A você que está indeciso(a) | Digestivo Cultural

busca | avançada
45069 visitas/dia
1,9 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Projeto cultural leva cinema até paradas de descanso de caminhoneiros
>>> HOMENS NO DIVÃ Ano XV
>>> Paulo Goulart Filho é S. Francisco de Assis na peça de Dario Fo
>>> Momo e o Senhor do Tempo estreia dia 15 de janeiro
>>> Rafa Castro leva canções de Teletransportar ao palco do Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Eleições na quinta série
>>> Mãos de veludo: Toda terça, de Carola Saavedra
>>> A ostra, o Algarve e o vento
>>> O abalo sísmico de Luiz Vilela
>>> A poesia com outras palavras, Ana Martins Marques
>>> Lourival, Dorival, assim como você e eu
>>> O idiota do rebanho, romance de José Carlos Reis
>>> LSD 3 - uma entrevista com Bento Araujo
>>> Errando por Nomadland
>>> É um brinquedo inofensivo...
Colunistas
Últimos Posts
>>> O melhor da Deutsche Grammophon em 2021
>>> A história de Claudio Galeazzi
>>> Naval, Dixon e Ferriss sobre a Web3
>>> Max Chafkin sobre Peter Thiel
>>> Jimmy Page no Brasil
>>> Michael Dell on Play Nice But Win
>>> A história de José Galló
>>> Discoteca Básica por Ricardo Alexandre
>>> Marc Andreessen em 1995
>>> Cris Correa, empreendedores e empreendedorismo
Últimos Posts
>>> Fazer o que?
>>> Olhar para longe
>>> Talvez assim
>>> Subversão da alma
>>> Bons e Maus
>>> Sempre há uma próxima vez
>>> Iguais sempre
>>> Entre outros
>>> Corpo e alma
>>> O tempo é imbatível
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Museu dos brinquedos
>>> O engano do homem que matou Lennon
>>> 1º de Novembro de 2014
>>> Overmanos e Overminas do Brasil, uni-vos!
>>> As palmeiras da Politécnica
>>> BDRs, um guia
>>> Papai Noel Existe
>>> Viva a revolução
>>> Blogs: uma ficção
>>> Livro das Semelhanças, de Ana Martins Marques
Mais Recentes
>>> Sociedade Anônima de Minas Kuyumjian Neto pela Clip (1987)
>>> O Jovem Mandela de Jeosafá Fernandez Gonçalves pela Nova Alexandria (2013)
>>> Lawyers and Other Reptiles de Jess M. Brallier pela Contemporary (1992)
>>> Dictionary of Obstetrics and Gynecology de Vários autores pela Gruyter (2022)
>>> Curas Mediúnicas - Argumentos que Esclarecem, Fatos que Comprovam de Expedito de Miranda e Silva pela Ab (2013)
>>> Mba Compacto - Planejamento de Negócios para o Crescimento de Philip Walcoff pela Campus (2003)
>>> Pode beijar a noiva de Patricia Cabot; Sulamita Pen pela Essencia (2011)
>>> Lava Jato - o Juiz Sérgio Moro e os Bastidores da Operação Que Abalou de Vladimir Netto pela Primeira Pessoa (2016)
>>> A Empresa Pensante de Moshe F Rubinstein; Iris R Firstenberg pela Futura (2000)
>>> Mal Secreto de Zuenir Ventura pela Objetiva (1988)
>>> As 100+: O guia de estilo que toda mulher fashion deve ter de Nina Garcia pela BestSeller (2009)
>>> Caderno de Rabiscos Para Adultos Entediados no Trabalho de Claire Faÿ pela Intrínseca (2008)
>>> Filha, Mãe, Avó e Puta: A história de uma mulher que decidiu ser prostituta de Gabriela Leite pela Objetiva (2009)
>>> O Filme Perfeito: picture perfect de Jodi Picoult pela Planeta (2009)
>>> Lealdade E-loyalty de Ellen Reid Smith pela Campus (2001)
>>> Histórias Amareladas de Sonia Rosa pela Rovelle (2015)
>>> Os Judeus Povo Ou Religião? de Francisco Corrêa Neto pela Francisco Corrêa Neto (1987)
>>> Gerenciando Pessoas de Idalberto Chiavenato pela Makron Books (1992)
>>> Santinho de Luis Fernando Verissimo pela Cia Das Letrinhas (2017)
>>> Tudo Pode Mudar de Jonathan Tropper pela Arqueiro (2012)
>>> Álgebra Linear de Plinio Barbieri Filho; Isabel Cristina de Oliveira; Laura Maria da Cunha pela Autores
>>> Poesia Numa Hora Dessas? de Luis Fernando Veríssimo pela Objetiva (2002)
>>> Longe é um lugar que não existe de Richard Bach; A. B. Pinheiro De Lemos; H. Lee Shapiro pela Record (1990)
>>> Cidadão Turner de Robert Goldberg e Gerald Jay Goldberg pela Record (1997)
>>> Planos de Marketing - Como Preparar - Como Usar de Malcolm H. B. Mcdonald pela Gráfica e Jb (1993)
BLOG >>> Posts

Quinta-feira, 23/10/2014
A você que está indeciso(a)

+ de 1900 Acessos

Você não acha estranho ir ao supermercado e encontrar tudo mais caro (porque todo mundo vai ao supermercado, não é só a "dona de casa") e as notícias oficiais dizerem que a inflação não é significativa ou que está "controlada"?

