Ecletismo Musical | Blog do Carvalhal

busca | avançada
74821 visitas/dia
1,8 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Revisores de Texto em pauta
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Ser intelectual dói
>>> O Tigrão vai te ensinar
>>> O hiperconto e a literatura digital
>>> Aberta a temporada de caça
>>> Se for viajar de navio...
>>> Incompatibilidade...
>>> Alguns Jesus em 10 anos
>>> Blogues: uma (não tão) breve história (II)
>>> Picasso e As Senhoritas de Avignon (Parte I)
>>> Asia de volta ao mapa
Mais Recentes
>>> O Livro da moda de Alexandra Black pela Publifolha (2015)
>>> Rejuvelhecer a saude como prioridade de Sergio Abramoff pela Intrinseca (2017)
>>> O livro das evidencias de John Banville Tradução Fabio Bonillo pela Biblioteca Azul - globo (2018)
>>> O futebol explica o Brasil de Marcos Guterman pela Contexto (2014)
>>> O Macaco e a Essencia de Aldous Huxley pela Globo (2017)
>>> BATISTAS, Sua Trajetória em Santo Antônio de Jesus: o fim do monopólio da fé na Terra do Padre Mateus de Jorgevan Alves da Silva pela Fonte Editorial (2018)
>>> Playboy Bárbara Borges de Diversos pela Abril (2009)
>>> Sarah de Theresa Michaels pela Nova Cultural (1999)
>>> A Bela e o Barão de Deborah Hale pela Nova Cultural (2003)
>>> O estilo na História. Gibbon & Ranke & Macaulay & Burckhardt de Peter Gay pela Companhia das Letras (1990)
>>> Playboy Simony de Diversos pela Abril (1994)
>>> Invasão no Mundo da Superfície de Mark Cheverton pela Galera Junior (2015)
>>> José Lins Do Rego- Literatura Comentada de Benjamin Abdala Jr. pela Abril Educação (1982)
>>> A modernidade vienense e as crises de identidade de Jacques Le Rider pela Civilização Brasileira (1993)
>>> Machado De Assis - Literatura Comentada de Marisa Lajolo pela Abril Educação (1980)
>>> A Viena de Wittgenstein de Allan Janik & Stephen Toulmin pela Campus (1991)
>>> O Velho e o Mar de Ernest Hemingway pela Círculo do livro (1980)
>>> Veneno de Alan Scholefield pela Abril cultural (1984)
>>> O Livreiro de Cabul de Asne Seierstad pela Record (2007)
>>> Os Dragões do Éden de Carl Sagan pela Francisco Alves (1980)
>>> O Espião que sabia demais de John Le Carré pela Abril cultural (1984)
>>> Administração de Materiais de Jorge Sequeira de Araújo pela Atlas (1981)
>>> Introdução à Programação Linear de R. Stansbury Stockton pela Atlas (1975)
>>> Como lidar com Clientes Difíceis de Dave Anderson pela Sextante (2010)
>>> As 3 Leis do Desempenho de Steve Zaffron e Dave Logan pela Primavera (2009)
>>> Curso de Educação Mediúnica 1º Ano de Vários Autores pela Feesp (1996)
>>> Recursos para uma Vida Natural de Eliza M. S. Biazzi pela Casa Publicadora Brasileira (2001)
>>> Jesus enxuga minhas Lágrimas de Elza de Almeida pela Fotograma (1999)
>>> As Aventuras de Robinson Crusoé de Daniel Defoe pela LPM Pocket (1997)
>>> Bulunga o Rei Azul de Pedro Bloch pela Moderna (1991)
>>> Menino de Engenho de José Lins do Rego pela José Olympio (1982)
>>> Terra dos Homens de Antoine de Saint-Exupéry pela Nova Fronteira (1988)
>>> O Menino de Areia de Tahar Ben Jelloun pela Nova Fronteira (1985)
>>> Aspectos Endócrinos de Interesse à Estomatologia de Janete Dias Almeida pela Unesp (1999)
>>> Nociones de Historia Linguística y Estetica Literaria de Antonio Vilanova- Nestor Lujan pela Editorial Teide/ Barcelona (1950)
>>> El Estilo: El Problema y Su Solucion de Bennison Gray pela Editorial Castalia/ Madrid (1974)
>>> El Cuento y Sus Claves de Raúl A. Piérola/ Alba Omil (profs. Univ. Tucumán pela Editorial Nova, Buenos Aires (1955)
>>> Las Fuentes de La Creacion Literaria de Carmelo M. Bonet pela Libr. del Collegio/ B. Aires (1943)
>>> As Hortaliças na Medicina Doméstica/ Encadernado de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar (1976)
>>> A Flora Nacional na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Arlington Park de Rachel Cusk pela Companhia das Letras (2007)
>>> Muitas Vidas, Muitos Mestres de Brian L Weiss pela Salamandra (1991)
>>> As Frutas na Medicina Doméstica de Alfons Balbach pela A Edificação do Lar
>>> Coleção Agatha Christie - Box 8 de Agatha Christie; Sonia Coutinho; Archibaldo Figueira pela HarperCollins (2019)
>>> As Irmãs Aguero de Cristina García pela Record (1998)
>>> Não Faça Tempestade Em Copo Dágua no Amor de Richard Carlson pela Rocco (2001)
>>> Um Estudo Em Vermelho - Edição De Bolso de Arthur Conan Doyle pela Zahar (2013)
>>> Eu, Dommenique de Dommenique Luxor pela Leya (2011)
>>> Os Cavaleiros da Praga Divina de Marcos Rey pela Global (2015)
>>> O Futuro da Filosofia da Práxis de Leandro Konder pela ExpressãoPopular (2018)
BLOGS >>> Posts

