Meu 16 de Agosto | Julio Daio Bl�g

busca | avançada
61479 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Água de Vintém no Sesc 24 de Maio
>>> Wanderléa canta choros no Sesc 24 de Maio
>>> Vitor Lopes e convidados no Sesc 24 de Maio
>>> Nilze Carvalho no Sesc 24 de Maio
>>> Choro Interior no Sesc 24 de Maio
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
>>> The Nothingness Club e a mente noir de um poeta
Colunistas
Últimos Posts
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
>>> Felipe Miranda e Luiz Parreiras (2024)
>>> Caminhos para a sabedoria
>>> Smoke On the Water (2024)
>>> Bill Ackman no Lex Fridman (2024)
Últimos Posts
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
>>> Ser ou parecer
>>> O laticínio do demônio
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Lula Já É Um Coitado
>>> A mitologia original de Prometheus
>>> Rugas e rusgas
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Eu Maior, o filme de Fernando, Paulo e Marco Schultz e Andre Melman
>>> Uma década no rastro de Paulo Francis
>>> Roteiro de um ano
>>> Copa 2010: transmissão ao vivo
>>> Rita de Cássia Oliveira
>>> Bel Ami, da obra de Maupassant
Mais Recentes
>>> Microsoft Project - a Bíblia de Elaine Marmel pela Elsevier/alta Books (2014)
>>> Revista Manchete Especial nº 1529 1981 de Editora Bloch pela Manchete (1981)
>>> Física I Mecânica de Youg & Freedman pela Pearson (2008)
>>> Voce Merece o Melhor de Celso Russomanno pela Gente (2002)
>>> Organizational Surveys de Allen I. Kraut pela John Wiley Professio (1996)
>>> Cenario da Vida de Maria Martha pela Scortecci (2016)
>>> Revista o Cruzeiro nº 16 - 1975 de O Cruzeiro pela Cruzeiro (1975)
>>> Lighten Up de Roma Felible; C. W. Metcalfe pela Perseus Books (1993)
>>> Uma Luz na Ilha Escura de Beto Junqueyra pela Caramelo (2008)
>>> Tecnologia Bancária no Brasil de Fernando de Souza Meirelles; Carlos Eduardo Corrêa pela Fgv (2010)
>>> English Comercial Practice and Correspondence de C. E. Eckersley e W. Kaufmann pela Longmans (1963)
>>> Pascal II de Lisbete Madsen Barbosa pela Mcgraw-hill (1989)
>>> Introdução á Semântica: Brincando Com a Gramática de Rodolfo Ilari pela Contexto (2002)
>>> A Alegoria dos Continentes - Brasil Holandes - 3 Vols de Vários Autores pela Index
>>> The Hidden Jesus a New Life de Donald Spoto pela St Martins Press (1998)
>>> A beleza da Vida de Joao batista pela Abril (2017)
>>> As Fadas nos Falam de Generosidade de Aleix Cabrera; Rosa Maria Curto pela Ciranda Cultural (2010)
>>> Método para Determinar o Nível de Atratividade de Segmento Econômico de Rogério dos Santos Morais pela Cabral Universitária (2015)
>>> Os Lusíadas de Camões pela Abril Cultural (1979)
>>> A Doutrina Secreta - Volume III - Antropogênese de H. P. Blavastsky pela Pensamento (2017)
>>> Polícia Rodoviária Federal - Prf, Vol. 1 de Alfacon pela Alfacon (2017)
>>> Os Irmãos Sisters Box de Patrick de Witt pela Planeta (2017)
>>> The Economy as a System of Power de Marc R. Tool; Warren J. Samuels pela Transaction Pub (1989)
>>> Robinson Crusoé - a Aventura de um Náufrago numa Ilha Deserta de Daniel Defoe pela Companhia das Letrinhas (1999)
>>> Bioestatística de Berquó/souza/gotlieb pela E. P. U (2005)
BLOGS >>> Posts

Segunda-feira, 17/8/2015
Meu 16 de Agosto
Julio Daio Borges
+ de 26900 Acessos

A Carol me deixou na Brigadeiro com a Paulista. Ela e a Catarina iam para uma festa infantil em Moema. (Era mais fácil a Brigadeiro, a fim de coordenar as necessidades de todos...)

Segui pela Paulista em direção ao Masp. Confesso que não curti um pessoal cantando o Hino da Bandeira, em frente ao ex-prédio da Gazeta. Um sujeito vestido de militar - era de verdade? - pedindo "intervenção constitucional", em cima do carro de som. Me pareceu que havíamos voltado no tempo.

Logo à frente, um contraponto. O Bruno Torturra, do Mídia Ninja, com uma máquina fotográfica enorme na mão, tentando retratar um velhinho - fardado? - que carregava um cartaz pedindo "intervenção militar". Quase fotografei a cena e pus uma legenda: "Bruno Torturra, do Mídia Ninja, tenta provar - para a Folha - que a manifestação pede 'intervenção militar'". Mas não havia conexão ;-(

Eu queria achar um lugar onde houvesse Wi-Fi. Minha intenção era gravar um Periscope da manifestação. Já tinha quase desistido da ideia quando, cruzando em direção ao Masp, me apareceu um sinal de Wi-Fi do Starbucks, quase no Parque Trianon. Havia um, na Paulista com Peixoto Gomide... (Eu não sabia!) De lá, realizei minhas transmissões ;-)

Primeiro Periscope que eu gravo, quem me aparece? O Bruno, do Mídia Ninja! Pensei: "Não! Agora vou ter de entrevistar..." E entrevistei. Percebi, depois, que não gravou direito no meu celular. Espero que tenha gravado no Periscope...