Você não acha estranho o Brasil crescer menos do que a América Latina? O Brasil, que sempre foi líder na região? Você não acha estranho o governo jogar a culpa na "crise externa", sendo que ela não afeta a maioria dos nossos vizinhos, só a países com políticas econômicas "heterodoxas" como a nossa (leia-se Argentina e Venezuela)?

Você não acha estranho que publicações respeitadas no mundo inteiro, como a Economist e o Financial Times, instituições sérias como o FMI e agências de "rating" como a Moody's fazerem críticas severas à maneira como a economia brasileira está sendo conduzida, enquanto que a resposta de nossos governantes é sempre uma tentativa de desqualificar quem os critica e nunca no sentido de responder com argumentos e justificativas?

Você não acha estranho que a bolsa de valores caia e que o dólar suba toda vez que as pesquisas de intenção de voto são favoráveis à manutenção do atual governo? Você pode não entender nada de economia - nem de bolsa, nem de câmbio -, mas não acha estranho que investidores tirem seu dinheiro das empresas brasileiras e que haja "fuga de capitais" do País sempre que aumenta a probabilidade de reeleição?

Você não acha estranho que alguém que foi presidente do conselho de uma empresa, indicou a executiva que hoje ocupa a presidência, foi ministra de uma pasta ligada a essa empresa, hoje é presidente da República, sendo essa mesma empresa uma das principais estatais brasileiras, e sendo ela alvo de um dos maiores esquemas de corrupção dos últimos tempos, você não acha estranho essa pessoa, tão próxima à direção da empresa, dizer que não sabia de nada, que nunca soube de nada, sendo que recursos vultuosos dessa empresa têm sido desviados há quase uma década?

Você não acha estranho que, quando são listados escândalos deste governo, a resposta oficial sempre seja no sentido de denunciar escândalos de outros governos, anteriores a este? E você não acha estranho que, se havia tantos escândalos assim (nos outros governos), este governo, que está no poder há *doze* anos, nunca tenha se preocupado em apurá-los? Você não acha mais estranho ainda que um dos maiores escândalos dos últimos tempos tenha envolvido - julgado e condenado à prisão - integrantes da cúpula do partido *deste* governo? E, para completar, você não acharia estranho um governo (de qualquer país) que só julgasse os próprios escândalos e que só punisse membros de seu partido e da sua "base aliada", acusando outros governos, e partidos adversários, só quando fosse conveniente (em época de eleição), mas nunca, efetivamente, apurando escândalos "alheios"?

Você não acha estranho que o candidato de oposição considerado "de direita" (no sentido pejorativo do termo) receba o apoio de quase todos os outros candidatos à Presidência da República que não passaram no primeiro turno, mesmo daqueles "de esquerda"? E você não acha estranho que os outros candidatos que não passaram, e que não apoiaram o candidato de oposição, não tenham apoiado, tampouco, a candidatura oficial do governo? Ou seja: você não acha estranho que, dos candidatos que não passaram para o segundo turno, ou eles apoiam o candidato da oposição ou eles *não apoiam ninguém*? Enfim, você não acha estranho que nenhum outro candidato apoie declaradamente a candidatura do governo, mesmo os presidenciáveis "de esquerda" e até os "de extrema esquerda"?

Para concluir: você não acha estranho que, desde os dados oficias até a campanha eleitoral, até os institutos de pesquisa, tudo neste governo passe um ar de incerto e de duvidoso, quando não de falso ou até forjado, só para prejudicar adversários? E você não acha estranho que uma candidata de situação, que faça acusações graves - e sem provas -, a um candidato de oposição, se ofenda por ser chamada de "leviana"? Leviano, segundo o dicionário: "Aquele que expressa opinião sem ter certeza do que está informando. Aquele que não domina o assunto. Aquele que procede sem bases verdadeiras, soando irresponsável. Aquele que age com insensatez, precipitadamente. Aquele que não tem noção do que é prudência, sabedoria ou ponderação". Para resumir a ópera, você não acha estranho que esse simples adjetivo - leviano - tenha despertado a ira de um ex-presidente da República, que governava até há pouco tempo e que fundou, justamente, o partido do governo?


Postado por Julio Daio Borges
Em 23/10/2014 às 20h11


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Zuza Homem de Mello no Supertônica de Julio Daio Borges
02. Van Halen ao vivo em 2015 de Julio Daio Borges
03. Elena Landau e o liberalismo à brasileira de Julio Daio Borges
04. Contos Clássicos de Fantasma de Julio Daio Borges
05. Ouça Fetch the Bolt Cutters de Fiona Apple de Julio Daio Borges


Mais Julio Daio Borges no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




História de Gato - o Gato de Botas, de Perrault
Tatiana Belinky; Edu
Paulinas
(2009)



Derrida e a Educação
Carlos Skliar
Autêntica
(2005)



Evangelho no Lar
Maria T. Compri
Feesp
(1991)



Brasileiros no Sinistro Triângulo das Bermudas
Arthur Oscar Saldanha da Gama
Biblioteca do Exército
(1984)



Exercícios Práticos de Dinâmica de Grupo Vol 1
Silvino José Fritzen
Vozes
(1986)



The Fragility of Goodness: Luck and Ethics in Greek Tragedy and Philosophy
Martha C. Nussbaum
Cambridge UP
(2001)



Dez Coisas que eu Gostaria que Jesus Nunca Tivesse Dito
Victor Kuligin
Cpad
(2011)



Nicolae - o Anticristo Chega ao Poder
Tim Lahaye
United Press



O Melhor da Super 1987 - 2012
Alexandre Versignassi
Abril
(2013)



Platero e Eu
Juan Ramón Jiménez
Martins Fontes
(2010)





busca | avançada
45069 visitas/dia
1,9 milhão/mês