, e tirou conclusões.

Maquiavel, anacronicamente falando, não tinha preferência por ideologia nenhuma. Ele simplesmente observava e apontava o que funcionava mais. O que não funcionava, ele justificava por quê, e desaconselhava.

Olhando para o nosso espectro político, qual candidato está mais perto das lições de Maquiavel (no bom sentido)?

Post-scriptum
Estou lendo "O Príncipe" pela terceira vez. Recomendo a tradução da Martins Fontes. Que preserva os termos "virtù" e "fortuna", no original.

A edição da Penguin Companhia tem participação do presidente Fernando Henrique Cardoso. Por incrível que pareça, não acrescenta muito.

O presidente, aliás, participou de um debate sobre "O Príncipe" com Salman Rushdie - onde disse que entendia mais que Maquiavel do assunto, com a justificativa de que Maquiavel nunca fora príncipe e ele, FHC, fora...

Presidente, eu gosto muito de você, mas, desta vez, você exagerou.


Postado por Julio Daio Borges
Em 12/10/2014 às 11h13


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Missa Solemnis com Bernstein de Julio Daio Borges
02. 250 anos de Mozart em Salzburg de Julio Daio Borges
03. Chopin I com Kissin e Mehta de Julio Daio Borges
04. Jobs, o trailer do filme de Julio Daio Borges
05. Maná, de Rodrigo Amarante de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




CULTURA. COM COMO ADAPTAR AS EMPRESAS AO MUNDO. COM - 1611
PEG NEUHAUSER / RAY BENDER / K. STROMBERG
MANOLE
(2001)
R$ 8,00



TRAJETÓRIAS GEOGRÁFICAS - 4ª EDIÇÃO
ROBERTO LOBATO CORRÊA
BERTRAND BRASIL
(2010)
R$ 62,95



POCKET VISUAL DICTIONARY
PAPERBACK
DK
(2003)
R$ 25,00



A VOLTA DO PARAFUSO
HENRY JAMES
LANDMARK
(2004)
R$ 10,00



BRASIL FRANÇA - AO LONGO DE 5 SÉCULOS
A. DE LYRA TAVARES
BIBLIOTECA DO EXÉRCITO
(1979)
R$ 15,00



GIUDA
AMOS OZ
NARRATORI
(2014)
R$ 68,78



MANUAL DO ASTRÓLOGO
LANDIS KNIGHT GREEN
PENSAMENTO
(1975)
R$ 12,00



VIDA SAÚDE & LONGEVIDADE
CÉZAR R. VAN DER SAND
AGE
(2004)
R$ 10,00



DICIONÁRIO ENCICLOPÉDICO ILUSTRADO VEJA LAROUSSE - VOL 1
ABRIL
ABRIL
(2006)
R$ 4,00



OBRA POÉTICA
VALLEJO, CÉSAR
EDUSP
R$ 105,00





busca | avançada
54003 visitas/dia
1,1 milhão/mês