Quinta-feira, 22/10/2015
Ecletismo Musical
Guilherme Carvalhal

+ de 1200 Acessos

Dia desses ouvi uma pessoa fazer o seguinte comentário sobre música

- Sou eclética. Gosto de tudo. De funk, de pagode, de sertanejo, de pop rock.

Achei curiosa essa autoafirmação de ecletismo, principalmente pelos gostos afirmados. É uma listagem bem convencional, sustentando uma cultura musical ditada por meios de comunicação de massa e que por princípio deixa de fora uma grande quantidade de estilos que não se encaixam nos padrões comerciais. Acaba sendo algo como "gosto de tudo, excetuando as coisas de que não gosto".

Esse tipo de posicionamento tende a evidenciar algumas construções que temos, principalmente, a tentativa de almejar um gosto vasto, mas que apenas demonstra o quanto estamos distantes de conhecer aquilo que esteja um tanto mais além do nosso alcance. Fomos acostumados a um modelo musical peculiar, normalmente tendendo para o mais simplório e facilmente absorvível, e dificilmente aquilo que fuja desse lugar comum consegue se tornar palatável.

Estamos aptos a absorver uma produção musical culturalmente distante? Temos disposição para ouvir highlife da Nigéria, a orquestra Marimba de Concierto de Bellas Artes da Guatemala ou música tradicional japonesa? Ou nossos ouvidos apenas se manterão restritos a uma pequena parcela de tudo que a humanidade consegue ser capaz de produzir?

Nosso modelo de divulgação musical, que ganhou enorme propulsão após a criação de tecnologias que a alçaram mais longe juntamente a um esforço dos meios de comunicação na modelagem de gostos, não criou uma capacidade de capilarização, mas apenas de limitação. Esse novo modelo, que poderia parecer promissor, não se desvinculou do estilo imperialista reinante, criando uma globalização onde há poucos globalizadores e muitos globalizados.

Atualmente recebemos uma enxurrada de conteúdo estrangeiro, que afeta diretamente nossa percepção sobre nós mesmos enquanto nação e sociedade. O espaço da música brasileira acabou influenciado, tanto recebendo influências positivas quanto negativas. Podemos nos orgulhar de música de boa qualidade influenciada pelo jazz e pelo rock ou podemos esconder a cara de vergonha diante da tentativa de reproduzir em terra brasileira determinadas expressões artísticas que são bastante sofríveis. É até curioso pensar que houve cantores brasileiros atendendo por nomes como Michael Sullivan, Mark Davis e Tony Stevens.

