A esquerda nunca foi popular no Brasil | Julio Daio Bløg

busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês
Mais Recentes
>>> ABERTURA DA EXPOSIÇÃO “O CAMINHO DAS PEDRAS'
>>> Residência Artística FAAP São Paulo realiza Open Studio neste sábado
>>> CONHEÇA OS VENCEDORES DO PRÊMIO IMPACTOS POSITIVOS 2022
>>> Espetáculo 'Figural', direçãod e Antonio Nóbrega | Sesc Bom Retiro
>>> Escritas de SI(DA) - o HIV/Aids na literatura brasileira
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Home sweet... O retorno, de Dulce Maria Cardoso
>>> Menos que um, novo romance de Patrícia Melo
>>> Gal Costa (1945-2022)
>>> O segredo para não brigar por política
>>> Endereços antigos, enganos atuais
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
Colunistas
Últimos Posts
>>> Lula de óculos ou Lula sem óculos?
>>> Uma história do Elo7
>>> Um convite a Xavier Zubiri
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
Últimos Posts
>>> Nosotros
>>> Berço de lembranças
>>> Não sou eterno, meus atos são
>>> Meu orgulho, brava gente
>>> Sem chance
>>> Imcomparável
>>> Saudade indomável
>>> Às avessas
>>> Amigo do tempo
>>> Desapega, só um pouquinho.
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> Relationships Matter
>>> Notas de um ignorante
>>> Alumbramento
>>> Por que o Lula Inflado incomoda tanto
>>> Rumos do cinema político brasileiro
>>> Black Sabbath 1970
>>> Leve um Livro e Sarau Leve
>>> Manual prático do ódio
>>> Rhyme and reason
Mais Recentes
>>> Reaprendendo o Português [Capa Dura] de Carlos Eduardo de Bruin Cavalheiro (org.) pela Edic (2010)
>>> Revista Conexão Geraes: Seguridade Social Ampliada n6 ano 4 de Taysa Silva Santos; Soraya Magalhães Pelegrini; Matheus Thomaz da Silva pela Crssmg (2015)
>>> Revista Conexão Geraes: A Dimensão Técnico-Operativa no Serviço Social n3 ano 2 de Kênia Augusta Figueiredo; Elaine Rossetti Behring; Ana Cristina Brito Arcoverde pela Crssmg (2013)
>>> Revista Conexão Geraes: Expressões socioculturais n5 ano 3 de Carlos Montano; Cézar Henrique Maranhão; Yolanda Demétrio Guerra pela Crssmg (2014)
>>> Revista Conexão Geraes: Relatório de Gestão n8 ano 6 de Luana Braga; Rosilene Tavares; Marisaura pela Crssmg (2017)
>>> Revista Conexão Geraes:30 Horas Lei é Para Cumprir n7 ano 5 de Ivanete Boschetti; Ricardo Antunes; Marisaura dos Santos Cardoso pela Crssmg (2016)
>>> Revista Conexão Geraes: Direito à Cidade n4 ano 3 de Maria Lúcia Martinelli; Duriguetto; Joviano Mayer pela Crssmg (2014)
>>> Saúde Mental no SUS: Os Centros de Atenção Psicossocial de Ministério da Saúde pela Sas (2004)
>>> Ensaios Ad Hominem 1: Tomo 3 - Política de J. Chasin pela Ad Hominem (2000)
>>> Revista Histórica de Contagem 102 Anos de Ciro Carpentieri Filho pela Fundac (2013)
>>> O Brasil Desempregado de Jorge Mattoso pela Perseu Abramo (1996)
>>> Caderno do Plano de Manejo Orgânico de Mapa pela Secretaria de Cooperativismo (2014)
>>> Manual de Arborização Capa Verde de Cemig pela Cemig
>>> Manual de Arborização de Cemig pela Cemig (1996)
>>> Mata Atlântica: Mapa da Área de Aplicação da Lei n 11.428 de Ibge pela Ibge
>>> MG Biota v. 11 n 1 de Biologia Floral; aposematismo pela Ief (2018)
>>> MG Biota v. 10 n. 2 de Anfíbios pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 10 n. 1 de Germinação; Capões de Mata pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 10 n. 3 de Recuperação de Áreas Degradadas pela Ief (2017)
>>> MG Biota v. 6 n. 1 de Cerrado; Vale do Jequitinhonha pela Ief (2017)
>>> Informe Agropecuário 244 de Áreas Degradadas pela Epamig (2008)
>>> Informe Agropecuário 285 de Déficit Hídrico pela Epamig (2015)
>>> Informe Agropecuário 287 de Agricultura Orgânica e Agroecologia pela Epamig (2015)
>>> Contos de Amor e Morte de Arthur Schnitzler; George Bernard Sperber (trad.); Wolfgang Bader (apr.) pela Companhia das Letras (1999)
>>> Um Jovem Americano de Edmund White; Augusto de Oliveira (trad.) pela Siciliano (1995)
BLOGS >>> Posts

Terça-feira, 18/8/2015
A esquerda nunca foi popular no Brasil
Julio Daio Borges

+ de 7600 Acessos

(E isso é um tremendo de um desgosto para a esquerda brasileira)

O que mata a esquerda brasileira de raiva é que ela não consegue ser popular de verdade. A única chance que ela teve - de ser popular, no Brasil -, ela perdeu... Com esse projeto nefasto de poder...

