30 anos após De Volta Para o Futuro | Blog do Carvalhal

busca | avançada
84380 visitas/dia
2,0 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Novo livro de Nélio Silzantov, semifinalista do Jabuti de 2023, aborda geração nos anos 90
>>> PinForPeace realiza visita à Exposição “A Tragédia do Holocausto”
>>> ESTREIA ESPETÁCULO INFANTIL INSPIRADO NA TRAGÉDIA DE 31 DE JANEIRO DE 2022
>>> Documentário 'O Sal da Lagoa' estreia no Prime Box Brazil
>>> Mundo Suassuna viaja pelo sertão encantado do grande escritor brasileiro
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> O Big Brother e a legião de Trumans
>>> Garganta profunda_Dusty Springfield
>>> Susan Sontag em carne e osso
>>> Todas as artes: Jardel Dias Cavalcanti
>>> Soco no saco
>>> Xingando semáforos inocentes
>>> Os autômatos de Agnaldo Pinho
>>> Esporte de risco
>>> Tito Leite atravessa o deserto com poesia
>>> Sim, Thomas Bernhard
Colunistas
Últimos Posts
>>> Glenn Greenwald sobre a censura no Brasil de hoje
>>> Fernando Schüler sobre o crime de opinião
>>> Folha:'Censura promovida por Moraes tem de acabar'
>>> Pondé sobre o crime de opinião no Brasil de hoje
>>> Uma nova forma de Macarthismo?
>>> Metallica homenageando Elton John
>>> Fernando Schüler sobre a liberdade de expressão
>>> Confissões de uma jovem leitora
>>> Ray Kurzweil sobre a singularidade (2024)
>>> O robô da Figure e da OpenAI
Últimos Posts
>>> Salve Jorge
>>> AUSÊNCIA
>>> Mestres do ar, a esperança nos céus da II Guerra
>>> O Mal necessário
>>> Guerra. Estupidez e desvario.
>>> Calourada
>>> Apagão
>>> Napoleão, de Ridley de Scott: nem todo poder basta
>>> Sem noção
>>> Ícaro e Satã
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Os Doze Trabalhos de Mónika. 2. O Catolotolo
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> Controlando o acesso à Web
>>> O escritor está nu
>>> Lamartine Babo e futebol, uma simbiose
>>> Quem é Daniel Lopes
>>> Arte é intriga
>>> Primavera e Jukebox
>>> 20 anos de Trapo
>>> Bonjour, tristesse
Mais Recentes
>>> 4 Vols. Elric - Navegante nos Mares do Destino de Michael Moorcock; Roy Thomas; M. Gilbert pela Abril (1991)
>>> África, Missão Possível: Uma Fantástica Aventura Missionária Pelos Países Da Janela 10/40 de Davi Tavares; Ângela Tavares pela Paradigma (2013)
>>> Victor Hugo - Poèmes de Isabelle Jan, Emmanuel Fraisse pela Nathan (1985)
>>> Talvez Agora de Colleen Hoover pela Galera (2023)
>>> Relações Étnico-raciais Para o Ensino da Identidade e da Diversidade Cultural Brasileira de Mario Sergio Michaliszyn pela InterSaberes (2014)
>>> The postal history research magazine 13 - Chinese de Varios Autores pela Chinesa (1910)
>>> Livro Literatura Brasileira Um Exu Em Nova York de Cidinha da Silva pela Pallas (2018)
>>> Um Porto Seguro de Nicholas Sparks pela Novo Conceito (2012)
>>> Do fracasso ao sucesso na arte de vender de Frank Bettger pela Ibrasa (1978)
>>> Livro Administração A Nova Gestão na era do Conhecimento Visão 16 Mentes Influentes de Marcello Beltrand - Coord. pela Leader (2016)
>>> Bibliocollège - Andromaque, Racine de Jean Racine pela Hachette (2000)
>>> Livro Medicina Laboratorial Guias de Medicina Ambulatorial e Hospitalar de Adagmar Andriolo pela Manole (2005)
>>> Direito e Justiça Em Terras D El Rei na São Paulo Colonial 1709 - 1822 de Adelto Gonçalves pela Imprensa Oficial (2015)
>>> Dez Formas De Fazer Um Coração Se Derreter de Sarah Maclean pela Arqueiro (2016)
>>> Livro Administração Building Public Trust the Future of Corporate Reporting de Samuel A. Dipiazza Jr. & Robert G. Eccles pela John Wiley & Sons (2002)
>>> Maior Espetaculo Da Terra, O: 30 Anos De Sambodromo de Luiz Carlos Prestes Filho pela Lacre (2015)
>>> Miles Morales: Homem - Aranha Cai dentro! de Ahmed Garron pela Panini Comics
>>> Esthétique du Cinéma de Gerard Betton pela Presses Universitaires De France (1994)
>>> Livro Administração Fazer Acontecer de Júlio Ribeiro pela Cultura Editores Associados (1994)
>>> Livro Literatura Brasileira Memorial de Maria Moura de Rachel de Queiroz pela Siciliano (1992)
>>> As Coisas Que Nunca Superamos de Lucy Score pela AltaNovel (2023)
>>> O Paciente de Jasper DeWitt pela Planeta Minotauro (2021)
>>> Spy Dog - Volume 2 de Andrew Cope pela Fundamento
>>> Reverbero constitucional fluminense edição fac-similar 1821-1822 3 Volumes de N/a pela Biblioteca Nacional
>>> Livro Literatura Estrangeira O Lado Bom da Vida de Matthew Quick; Alexandre Raposo pela Intrinseca (2012)
BLOGS >>> Posts

