Bicho urbano | Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida

busca | avançada
20340 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 22/6/2015
Bicho urbano
Raul Almeida

+ de 900 Acessos

Depois de muitos anos encontrei um grande e velho amigo. Puro acaso. Desde que mudei de endereço, nunca mais tive notícias daquela turma que, quase todos os fins-de-semana, reunia-se em grande algazarra, depois da praia, no mesmo restaurante lá em São Vicente.
Fiquei na dúvida se era ele mesmo. O que trouxera um conhecido de outros tempos, para a rua São José, bem no centro velho do Rio de Janeiro? O que é que estava fazendo ali, sentado no bar com cadeiras na calçada, bem ao estilo do "Independência" lá em Santos? Ainda mais naquela hora sem graça, quando todos estão indo buscar ou levar alguma coisa, quando estão trabalhando, andando, correndo. É bem verdade que muita gente está por ali, vagabundeando, rondando o prédio da Assembléia, vendendo bugigangas, procurando um otário para dar um golpe, mas não é desses que estou falando. Nossa turma sempre foi a outra: Trabalhar, ganhar, pagar as contas e divertir-se sempre que possível.
Era ele!
Muito mais velho, um pouco mais magro, calvo, o semblante um tanto amargo, cenho cerrado e olhar escondido por trás dos óculos escuros. Continuava com a mesma marca de cigarros, cujo maço estava sobre a mesa, ao lado do velhíssimo isqueiro Zippo. A discreta pilha de discos de papelão, usados para marcar o consumo, confirmava a preferência pelo chope de colarinho de dois dedos.
Aproximei-me cauteloso em não abordar um sósia ou uma pessoa bem parecida e fui chegando. Quando me notou, levantou-se e abriu, quase ao mesmo tempo, os braços e o sorriso inconfundível.
- Mas que prazer! O que é que você está fazendo aqui no Rio, neste calor, nesta hora de ninguém? Quanto tempo! Que bom te encontrar!
- Pois é, faz tempo que mudei para cá. Continuo com o coração lá, mas a vida tem dessas coisas. Você sabe que eu sou daqui né?
- É sei sim, você nunca perdeu o sotaque de carioca... Tentava dar uma de paulista da Mooca, mas era muito forçado...
Rimos um pouco, e nem foi preciso insistir para que eu sentasse. O dia ia começar como nos velhos tempos, naquela hora pouco passada do almoço e ainda longe do lanche.
- Pois é, começou a falar, estou morando nesta cidade já faz uns poucos anos. Aposentei, fiz alguma coisa sob a capa de consultor, montei um escritório, mas acho que não tenho mais nada a declarar. Perdi a graça, o interesse e, a bem da verdade, a necessidade de ir a luta foi diminuindo e acabei por perder o contato com o mundo dos ocupados, dos trabalhadores, dos construtores de progresso, etc e tal. Meus amigos foram morrendo, outros assim como eu, mudaram-se para outros lugares, e a coisa foi ficando vazia.
Teve gente que foi morar numa praia no nordeste. Bem eu até que tentei algumas vezes, mas praia é um conjunto de facilidades. Praia linda, deserta, sem bar, sem a mulherada do fim de semana, afoita, fervendo, com os hormônios lá encima, não é praia.
Essa de morar em vila, aldeia, etc, é muito romântico por algum tempo, mas só levando e mantendo uma belíssima peteca, para jogar de vez em sempre... De repente você percebe que foi para um lugar miserável, cheio de gente precisando de ajuda e pensando que você é milionário, não. Alguns nativos aparecem cheios de graça querendo até vender a filha mais velha! Um horror. Lugar aonde a maior autoridade é um cabo da meganha, não me atrai não! Nada disso.
O mesmo vale ir para o interior. Que lindo, bucólico, maravilhoso céu azul, sem poluição, sem isso e mais aquilo das mazelas das cidades. Chega a noite, aquela luz amarela de um boteco fajuto, a mesma conversa, os mesmos de ontem querendo descobrir como é que você ganhou dinheiro para comprar aquele sitio ou aquela casa velha...
Depois de uma semana, tem mulher encalhada querendo fazer uma comidinha pra você, tem viúva alegre e dura, tem o cara da farmácia que sabe da vida de todo mundo, tem uns chatos invasores e dissimulados que acham tudo certo quando alguém paga a conta. Não dá não. Que bom é voltar...
Fiquei escutando aquele quase monólogo, até que resolvi intervir:
- Mas vir para cá, você trocou seis por meia dúzia! O que é que houve? Só para mudar de ares, assim sem mais nem menos?
- Não. Foi coisa de família. Fiquei sozinho por lá, como já disse. Os amigos foram desaparecendo e, um belo dia, meus filhos resolveram que eu tinha que voltar para cá. Para ficar mais perto, pois não tinha sentido viver só, beber só, andar só, aquelas coisas... Aqui eles estariam sempre por perto e, em caso de alguma necessidade, rapidamente, me dariam assistência. A pressão foi tão grande que acabei cedendo.
- Então você está morando com a família? Perguntei.
- Não, uma das condições foi que eu continuasse morando sozinho. Não imagino como seria "invadir" no bom sentido a casa de qualquer um deles. Moro no Catete, perto do Largo do Machado. Imagine que até o Lamas, o Café Lamas mudou de Lugar. Agora tenho que andar mais para comer aquele filé com fritas.
- Lamas?
- Você precisa conhecer, é a melhor batata frita do Rio, até hoje.
- Bem, e o que mais? Teus amigos daqui? Encontrou algum?
- Nada. Morreram ou mudaram-se.
- Então?
- Pois é, Eu já fiz metade. Mudei. Mudei para lá e para cá agora...
Fez uma pausa, pigarreou, acendeu outro cigarro, pediu mais dois chopes e uma calabresa no palito, tirou os óculos, deu um sorriso de dentes amarelados, ajeitou-se na cadeira e disse:
-Sou bicho urbano. Chegando a hora eu só não quero é sentir dor.
Batemos os copos no velho estilo ritual, demos um gole prolongado, colocamos de volta sobre os cartões de marcação de consumo, e mudamos de assunto.
RA