"Bruno?". Ele foi simpático. Perguntei se estava pela Folha. Ele disse que não. Que estava pelo El País. "E o que você está achando?", eu perguntei. "Então... Eu vim para saber se mudou alguma coisa... Ou se as pessoas estão, aqui, pedindo as mesmas coisas das outras vezes..."

O Bruno não parecia muito confortável na manifestação. Mesmo trabalhando, estava morrendo de medo de ser confundido com um manifestante. No fim, quando soube para onde eu estava gravando, fez uma cara de preocupação. (Calma, Bruno, eu sei que o Mídia Ninja era uma joint-venture sua com o Capilé - aquele do programa da Dilma - e, embora você não faça mais parte, não vou dizer que você virou anti-PT...)

Ainda gravei outros dois Periscopes. E acho que o segundo foi o melhor. Embora, quando fui assistir, não tenha registrado 100% do que está no meu celular. Acredito que a conexão do Starbucks não tenha aguentado... Então, quem viu, viu. (Quem não viu: não sei se dá para recuperar...)

Foram 165 pessoas ao vivo comigo. Eu peguei um ângulo que mostrava o Masp atrás. Havia uma boa luminosidade. E eu praticamente registrei o vai e vem de manifestantes. Alguns expectadores - fazendo bullying - começaram a xingar os paulistas. E a falar: "Aí só tem rico".

Passou um ciclista e eu resolvi entrevistar. "Você é rico?", perguntei. "Eu, não", ele sorriu. "Ricos são aqueles que queremos tirar do poder - por corrupção. Que, inclusive, enriqueceram às nossas custas", concluiu.

Depois peguei um senhor mais velho: "O senhor é rico?", perguntei. Ele sorriu também: "Eu sou da classe média!". Depois peguei um afrodescendente. Ele elogiou o civismo do povo. Parecia articulado. E tinha um sotaque. Era angolano!

Por último entrevistei um sujeito que estava do meu lado: "Eu não sou rico, não. Eu trabalhei com você!". Não reconheci na hora. Pior que havia trabalhado comigo mesmo. No banco. No Banco Real. "Eu era da Controladoria do Brasil! Você não é o Julio?". Eu ri, sem graça.

Quase sem bateria, resolvi percorrer o resto da Paulista, mas era impossível. Acabei tendo de pegar a alameda Santos, para desviar do fluxo. Dizem que tinha menos gente do que em março - mas eu nunca vi tanta gente. Só consegui voltar para a Paulista muitos quarteirões depois... Estava intransitável.

Depois, pela internet, eu soube das outras cidades. Podem falar o que quiserem. Que foi menos gente, que foi "menor" que março. Na realidade, não importa. O importante é que é a terceira vez que se critica (tanto) um governo, e um governante. Três vezes no mesmo ano!

E sem apoio da mídia, que está dividida. E sem apoio da oposição, que está, igualmente, dividida. Eu sei, existem políticos que merecem o nosso apoio. Mas *não são* os políticos que estão organizando... É a sociedade civil!

Eu posso até não fazer parte desses grupos novos, e olhar, com reservas, para alguns líderes deles. Mas é inédito o que estão conseguindo, em termos de mobilização. E com toda a esquerda contra. O governo contra... E todo o aparelhamento - desde nem sei quando...

A grande fato novo não é a oposição, em Brasília. Nem o Aécio. Nem nada disso. Somos nós! São as pessoas que hoje foram à Paulista... E nas demais cidades. Isso não é Diretas Já. Isso não é 1992. É muito maior! É o grande legado da Dilma... Esta é a suprema ironia ;-)

Para ir além
Compartilhar


Postado por Julio Daio Borges
Em 17/8/2015 às 09h02

Mais Julio Daio Bløg
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Livro Infanto Juvenis O Castelo de Otranto A Ventura dos Clássicos
H. Walpole
Nova Alexandria
(1994)



Capitão Mouro
Georges Bourdoukan
Casa Amarela
(1999)



Livro Psicologia Mind Set! Reset Your Thinking and See the Future
John Naisbitt
Collins
(2006)



Família & Direito - Reflexões Terapêuticas e Jurídicas Sobre a Infânci
Maria Cristina Milanez Werner
Book Link
(2010)



Teoria da Motivação para Professores Teoria Em Pratica 3
Madaline Hunter
Vozes
(1976)



O Que Você Vê
Alexandre Rampazo
Boitatá
(2023)



Oito Anos de Parlamento
Afonso Celso
Unb
(1981)



Menino de Lugar Nenhum
David Mitchell
Companhia das Letras
(2008)



Livro de bolso - A Thousand Days in Venice
Marlena de Blasi
Ballantine Books
(2003)



Livro Pecuária Criação de Ovinos Biblioteca Agronômica Melhoramentos
Geraldo Velloso Nunes Vieira
Melhoramentos
(1967)





busca | avançada
61479 visitas/dia
2,0 milhão/mês