Na verdade, essa esquerda só conquistou o poder com o discurso do "Lulinha paz e amor". Com a "Carta ao Povo Brasileiro". Ou seja: prometendo que não ia dar calote na "dívida"; que não ia haver "quebra de contrato"; e que ia cumprir com os compromissos assumidos... Quer mais *direita* do que isso?

Depois, com a Dilma, a esquerda se elegeu prometendo mais consumo. Bastante crediário. Juros artificialmente baixos. IPI reduzido além da conta. Luz falsamente barata. E combustíveis... (Bem, você conhece o final da história...)

Fora que as "bolsas", desde a bolsa-família até a bolsa-empresário, via BNDES, passando pelo Fies, pelo Minha Casa Minha Vida, nada mais são que... dinheiro! Esmola, financiamento ou empréstimo subsidiado são todos dinheiro, no final das contas. Esse era o governo de "esquerda" de vocês? Quer coisa mais capitalista do que *dinheiro*???

Então, agora que a festa acabou, que, além da roubalheira, essa "bonança" foi uma tremenda de uma irresponsabilidade (fiscal)... A esquerda se espanta que há pessoas "de direita" nas ruas! E que elas são maioria!?!

Ora, mas elas sempre foram. A esquerda brasileira é que fez concessões a essas pessoas. Prometendo que não seria "esquerda de verdade". Prometendo que não bagunçaria a economia (o Plano Real). Prometendo acesso - histórico - a bens de consumo. E prometendo - vamos falar com todas as letras - ascensão social.

Agora, acabou. O governo quis tanto baixar os juros que avacalhou com o controle da inflação. O governo quis fingir que a festa do crediário era infinita... mas bateu num teto (o limite de endividamento das famílias). O consumo, naturalmente, arrefeceu (por conta das dívidas...). As empresas sofreram com a inflação, nos seus insumos, e com a queda de consumo... Tiveram de mandar gente embora... Desemprego, o verbete proibido.

A arrecadação desmoronou, é lógico. O governo de esquerda - que achou que o Brasil ia ficar rico, que acreditou no "boom" das commodities - contratou uma verdadeira gastança pelas próximas décadas... O governo não arrecada mais com antes, mas tem de pagar, cada vez mais... Onde isso acaba? O governo termina pobre... O governo está falindo... O governo, quem sustenta, somos nós!

A esquerda, é claro, não sabe como arrumar. (Algum esquerdista sabe como arrumar a casa???)

Só que agora não adianta a esquerda fingir que não sabe por que as pessoas estão revoltadas. Governos sucessivos que só acostumaram essas mesmas pessoas a "bolsas", esmolas, crédito barato, empréstimos subsidiados, juros forçados, energia farta, consumo desenfreado, mobilidade social...!

Como é que essas pessoas são "de direita" agora? Quem ensinou isso a elas? É dinheiro que elas querem, afinal???

A esquerda brasileira se sente traída. Mas nunca foi esquerda de verdade.

Ser de esquerda nunca deu Ibope, aliás. Não vai ser agora...

Para ir além
Compartilhar


Postado por Julio Daio Borges
Em 18/8/2015 às 08h47


Mais Julio Daio Bløg
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Personalizando Produtos e Serviços: Customização Maciça
B. Joseph Pine II
makron books
(1994)



História do Brasil de Terra Ignota ao Brasil Atual
Ana Maria dos Santos
log on
(2002)



O Ócio Criativo
Domenico de Mais
sextante
(2000)



Livro - Eu Vezes Três
Alex Witchel
Arx
(2003)



Vozes na Casa
R. A. Dick
o clarim



As mentiras que os homens contam
Luis Fernando Verissimo
objetiva
(2001)



As Sombras da Vinha
Maria Carpi
Bertrand Brasil
(2005)



O Alienista
Machado de Assis
Komedi
(2009)



Alimentos Geneticamente Modificados
Abia
Abia
(2002)



Renovando Atitudes
Francisco do espírito Santo Neto
Boa Nova
(1997)





busca | avançada
47547 visitas/dia
1,6 milhão/mês