Marionetes | O Equilibrista

busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês
Mais Recentes
>>> Banda GELPI, vencedora do concurso EDP LIVE BANDS BRASIL, lança seu primeiro álbum com a Sony
>>> Celso Sabadin e Francisco Ucha lançam livro sobre a vida de Moracy do Val amanhã na Livraria da Vila
>>> No Dia dos Pais, boa comida, lugar bacana e MPB requintada são as opções para acertar no presente
>>> Livro destaca a utilização da robótica nas salas de aula
>>> São Paulo recebe o lançamento do livro Bluebell
* clique para encaminhar
Mais Recentes
>>> Rinoceronte, poemas em prosa de Ronald Polito
>>> A forca de cascavel — Angústia (FUVEST 2020)
>>> O reinado estético: Luís XV e Madame de Pompadour
>>> 7 de Setembro
>>> Outros cantos, de Maria Valéria Rezende
>>> Notas confessionais de um angustiado (VII)
>>> Eu não entendo nada de alta gastronomia - Parte 1
>>> Treliças bem trançadas
>>> Meu Telefunken
>>> Dor e Glória, de Pedro Almodóvar
Colunistas
Últimos Posts
>>> Diogo Salles no podcast Guide
>>> Uma História do Mercado Livre
>>> Washington Olivetto no Day1
>>> Robinson Shiba do China in Box
>>> Karnal, Cortella e Pondé
>>> Canal Livre com FHC
>>> A história de cada livro
>>> Guia Crowdfunding de Livros
>>> Crise da Democracia
>>> Banco Inter É uma BOLHA???
Últimos Posts
>>> Uma crônica de Cinema
>>> Visitação ao desenho de Jair Glass
>>> Desiguais
>>> Quanto às perdas I
>>> A caminho, caminhemos nós
>>> MEMÓRIA
>>> Inesquecíveis cinco dias de Julho
>>> Primavera
>>> Quando a Juventude Te Ferra Economicamente
>>> Bens de consumo
Blogueiros
Mais Recentes
>>> Luciano do Valle (1947-2014)
>>> Por que as velhas redações se tornaram insustentáveis on-line
>>> Ação Social
>>> Dá-lhe, Villa!
>>> forças infernais
>>> 20 de Abril #digestivo10anos
>>> Pensando sozinho
>>> Minha casa, minha cama, minha mesa
>>> Aranhas e missangas na Moçambique de Mia Couto
>>> Novos Melhores Blogs
Mais Recentes
>>> O Beijo da Mulher Aranha de Manuel Puig pela Codecri/ RJ. (1981)
>>> A Traição de Rita Hayworth/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1993)
>>> Boquitas Pintadas/ Capa Dura de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1988)
>>> Kit De Estudo Para Concursos: Só concursos (3 CDs + Folheto) + Guia do Concurseiro + Redação para Concursos de Equipe Mundial Editorial pela DCL - difusão cultural do livro (2016)
>>> Numa Terra Estranha de James Baldwin pela Rio Gráfica (1986)
>>> 1934 de Alberto Moravia pela Rio Gráfica (1986)
>>> Mil Platôs Vol. 1 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> A Menina que Roubava Livros de Markus Zusak pela Intrínseca/RJ. (2007)
>>> Mil Platôs Vol. 2 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2011)
>>> Mil Platôs Vol. 3 de Gilles Deleuze e Félix Guattari pela 34 (2012)
>>> Ajin - Demi-Human #01 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #02 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Ajin - Demi-Human #03 de Gamon Sakurai pela Panini (2016)
>>> Incendio de Troia (capa dura couro) de Marion ZimmerBradley pela Circulo do Livro/ SP. (1994)
>>> Ajin - Demi-Human #04 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #05 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #06 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #07 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #08 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> Ajin - Demi-Human #09 de Gamon Sakurai pela Panini (2017)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Nova Cultural (1987)
>>> Ajin - Demi-Human #10 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Ajin - Demi-Human #11 de Gamon Sakurai pela Panini (2018)
>>> Estratégia da Decepção de Paul Virilio pela Estação Liberdade (2000)
>>> Ajin - Demi-Human #12 de Gamon Sakurai pela Panini (2019)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Circulo do Livro/ SP. (1989)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #10 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> The Buenos Aires Affair de Manuel Puig pela Codecri (1981)
>>> Fort of Apocalypse #09 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #08 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Festa Sob as Bombas - Os Anos Ingleses de Elias Canetti pela Estação Liberdade (2009)
>>> Fort of Apocalypse #07 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #06 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #05 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #04 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Antologia da Poesia Parnasiana Brasileira de João Ribeiro Francisca Júlia/ Alberto Oliveira... pela Cia. Ed. Nacional/ Lazuli (2008)
>>> Antologia Poética de Ernesto Cardenal pela Salamandra (1979)
>>> Fort of Apocalypse #03 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Fort of Apocalypse #02 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Da Natureza da Guerra de Julian Lider pela Biblex/ RJ. (1987)
>>> Fort of Apocalypse #01 de Yu Kuraishi, Kazu Inabe pela JBC/Ink Comics (2016)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> Teoria Geral do Processo de Antonio Carlos de Araujo Cintra e Ada P. Grinover e Câncico R. Dinamarco pela Revista dos Tribunais (1991)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
>>> O que é a conscienciologia de Waldo Vieira pela Instituto Internacional de Projeciiologia
>>> The Promised Neverland #02 de Kaiu Shirai, Posuka Demizu pela Panini (2018)
>>> The Promised Neverland #01 de Kaiu Shirai, Posuka Demizu pela Panini (2018)
>>> Pubis Angelical de Manuel Puig pela Nova Fronteira/ Rj. (1981)
BLOGS >>> Posts

