A esquerda nunca foi popular no Brasil | Julio Daio Bløg

busca | avançada
56027 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Indígenas é tema de exposição de Dani Sandrini no SESI Itapetininga
>>> SESI A.E. Carvalho recebe As Conchambranças de Quaderna, de Suassuna, em sessões gratuitas
>>> Sesc Belenzinho recebe cantora brasiliense Janine Mathias
>>> Natália Carreira faz show de lançamento de 'Mar Calmo' no Sesc Belenzinho
>>> Miltinho Edilberto e Mariana Aydar trazem Forró, Flor & Cultura ao Sesc Belenzinho
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Lá onde brotam grandes autores da literatura
>>> Ser e fenecer: poesia de Maurício Arruda Mendonça
>>> A compra do Twitter por Elon Musk
>>> Epitáfio do que não partiu
>>> Efeitos periféricos da tempestade de areia do Sara
>>> Mamãe falhei
>>> Sobre a literatura de Evando Nascimento
>>> Velha amiga, ainda tão menina em minha cabeça...
>>> G.A.L.A. no coquetel molotov de Gerald Thomas
>>> O último estudante-soldado na rota Lisboa-Cabul
Colunistas
Últimos Posts
>>> The Number of the Beast by Sophie Burrell
>>> Terra... Luna... E o Bitcoin?
>>> 500 Maiores Álbuns Brasileiros
>>> Albert King e Stevie Ray Vaughan (1983)
>>> Rush (1984)
>>> Luiz Maurício da Silva, autor de Mercado de Opções
>>> Trader, investidor ou buy and hold?
>>> Slayer no Monsters of Rock (1998)
>>> Por que investir no Twitter (TWTR34)
>>> Como declarar ações no IR
Últimos Posts
>>> Auto estima
>>> Jazz: 10 músicas para começar
>>> THE END
>>> Somos todos venturosos
>>> Por que eu?
>>> Dizer, não é ser
>>> A Caixa de Brinquedos
>>> Nosferatu 100 anos e o infamiliar em nós*
>>> Sexta-feira santa de Jesus Cristo.
>>> Fé e dúvida
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Como ler mais livros
>>> Debate Democrata na CNN
>>> A esquerda nunca foi popular no Brasil
>>> Narcos
>>> Dez Anos que Encolheram o Mundo, de Daniel Piza
>>> A minha Flip
>>> O Casulo vai à escola
>>> Cinema Independente (5.1)
>>> Conceitos musicais: blues, fusion, jazz, soul, R&B
>>> O silêncio dos intelectuais
Mais Recentes
>>> Luana Carranca; uma História do Fim do Mundo. de Tadeu Pereira pela Saraiva (2009)
>>> Um Estranho no Espelho de Sidney Sheldon pela Circulo do Livro (1976)
>>> Serviço Social e Sociedade 12 os 50 Anos de Varios Autores pela Cortez (1984)
>>> O Divergente Positivo de Sara Parkin pela Peirópolis (2014)
>>> O Maior Espetáculo da Terra de Luiz Carlos Prestes Filho pela Lacre (2015)
>>> Contando a Arte de Di Cavalcanti de Angela Braga-torres pela Noovha América (2010)
>>> Our Way - 2 de Vários pela Richmond Publishing (2000)
>>> Tempos de Escola de Vários Autores pela Companhia das Letras (2015)
>>> The Face on the Screen and Other Short Stories de Paul Victor pela Longman (1989)
>>> Formaturas Infernais de Meg Cabot; Kim Harrison; Michele Jaffe pela Galera Record (2009)
>>> Manual Recreio Língua Portuguesa Vul. 2 de Abril pela Abril (2012)
>>> Literatura Comentada - Gil Vicente de Álvaro Cardoso Gomes pela Abril Educação (1981)
>>> A Floresta e o Estrangeiro de Alberto Martins pela Companhia Das Letras (2006)
>>> Zé Carioca Nº 1535 de Walt Disney pela Abril (1981)
>>> Zé Carioca Nº 1862 de Walt Disney pela Abril (1989)
>>> Sinatra o Homem e a Música de Renzo Mora pela Lemos (2001)
>>> Histórias para Aquecer o Coração das Mães de Jack Canfield pela Sextante (2002)
>>> Zé Carioca Nº 1883 - com Ficha Colecionável de Walt Disney pela Abril (1990)
>>> Manual de Astrologia - um Clássico da Literatura Astrológica de Seplarial Tradução Orlando Lemos pela Nova Fronteira (1988)
>>> Zé Carioca Nº 1882 - com Ficha Colecionável de Walt Disney pela Abril (1990)
>>> Demostracao do Valor Adicionado de Marcia Martins Mendes de Luca pela Atlas (1998)
>>> Para Sempre de Krickitt Carpenter; Kim Carpenter pela Novo Conceito (2012)
>>> Assassinatos na Academia Brasileira de Letras de Jô Soares pela Companhia das Letras (2005)
>>> Com Licença, Eu Vou à Luta de Eliane Maciel pela Circulo do Livro (1984)
>>> A Vida, o Universo e Tudo Mais de Douglas Adams pela Arqueiro (2009)
BLOGS >>> Posts

Terça-feira, 18/8/2015
A esquerda nunca foi popular no Brasil
Julio Daio Borges

+ de 3000 Acessos

(E isso é um tremendo de um desgosto para a esquerda brasileira)

O que mata a esquerda brasileira de raiva é que ela não consegue ser popular de verdade. A única chance que ela teve - de ser popular, no Brasil -, ela perdeu... Com esse projeto nefasto de poder...