Não podemos deixar de pensar que toda essa situação é fruto de uma relação mercadológica. Essa via é dupla, na qual a indústria compreende o que o público espera e ao mesmo tempo influencia suas expectativas. O indivíduo influencia e é influenciado, não se podendo precisar se ele é mais uma marionete de uma estrutura maior que ele próprio ou se é gerador dos próprios gostos.

Se imaginarmos uma pessoa brasileira de 70 anos atrás, suas preferências musicais provavelmente seriam vinculadas a uma tradição musical brasileira, com algumas influências externas que permeiam o Brasil desde tempo anteriores, como valsa ou polca. À medida em que começou o processo de globalização, esse panorama começou a mudar e mais e mais nos vemos envolvidos por influências de fora.

Certa vez li sobre uma pesquisa que apontava que apenas 1% da população do Brasil já havia assistido a um concerto de música de câmara (ou música clássica, apesar de eu achar esse termo sofrível). Comentei isso com um amigo estudioso de cultura popular e ele falou quanto seria se contabilizássemos o contato com expressões culturais nacionais. Quantos de nós já assistiram a uma apresentação de baião ou de música gauchesca? O quanto conhecemos de música indígena ou de viola caipira?

Vivemos um modelo social em que a própria concepção de nação se tornou difusa, e isso falando de um país construído em um processo que nunca deixou claramente definido o que vem a ser povo brasileiro. Essa fragilidade de laços que nos unem gera uma incapacidade de valorizar a própria cultura e cria um tereno fértil para perda da própria identidade.

Ecletismo em um mundo de tanta variedade cultural é mais uma cenoura à frente do burro a instigar uma movimentação do que algo que se possa realmente alcançar. Há mais do que uma vida inteira possa conseguir alcançar e apenas uma mínima parcela do todo nos é ofertada no cotidiano. Talvez nos considerarmos eclético possa mostrar apenas o outro lado, o tanto que nós ainda não conhecemos.


Postado por Guilherme Carvalhal
Em 22/10/2015 às 16h24


Mais Blog do Carvalhal
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




BRÁS, BEXIGA E BARRA FUNDA
ANTÔNIO DE ALCÂNTARA MACHADO
SARAIVA
(2009)
R$ 5,00



A PATA DA GAZELA
JOSÉ DE ALENCAR
FTD
(2011)
R$ 15,00



O SEGREDO DAS CENTÚRIAS
NOSTRADAMUS
TRES
(1973)
R$ 7,90



REFORMA PSIQUIÁTRICA E MOVIMENTO LACANIANO
FRANCISCO PAES BARRETO
ITATIAIA
(1999)
R$ 23,00



PROCISSAM RELAÇÃO DAS FESTAS QUE A RESIDÊNCIA DE AMGOLLA FEZ
INSTITUTO DA BIBLIOTECA NACIONAL E DO LIVRO
BIBLIOTECA NACIONAL
(1994)
R$ 17,60



A COLÔNIA BRASILEIRA ECONOMIA E DIVERSIDADE
SHEILA DE CASTRO FARIA
ED. MODERNA
(1997)
R$ 9,90



TUDO SOBRE MENINAS PARA MENINOS!
CLÁUDIA FELÍCIO
PLANETA JOVEM
(2005)
R$ 12,00



UM ANJO NA SUA FRENTE
FRANCISCO G. H. JANSSEN /MARIA ASTRIDE SAAD
CHEVALIER
R$ 6,00



THE LAST PRECINCT
PATRICIA CORNWELL
BERKLEY
(2000)
R$ 10,00



TERRITÓRIO E SOCIEDADE NO MUNDO GLOBALIZADO
ELIAN ALABI LUCCI
SARAIVA
(2010)
R$ 18,00





busca | avançada
74821 visitas/dia
1,8 milhão/mês