FIT 2006 I | Digestivo Cultural

busca | avançada
88011 visitas/dia
2,7 milhões/mês
Mais Recentes
>>> Festival junino online celebra 143 da cidade de Joanópolis
>>> Nova Exposição no Sesc Santos tem abertura online nessa quinta, 17/06
>>> Arte dentro de casa: museus e eventos culturais com exposições virtuais
>>> “Bella Cenci” Estreia em formato virtual com a atriz Thais Patez
>>> Espetáculo teatral conta a história de menina que sonha em ser astronauta
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Ao pai do meu amigo
>>> Paulo Mendes da Rocha (1929-2021)
>>> 20 contos sobre a pandemia de 2020
>>> Das construções todas do sentir
>>> Entrevista com o impostor Enrique Vila-Matas
>>> As alucinações do milênio: 30 e poucos anos e...
>>> Cosmogonia de uma pintura: Claudio Garcia
>>> Silêncio e grito
>>> Você é rico?
>>> Lisboa obscura
Colunistas
Últimos Posts
>>> Cidade Matarazzo por Raul Juste Lores
>>> Luiz Bonfa no Legião Estrangeira
>>> Sergio Abranches sobre Bolsonaro e a CPI
>>> Fernando Cirne sobre o e-commerce no pós-pandemia
>>> André Barcinski por Gastão Moreira
>>> Massari no Music Thunder Vision
>>> 1984 por Fabio Massari
>>> André Jakurski sobre o pós-pandemia
>>> Carteiros do Condado
>>> Max, Iggor e Gastão
Últimos Posts
>>> A lei natural da vida
>>> Sem voz, sem vez
>>> Entre viver e morrer
>>> Desnudo
>>> Perfume
>>> Maio Cultural recebe “Uma História para Elise”
>>> Ninguém merece estar num Grupo de WhatsApp
>>> Izilda e Zoroastro enfrentam o postinho de saúde
>>> Acentuado
>>> Mãe, na luz dos olhos teus
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Umas Palavras: Diogo Mainardi
>>> Parei de fumar
>>> 7 de Setembro
>>> A Sombra do Vento, de Carlos Ruiz Zafón
>>> Amor assassino
>>> Expressar é libertar
>>> Incoerente
>>> Autores & Ideias no Sesc-PR I
>>> Balangandãs de Ná Ozzetti
Mais Recentes
>>> Diário de um banana dias de cão de Jeff Kinney pela V&r (2012)
>>> Os Miseráveis de Miécio Táti pela Edições de Ouro (1970)
>>> Memórias Póstumas, A semana e Correspondência de Machado de Assis pela Linográfica (1980)
>>> Diário de um banana a gota d'água de Jeff Kinney pela V&r (2012)
>>> Engordei ou Minha Roupa Encolheu? de Peter Walsh pela Prumo (2008)
>>> Diário de um banana rodrick é o cara de Jeff Kinney pela V&r (2012)
>>> Helena Wilfuer de Vicki Baum pela José Olympio (1944)
>>> Um Ateu Garante : Deus Existe de Antpny Flew com Roy Abraham Varghese pela Ediouro (2008)
>>> Brincar para aprender de Mara Lúcia Cordeiro pela CBT Brasil (2021)
>>> Fora de controle de Nelson de Mille pela CBT Brasil (2021)
>>> Noite sobre as águas de Ken Follett pela CBT Brasil (2021)
>>> Champagnat Um coração sem Fronteiras de Vários pela CBT Brasil (2021)
>>> Tecnologia mecânica de Vicente Chiaverini pela CBT Brasil (2021)
>>> Ghandi de Ghandi pela CBT Brasil (2021)
>>> O que é isso companheiro de Fernando Gabeira pela CBT Brasil (2021)
>>> O fio da navalha de W. Somerset Maugham pela CBT Brasil (2021)
>>> A estrada do mar de Barbara Delinsky pela CBT Brasil (2021)
>>> Traição em família de David Baldacci pela CBT Brasil (2021)
>>> A herança de John Grisham pela CBT Brasil (2021)
>>> Não brinque com fogo de John Verdon pela CBT Brasil (2021)
>>> Canaã de Graça Aranha pela CBT Brasil (2021)
>>> Arabescos do Viver de Gláucia Galvão pela CBT Brasil (2021)
>>> Malvas, Fáguas e maçanilhas de Walmor Marcelino pela CBT Brasil (2021)
>>> Malagueta, perus e bacanas de João Antônio pela CBT Brasil (2021)
>>> 97 maneiras de fazer o cachorro sorrir de Jenny Langbehn pela CBT Brasil (2021)
BLOG >>> Posts