Terça-feira, 10/11/2015
30 anos após De Volta Para o Futuro
Guilherme Carvalhal
+ de 3100 Acessos



Toda a série de postagens recentes em torno do filme De Volta Para o Futuro leva a pensar o que faz esse filme receber tanto espaço por parte do público. O que gera relevância a esse filme são a química existente entre Michael J. Fox e Christopher Lloyd, o roteiro misturando trama adolescente, ciência e cultura pop, a ideia da viagem no tempo menos pretensiosa que nas grandes narrativas, não utilizada para se realizar grandes mudanças no passado ou entender como será o futuro, mas para alterar pequenas circunstância na pequena cidade de Hill Valley.

É interessante situá-lo em uma fortíssima onda de filmes juvenis que começaram a ser realizados no final dos anos 1970. Se durante a contracultura e demais movimentos na onda de liberação e rebeldia foram realizados filmes focados na juventude (Hair, Os Incompreendidos, Embalos de Sábado à Noite, Juventude Transviada, Amor, Sublime Amor) mostrando de aspectos políticos sociais a vazio existencial, essa nova geração se focou em outro patamar, o de mostrar a juventude como uma fase divertida e despretensiosa, quando ainda não é preciso se preocupar com as atribulações da vida adulta.

Essa onda de filmes veio inicialmente com filmes que incluem Clube dos Cafajestes e a série Porky's, muito semelhantes a American Pie, mostrando estudantes cuja maior preocupação está com a farra do final de semana. Ao longo dos anos 1980, toda sorte de filme adolescente foi produzida, abordando todos os temas possíveis e a grande maioria de verdadeiros clichês. Nesse meio, John Hughes foi um nome ímpar, pois foi quem, através da sétima arte, melhor conseguiu retratar os adolescentes dessa época.

Também é importante lembrar que na rebaba dos movimentos das duas décadas passados o mundo se tornou menos careta. Nesse ponto, o linguajar no cinema se tornou mais aberto e muitas das barreiras existentes anteriormente caíram. Desde cenas mostrando mais do corpo (sem ser filme com a tarja de para maiores de 18 anos) até um linguajar mais chulo e abordando temas como aborto e uso de drogas (como em Picardias Estudantis), as portas estavam abertas para uma expressão menos restrita.

