Por que o Lula Inflado incomoda tanto | Julio Daio Bløg

busca | avançada
59843 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Pousada e Recanto dos Pássaros – Sítio Vô Elias Maffei
>>> Coreógrafa carioca Esther Weitzman ministra oficina gratuita de dança no Sesc Santana
>>> Caleidos apresenta “Entrevista” para gestores e professores da rede pública de São Paulo
>>> É HOJE (30/9): Mostra Imaginários no Cine Bijou
>>> Etapa apresenta concerto gratuito da Camerata Fukuda com o violinista Ricardo Herz
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rodolfo Felipe Neder (1935-2022)
>>> A pior crônica do mundo
>>> O que lembro, tenho (Grande sertão: veredas)
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> Jô Soares (1938-2022)
>>> Casos de vestidos
>>> Elvis, o genial filme de Baz Luhrmann
>>> As fezes da esperança
>>> Quem vem lá?
>>> 80 anos do Paul McCartney
Colunistas
Últimos Posts
>>> Agnaldo Farias sobre Millôr Fernandes
>>> Marcelo Tripoli no TalksbyLeo
>>> Ivan Sant'Anna, o irmão de Sérgio Sant'Anna
>>> A Pathétique de Beethoven por Daniel Barenboim
>>> A história de Roberto Lee e da Avenue
>>> Canções Cruas, por Jacque Falcheti
>>> Running Up That Hill de Kate Bush por SingitLive
>>> Oye Como Va com Carlos e Cindy Blackman Santana
>>> Villa candidato a deputado federal (2022)
>>> A história do Meli, por Stelleo Tolda (2022)
Últimos Posts
>>> Cabelos brancos
>>> Liberdade
>>> Idênticos
>>> Bizarro ou sem noção
>>> Sete Belo
>>> Baby, a chuva deve cair. Blade Runner, 40 anos
>>> Conforme o combinado
>>> Primavera, teremos flores
>>> Além dos olhos
>>> Marocas e Hermengardas
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Neste Momento, poesia de André Dick
>>> 50 anos de Bossa Nova
>>> O humor da Belle Époque
>>> 24 de Março #digestivo10anos
>>> Lendo Virgílio, ou: tentando ler os clássicos
>>> Introdução ao filosofar, de Gerd Bornheim
>>> Kindle DX salvando os jornais?
>>> A Casa de Ramos
>>> Reconhecimento
>>> A hora exata em que me faltaram as palavras
Mais Recentes
>>> Análise de Balanços ao Alcance de Todos de A Lopes de Sá pela Atlas (1965)
>>> Turiscultura: Viagens pelo Brasil de Zefinha Louça pela Kelps (2000)
>>> Nobel o Prêmio e o Homem 100 Anos de Medicina de João J Noro Coord pela Jsn (1999)
>>> Ela foi Até o Fim de Meg Cabot pela Galera Record (2010)
>>> Depoimentos Literários de Rita Canter pela Flama (1971)
>>> Manual de Direito Penal Vol III -parte Especial Arts. 235 a 361 do Cp. de Julio Fabbrini Mirabete / Renato N. Fabbrini pela Atlas (2007)
>>> Os Meninos Morenos de Ziraldo pela Melhoramentos (2005)
>>> A Casa do Escritor de Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho pela Petit (1993)
>>> Competências e Aprendizagem Organizacional de Andrea Valéria Steil pela Stela (2006)
>>> Cinco Cenários para o Brasil 2001-2003 de Claudio Porto, Elimar Nascimento, Sérgio Buarque pela Nórdica (2001)
>>> Por Que Faltam os Alimentos? de Egon Nort pela Ufsc (1988)
>>> Psicologia e Profissão Em São Paulo de Sylvia Leser de Mello pela Ática (1977)
>>> Desafios Éticos de José Eberienos Assad Coord pela Conselho Federal de Medicina (1993)
>>> Drogas: Qualidade de Vida e Cidadania de Ifsc / Ufrj pela Do Autor
>>> Juizados Especiais Cíveis e Criminais - Vol. 15 - Tomo II de Marisa Ferreira dos Santos e Ricardo Cunha pela Saraiva (2006)
>>> Trilhos e Trilhas História 4ª Série de Jane Gasparotto Fernandes Maria Angela Borges pela Saraiva (2003)
>>> Complexo de Clark Kent - São Super-homens os Jornalista? de Geraldinho Vieira pela Summus Editorial (1991)
>>> Public Auction 469 - General Sale de A. Karamitsos pela Hilton Athens (2013)
>>> Ulster Story de Michael Villeneuve pela Longman (1977)
>>> Flashlight 1 - Combined Students Book and Workbook de Paul a Davies Tim Falla pela Oxford
>>> Um Olhar Sobre I Mercoseti de I Encontro do Mercosul Sobre a Terceira Idade pela Sesc (1997)
>>> Estudo da História da Administração- Sua Presença Em Goiás de Ubirajara Galli pela Kelps (2010)
>>> Liberdade de Comunicação de Derrick Sington pela Fundo de Cultura (1996)
>>> Contrato Administrativo Equilíbrio Econômico Financeiro de José Renato Gaziero Cella pela Juruá (2006)
>>> Ser Deficiente Não é Defeito de Rafael Carlos pela Escala
BLOGS >>> Posts

Domingo, 30/8/2015
Por que o Lula Inflado incomoda tanto
Julio Daio Borges

+ de 5700 Acessos

Em primeiro lugar, eu gostaria de dar os parabéns ao "artista desconhecido" que desenhou esse boneco.