Sábado, 22/7/2006
FIT 2006 I

+ de 2000 Acessos

Não pude me livrar da sensação de espectadora retardatária no penúltimo dia da 6º edição do Festival Internacional de Teatro, o FIT, em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. Preço pago para que pudesse contemplar a maioria das atrações internacionais em apenas um dia. Mas ainda consegui pegar o clima do 2º e último final de semana atípico em uma cidade de 200 mil habitantes.

O evento é fruto de uma parceria de entidades públicas, o que permitiu o baixo preço dos ingressos para as peças (inteira R$10 e estudante R$5). Realizado pela Prefeitura Municipal da cidade, o Serviço Social do Comércio e a Petrobrás, o festival teve um orçamento de R$1,9 milhão, do qual R$600 mil foram utilizados para o cachê das companhias participantes. Há também o patrocínio da Caixa Econômica Federal e Correios, e parceria com a Funarte, Secretaria de Estado da Cultura e o Governo do Estado de São Paulo, além do benefício da Lei de Incentivo à Cultura, do Ministério da Cultura.

O festival está em seu 9º dia e, apesar do nome, exibe apenas cinco produções internacionais e 44 nacionais, entre elas sete infantis e nove de rua. Provenientes de vários estados do país, elas compõem um cenário diversificado, apesar da hegemonia do eixo RJ-SP. Entre os destaques estão Larvárias, de Porto Alegre-RS, Dilacerado, do Rio de Janeiro-RJ, O que seria de nós sem as coisas que não existem, de Campinas-SP, A Parte Doente, de Blumenau-SC, Caetana, de Recife-PE, Dinossauros, de Brasília-DF, Êh Boi, de Belo Horizonte-MG e Fábulas, de Natal-RN. Três produções da cidade também participam do festival: Abajur Lilás, Sr. Malte e Beatolados.

O festival envolve toda a cidade em 18 espaços, entre teatros, palcos especiais, ruas e até um casarão. Nele, três peças chegam a ser exibidas concomitantemente. É natural, pois, que a primeira impressão seja a de um festival popular, ligada ao teatro de rua. Como a maioria das peças são exibidas somente à noite, pela manhã busquei este teatro de fácil acesso aos moradores locais e a todos os interessados. Encontrei duas: Circo Minimal - A soprano Galinha Galinova, do grupo Cia. Gente Falante - Teatro de Bonecos; e o projeto Uroborus.

Em uma feira de bairro encontrei o pequeno circo, mínimo mesmo, do grupo de Porto Alegre que completa doze anos de atividades em teatro de animação. Descobri que seu nome provém da junção de minimalismo e fábulas de animais. É justamente o que encontramos. O quadro Galinha Galinova é apenas um dos dez da série Circo Minimal. No FIT foram apresentados apenas dois deles, um em apresentação dupla.

Pontualmente, uma grande fila foi se formando, entre curiosos e acompanhantes das muitas crianças presentes. A sensação de que era a primeira vez de muitas delas frente à arte teatral não deixou de encantar. Com apenas quatro minutos de duração e capacidade para sete pessoas, a encenação é singela, com trilha sonora e iluminação bem-feitas em um cenário que, por ser itinerante, é, inevitavelmente, precário. Despertou em muitos presentes alegria e surpresa.