Terça-feira, 5/7/2016
Marionetes
Heberti Rodrigo

+ de 600 Acessos



Hesitava... Se poderia prosseguir no mesmo caminho que até ali havia percorrido? Sim, daqui de fora, de onde estamos, podemos dizer que sim, mas há que se observar que isso não significa que a negativa não fosse sua única possibilidade. Estivera caminhando em círculos, círculos de raios cada vez maiores e traçados em diferentes planos, mas todos oriundos de um mesmo centro, de um mesmo impulso. Ao olhar para trás, percebeu que o que há de profundo e significativo em sua vida não havia mudado, apenas seguia se desdobrando, assumindo novas formas. No centro, o imutável. Até deparar-se com aquela porta jamais havia sentido as coisas de tal maneira. Não disse que não as havia pensado, apenas que não as havia sentido, e aquele sentir lhe revelou uma verdade. Era, agora, um homem de posse de sua verdade, da chave de seu destino. Quanto não foi preciso errar para que se tornasse capaz de discerni-la, ali, diante de seus olhos. Não a Verdade impessoal, Absoluta. Apenas a sua verdade, e era o que lhe bastava naquele momento pois estava só. De pé, defronte àquela porta, hesitava. Entrar era algo novo. Não seria como continuar ali fora, onde bem ou mal nunca havia sentido tamanha solidão. Tinha medo do que lhe sucederia. Mal podia ver, quando muito intuir, e sabia que, de algum modo, dali em diante, sua intuição, e não a razão como até então a conhecia, guiar-lhe-ia os passos. Perderia a razão, diriam. Isso mudaria tudo. Tornar-se-ia algo diferente, inimaginável. Ser e não-ser. Há os que insistem em afirmar que entrar ou não é uma questão de livre-arbítrio, mas ele sente como se não houvesse outra coisa a fazer. Com a chave em mãos, o livre-arbítrio é-lhe tão real quanto qualquer outra pessoa que estivesse consigo, e não há ninguém ali senão em suas lembranças, ilusões. Assim revelou-se para ele o livre-arbítrio: uma ilusão. Entrou com a coragem que lhe deu a convicção de que não poderia ter agido doutro modo, e a porta fechou-se atrás de si. Aquela que lhe servira de entrada jamais teria a mesma serventia para outrem. Era dele e apenas para ele se abriria. Jamais isto se repetiria. Compreendeu que na singularidade e irreversibilidade daquele acontecimento consistia sua solidão. Aquela era a sua realidade, o que o fazia ser o que era, e não havia outra senão para aqueles que estão de fora e não vivem outra vida que não as suas próprias, não a dele. Para ele, o livre-arbítrio ficou do lado de fora.


Postado por Heberti Rodrigo
Em 5/7/2016 às 14h36


Mais O Equilibrista
Mais Digestivo Blogs
Ative seu Blog no Digestivo Cultural!

* esta seção é livre, não refletindo necessariamente a opinião do site

Digestivo Cultural
Histórico
Quem faz

Conteúdo
Quer publicar no site?
Quer sugerir uma pauta?

Comercial
Quer anunciar no site?
Quer vender pelo site?

Newsletter | Disparo
* Twitter e Facebook
LIVROS




A CHAVE GENÉTICA
BIBLIOTECA SALVAT DE GRANDES TEMAS
SALVAT
(1979)
R$ 4,50



A ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO
ANDERSON CAVALCANTE & GABRIEL PERISSÉ
SEXTANTE
(2013)
R$ 10,00



A CONDUÇÃO DE REUNIÕES
ROGER MUCCHIELLI
MARTINS FONTES
(1981)
R$ 14,00



QB VII
LEON URIS
CÍRCULO DO LIVRO
R$ 19,90
+ frete grátis



O JARDIM DO ÉDEN
ERNEST HEMINGWAY
EUROPA-AMÉRICA
(1986)
R$ 12,00



MEMÓRIA DA FAZENDA BELA ALIANÇA
EDGARD CARONE
OFICINA DE LIVROS
(1991)
R$ 15,00



DANE- SE A ORGANIZAÇÃO
ROBERT TOWNSEND
ED. BEST SELLER
R$ 4,90



AS PALAVRAS DE GANDHI
RICHARD ATTENBOROUGH

R$ 10,00



JUSTIÇA A QUALQUER PREÇO
JOHN GRISHAN
ARQUEIRO
(2017)
R$ 35,00
+ frete grátis



CUBA LIBRE
YOANI SÁNCHEZ
RANDOM HOUSE ARG
(2010)
R$ 35,00





busca | avançada
37900 visitas/dia
1,3 milhão/mês