Por outro lado, se o mundo se tornou mais aberto ao debate de vários temas, por outro aquele modelo rebelde que se associou à juventude mudou de foco. Não há uma expressão política ou crítica, apenas rebeldia contra a chatice da escola ou as restrições familiares. Isso foi um fluxo de todo o cinema dos Estados Unidos dessa época, tornando-se mais um mero divertimento desprovido de maiores reflexões. A profundidade de Kubrick ou Coppola deu espaço para os arrasa-quarteirões de Spielberg

A década de 1990 marcou uma volta mais séria a essa abordagem juvenil. Kids e Trainspotting abordaram a questão de drogas juntamente ao vazio existencial. A diversão juvenil está associada a uma existência sem sentido, sendo filmes pesados e sem muita alegria. Apenas a série American Pie daria um viés diferente, tentando recuperar o modelo da década de 1980, e a série Harry Potter abriria novas portas, a de fantasia adolescente, sendo precedido por muitos e muitos filmes com abordagem semelhante. É justamente nesse último ponto em que De Volta Para o Futuro se enquadra, com 20 anos de antecedência: uma aventura fantástica por parte de um adolescente, com a inspiração da jornada do herói.

Jornada do herói é um tipo de história que pressupõe um jovem que após um momento de rompimento quebra seu vínculo familiar e parte para uma série de aventuras, sendo que aos poucos ele vai evoluindo como herói. No caso de De Volta Para o Futuro, o momento de rompimento é a viagem, que dá a brecha para uma série de aventuras, quando precisa confrontar o vilão Biff, salvar sua família e voltar para casa em segurança. Ou seja, é um tipo de fórmula que deu certo há 30 anos e ainda hoje conquista as pessoas.

Outro aspecto curioso do De Volta para o futuro é a ciência. Permeando todas as formas de arte desde a antiguidade, a capacidade de um cientista em produzir ideias mirabolantes sempre conquistou o imaginário, principalmente após a Revolução Industrial, quando a ciência começou a se mostrar como a arte com a qual a humanidade conseguiria controlar todo o mundo. Em obras como Frankenstein ou O Médico e o Monstro temos a figura de experimentos que acabam produzindo algum resultado inesperado.

A figura de Doc Brown encarna essa ideia, apesar de seguir pelo viés humorístico. É o cientista estabanado e meio descolado da sociedade, envolvido mais com seu trabalho do que com qualquer outra coisa. Seu aspecto baseado na figura de Einstein completa essa caracterização, sendo que ele mesmo embarca em sua jornada pessoal, a de deixar de ser racional e se tornar mais passional. O caráter ciência envolve vários conceitos fantásticos, como capacitor de fluxo, terminologias derivadas de espaço-tempo e as previsões de inovação tecnológica do ano de 2015. É algo corriqueiro dentro de diversas artes e no cinema e na TV não faltaram tentativas de adivinhar como seria a tecnologia do futuro.

A correlação de história adolescente, jornada de herói e um olhar pop sobre a ciência são algumas das fórmulas de sucesso que renderam tanto destaque para De Volta Para o Futuro. A trilogia é um apanhado de referências modernas e existentes há tempos na humanidade, reproduzidas em uma trama agradável e divertida. É um filme marcante que expressa muito sobre a época em que foi produzido e sobre as expectativas existentes em seu tempo.


Postado por Guilherme Carvalhal
Em 10/11/2015 às 14h48

Mais Blog do Carvalhal
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




Meals For Good Health
Karen Graham
Canadian Diabetes Association
(1998)



Às Margens do Sena
Reali Jr.
Ediouro
(2007)



Milho pra Galinha, Mariquinha
Marisa Raja Gabaglia
Sabiá
(1972)



Pérola e a Bolsa Perdida
Wendy Harmer
Fundamento
(2006)



A Revolução Dos Bichos
George Orwell
Companhia Das Letras
(2007)



Cultura e Comunicação
Edmund Leach
Edições 70
(2009)



O Primo do Amigo do meu Irmão
Angela CArneiro
Quinteto
(1994)



Arbitragem e Poder Judiciário - Proposta para um Diálogo
Maria Carolina Nery
Revista dos Tribunais
(2020)



Passageiro do Fim do Dia
Rubens Figueiredo
Companhia das Letras
(2010)



Livro Literatura Brasileira Surpresa
Fernando Alberto
Mente Cerebro
(2010)





busca | avançada
84380 visitas/dia
2,0 milhão/mês