Da feira, parti para a rodoviária da cidade. Não quis voltar para a casa. É lá mesmo que é encenado o Projeto Uroborus. Ele consiste em 179 horas ininterruptas de encenação de um texto de 78 dramaturgos, entre eles Maquiavel, Gil Vicente e Sófocles, desde o teatro grego ao contemporâneo, nomeada Rapsodomancia para a eterna ressurreição do teatro. Mas o mais interessante é que os atores em cena são pessoas comuns que aceitam encená-lo por uma hora, sem mais nem menos e com direito a buzina no final. Até o dia 18, 200 pessoas já haviam se inscrito para o projeto pelo site do FIT.

Presenciei a encenação de uma dupla, no mínimo, curiosa. Um músico de 56 anos que entende a música e teatro como artes interligadas, já que ambas exigem poder de expressão, e um jovem de 14 anos apaixonado pela arte cênica, ambos moradores de Rio Preto. A um foi delegado o papel de protagonista e, ao outro, a tarefa de sempre argumentar suas afirmações acerca do mundo. Política, poesia, preconceitos sociais e muita reflexão acerca da própria atividade teatral permearam os diálogos, repletos de improvisações até mesmo sobre a Parada Gay paulistana.

Houve também muito embate de estilo entre as duas personalidades tão distintas dos atores em cena. Muitas vezes ambos corrigiam a si próprios e indicavam sutilmente ao outro para seguirem o script, o que era muitas vezes rechaçado. No balanço final, momentos e insights reveladores e realmente criativos de suas duas visões particulares do mundo. Pequenas risadas e olhares atentos da platéia de cerca de vinte pessoas se transformaram em aplausos, apesar do barulho da rua e rodoviária, que tornava impossível por vezes a audição dos diálogos e até mesmo provocavam irritação.

Por fim, a emoção expressa nos olhos dos dois participantes e a vontade de estar cada vez mais próximos da arte. Por outro, a cena de um mendigo lustrador de sapatos, que parou para contemplar a peça por segundos. Ele acendeu um cigarro com um sorriso que não podia ser codificado, tamanha a distância dele do resto dos espectadores. Mas, logo depois, a vida que se segue na solicitação a possíveis clientes se estes queriam lustrar seus sapatos ou na tomada do próximo trem pelo passageiro rodoviário. Mas são estas misturas de sensações que fazem, afinal, um espetáculo de rua. E são eficientes, sempre.

Aguardem a análise das peças internacionais no próximo post.


Postado por Marília Almeida
Em 22/7/2006 às 15h29


Quem leu este, também leu esse(s):
01. Lauro Machado Coelho de Julio Daio Borges
02. Jeff Bezos é o mais rico de Julio Daio Borges
03. Passeata Contra o eBook de Yuri Vieira
04. 20 de Agosto #digestivo10anos de Julio Daio Borges
05. Em Cena: Em Fuga de Marcelo Miranda


Mais Marília Almeida no Blog
* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site



Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Máxima Mínimas e Outros Textos: um Caminho para Alguns
Suffit Kitab Akenat
Landy
(2003)



Eugene Onegin: a Novel in Verse
Alexander Pushkin
Penguin
(2003)



Educação: Truques Velhos, Palavras Gastas
Antonio Luiz Mendes de Almeida
Quórum
(2004)



Ensaios de Direito Tributário Volume II
Helenilson Cunha Pontes
Mp
(2008)



A Nova Constituição e os Direitos Fundamentais dos Trabalhadores
Julio Cesar do Prado Leite
Edições Trabalhistas (rj)
(1987)



Gestão da Qualidade
Vários Autores
Fgv
(2005)



Voa Comigo!
Maria Teresa Maia Gonzalez
Editorial Presença
(2008)



Doze Visões de Duas Cidades Maravilhosas Rio/são
Nirlando Beirao e Outros
Formarte
(2003)



A Conservação de Energia por Meio da Co-geracao de Energia Eletrica
Luiz Donizeti Clementino
Erica
(2001)



João de Barros: Educador Republicano
Rogério Fernandes
Livros Horizontes (lisboa)





busca | avançada
88011 visitas/dia
2,7 milhões/mês