Na verdade, essa esquerda só conquistou o poder com o discurso do "Lulinha paz e amor". Com a "Carta ao Povo Brasileiro". Ou seja: prometendo que não ia dar calote na "dívida"; que não ia haver "quebra de contrato"; e que ia cumprir com os compromissos assumidos... Quer mais *direita* do que isso?

Depois, com a Dilma, a esquerda se elegeu prometendo mais consumo. Bastante crediário. Juros artificialmente baixos. IPI reduzido além da conta. Luz falsamente barata. E combustíveis... (Bem, você conhece o final da história...)

Fora que as "bolsas", desde a bolsa-família até a bolsa-empresário, via BNDES, passando pelo Fies, pelo Minha Casa Minha Vida, nada mais são que... dinheiro! Esmola, financiamento ou empréstimo subsidiado são todos dinheiro, no final das contas. Esse era o governo de "esquerda" de vocês? Quer coisa mais capitalista do que *dinheiro*???

Então, agora que a festa acabou, que, além da roubalheira, essa "bonança" foi uma tremenda de uma irresponsabilidade (fiscal)... A esquerda se espanta que há pessoas "de direita" nas ruas! E que elas são maioria!?!

Ora, mas elas sempre foram. A esquerda brasileira é que fez concessões a essas pessoas. Prometendo que não seria "esquerda de verdade". Prometendo que não bagunçaria a economia (o Plano Real). Prometendo acesso - histórico - a bens de consumo. E prometendo - vamos falar com todas as letras - ascensão social.

Agora, acabou. O governo quis tanto baixar os juros que avacalhou com o controle da inflação. O governo quis fingir que a festa do crediário era infinita... mas bateu num teto (o limite de endividamento das famílias). O consumo, naturalmente, arrefeceu (por conta das dívidas...). As empresas sofreram com a inflação, nos seus insumos, e com a queda de consumo... Tiveram de mandar gente embora... Desemprego, o verbete proibido.

A arrecadação desmoronou, é lógico. O governo de esquerda - que achou que o Brasil ia ficar rico, que acreditou no "boom" das commodities - contratou uma verdadeira gastança pelas próximas décadas... O governo não arrecada mais com antes, mas tem de pagar, cada vez mais... Onde isso acaba? O governo termina pobre... O governo está falindo... O governo, quem sustenta, somos nós!

A esquerda, é claro, não sabe como arrumar. (Algum esquerdista sabe como arrumar a casa???)

Só que agora não adianta a esquerda fingir que não sabe por que as pessoas estão revoltadas. Governos sucessivos que só acostumaram essas mesmas pessoas a "bolsas", esmolas, crédito barato, empréstimos subsidiados, juros forçados, energia farta, consumo desenfreado, mobilidade social...!

Como é que essas pessoas são "de direita" agora? Quem ensinou isso a elas? É dinheiro que elas querem, afinal???

A esquerda brasileira se sente traída. Mas nunca foi esquerda de verdade.

Ser de esquerda nunca deu Ibope, aliás. Não vai ser agora...

Para ir além
Compartilhar


Postado por Julio Daio Borges
Em 18/8/2015 às 08h47


Mais Julio Daio Bløg
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Gestão, Trabalho e Cidadania
Maria Laetitia Corrêa; Solange Maria Pimenta
Autêntica
(2001)



Odisséia
Homero
Scipione
(1994)



Valores do Educador
Luiza Ricotta
Ágora
(2006)



Curso de Direito Processual Civil - Processo Coletivo - Vol 4 - 3.ª Ed
Fredie Didier Jr / Hermes Zaneti Jr.
Podivm
(2008)



The Adventures of Huckleberry Finn
Mark Twain
Longman
(1982)



30 Questões Fundamentais Espiritualidade Nº 29
Vários Autores
Mythos
(2008)



Cotidiano E Cultura Historia,Cidade,e Trabalho - Historia
Maria Izilda Santos De Matos
Edusc



Dieta de South Beach Aditivada
Arthur Agatston / Joseph Signorile
Sextante
(2008)



Quatro Segredos para um Casamento Duradouro
Michael Letney
Geográfico
(2017)



Gestão por Modelagem Vetorial
Roberto Bittencourt Rosa
Roberto Bittencourt
(2010)





busca | avançada
56027 visitas/dia
1,8 milhão/mês