Postado por Raul Almeida
Em 22/6/2015 às 15h04


Mais Contubérnio Ideocrático, o Blog de Raul Almeida
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




COMPÊNDIO DO SISTEMA RESPIRATÓRIO
JEREMY P. T. WARD
INSTITUTO PIAGET
(2004)
R$ 75,00



NATAÇÃO PARA O MEU NENÉM (1º E 2º ANOS DE VIDA)
LOTHAR BRESGES
AO LIVRO TÉCNICO
(1980)
R$ 9,90



A INDIGNIDADE NO DIREITO SUCESSÓRIO BRASILEIRO
MARCELO FORTES BARBOSA FILHO
MALHEIROS
(1996)
R$ 25,82



PARATII ENTRE DOIS POLOS
AMYR KLINK
CIA DAS LETRAS
R$ 15,00



CLEA
LAWRENCE DURREL
ULISSEA
R$ 8,00



PROCURA-SE UM CORAÇÃO
LÚCIA SEIXAS
FTD
(2010)
R$ 18,75



MEMÓRIAS DO PIERRÔ LUNAR E OUTRAS HISTÓRIAS MUSICAIS
CELSO LOUREIRO CHAVES
LPM
(2006)
R$ 14,00



DE VOLTA AO MERCADO - REAPRENDENDO A NAMORAR DEPOIS DA SEPARAÇÃO
LAURIE A. HELGOE
NOVA FRONTEIRA
(2008)
R$ 10,00



COLEÇÃO VOVÔ FELÍCIO - SERÕES CIENTÍFICOS VOL. II
VICENTE GUIMARÃES
CIA. BRASILEIRA DE DIVULGAÇÃO
(1966)
R$ 68,00
+ frete grátis



O LIVRO DAS BOLAS DE FUTEBOL
ERICH BETING
PANDA BOOKS
(2015)
R$ 30,00





busca | avançada
20340 visitas/dia
1,3 milhão/mês