Confesso que invejo Mário Quintana | Blog da Mirian

busca | avançada
37685 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Domingo, 19/7/2015
Confesso que invejo Mário Quintana
Mirian de Carvalho (e-mail: [email protected])

+ de 900 Acessos




Para escrever posfácio ao livro Eu queria ser, que apresenta trabalhos da fotógrafa paulista Priscila Prade, entrei no jogo das imagens do quer ser. A partir de declaração explícita ─ eu queria ser ─, atores imaginaram-se na pele de algum ídolo e foram caracterizados e fotografados em ambiente cenográfico. Tais fotos ─ reunindo o eu e o duplo ─ integram série de retratos que compõem lendas urbanas. Super-Homem, Che Guevara, Marilyn Monroe, Santos Dumont, Chico Xavier, Mulher-Gato, Dom Quixote, entre muitos outros personagens, fizeram parte do imaginário dos atores. E da fotógrafa.

Ao revisitar fotos reproduzidas no livro, me envolvi por completo no jogo do querer ser. Meu texto alongou-se. Era preciso terminá-lo. Mas não sabia como. Então, através do onirismo, me incluí no rol dos atores. Em meio a atuações alheias, entrei no jogo do desejo: eu queria ser... E não me faltaram aspirações. Patinadora. Astronauta. Cosmóloga. La belle de jour. Ascensorista. Por fim, me defini: eu queria ser poeta. E se eu fosse poeta, eu queria ser Mário Quintana, pra dizer tudo bonito e profundo, como numa conversa que a gente deseja que não termine nunca. E diria que o fotógrafo é um mago que descobre olhares na pele do mundo.

Mas não sou Mário Quintana. E não tem nada de original o que eu disse. Assim, confesso que invejo Mário Quintana, porque sabe preencher de onirismo as coisas do dia a dia. Ele conhece tudo que, por meio do sentir, habita o tempo e tangencia a vida. São "quintanares" os cantos de Quintana, como bem o definiu Manuel Bandeira: "São cantigas sem esgares / Onde as lágrimas são mares / De amor, os teus quintanares." É assim, Quintana, para ir ao fundo desses mares, teus pés caminham pelas ruas enquanto teu olhar desbrava horizontes na mesa de trabalho. E, por vezes, teu corpo se desloca por outros continentes escondidos no travesseiro.

Entre as mãos e a máquina de escrever, recrias em nós universos íntimos. Experiências do viver. Objetos da casa. Meandros da paixão. Do esquecimento. Da amizade. E todos conhecem aquela "Velha História" do afeto entre o homem e o peixinho azul ─ pura poesia que se transformou em desenho animado.

Ao contrário de Quintana, eu me atropelo toda quando quero falar de afetividade. Por isso, repito: invejo Mário Quintana. Mas essa inveja não tem nada de ferino nem de destrutivo. Minha inveja é carinhosa.

Conheço pessoas que falam mal da poesia de Quintana. Acho que aí tem o dedo da inveja. E encontro todo dia uma série de pessoas raivosas, apontando metralhadora giratória para muitos autores. Um dia ainda vou escrever sobre isso. Sei que há vários modos de invejar. E existe aquele invejoso que detesta alguém porque gosta das coisas que esse alguém sabe fazer ─ eis a completa incoerência desse tipo de inveja.

Esse invejoso quer ver o invejado no quinto dos infernos. Mas isso por baixo dos panos. Inventa, por exemplo, que você não sabe cozinhar. E, quando te encontra, dá até beijinhos: ─ "Adoro a carne assada que você faz!. Certamente ele até gosta muito desse seu prato. E, vai invejá-lo ainda mais, caso seja você tão bom quanto o Bocuse na cozinha. Pior ainda: ai de você se for agraciado com o primeiro lugar num Concurso de Culinária! Nosso amigo nem desconfia que isso é inveja. E se o invejoso fizer parte do júri, não farás jus sequer ao título de "Pior cozinheiro do certame".

Sobre esse Pecado Capital, dizem ser do Marquês de Maricá certo pensamento que me agrada pela ambiguidade: "A inveja é tão vil que ninguém ousa confessá-la". Mas, querido Quintana, ouso confessar publicamente minha inveja por ti. E sei que estás me ouvindo, porque poeta é personagem. Não morre. Invejo mais que tudo essa tua benevolência com os humanos quando dizes sem rancor: "Todos estes que aí estão / Atravancando o meu caminho, / Eles passarão... / Eu passarinho!".

Invejo, meu poeta, esse teu modo delicado e teu jeito desprendido de tratar os inimigos. Invejo teus versos de beija-flor espalhando pólen até mesmo no jardim alheio. Tua resposta sempre se faz poesia. Diante do terrível, consegues extrair luz: "Vinde! Corvos, chacais, ladrões de estrada! / Pois dessa mão avaramente adunca / Não haverão de arrancar a luz sagrada!".

Para seres ouvido, Quintana, não precisaste alardear teu canto. "É que poeta nasce poeta / E poeta é o Mário Quintana". Quem diz isso, festejando teus 80 anos ─ e aqui reafirmo o verbo no presente ─ é o grande payador Jayme Caetano Braun. ─ Isso é que é homenagem de fazer mais inveja a todos os invejosos!

Ora, que esquecimento! Me enganei. Homenagem aos teus 80 anos, Quintana? Neste mês de julho, no dia 30, completarás 30 anos. Em teus versos o tempo não passa.

Quem fala mal da tua poesia, Quintana, só pode ser de inveja. E assim registro esta máxima atribuída a Niceto Zamora: "Os ataques da inveja são os únicos em que o agressor, se pudesse, preferia fazer o papel da vítima". É isso mesmo. Mas fazer teu papel de poeta-mestre na intensa delicadeza dos sentimentos, prezado Quintana, isso ninguém conseguiria.

Esse papel é só teu.


Postado por Mirian de Carvalho (e-mail: [email protected])
Em 19/7/2015 às 14h08



Mais Blog da Mirian
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




HISTÓRIAS APAIXONADAS
PEDRO BANDEIRA
ÁTICA
(2006)
R$ 24,00



NAS PELE DA CEBOLA
GUNTER GRASS
RECORD
(2007)
R$ 15,00



PAULO E A LUTA PELA LIBERDADE - COLEÇÃO BÍBLIA E CULTURA POPULAR
ANA FLORA ANDERSON E GILBERTO DA SILVA GORGULHO
CEPE
R$ 13,00



LES BERBERES (HISTOIRE ET INSTITUTIONS)
G. H. BOUSQUET
PUF (PARIS)
(1957)
R$ 18,28



MUNDO SEM FRONTEIRAS
KENICHI OHMAE
MAKRON BOOKS
(1974)
R$ 5,50



IMPERIALISMO, FASE SUPERIOR DO CAPITALISMO
LÊNIN
GLOBO LIVROS
(1987)
R$ 50,00



TIENDAS: TOP SHOPS 2
EDUARD BROTO
CHINCHILLA MINGUET
(2007)
R$ 92,70
+ frete grátis



PARA GOSTAR DE LER VOL 15 A CADEIRA DO DENTISTA
CARLOS EDUARDO NOVAES
ATICA
(1995)
R$ 6,00



LOUVEMOS O SENHOR EDIÇÃO 91
NÃO INFORMADO
LOYOLA
R$ 6,00



REUMATISMO: A CAMINHO DA CURA
EVELIN GOLDENBERG
SEGMENTO FARMA
(2011)
R$ 34,69
+ frete grátis





busca | avançada
37685 visitas/dia
1,3 milhão/mês