O Lula Inflado não é nenhuma obra de arte, mas, para o que se propõe, é perfeito. Contém os principais elementos: provoca o reconhecimento imediato do ex-presidente; associa-o, indubitavelmente, aos escândalos de corrupção (revelados pela Lava Jato); e é uma demonstração, inequívoca, dos anseios dos manifestantes.

Porque, até então, o governo insistia na ideia de que as manifestações "não tinham foco", para tentar desqualificá-las. Como se dissessem: "esses manifestantes não sabem o que querem" - então devem ser ignorados.

E pegar alguns lunáticos no meio de uma manifestação qualquer, fazia parte da estratégia para ridicularizá-la. Como se dissessem: "Só tem gente esquisita contra o governo - eles não merecem respeito". (E parte da mídia, e alguns "jornalistas", trabalharam sistematicamente para fixar essa imagem...)

Só que, com o Lula Inflado, não tem como dizer que "não há foco", por exemplo. Os manifestantes representam Lula com uniforme de presidiário - portanto, querem ele preso!

Fora que não dá mais para dizer que é o desejo reprimido de "nostálgicos da ditadura"... O Lula Inflado surgiu no seio do povo, foi acolhido pelas massas e teve sua consagração nas redes...

Se antes o governo podia dizer que os manifestantes não queriam necessariamente a sua saída, não eram necessariamente contra o PT e não inviabilizavam, obrigatoriamente, um retorno do partido - e do ex-presidente -, agora isso não é mais possível!

O Lula Inflado tem o "13" estampado no peito. O Lula Inflado mostra que os manifestantes associam, sim, a corrupção ao governo (e ao PT). E o Lula Inflado mata qualquer esperança do "Volta, Lula". Se tem um lugar onde os entusiastas do Lula Inflado querem o ex-presidente... é na cadeia! Fora do convívio da sociedade e, não, ditando os rumos dela...

Mas acho que o que mais incomoda Dilma, Lula e os petistas todos é a imagem que se consolida *fora* do Brasil. Porque todas essas ditaduras - "bolivarianas" - vivem de abafar os protestos, de perseguir os opositores e de forjar uma imagem de "normalidade" - como tantas outras antes delas...

E o governo, e o PT e seus militantes achavam que poderiam fazer o mesmo. Por mais que houvesse gente na rua, por mais que houvesse gritos de "Fora, Dilma", por mais que as manifestações se repetissem, o governo poderia tentar contar sua versão:

"Ah, são uns malucos. Ah, não sabem o que querem. Ah, só querem fazer Carnaval fora de época. Ah, não são significativos. Ah, não representam os reais anseios da população. Ah, podemos fingir que eles não existem - e podemos continuar tocando a nossa vida...!"

Com o Lula Inflado, acabou tudo isso. Os manifestantes sabem *muito bem* de quem é a culpa - de qual partido, de qual governo e de qual governante. E os manifestantes não aceitam menos do que o encarceramento do ex-presidente. Para quem tem alguma dúvida, eis o que significa o "171" (igualmente estampado no peito do boneco, ao lado do "13"):

"Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento." (Artigo 171, do nosso Código Penal.)

O Lula Inflado brilha como a luz do dia. Furá-lo, como a um balão, não vai "resolver" o problema. Outros bonecos vão surgir. Outros políticos podem surgir - em forma de boneco... O Movimento Brasil Livre - responsável pela confecção do Lula Inflado - promete uma "surpresa" para o dia 7 de Setembro...

E o problema não é mais o boneco! Mesmo que ele fosse destruído; mesmo que ele fosse "interditado"; mesmo que seus registros desaparecessem (o que, depois da internet, é impossível)... Mesmo assim, não importaria.

O que importa não é o boneco, em si. O que importa é o que ele representa! O Lula Inflado é só um símbolo...

E os petistas podem até destruir esse símbolo. Mas nunca o que ele simboliza...

Para ir além
Compartilhar


Postado por Julio Daio Borges
Em 30/8/2015 às 11h35


Mais Julio Daio Bløg
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Praça da Matriz
Heloisa Assumpção Nascimento
Globo
(1964)



Febem, Família e Identidade - o Lugar do Outro - 1ª Edição
Isabel da Silva Kahn Marin
Escuta
(1999)



O Noviço
Martins Pena
Melhoramentos Klick
(1997)



Ronda de Fogo: Contos - Confira !!!
Cacy Cordovil
Musa
(1998)



Um Mito Bem Brasileiro: Estudo Antropológico Sobre o Saci - Confira !!
Renato da Silva Queiroz
Polis
(1987)



Sherlock Holmes - o Roubo da Coroa de Berilos e Outras Aventuras
Sir Arthur Conan Doyle
Pé da Letra
(2017)



Neruda para Jovens
Pablo Neruda
José Olympio
(2013)



Curso de Direito Comercial - 2º Volume
Rubens Requião
Saraiva
(1995)



Descanse Em Paz, Meu Amor...
Pedro Bandeira
Atica
(1997)



Mistérios do Coração
Roberto Shinyashiki
gente
(1990)





busca | avançada
59843 visitas/dia
2,0 milhão/mês